Vocabulário de



Baixar 0.54 Mb.
Página1/7
Encontro13.11.2017
Tamanho0.54 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7


Curso de Bacharelado em Letras com Habilitação de Tradutor

IBILCE / UNESP - São José do Rio Preto – SP

VOCABULÁRIO DE

ACUNPUNTURA


francês-português

com índice remissivo português-francês

Elaboração na disciplina Estágio de Tradução em Língua Francesa

com assessoria técnica dos Drs. Nilson Machado Filho e Rassen Saidah
Docentes Responsáveis: Claudia Xatara e Wanda de Oliveira

Informatização em 2011: Isabela Sanchez
Orientação: Profa. Claudia Xatara

ABREVIATURAS

f. = feminino

l.v. = locução verbal

m. = masculino

t.d. = transitivo direto

t.i. = transitivo indireto

v. = ver

a.a (action analgésique) f. Ação analgésica: método de anestesia que consiste em pro­duzir um estado de analgesia suficiente, permitindo intervenções cirúrgicas no paci­ente, através da estimulação de pontos de­terminados do corpo.

accélération de l'énergie f. Aceleração da energia: 1. fenômeno que ocorre no corpo humano e provoca do­enças diretamente ligadas ao conceito de calor (v. chaleur). 2. todos os tipos de in­flamação.

acétylcholine f. Acetilcolina: substância pro­duzida através da picada, que exerce a fun­ção de mediador químico entre as cé­lulas nervosas.

acupuncteur m. Acupunturista: médico espe­cialista em acupuntura.

acupuncture f. Acupuntura: medicina te­rapêu­tica usada desde milênios pelos chi­neses e japoneses, baseada em conceitos filosóficos de equilíbrio de duas forças componentes da Energia Vital - o Yin e o Yang. Consiste na introdução de agulhas muito finas em pontos cutâneos precisos, para tratamento de certas perturbações funcionais ou para ali­viar dores.

aigre f. Ácido: em acupuntura, um dos cinco sa­bores principais que está diretamente ligado ao fígado.

aiguille f. Agulha: instrumento usado na prática de acupuntura para estimular pontos especí­ficos do corpo humano. Compõem-se de três partes: cabo, corpo e ponta.

aiguille intradermique f. Agulha intradér­mica: tipo de agulha introduzida vertical­mente no ponto de acupuntura, que pode ser mantida injetada na pele por um tempo maior que as agulhas convencionas, indica­do aos pacientes com afecções crônicas ou dores persistentes.

aller à la rencontre l.v. Ir ao encontro: parte da prática da acupuntura que consiste em picar um ponto no sentido da circulação energéti­ca.

amer m. Amargo: em acupuntura, um dos cinco sabores principais que está diretamente li­gado ao coração.

analgésie f. Analgesia: aplicações de agulha que permitem ao paciente não sentir dor.

anatomo-physiologie orientale f. Anatomo-fi­siologia oriental: ciência que tem como ob­jetivo de estudo as funções energéticas, as vias e pontos energéticos, na dupla perspec­tiva da unidade e da totalidade. Negligência a estrutura dos órgãos e se preocupa apenas com as funções vitais essenciais ao orga­nismo.

anorexie f. Anorexia: falta de apetite de origem psíquica ou orgânica; sintoma de origem complexa que pode ser tratado por um acu­punturista dependendo do caso.

anosmie f. Anosmia: insuficiência de olfato que pode ser tratada pela acupuntura com relati­vo sucesso.

anthélix m. Antiélix: parte da orelha onde se encontram grandes parte dos pontos da auriculoterapia.

apophyse f. Apófise: saliência da superfície de um osso na qual encontram-se alguns pontos de acupuntura.

atelier m. Atelier: em acupuntura, nome dado às vísceras principais.

auriculothérapie f. Auriculoterapia: prática aplicada por acupunturistas, que consiste em fazer aplicações em determinados pontos da orelha, possibilitando um diagnóstico segui­do de uma ação terapêutica

automassage f. Automassagem: técnica da acupuntura, utilizada pelo próprio doente, para restabelecer um equilíbrio energéti­co e assim favorecer ao máximo a circulação normal da energia ao longo dos meridianos.

autorégulation f. Auto-regulação: característi­ca fundamental de todo ser vivente que ga­rante sua unidade e liberdade biológica, cuja falha origina a doença. É realizada graças a fenômenos de estimula­ção e inibição exerci­dos a todo instante e sobre todos os constituintes do or­ganismo.

bâtonnet d’amadou d’armoise m. Bastão de Artemísia: espécie de bastão de vinte centí­metros de altura e um centímetro de diâme­tro, feito de pó de artemísia.

bois f. Madeira: em acupuntura, um dos cinco movimentos da natureza, ligado diretamente às cores verde e azul, aos problemas de or­dem hepática e às pessoas coléricas.

borborygme m. Borborigmo: problema no intestino que provoca gases, constipações e diarréias, classi­ficado no Ocidente como colopatia funcional. Sintoma fun­cional valorizado especialmente no dia­gnóstico de acupuntura.

boulemie f. Bulemia: excesso de apetite acom­panhado da impressão de insaciabilidade, provocada pelo excesso de energia do estô­mago, tratado com sucesso pela acupuntu­ra.

bourdonnement d’oreille m. Zumbido au­ricular: tipo de zumbido que ocorre no ouvido e pode ser classificado conforme seu tom; quanto mais agudo, mais difícil o tratamento. Na acupuntura, esse tipo de pro­blema está diretamente ligado a energia do rim.

bradycardie f. Bradicardia: pulsação lenta do coração, caracterizada por seu desequilíbrio de energia, que pode ser restabelecido pela acupuntura.

branche collatérale f. Ramo colateral: via por onde circula a energia vital e o sangue do corpo humano, assim como o meridiano.

branche terrestre f. Ramo terrestre: energia que o céu exerce sobre a terra.

brûlure f. Queimação: sensação de queimadu­ra que aparece na região inervada quando se estimula várias vezes o tronco nervoso.

cellulite f. Celulite: inflamação do tecido celu­lar subcutâneo, que em acupuntura repre­senta uma insuficiência de energia, um acú­mulo de Yin.

chagrin m. Tristeza: em acupuntura, um dos cinco sentimentos ou força essencial psíqui­ca ligada diretamen­te ao pulmão.

chaleur f. Calor: conceito da medicina chinesa extraído da observação da natureza. Pode ser utilizado no diagnóstico através de um sistema chamado "oito regras", utili­zado pelos acupunturistas. A doença ligada ao calor tem como sintomas a sede e membros quentes, sendo oposta ao frio.

chaleur du sang m. Calor no sangue: designa um acúmulo de sangue que provoca fadiga, má digestão, es­quecimento, estado de de­pressão.

cigarette allumé m. Cigarro: tipo de moxa utili­zada por leigos para estimular pontos da acupuntura.

cinq mouvements m. Cinco movimentos: cinco fontes de energia emitidas pelos cinco ór­gãos principais. É ao nível dessas cinco energias que se determina as características funcionais desses cinco órgãos.

colère f. Cólera: em acupuntura, um dos cinco sentimentos ou força essencial psíquica li­gada diretamente ao fígado.

cône d' armoise m. Cône de artemísia: peque­no triângulo feito com artemísia que mantém o calor necessário para a aplicação das moxas.

contracture f. Contração: contração prolon­gada e involuntária de um ou de muitos mús­culos, sobre a influência de uma das oito energias perversas.

craniopuncture f. Craniopuntura: exame e aplicação de acupuntura em certos pontos situados no crânio para fins diagnósticos e terapêuticos.

creux m. Buraco: em acupuntura, minúscula cavidade encontrada no corpo humano, onde está localizado o ponto de acupun­tura.

culotte de cheval m. Culote: Tipo de celulite que se encontra no trajeto do meridiano da ve­sícula biliar, indicando uma insuficiência de energia Yang neste órgão.

cun m. Cun/tsun: unidade proporcional de me­dida, com a qual se subdivide uma parte do corpo, permitindo uma localização mais precisa dos pontos.

dépression f. Depressão: cavidade localizada no reves­timento cutâneo, que corresponde aos pontos de acupuntura.

digitomassage f. Digitomassagem: massa­gem feita com os dedos, usada em acupuntu­ra para estimular vários pontos resolvendo assim variados tipos de doença.

digitopression f. Digitopressão: estimulação de uma zona onde se encontra um ponto, pela pressão da ponta dos dedos.

disperser v. Dispersar/sedar: distribuir o ex­cesso de energia para restabelecer o equi­líbrio.

dispersion f. Dispersão: ato provocado pela introdução de agulhas, que consiste em dispersar a energia acumulada em um ponto de algum meridiano.

douceâtre-sucré m. Adocicado: em acupuntu­ra, um dos cinco sabores principais dire­ta­mente ligado ao baço.

douleur spontanée f. Dor espontânea: dor detectada pelo simples apalpar da pele ou pressão dos dedos em um ponto preciso do corpo.

douleur de trajet f. Dores de trajeto: dores detectadas no trajeto dos meridianos. Aju­dam o acupunturista a detectar a origem da doença.

drainage des méridiens m. Drenagem dos meridianos: caminho que os meridianos per­correm no corpo humano.

eau f. Água : um dos cinco movimentos da natureza, diretamente ligado aos problemas de garganta e rins.

électropuncture f. Eletropuntura: método que usa a eletricidade para estimular um ponto da acupuntura.

électrothérapie f. Eletroterapia: método que usa a eletricidade como agente de estimula­ção de um ponto da acupuntura.

embrocher t.i. Espetar: em acupuntura, ação de espetar o paciente com uma agulha na loca­lização de um ponto específico.

énergie ancestrale f. Energia ancestral: es­quema energético herdado dos genito­res, em torno do qual todo ser vivente se or­ganiza.

énergie perverse f. Energia perversa: fator externo que influencia de forma negativa o ciclo energético do corpo humano. Uma manifestação anormal do céu, para determinada hora do dia ou estação do ano, tão intensa a ponto do organismo não se defender.

énergie vitale f. Energia vital: energia que, juntamente com a matéria, sustenta o homem.

engourdissement m. Entorpecimento: sensa­ção que aparece nos membros quando se estimu­la, através da acupuntura, o tronco nervoso.

entraille f. Víscera: todo órgão alojado nas cavidades toráxicas, craniana e abdominal, dentro do qual estão armazenadas matéria exterior que será transformada em energia. Age em con­junto com um órgão principal correspon­den­te, assegurando-lhe a defesa e a alimen­tação.

énuresie f. Incontinência urinária: emissão invo­luntária de urina noturna que pode ser tratada com sucesso pela acupuntura.

étiqueter t.i. Etiquetar: classificar um doente, uma doença ou sintoma de acordo com as oito regras da acupuntura.

examem direct m. Exame direto: tipo de exame, que utiliza as mãos e os ouvidos, feito pelo médico acupunturista.

excès d’énergie m. Excesso de energia: acú­mulo de energia em algum órgão ou víscera, que causa distúrbios no corpo humano.

extase m. Êxtase: parada ou diminuição da cir­culação energética ao nível dos meridianos.

extérieur m. Exterior: uma das oito regras usadas para classificar o doente, a doença e o sintoma. É considerada uma doença exterior toda doença que se origina de uma perturbação externa e se opõe às doen­ças de origem interior.

extrait placentaire m. Extrato placentário: medicamento utilizado para prolongar o efeito da acupuntura. É indicado no trata­mento da hepatite crônica, nefrite, úlcera gástrica, reações de alergia, nevrose e al­gumas afecções ginecológicas.

faire circuler l’énergie l.v. Circular a energia: tonificar ou sedar pontos precisos para o restabelecimento do equilíbrio da energia vital.

feu m. Fogo: em acupuntura, um dos cinco mo­vimentos da natureza, diretamente ligado ao coração.

fleur de prunier f. Martelinho de sete pontas: Tipo de martelinho com várias pontas, que se bate com maior ou menor intensidade, na zona a se estimular até provocar uma vermelhidão ou espirrar algumas gotas de sangue.

flux d'énergie m. Fluxo de energia: quanti­dade de energia emitida pelos órgãos que percorre todo o corpo humano.

froid m. Frio: em acupuntura, umas das oito regras usadas para classificar o doente, a doença e o sintoma, caracterizada por uma sensação de frio e oposta ao calor.

grosses jambes f. Flebite: situação de defici­ência de energia que causa problemas circu­latórios nos membros inferiores, com incha­ço no tornozelo. Pode ser minimizado pela prática de digitopressão.

gymnastique f. Ginástica: mobilização harmo­niosa das energias do corpo. 1. estática: a mais simples das ginásticas com um triplo aspecto: postural, mental, respiratório. 2. cinética: ginástica que agrupa todos os exercícios físicos: auto-massagens e mobili­zações articulares.

histamine f. Histamina: substância produzida através da picada de agulha, com efeito ini­bidor da dor.

homéosiniatrie f. Homeosiniatria: terapêutica mista da homeopatia e acupuntura.

homme de bronze m. Homem de bronze: tipo de estátua ou manequim onde estavam indi­cados a topografia dos pontos de acupuntu­ra, usada no início da prática da ciência.

huit règles f. Oito regras: lei fundamental que classifica a doença, o doente e o sintoma. São elas: o Yin e o Yang, o pleno e o va­zio, o frio e o calor, o interior e o exterior.

hypersomnie f. Hipersonia: sono em demasia, sensação de acordar cansado, provocado pelo excesso de Yin.

hypertonie f. Hipertonia: excesso de energia.

iang m. Yang: força que compõe o Tao e re­presenta a energia, aspecto oposto e com­plementar ao Yin.

inn m. Yin: força que compõe o Tao e repre­senta a matéria, aspecto oposto e comple­mentar ao Yang.

innervation f. Inervação: distribuição de ner­vos em uma região anatômica. Ela se en­contra ligada aos controles simpáticos de certos órgãos.

insomnie f. Insônia: falta de sono causada pelo excesso de Yang ou insuficiência de Yin.

insuffisance d’énergie f. Insuficiência de energia: distúrbio que pode causar uma série de disfunções no corpo humano.

intérieur m. Interior: em acupuntura, uma das oito regras usadas para classificar a doença, o doente ou o sintoma. São consideradas doenças internas aquelas provenientes de uma perturbação alimentar ou psíquica, oposta às doenças de origem exterior.

iong m. Yong: energia produzida pelo triplo aquecedor na sua forma mais volátil.

iris f. Íris: membrana circular, colorida, com orifício central, ou pupila, entre a córnea e a face anterior do cristalino, cujas variações de diâmetro regulam a entrada de luz no olho. Em analogia aos cinco órgãos principais, corresponde aos rins.

iu-mo m. Iu-mo: técnica usada para harmonizar a energia de um órgão pela estimulção si­multânea dos pontos de alarme (iu) e de as­sentimento (mo) correspondentes a cada ór­gão.

joie f. Alegria: em acupuntura, um dos cinco sentimentos ou força essencial psíquica li­gada diretamente ao coração.

kinésithérapeute m. Kinesiterapeuta: especia­lista em massagens chinesas.

lampe à infrarouges f. Lâmpada infraverme­lha: lâmpada usada na aplicação de calor seco como coadjuvante na estimulação de pontos.

laser infrarouge m. Laser infravermelho: usado para estimular um ponto de acupuntura, uma zona ou mesmo uma parte do trajeto do me­ridiano. Consiste em utilizar feixes de fre­qüências infravermelhas e pode ser utilizado no lugar de moxas.

langue f. Língua: órgão situado na cavidade bucal, dividido em cinco regiões analoga­mente li­gadas aos cinco órgãos principais.

lo m. Lo: ponto de um dos 12 canais principais que, se estimulado, faz a conexão entre o meridiano principal e o seu meridiano aco­plado.

loi d’engedrement f. Lei da geração: lei pela qual um elemento da terra gera outro; tal lei se une à uma segunda, a lei de dominância.

loi de dominance f. Lei de dominância: lei pela qual um elemento da terra domina ou­tro.

loi des cinc éléments f. Lei dos cinco elemen­tos: combinação da lei de dominação e da lei de geração que envolvem os cinco ele­mentos da Terra, os cinco órgãos principais, as cinco cores e os cinco sabores.

loi des cinc mouvements f. Lei dos cinco mo­vimentos: lei que subordina o sistema auto regulado. Permite ao acupunturista determi­nar a origem da doença, diferenciar seus aspectos clínicos e aplicar uma terapêutica racional.

mal d'aiguilles m. Mal de agulhas: mal-estar causado por ansiedade, fraqueza, estafa, má posição do paciente ou uma estimulação forte das agulhas.

manchon m. Cabo: enrolamento de aço, cobre ou latão que permite ao acupunturista segu­rar melhor a agulha.

mandchous m. Mandchous: médicos que utili­zam um tipo de massagem suave, com a ponta dos dedos, atualmente usada na Coréia e no Japão.

manque d'énergie f. Falta de energia: uma das principais disfunções do corpo humano, curada através da prática da acupuntu­ra.

massage f. Massagem: Técnica usada em acu­puntura para restabelecer um equilíbrio energético e assim favorecer ao máximo a circulação normal da energia ao longo dos meridianos.

massage centrifuge f. Massagem centrífuga: tipo de massagem que estimula a energia em um órgão ou meridiano.

massage centripète f. Massagem centrípeta: tipo de massagem que dissipa a energia acumulada em um órgão ou meridiano.

massage digital f. Massagem digital: massa­gem feita com os dedos que estimula os pontos da acupuntura gerando uma trans­formação energética.

massothérapie f. Massoterapia: terapêutica da acupuntura através de massagem.

méridien m. Meridiano: classificados como principais ou secundários, são regrupamen­tos na pele de partes do corpo de mesma ressonância energética. Trajetos puramente energéticos posicionados entre os espaços dos músculos, dos tendões e dos ossos, não possuem suporte anatômico.

méridien curieux m. Meridiano curioso: v. vaisseaux merveilleux.

méridien Du Mai m. Meridiano Mai: a reunião de todos os meridianos Yang. v. vaisseau gouverneur.

méridien Ren Mai m. Meridiano Ren Mai: a reunião de todos os meridianos Yin (v. vais­seau conception).

métal m. Metal: em acupuntura, um dos cinco movimentos da natureza, diretamente liga­do aos problemas respiratórios.

milieu aqueux de l’oeil m. Meio aquoso do olho: parte dos olhos que contém água, em analogia aos cinco órgãos principais cor­responde ao baço.

mini-moxa m. Mini-moxa: prática de moxa, empregada por leigos, que consiste em esti­mular um ponto de acupuntura com a ajuda de um cigarro normal.

moxa f. Moxa: utilização de calor para esti­mular um ponto de acupuntura, aproxi­mando um objeto quente, provocando uma pequena queimadura ou simplesmente uma vermelhidão na pele.

moxa indirect f. Moxa indireta: tipo de mo­xabustão na qual se coloca um tipo de prote­ção (folha de gengibre, pedaço de raiz, dente de alho) entre o cone e a pele, evitan­do uma possível queimadura.

moxibustion f. Moxabustão: estimulação de um ponto da acupuntura pelo calor.

nasothérapie f. Nasoterapia: aplicações de acupuntura na região nasal, utilizada em ca­sos precisos como desintoxicações.

neuroacupuncture f. Neuroacupuntura: práti­ca da acupuntura com atenção voltada para o crânio.

noeud de résonance m. Nó de ressonância: zonas de ressonância bem nítidas na pele; pontos de acupuntura.

odeur de l’énergie m. Odor da energia: odor exala­do pelo paciente através da urina, fe­zes, suor e hálito, que pode permitir ao mé­dico acupunturista, segundo as oito regras, reco­nhecer a origem da doença.

organe trésor m. Órgão tesouro: corres­pon­dem aos órgãos principais, indispensá­veis à vida; são eles o coração, o pulmão, os rins, o fígado e baço-pâncreas.

organe fondamental m. Órgão fundamental: todos os cinco órgãos produtores de energia vital, indispensáveis à vida.

palpation f. Palpação: exame feito com as mãos, também chamado de exame direto, realizado pelo médico acupunturista.

pensée-réflexion f. Pensamento: em acupun­tura, um dos cinco sentimentos ou força essencial psíquica ligada diretamente ao baço.

peur f. Medo: em acupuntura, um dos cinco sentimentos ou força essencial psíquica li­gada diretamente aos rins.

pharmacodynamique m. Farmacodinâmico: relativo à ação dos medicamentos sobre o organismo.

pincer t.i. Pinçar: pegar uma parte da pele do paciente onde estão localizados os pontos de acupuntura.

piquant m. Picante: em acupuntura, um dos cinco sabores principais que está diretamen­te ligado ao pulmão.

plénitude d’énergie f. Plenitude de energia: em acupuntura uma das oito regras usadas para classificar o doente, a doença e o sin­toma. Caracterizada por ocorrência de dores no corpo e oposta ao vazio.

poignet m. Pulso: parte do corpo onde ocorre o resultado de uma combinação de energia; reflexo do estado dos doze meridianos principais, reconhecido pelo acupunturista através da pulsação.

point m. Ponto: zona de ressonância dos ór­gãos, na superfície da pele, onde são feitas as aplicações de acupuntura.

point assentiment m. Ponto de assentimento: nome que se dá aos pontos localizados nas costas, ao lado da coluna vertebral; pontos utilizados na acupuntu­ra para agir sobre o aspecto Yang da função do órgão ao qual ele pertence.

point clé m. Ponto Chave: ponto que, quando estimulado em primeiro lugar, abre as portas à ação de estímulos dos outros meridianos.

point curieux m. Ponto curioso: é o ponto en­contrado fora dos meridianos.

point de dispersion m. Ponto de dispersão: nome que se dá aos pontos espalhados pelo corpo que apresentam a propriedade de dispersar o excesso de energia que o corpo pode vir a apresentar.

point héraut m. Ponto de alarme: nome que se dá aos pontos localizados na parte anterior do tronco, usa­dos na acupuntura para agir sobre o aspecto Yin da função do órgão ao qual eles perten­cem.

point hyperesthésique m. Ponto sensível: ponto doloroso ao ser pressionado pelos dedos em certos lugares da pele.

point interdit m. Ponto proibido: nome que se dá aos vinte e quatro pontos que, se picados, podem trazer conseqüências graves ao paciente.

point placebo m. Ponto placebo: sistemática de estudo, na qual são feitas aplicações para a avaliação da validade da acupuntura. Não corresponde a nenhum ponto da acupuntura.



Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4   5   6   7


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande