Universidade estadual de campinas


USO DO BIOSPECKLE COMO PARÂMETRO NA DETERMINAÇÃO DA SENESCÊNCIA DA LARANJA



Baixar 3.62 Mb.
Página64/80
Encontro24.10.2017
Tamanho3.62 Mb.
1   ...   60   61   62   63   64   65   66   67   ...   80

USO DO BIOSPECKLE COMO PARÂMETRO NA DETERMINAÇÃO DA SENESCÊNCIA DA LARANJA


Fabiane Shitakubo (Bolsista PIBIC/CNPq), Prof. Dr. Inácio Maria Dal Fabbro (Orientador) e Silvestre Rodrigues (Co-orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Devido à importância sócio-econômica da citricultura no Brasil, à busca pela melhoria da qualidade dos produtos e disputa por um mercado consumidor interno e de exportação, este trabalho propõe a avaliação de novas tecnologias aplicadas no monitoramento de qualidade de laranjas. Dois métodos que estão surgindo como ferramentas de medição não destrutivas e não invasivas serão estudados. Um se baseia na resposta do fruto a ensaios de compressão mecânica e o outro, na interpretação de um fenômeno óptico que ocorre ao se incidir luz coerente sobre o fruto. A luz laser, ao incidir sobre um material que exibe algum tipo de atividade, dá origem a um fenômeno referido na literatura como “biospeckle” ou “speckle” dinâmico. Este fenômeno é resultado de alterações na fase da luz incidente, produzidas por movimentos de pontos dispersores e mudanças no índice de refração. Os padrões de espalhamento da luz laser em laranjas serão medidos através da quantificação da variação temporal do “speckle”. Essa variação foi considerada como indicador de qualidade e senescência dos espécimes e foram comparadas com o módulo de elasticidade do produto. Ao final dos experimentos, espera-se estabelecer uma relação entre o “biospeckle” das laranjas e o seu módulo de elasticidade, para cada nível de senescência.

Laranja - Biospeckle - Módulo de elasticidade

T737

UTILIZAÇÃO DO BIOSPECKLE NA DETERMINAÇÃO DA UMIDADE DO SOLO


Fabio Rodrigo Shimabukuro (Bolsista PIBIC/CNPq), Prof. Dr. Inácio Maria Dal Fabbro (Orientador) e Silvestre Rodrigues (Co-orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Atualmente, 70% da água consumida no mundo é utilizada na irrigação, sendo assim é necessário saber a quantidade de água existente no solo.

Como proposta de determinação da quantidade de água disponível no solo, este trabalho propõe o uso de laser, pela técnica do biospeckle. A técnica do biospeckle baseia-se na utilização do laser óptico e no tratamento de imagens, buscando identificar as características do material em análise pela mudança da figura de interferência formada pela bioatividade do material.

Foram utilizados três tipos de solos, com diferentes umidades. Estes foram iluminados com o laser, utilizando o laser de He-Ne de 632.8 nm, lente de dispersão de feixe, um sistema de aquisição digital de imagem composto de uma câmara CCD (Charge Coupled Device), micro-computador e um processador de imagens. A partir da captura, foi feito o tratamento das imagens, utilizando o aplicativo computacional C++, para então ser calculado os momentos de inércia.

O Biospeckle produziu resultados que podem servir como base teórica para o desenvolvimento de um novo método para a determinação da umidade do solo, porém futuros estudos devem ser considerados, pelo fato do solo ser um sistema complexo, que inclui a presença de componentes que podem interferir nos resultados, como microorganismos e a evaporação da água.

Umidade - Biospeckle - Solo

T738

DETERMINAÇÃO DA DEFORMAÇÃO SOB COMPRESSÃO DIAMETRAL EM FRUTOS ESFERÓIDES PELO MÉTODO DE MOIRÉ DE SOMBRA


Felipe Sinbo Hanashiro (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Inácio Maria Dal Fabbro (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
No Brasil, as perdas de frutas e hortaliças chegam a atingir de 25 a 30 % da produção. Colheita, embalagem, armazenamento e transporte inadequados são alguns dos processos que geram alto percentual de perda de alimentos no país. A determinação das propriedades físicas dos materiais biológicos é de extrema importância na melhoria dos processos produtivos, e na conseqüente redução de perdas por danos físicos. Para o estudo das deformações em corpos biológicos sob tensões, propõe-se a utilização do método de Moiré de Sombras com as grades dos tipos sinusoidal e quadrada. O fenômeno de Moiré ocorre com a interferência de duas grades ou franjas interferindo-se, formando padrões. Nas técnicas de Moiré de sombra, a formação das franjas se deve à interferência ótica entre o retículo de referência e o retículo do modelo, sendo que o segundo, na verdade, é a sombra do primeiro, projetada sobre o componente a analisar. Obteve-se mapas de cores que representam a distribuição de deformação em frutos esferóides e verificou-se a viabilidade da grade sinusoidal na determinação da deformação de corpos esféricos, fazendo-se a comparação com a grade quadrada.

Moiré de sombra - Deformação - Corpos viscoelásticos

T739

APLICAÇÃO DA TÉCNICA DE MOIRÉ COM GRADES SINUSOIDAIS NO ESTUDO DA DISTRIBUIÇÃO DE FRUTOS ESFÉRICOS EM ARRANJO VOLUMÉTRICO


Fernanda Souza Dias (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Inácio Maria Dal Fabbro (Orientador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
O comportamento mecânico de frutas embaladas é de grande importância em relação aos sistemas de embalagem, armazenamento e transporte que contribuem para o surgimento de danos mecânicos, gerando perdas. Frutos reais são aproximadamente esféricos com variações dimensionais que modificam a geometria espacial, configurando uma distribuição única de pontos de contato. Moiré de Projeção com Phase Shift é uma técnica de grande precisão, que consiste em posicionar as grades com diferentes fases através do projetor. Para determinar o contorno em 3D são necessárias quatro grades sinusoidais projetadas na superfície do objeto. O objetivo é aplicar este método para gerar mapas digitais do arranjo das esferas. Os testes foram realizados no Laboratório de Propriedades Mecânicas da FEAGRI UNICAMP. O “setup” experimental consiste em uma grade sinusoidal contínua, uma fonte de luz e uma câmera digital. O modelo físico consiste em uma caixa com esferas de isopor. Foram obtidas imagens que mostram as esferas em um arranjo tridimensional. Os resultados mostram que os níveis de ruído no tratamento da imagem foram reduzidos a um nível mínimo. O mapa topográfico permite o cálculo mais detalhado dos pontos de contato entre esferas e entre esferas e embalagem. As seguintes considerações podem ser feitas: a técnica Phase Shifting moiré é viável na aplicação da distribuição de esforços assim como em pontos de contato e determinação de espaços vazios em esferas embaladas; é possível estender os resultados acima no caso de frutos esféricos embalados.

Moiré - Frutos a granel - Arranjo tridimensional de frutos

T740




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   60   61   62   63   64   65   66   67   ...   80


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande