Universidade estadual de campinas


PAGU - Núcleo de Estudos de Gênero



Baixar 3.62 Mb.
Página58/80
Encontro24.10.2017
Tamanho3.62 Mb.
1   ...   54   55   56   57   58   59   60   61   ...   80

PAGU - Núcleo de Estudos de Gênero

H646

A CONSTRUÇÃO DO CORPO ATRAVÉS DAS REVISTAS FEMININAS (1970-2000)


Neiva Maria Borgato (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Heloísa Buarque de Almeida (Orientadora), Núcleo de Estudos de Gênero - PAGU, UNICAMP
Através da análise de artigos e da estrutura de conteúdo das revistas Claudia e Nova, entre os anos 70 e os 90, procuramos apreender as concepções apresentadas pelas revistas femininas sobre o corpo. O recorte temporal proposto nos permitiu traçar as transformações históricas dos cuidados com o corpo, seja pela análise de produtos e serviços anunciados, bem como das matérias editoriais. Também nos foi possível conhecer a estrutura das revistas, e entender as diferenças entre as publicações ao longo do tempo. Desde a década de 70 as revistas Claudia e Nova apresentam para suas leitoras as técnicas mais avançadas do momento para seu embelezamento, sendo que as principais preocupações são um corpo magro e a aparência de juventude. Constatamos que o corpo tem espaços diferentes nas duas publicações: em Claudia primeiro aparece ligado à esfera doméstica, quase sem destaque, para como tempo relacionar-se à individualidade da mulher, ganhando uma seção exclusiva para discutir seus cuidados; já em Nova, o corpo sempre esteve em destaque, sendo encarado pela revista como uma das principais preocupações de suas leitoras, relacionado a todos os campos de sua vida.

Gênero - Mídia - Corpo








PROJETOS DA ÁREA TECNOLÓGICA




Centro Superior de Educação Tecnológica

T647

CARACTERIZAÇÃO DOS CORPOS D’ÁGUA E IDENTIFICAÇÃO DAS FONTES POLUIDORAS DE UM REMANESCENTE DE MATA ATLÂNTICA URBANO, NO DISTRITO DE BARÃO GERALDO/MUNICÍPIO DE CAMPINAS/SP


Carolina Marques Stolfi (Bolsista PIBIC/CNPq), Prof. Dr. José Roberto Guimarães (Co-orientador) e Prof. Dr. Abílio Lopes de Oliveira Neto (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Para preservar um ambiente natural é necessário conhecer as características do mesmo, seu meio físico, biológico e suas interações. Sendo a ARIE (Área de Relevante Interesse Ecológico) “Mata de Santa Genebra” um remanescente de Mata Atlântica, segundo ecossistema mais ameaçado de extinção do mundo, e conhecendo a importância da preservação da qualidade da água doce, torna-se imprescindível a caracterização dos corpos hídricos da Reserva. A ”Mata de Santa Genebra” esta localizada no Distrito de Barão Geraldo, no Município de Campinas, uma região com grandes problemas relacionados a qualidade das águas. Nesta primeira etapa do projeto monitorou-se alguns parâmetros físico-químicos e microbiológicos das nascentes e seus respectivos corpos d’água, nos meses de dezembro de 2004 e janeiro de 2005. Diante dos resultados obtidos observou-se que apesar da água não ser apropriada para consumo humano é de boa qualidade sob o ponto de vista ecológico. Este resultados são utilizados para discussão sobre a preservação e gerenciamento da qualidade de água do ambiente estudado.

Mata de Santa Genebra - Qualidade das águas - Remanescente florestal urbano

T648

INVENTÁRIO DO CICLO DE VIDA DO COMPOSTO ATRAZINA, UTILIZADO EM CULTURAS DE CANA-DE-AÇÚCAR NO ESTADO DE SÃO PAULO


Thiago Araújo Lopes (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Abílio Lopes de Oliveira Neto (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Inúmeros herbicidas são utilizados na agricultura para controle de pragas e ervas daninhas. Dentre eles destaca-se a atrazina, composto intensivamente utilizado nas culturas de cana-de-açúcar, milho e sorgo, que ocupa extensas áreas no estado de São Paulo. No presente trabalho foi realizado um levantamento para identificar os principais aspectos ambientais do ciclo de vida da Atrazina (hot spots), com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento das condições necessárias à realização de estudos de Análise do Ciclo de Vida no país, buscando particularmente auxiliar o planejamento de ações de pesquisa e o desenvolvimento de bases de dados representativas da realidade nacional. A pesquisa se baseou no rastreamento da literatura e estudos existentes nas diversas disciplinas envolvidas com o ciclo de vida da Atrazina, considerando seus impactos ao meio ambiente e ao ser humano. Os estudos apontaram que o herbicida analisado apresenta um alto grau de contaminação do meio. Os impactos ambientais mais relevantes ocorrem na fase de utilização do produto, atingindo principalmente o solo e as águas subterrâneas. O produto apresenta ainda grande persistência no meio e potencial de bioacumulação em plantas e animais. Nas fases de fabricação e utilização foram identificados diversos riscos à saúde humana, que vão de intoxicações leves ao câncer.

Atrazina - Inventário do ciclo de Vida - Defensivos agrícolas

T649

O IMPACTO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇAO NA PRODUTIVIDADE


Julius C. Lobo Trindade (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. André Franceschi de Angelis (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
O utilização da tecnologia da informação é cada vez mais intenso nas organizações de um modo geral. Esses investimentos supostamente trariam ganhos as empresas porém inúmeros estudos realizados não conseguiram quantifica - los. Em 1987 Robert Solow proferiu a seguinte frase “Os computadoes estão por toda parte menos nas estatísticas de produtividade” dando inicio ao debate sobre o impacto da tecnologia da informação na produtividade. Diversas explicações para este paradoxo foram estudadas dando-se ênfase as explicações gerenciais por apresentarem uma visão global das causas que ocasionariam um mal aproveitamneto da TI por parte das empresas. Foi desenvolvido um estudo sobre o uso da tecnologia da informação no setor bancário visando mensurar a eficiência destes na utilizacao da TI. Na tentativa de medir a eficiência das organizações analizou-se a técnica DEA (Data Envelopment Analysis), que mostrou ser uma ferramenta de análise eficiente se usada de forma criteriosa. Ainda na busca por uma solução para o paradoxo da produtividade foram realizados estudos sobre o alinhamento estratégico. Concluiu-se que mais importante do que se investir fortemante em TI, é alinhar o planejamento estratégico de negócios ao planejamento estratégico de TI.

Tecnologia da informação (TI) - Produtividade - Paradoxo da produtividade

T650

MODELAGEM E SIMULAÇÃO DO ECOSSISTEMA DO RIBEIRÃO PINHAL - REGIÃO DE LIMEIRA ATRAVÉS DE DINAMICA DE SISTEMAS


Sven Schäfers Delgado (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. André Franceschi de Angelis (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
A modelagem de sistemas, baseada na metodologia de Dinâmica de Sistemas constitui-se uma poderosa ferramenta de auxílio a análise e posterior abstração de sistemas complexos não lineares. A grande vantagem do uso desta metodologia reside na interdisciplinaridade de áreas em que a mesma pode ser aplicada. Assim sendo, qualquer sistema complexo não linear pode ser modelado através do software denominado STELLA® (www.hps-inc.com). Este trabalho objetivou a abstração, modelagem e a simulação do ecossistema do Ribeirão Pinhal na região de Limeira com auxílio do software já citado. O modelo desenvolvido possibilita, a partir da inserção de parametros realísticos do ecossistema estudado, a visualização do padrão de comportamento da variável “qualidade da agua” no decorrer de um tempo estimado. Este processo é comumente conhecido na área de modelagem de sistemas como simulação. Dessa forma, através do presente estudo, foi possível obter um instrumento de avaliação de recursos naturais, capaz de demonstrar sua dinâmica, permitindo a realização de experimentos que possam testar a eficácia de medidas preservacionistas, além de sua utilização como instrumento de ensino e aprendizado na graduação em Tecnologia em Saneamento Ambiental.

Dinâmica de sistemas - Modelagem - Simulação

T651

TESTE DE PROCESSO DE AQUISIÇÃO DE CONHECIMENTO


Elenice de Souza Alves (Bolsista Trabalho SAE) e Prof. Dr. Antônio Carlos Zambom (Orientador), Centro de Educação Superior Tecnológica - CESET, UNICAMP
O presente trabalho visa o teste de um método de aquisição de conhecimento a partir do emprego de ferramentas de Linguística, buscando a reprodução de modelos mentais de um grupo de especialistas na área de Recursos Naturais. Pretende-se verificar se o método de aquisição de conhecimento adotado, é capaz de aumentar a produtividade da concepção de modelos de simulação dinâmica, sem a perda de acuracidade dos resultados do modelo simulado. Verifica-se, através do confronto de dados obtidos a partir do emprego do método aqui referido, e dados obtidos na modelagem do mesmo sistema, obedecendo o paradigma convencional, que é possível, além de reduzir o tempo de modelagem, também reduzir o volume de variáveis do modelo simulado, sem a perda da acuracidade dos dados.

Linguística - Aquisição de conhecimento - Simulação dinâmica

T652

AVALIAÇÃO DE PROJETOS COM APOIO DE DIALÉTICA E SIMULAÇÃO DINÂMICA


Daniela dos Santos Santana (Bolsista SAE/UNICAMP), Emi Fukatsu Toyama (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Antônio Carlos Zambon (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
A Semiótica e a Análise do Discurso vinculam-se à Dialética e referem-se às formas de interpretação de textos, possuindo ampla aplicação prática como ferramenta de aquisição de conhecimento. A simulação dinâmica é uma ferramenta vinculada à metodologia de Dinâmica de Sistemas, cuja utilização visa a melhoria de projetos e o aprendizado a partir do estudo das relações entre vários processos, que conduz aos modelos de pensamento compartilhados. Utilizando-se de um método para aquisição de conhecimento baseado em fundamentos da Semiótica e Análise do Discurso, a presente pesquisa consistiu no desenvolvimento de entrevistas com participantes de grupos de trabalho acadêmicos, visando a obtenção de modelos compartilhados de pensamento. Os atributos de cada variável componente do modelo mental dos grupos, são declarados em uma matriz com o eixo de domínio (y) e eixo de atributos (x), onde é determinado o grau de importância e ação sobre o objetivo central do projeto. O modelo obtido pela matriz é então convertido em um modelo simulado, que visa testar a eficiência do método de pesquisa. Busca-se, dessa forma, a melhoria do processo de concepção de novas idéias, apoiadas por um método estruturado de acompanhamento e análise de processos.

Semiótica - Simulação dinâmica - Aquisição de conhecimento

T653

PROJETO E MONTAGEM DE CÂMARA ESCURA DE APARATO PARA MEDIÇÃO DE BIOFÓTONS


Alexandre Mota de Oliveira Santos (Bolsista UNICAMP) e Prof. Dr. Cristiano de Mello Gallep (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
A biofotônica trata de um ramo de grande abrangência, podendo ser utilizada com interesses diversos, tais como: química, biologia, ecotoxicologia, dentre outros. Entretanto, tem sido pouco desenvolvida no Brasil, devido à complexidade instrumental. Neste trabalho, a partir de projeto idealizado pelo professor, foram desenvolvidos dois aparatos simplificados para medição de luminescência ultra-fraca, sendo um deles para estudos em laboratório e o outro para campo. Os modelos desenvolvidos baseiam-se no uso de um tubo fotomultiplicador, ou PMT - photomultiplier tube - o qual mede a taxa de emissão de fótons pelas amostras submetidas à teste dentro da câmara escura. Para o estudo da câmara, foi utilizado o programa AUTOCADTM, possibilitando bom ajuste para as partes construídas sob encomenda. Como acessórios às medidas, temos controle interno de temperatura e iluminação, filtros ópticos e fluxo controlado de fluídos. Medida preliminares com exemplos de análises que podem ser realizadas, nos campos da determinação da viabilidade de sementes e eco-toxicologia aquática são apresentadas.

Biofotônica - Eco-toxicologia - Viabilidade de sementes

T654

TESTES PARA MODELO CAIXA PRETA EM AMPLIFICADORES ÓPTICOS A SEMICONDUTOR


Felipe Augusto Meiroz dos Santos (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Cristiano de Mello Gallep (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
No contexto atual das Telecomunicações, com uma tendência decrescente do custo de transmissão em comparação aos custos mais estáveis relacionados ao processamento dos sinais, o Amplificador Óptico a Semicondutor – SOA - é um dispositivo promissor para a realização do processamento em domínio óptico. Para caracterizar experimentalmente seu comportamento, são utilizados procedimentos morosos quando há a necessidade de se variar manualmente parâmetros da montagem. Neste trabalho, foi testada a validade de um modelo caixa preta (Black Box Model), desenvolvido inicialmente para amplificadores de fibra dopada com Túlio, para prever matematicamente a ASE de SOAs. Na interpolação utilizada no modelo, que toma como referência três curvas espectrais e os valores medidos da ASE para dois comprimentos de onda fixos, pode-se prever as curvas da ASE para todos os outros comprimentos de onda. Utilizando o ambiente de programação MATLAB, foi simulada a ASE de diferentes amplificadores, variando-se as curvas e os comprimentos de onda de referência. Os valores previstos foram comparados aos valores medidos, calculando-se o erro em cada caso. Foi observada boa concordância entre os valores quando de uma ótima escolha de curvas e comprimento de onda de referência. Discute-se, nesse contexto, a validade do modelo caixa preta para a previsão do comportamento espectral da ASE. Com o modelo validado para ASE, teste serão feitos para o ganho óptico dos amplificadores.

Amplificadores ópticos - Modelo - Calibração

T655

GERENCIAMENTO DE DADOS E INTERFACEAMENTO DE SIMULADOR PARA SUBSISTEMAS DE PROCESSAMENTO ÓPTICO


Samuel Fogaça de Aguiar (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Cristiano de Mello Gallep (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
O SOA (Amplificador Óptico Semicondutor) é um dispositivo para realização de processamento em domínio óptico, provendo, entre outras atividades, amplificação óptica, e servindo como base para dispositivos baseados em SOA que utilizam seu comportamento não-linear como seu princípio. Este estudo visa a criação e utilização de um software com base em algoritmos de cálculo de tratamento dos sinais ópticos bem como a otimização de seu método de salvamento e interconexão de blocos de simulação e realização das chamadas dos mesmos.Para tanto, foi feita a utilização de banco de dados como método mais dinâmico de alocação dos vetores temporais extensos visando assim um melhor aproveitamento da memória RAM (responsável pelo armazenamento volátil dos dados no computador).Para a interconexão dos blocos de simulação (parte visual), foi implementado o código dos cálculos do sinal por trás da interface previamente criada. Para tanto, modelos foram criados para a execução dos cálculos de tempo e/ou discretização, analisando posteriormente os resultados obtidos com cada técnica de salvamento. Como resultado, os sinais de saída podem ser analisados diretamente no programa, fato inexistente anteriormente, com melhoria de armazenamento dos mesmos.

Comunicações ópticas - Programação - Simulação

T656

O TRANSPORTE DE COORDENADAS UTM EMPREGANDO RECEPTOR GPS PROMARK 2 - TALES NAVIGATION


Eduardo Antonio Mazuchi (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Edison Roberto Poleti (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
A Lei Federal 10.267 de 28 de agosto de 2001, regulamentada pelo Decreto n° 4.449 de 30 de outubro de 2.002 veio disciplinar os trabalhos topográficos, apresentando novos procedimentos técnicos a serem empregados pela metodologia do rastreamento de coordenadas pelo Sistema NAVSTAR-GPS. O transporte de coordenadas UTM a partir de redes existentes relacionadas ao Sistema Geodésico Brasileiro contemplou a utilização de receptores GPS. A definição da precisão nominal do instrumento aliado às técnicas operacionais de campo, de cálculos e de compensações deve refletir o grau de confiabilidade deste posicionamento perante as normatizações. O estudo do rastreamento do transporte de coordenadas a partir de redes cadastrais urbanas, utilizando-se do receptor GPS da marca ProMark 2 da Thales Navigation foi objeto de estudo.

Coordenadas UTM - GPS - Georreferenciamento

T657

TÉCNICAS DE MANUTENÇÃO, REFORÇO E RECUPERAÇÃO DE ESTRUTURAS COM CONCRETO DE ALTO DESEMPENHO COM UM ESTUDO DAS SUAS PATOLOGIAS


Meire Alves Fernandes (Bolsista SAE/UNICAMP), Prof. Dr. Edison Roberto Poleti (Orientador) e Prof. Milton Giacon Júnior (Co-Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Nos últimos anos, os avanços na tecnologia dos materiais resultaram na viabilidade de produção de concretos com resistências à compressão superiores a 100 MPa. Existem várias possibilidades de aplicação destes concretos, entre as quais em edifícios altos, pontes, pavimentos rodoviários, plataformas marítimas, pré-moldados, entre outras. O emprego deste novo material tornou-se imprescindível para o cenário da construção civil mundial, mas apesar da literatura atual tratar em tão grande volume das patologias e técnicas de manutenção, reforço e recuperação, não há publicações acessíveis e, tão pouco, estudos estatísticos para Concreto de Alto Desempenho. Um estudo das técnicas de manutenção, reforço e recuperação de estruturas com aplicação do concreto de alto desempenho e o convencional, acompanhado das patologias mais prováveis envolventes, foi objeto desta pesquisa.

Concreto de alto desempenho - Técnicas de recuperação - Patologias

T658

GEORREFERENCIAMENTO DAS BACIAS HIDROLÓGICAS DE CONTRIBUIÇÃO DO CAMPUS DA UNICAMP EM LIMEIRA/SP


Niandra Roberta Pachioni de Castro (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Edison Roberto Poleti (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
O desenvolvimento urbano tem produzido um aumento caótico na freqüência das inundações. À medida que a cidade se urbaniza, ocorre o aumento das vazões máximas de até 7 vezes, devido às impermeabilizações e as canalizações resultados da falta de um bom planejamento hidráulico. A responsabidade deste planejamento é dos orgãos gestores municipais. A Universidade Estadual de Campinas detentora de uma gleba de terras com visão de futuras instalações do campus em Limeira deve-se instruir dos conceitos hidrológicos e hidráulicos que a envolvem. Este trabalho de pesquisa teve o direcionamento de colaborar no levantamento georreferenciado da hidrologia da bacia de contribuição, assim como, um cadastro das obras hidráulicas já implantadas. Condicionado esteve também um cadastro das áreas suscetíveis as erosões, nascentes e uma recomposição de mata ciliar.

Georreferenciamento - Bacias hidrográficas - Uso e ocupação do solo

T659

UM ESTUDO DA MODELAGEM TRIDIMENSIONAL DE UMA SUPERFÍCIE TOPOGRÁFICA NOS SOFTWARES DataGeosis V.2.3 Vias e AutoCAD 2000


Renata Fronza (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Edison Roberto Poleti (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
A modelagem digital de uma superfície topográfica possibilita obter um conjunto de informações ao desenvolvimento dos projetos de Engenharia. Portanto uma visão sólida vem contribuir no entendimento da superfície topológica, fornecendo análises visuais importantes. Através desta visão sólida podemos verificar a verossimidade do levantamento, caso haja erros durante o levantamento, estes ficarão mais nítidos na sua representação em três dimensões. A apresentação do modelo tridimensional de um terreno por um software vem facilitar a metodolagia tradicional analítica, pois possibilita uma maior precisão, facilidade e agilidade no traçado das curvas de nível, além de permitir a determinação da altimetria em qualquer local da superfície do terreno e não somente nos pontos do levantamento. Este trabalho de pesquisa teve direcionamento de colaborar na verificação da veracidade dos resultados obtidos na comparação entre os modelos tridimensionais de uma superfície topográfica gerados por estes dois softwares e a sua semelhança com a realidade.

Modelagem digital do terreno - Altimetria - Softwares

T660

ALARME RESIDENCIAL MICROCONTROLADO


Eduardo Fagundes Ferreira (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Francisco José Arnold (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Os sistemas automatizados voltados a residências estão se difundindo a cada dia. Dentre as funcionalidades que estes sistemas podem absorver, talvez uma das mais importantes refere-se ao aspecto da segurança. Em um trabalho anterior, fazendo uso de um computador PC conectado a um circuito multiplexador/demultiplexador (CMD) para ampliar o número de canais de sua porta paralela, criou-se um sistema para controlar uma casa inteligente. A inclusão de alarmes, que necessitam de vários sensores, não é viável neste caso, uma vez que vários terminais de entrada do CMD ficam destinados aos mesmos limitando a capacidade do sistema. Optou-se então por utilizar um alarme microcontrolado que pode ser gerenciado pelo sistema comandado pela porta paralela do PC. Esse alarme pode ser ativado, desativado e monitorado pelo computador. Para construção do alarme, foi utilizado o microcontrolador 8031, programado em assembler, que verifica continuamente o estado dos sensores ligados ao mesmo e informa ao computador se algum e qual setor foi ou não violado. Foi desenvolvida uma interface de um programa em C++ Builder que gera aos usuários na tela do PC todas as informações sobre os sensores ligados ao alarme. O sistema mostrou-se eficiente no que tange a ampliação que pode ser feita em relação ao número de sensores e atuadores conectados a porta paralela do PC.

Microcontroladores - Automação - Porta paralela

T661

APLICAÇÃO DE LÓGICA PARACONSISTENTE NA CAPTAÇÃO DE SINAIS DE SENSORES EM UMA CASA INTELIGENTE


Keidy Marcelo Sakamoto (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Francisco José Arnold (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Os sistemas de automação residencial dependem de sensores eletrônicos para realizar a interação automática do ambiente com a máquina, porém muitas vezes os sensores utilizados podem apresentar sinais contraditórios ou inconsistentes por motivos não previstos ou de ocorrência rara. Neste trabalho é apresentada uma solução para o tratamento desses sinais por meio de uma lógica não-clássica denominada Lógica Paraconsistente. Foi elaborado um módulo que recebe sinais de dois sensores genéricos, o qual é capaz de realizar operações para-consistentes. Este dispositivo é capaz de reconhecer e localizar a presença de objetos um ambiente e, com isso, pode ser utilizado em aplicações específicas como segurança, acionamento, presença, etc. O circuito decodifica as informações e transfere ao computador um código que alimenta um programa (desenvolvido em C++) de interface com o usuário. Com esse tipo de lógica aplicado na captação de sensores é possível gerar interpretações mais próximas do comportamento humano na formação de uma opinião sobre a presença ou não de um objeto em um meio externo. As informações adquiridas podem ser interpretadas com a localização, o desconhecimento e a inconsistência relativa a presença do objeto.

Casa inteligente - Lógica paraconsistente - Sensores

T662

ALGORITMOS GENÉTICOS APLICADO NA SÍNTESE DE ESTRUTURAS FOTÔNICA


Gianfrancisco Golo Vaz de Lima (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. José Patrocínio da Silva (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Um dos maiores desafios na área de simulação utilizando-se métodos numéricos aplicados ao eletromagnetismo é a obtenção de resultados em concordância com aqueles obtidos realizando-se medições na prática. Neste sentido, a aplicação de algoritmos genética (AG’s), na otimização de parâmetros de estruturas, tem se mostrado bastante eficiente. Esta técnica oferece ao pesquisador a oportunidade de obter parâmetros estruturais compatíveis com suas necessidades. Entretanto, mesmo sendo uma excelente técnica de otimização, os A.G’s não são capazes de simular a propagação do sinal na estrutura. Porém, quando combinado com técnicas numéricas robustas, como, por exemplo, o método da propagação vetorial feixes (VBPM), os AG’s apresentam excelentes resultados na análise da propagação de ondas eletromagnéticas. Neste trabalho, a técnica dos algoritmos genéticos é usada em conjunto com o método da propagação vetorial de feixes (VBPM) no desenvolvimento de um código computacional para ser usado na síntese de dispositivos fotônicos. Os resultados obtidos são comparados com resultados mostrados na literatura e apresentam excelentes concordâncias.

Dispositivos fotônicos - Algoritmo genético - Propagação vetorial

T663

APLICAÇÃO DE ALGORITMOS GENÉTICOS NA PROPAGAÇÃO DE PULSOS GALSSIANOS


Gilberto Mizusaki Iyomasa (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. José Patrocínio da Silva (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
A tarefa de redução do tempo computacional, empregado no processo de fabricação e otimização do desempenho dos dispositivos ópticos, é difícil e se torna um trabalho árduo e complicado para os que vêm, ao longo do tempo, trabalhando exaustivamente nesse processo. Nesse contexto, diversos métodos numéricos vêm sendo aprimorados e empregados, entre eles pode-se destacar o Método da Propagação de Feixes Ópticos (BPM, Beam Propagation Method), que é atualmente uma técnica numérica muito difundida na simulação de propagação de campos eletromagnéticos em fibras e em guias aplicados em óptica integrada. Nos dias atuais, existe um grande número de versões do BPM que empregam diferentes tipos de aproximações numéricas, dentre elas, vamos estudar a aproximação por elementos finitos (FE, Finite Element). O método FE-BPM é versátil, pois facilita a seleção de forma arbitrária, a ordem e o número de elementos de acordo com os recursos computacionais disponíveis e precisão desejada. Neste trabalho, pretende-se usar a técnica dos algoritmos genéticos em conjunto o método da propagação escalar de feixes, (BPM-ESCALAR) para implementar novos guias de onda, ou seja, otimizar os parâmetros físicos do guia, de forma precisa, com o mínimo de esforço computacional e rapidez de simulação.

BPM escalar - Algoritmo genético - Elementos finitos

T664

IMPLEMENTAÇÃO DE CONDIÇÕES DE FRONTEIRA EM UM PROPAGADOR FEM-ESPAÇO-TEMPORAL


Gabriela de Lima Leone (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Leonardo Lorenzo Bravo Roger (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
A implementação de condições de absorção nas fronteiras do domínio computacional de um simulador de propagação de ondas é extremamente necessária para diminuir o tamanho da janela de discretização e conseqüentemente reduzir a carga computacional. Neste trabalho se aborda a adaptação da técnica conhecida como PML’s (Perfectly Matched Layer) aplicável ao caso de domínios espaciais, para ser utilizada em um novo simulador que utiliza domínios Espaços-temporais. Este simulador foi desenvolvido em Elementos Finitos e linguagem utilizada para o desenvolvimento dos códigos de programa foi o FORTRAN. O trabalho inclui os testes necessários para mostrar que a adaptação da técnica PML funciona corretamente.

Elementos finitos - Propagação de ondas - PML

T665

ANÁLISE ESPAÇO – TEMPORAL DA PROPAGAÇÃO DE PULSOS EM ESTRUTURAS DE ÓPTICA INTEGRADA


Livia Marques Cassiano de Oliveira (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Leonardo Lorenzo Bravo Roger (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
A proposta para este trabalho é a aplicação de um simulador implementado em Elementos Finitos, baseado em um novíssimo método de simulação recentemente introduzido na literatura, para analisar a propagação de pulsos em estruturas planares de óptica integrada e fotônica. Guias ópticos planares, acopladores, e outras estruturas são analisados agora sob a óptica de uma estratégia de análise espaço-temporal. Este simulador foi desenvolvido em Elementos Finitos e a linguagem utilizada para o desenvolvimento dos códigos de programa foi o FORTRAN. O trabalho inclui os resultados para alguns dispositivos de interesse prático.

Elementos finitos - Propagação de ondas - Guias ópticos

T666

INSERÇÃO DE OBJETOS MODELADOS POR COMPUTADOR EM IMAGENS REAIS USANDO O OPENGL


Jessé A. Sacco (Bolsista PIBIC/CNPq), Charles M. Barros e Prof. Dr. Marco Antonio G. de Carvalho (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Aplicações que utilizam técnicas de Computação Gráfica e Realidade Aumentada já estão presentes no cotidiano das pessoas, tornando-se freqüentes em transmissões televisas, com destaque na área esportiva, com a inserção de painéis virtuais, uso na educação, efeitos especiais em filmes etc. Este trabalho apresenta uma metodologia de inserção de objetos modelados via computador em seqüência de imagens reais (vídeo), de forma que haja interação entre os mundos virtual e real, através de software livre. A ferramenta escolhida foi o OpenGL (Open Graphical Library), uma API desenvolvida pela Silicon Graphics e com larga utilização em aplicações comerciais. A seqüência de imagens foi trabalhada em formato de arquivos AVI (Audio and Video Interleave), devido a facilidade de manipulação e ao grande número de funções oferecidas pela biblioteca VFW (Video For Windows). A interação de modelos 3D com os vídeos AVIs foi possível graças a utilização do OpenGL, assim como a construção dos modelos 3D gerados diretamente com suas formas primitivas. A integração entre imagens virtuais com as imagens reais foi efetuada de forma coerente em função da adoção de uma projeção correta. Os resultados obtidos foram satisfatórios, de acordo com os objetivos traçados. Este trabalho também estimulou o interesse pela computação gráfica e suas aplicações no curso de Tecnologia em Informática do CESET.

Computação gráfica - OpenGL - Realidade aumentada

T667

REPRESENTAÇÃO DE IMAGENS DE CÉLULAS DE LEVEDURAS ATRAVÉS DE ESTRUTURAS HIERÁRQUICAS


Tiago Willian Pinto (Bolsista FAPESP) e Prof. Dr. Marco Antonio G. de Carvalho (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Este trabalho apresenta uma metodologia de representação de imagens digitais de células de leveduras utilizando estruturas hierárquicas. As leveduras são uma espécie de fungo com larga aplicação nas áreas de alimentação e da química, por exemplo. As imagens são modeladas através de árvores, permitindo representar suas informações topológicas e morfológicas. Em adição, as árvores são hierárquicas, pois apresentam uma relação de ordem entre seus nós. A hierarquia fornece um conjunto de partições aninhadas, constituindo um espaço de escalas. As árvores utilizadas são a Árvore dos Lagos Críticos (ALC) e a Árvore dos Componentes (AC). A aplicação vislumbrada por este projeto, em um segundo momento, consiste na segmentação e classificação das imagens de leveduras, efetuando uma comparação com as diferentes representações. A segmentação será realizada pela Transformada de Watershed, uma ferramenta clássica de segmentação de imagens no domínio da Morfologia Matemática.

Segmentação de imagens - Watershed - Estruturas hierárquicas

T668

ANÁLISE DE RESÍDUOS DE HERBICIDAS –TRIAZINAS– EM AMOSTRAS DE SOLOS COLETADOS NA REGIÃO DOS MUNICÍPIOS DE LIMEIRA E IRACEMÁPOLIS POR CROMATOGRAFIA GASOSA


Bruno C. Ochi (Bolsista PIBIC/CNPq), Luana M. O. Cruz e Profa. Dra. Maria Aparecida Carvalho de Medeiros (Orientadora), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
No heterogêneo sistema que constitui o solo, os herbicidas sofrem diversas modificações de natureza química, física e biológica, necessitando de muitas etapas de extração e pré-concentração destas moléculas para posterior análise. Assim, este trabalho tem como objetivo analisar os resíduos de herbicidas – classe das triazinas extraídos por Soxhlet (acetona/diclorometano (1+1)) em amostras de solos coletadas na profundidade de 0-10 cm, sendo composta por dez pontos de amostragem. A coleta das amostras de solo foi efetuada em três pontos diferentes com cultivo de cana-de-açucar em área adjancente ao ribeirão Cachoeirinha, fonte de abastecimento de água do município de Iracemápolis, SP, elipsóide Hayford Datum Córrego Alegre latitude 22036’26” S e longitude 47031’44” W Gr, tendo o solo a classe Latossolo roxo. A análise de resíduos de herbicidas foi através da técnica cromatografia gasosa, utilizando o detector de captura de elétrons (63Ni-ECD). Os resultados de extração por Sohxlet, no período de 08/04 a 02/05, detectaram a presença do herbicida atrazina nos três pontos de coletas: 0,15; 0,11; 0,06 mg/kg de solo e, praticamente, a ausência do herbicida simazina. Cabe ressaltar que estes herbicidas estudados não constam nos valores orientadores da CETESB para solos.

Herbicidas - Pesticidas - Cromatografia gasosa

T669

CARACTERIZAÇÃO FÍSICO-QUÍMICA DO LODO DA ETA CAPIM FINO – PIRACICABA –SP - DETERMINAÇÃO DE RESÍDUOS DE HERBICIDAS –TRIAZINAS– POR CROMATOGRAFIA GASOSA


Eliza M. Sakumoto (Bolsista PIBIC/CNPq), Vitor C. B. da Silva e Profa. Dra. Maria Aparecida Carvalho de Medeiros (Orientadora), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Os descartes de resíduos de Estações de Tratamento de Água (ETAs) nos rios têm contribuído para deterioração da qualidade das águas dos mananciais. Os objetivos do presente projeto foram: Caracterização por meio de análises físico-químicas (pH, cor, turbidez, condutividade, oxigênio dissolvido, DQO e teor de sólidos das amostras de água e lodo coletadas) na ETA-Capim Fino-Piracicaba e realização de análise de resíduos de herbicidas (Triazinas) em amostras de água e resíduos coletadas na ETA, localizada em áreas com cultivo de cana-de-açúcar, através de cromatografia gasosa(GC)-63Ni-ECD. Foram coletadas na ETA amostras de água em cinco pontos: água bruta, água alcalinizada, água floculada, água decantada, água de lavagem do filtro e tratada, sendo analisadas de acordo com as metodologias do “Standard Methods for Examination for Water and Wasterwater”, obedecendo a Portaria 518 de março/04. Nas análises por GC, as amostras foram fortificadas com 1 mL de 2,0 ng/L e 4,0 ng/L, sendo feita também análise sem fortificação. Os resultados obtidos neste trabalho mostraram que o método desenvolvido para análise simultânea de resíduos dos herbicidas simazina e atrazina, possivelmente, presentes em matrizes de água, lodo ou solo permitiu obter testes de recuperações dentro da faixa permitida (70 a 120%).

Lodo - Herbicidas - Cromatografia gasosa

T670

DESEMPENHO DE CATALISADORES METALOPORFIRÍNICOS (METAIS COORDENADOS= FE, MN E RU) EM REAÇÕES DE OXIDAÇÃO DO CICLOEXANO VIA OXIDANTE H2O2


Renata M. Salvador (Bolsista SAE/UNICAMP), Aline C. Barbosa, Aline S. Aleixo e Profa. Dra. Maria Aparecida Carvalho de Medeiros (Orientadora), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
A oxidação do cicloexano tem sido muito pesquisada, devido ao interesse não apenas científico, mas também tecnológico. Metaloporfirinas têm sido sintetizadas e utilizadas como catalisadores para reações de oxidação de substratos orgânicos, mimetizando o ciclo catalítico curto do citocromo P-450. Neste contexto, no presente trabalho foram realizadas as sínteses, caracterizações e o estudo das atividades catalíticas das metaloporfirinas (Metais coordenados= Mn, Ru e Fe) na oxidação do poluente orgânico cicloexano tendo como doador de oxigênio o peróxido de hidrogênio (H2O2). Estas reações catalíticas foram realizadas na ausência de luz, utilizando-se como solvente a acetonitrila. Os produtos das reações de oxidação do cicloexano (cicloexanol-Col e cicloexanona-Cona) foram caracterizados por cromatografia gasosa, utilizando-se o detector de ionização de chama e padronização externa. Estas reações também foram acompanha por espectrofotometria UV-Vis. Os efeitos dos metais coordenados nos rendimentos catalíticos das reações de oxidação do cicloexano foram na seguinte ordem: Mn < Ru < Fe. Os resultados das análises por UV-Vis indicaram uma degradação das características das metaloporfirinas (MP), após um período de 2 horas de reação, principalmente para a MnP. A FeP apresentou maior seletividade para o Col, enquanto que a MnP foi mais seletiva para a Cona.

Oxidação - Metaloporfirinas - Cromatografia gasosa

T671

Determinação de Resíduos de Herbicidas –Triazinas – em Águas Superficiais na Região de Limeira por Cromatografia Gasosa


Vania Flaig Brito (Bolsista SAE/UNICAMP), Diogo L. de Araújo e Profa. Dra. Maria Aparecida Carvalho de Medeiros (Orientadora), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Devido ao uso intenso do herbicida atrazina –classe das triazinas- tem sido encontrado quantidades significativas desse herbicida, no ambiente, principalmente, em águas e solos. O Brasil tem consumido quase metade do volume total de vendas de herbicidas, principalmente, a atrazina e a simazina que são herbicidas seletivos utilizados no controle de ervas daninhas associadas à cultura da cana-de-açúcar. No sentido de avaliar a contaminação destes em corpos d’água próximos a região de cultivo de cana-de-açucar, o objetivo deste trabalho foi a determinação de resíduos de herbicidas em amostras de água coletadas a montante, jusante e na represa do Ribeirão Cachoeirinha, fonte de abastecimento de água do município de Iracemápolis, SP. A análise de resíduos de herbicidas foi através da técnica cromatografia gasosa, utilizando o detector de captura de elétrons (63Ni-ECD). As amostras foram fortificadas com 1 mL da mistura dos padrões de 1,6 ng/L e 3,2 ng/L em triplicata. Extração por partição liquído-líquido (LLE) com diclorometano e em fase sólida (SPE), utilizando cartuchos C-18. Os melhores resultados para as recuperações e respectiva precisão foram obtidos utilizando a técnica SPE, dentro da faixa permitida (70 a 120%). Os resultados de extração com SPE com as amostras coletadas detectaram a presença de atrazina da ordem de ng/mL, evidenciando uma possível contaminação.

Cromatografia gasosa - Herbicidas - Trizinas

T672

SIMULAÇÃO DOS EFEITOS NÃO-IONIZANTES DA RADIAÇÃO ELETROMAGNÉTICA NA CABEÇA HUMANA


Daniel Novaes Rocha (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Marli de Freitas Gomes Hernández (Orientadora), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Os estudos dos efeitos biológicos das ondas eletromagnéticas são de extrema importância, pois o celular está cada dia mais presente no dia a dia da população em geral. Esses efeitos podem ser divididos em ionizantes(térmico) e não-ionizantes(não térmicos). As radiações não-ionizantes despertam interesse devido ao fato de serem não apenas absorvidas pela pele, podendo penetrar tecidos do interior do corpo que não possuem terminações nervosas sensíveis ao calor. Para medir esses efeitos, também conhecidos como SAR (Specific Absortion Rate – Taxa de Absorção Específica), foi desenvolvido um software em Matlab. Esse software baseia-se no método numérico conhecido como Diferenças Finitas no Domínio do Tempo (Finite Difference in Time Domain, FDTD). Para a geometria da cabeça foram utilizador cortes extraídos de um trabalho similar. Escolhidos os cortes foi determinado a variação de tempo, condição informada através de parâmetros do programa. Após os cálculos realizados, o software é capaz de produzir graficamente a variação da SAR no decorrer do tempo. Feitas as análises foi possível concluir que a distância segura para o uso do celular é da ordem de alguns centímetros. Também foi possível concluir que além da cabeça outros orgãos são afetados, como por exemplo os olhos, o fígado, pâncreas e rins, dado que o usuário costuma carregar o celular próximo a cintura. O software também permite uma maior amostragem, visto que as imagens e os parâmetros podem facilmente alterados através de sua interface.

Radiação eletromagnética - Efeitos biológicos - Simulação numérica

T673

SIMULAÇÃO DE GUIAS FOTÔNICOS PLANARES E FIBRAS ÓPTICAS VIAM ELEMENTOS FINITOS


Veruska Rodrigues Moreira (Bolsista PIBIC/CNPq) e Profa. Dra. Marli de Freitas Gomes Hernández (Orientadora), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Na área de comunicações ópticas os guias de onda são componentes cruciais para o processamento dos sinais ópticos. Estes guias podem ter comprimentos muito longos, como ocorre com a fibra óptica; ou de algumas dezenas de milímetros, como é o caso dos componentes fotônicos integrados. Muitos destes dispositivos podem ser modelados considerando as seções retas como unidimensionais, como é o caso das estruturas integradas planares. Faz-se necessário, o uso de métodos numéricos eficientes. Os mais usados na literatura são o método de diferenças finitas (MDF) e o método dos elementos finitos (MEF). Para domínios unidimensionais, não há praticamente nenhuma diferença no desempenho dos dois, porém, em 2 e 3 dimensões, o MEF se destaca de maneira incontestável, devido à sua capacidade de discretizar geometrias de contornos curvos de forma mais eficiente que o MDF. Através de estudos dirigidos tomou-se contato com o método de onde partiram algoritmos para testes de simulações dessas propagações. Verificou-se a eficácia do método, sua facilidade de aplicação e sua versatilidade quanto aos tipos de onda e de guias fotônicos. O trabalho tem grande aplicação prática e seu resultado abre caminho para estudos mais diferenciados.

Guias fotônicos - Método dos elementos finitos - Simulação

T674

VALIDAÇÃO de um Gerenciador de Banco de Dados Orientado a Objetos Utilizando InjeçÃo de Falhas


Naaliel Vicente Mendes e Profa. Msc. Regina Lúcia de Oliveira Moraes (Orientadora), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
A necessidade de integrar aplicativos objetivando a construção de um novo software num menor tempo traz o conceito de componentização. Intrínseca a tal necessidade, a fim de garantir que o novo software seja confiável, podemos utilizar a técnica de injeção de falhas para completar os testes e validar o sistema que é gerado a partir da integração dos componentes. Neste trabalho, pautamo-nos pela dissertação de mestrado de Regina Moraes com um propósito de verificar se a estratégia aplicada em tal estudo continua válida na nova versão do componente utilizado, o gerenciador Ozone. Como aplicação para ativar as falhas injetadas, utilizamos um comparador de banco de dados (benchmark) desenvolvido para testes de desempenho: o Wisconsin OO7. Buscando conquistar um cenário que reflete o estudo anterior, a Jaca foi a ferramenta escolhida para efetuar as injeções. Quanto aos experimentos, nossa abordagem buscou injetar nos pontos principais, de acordo com uma análise de dependência das classes. Por fim, os resultados dos experimentos foram conclusivos, indicando que a estratégia empregada anteriormente continua válida. Ademais, ao validar uma estratégia já aplicada, foi necessário um forte contato técnico com os criadores das ferramentas o que abriu porta a sugestões, correções e melhorias.

Engenharia de software - Testes e validação - Injeção de falhas

T675

AVALIAÇÃO DA REDUÇÃO DA POLUIÇÃO DO CHORUME DE LIXO ATRAVÉS DE FILTRAÇÃO LENTA


Leonardo Augusto Barbosa Cruz (Bolsista PIBIC/CNPq), Prof. Dr. Ronaldo Teixeira Pelegrini (Orientador), Núbia Natália de Brito Pelegrini e Prof. Dr. José Euclides Stipp Paterniani (Colaborador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
O chorume é um líquido escuro que escorre dos aterros sanitários arrastando todo tipo de material em decomposição. Por isso mesmo o chorume apresenta-se muito tóxico com intensa coloração e elevada turbidez podendo representar alta capacidade de interferência ao meio ambiente. O tratamento do chorume através de filtração lenta pode reduzir cor, turbidez, acidez e dureza do chorume bruto. A cor do chorume representa a presença de matéria orgânica em decomposição e compostos cromóforos podendo causar interferência nos processos fotossintéticos. A turbidez pode estar associada à presença de compostos tóxicos e organismos patogênicos. O processo de filtração lenta consiste na passagem da água por meio granular, geralmente areia, possibilitando a melhoria de suas características químicas, físicas e bacteriológicas. Este estudo avaliou a eficiência da filtração lenta na redução da cor, turbidez, acidez e dureza do chorume. Reduções da cor na ordem de 30%, turbidez 65%, acidez 70%, e dureza 58%. Esse processo de tratamento representa algumas vantagens sobre outras tecnologias não necessitando da utilização de produtos químicos, não exigindo equipamentos sofisticados, nem operadores altamente qualificados, além de ser de simples construção.

Filtração lenta - Chorume - Cor

T676

DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIA DE TOXICIDADE CRÔNICA ATRAVÉS DE OVOS EM INCUBADORA


Leticia Foltz Hanser (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Ronaldo Teixeira Pelegrini (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Este projeto propõe implementar uma nova técnica de análise de toxicidade crônica para avaliação da interferência ao ecossistema provocado por aerossóis em torno das lagoas de tratamentos de efluentes industriais. A metodologia visa avaliar a influência na reprodutividade de ovos em incubadora quando adicionadas alíquotas de efluentes na água de germinação para simulação de ambiente nas proximidades das lagoas de tratamentos aeróbios. Para avaliação dos estudos foram realizados experimentos com ovos de Numida maleagris (galinha d’angola) e Galus domesticus (galinha caipira). Nos testes empregando 120 ovos de Numida maleagris foram germinados 85 aves correspondendo a um percentual de nascimentos 70,8%, tempo médio de incubação: 28 dias, temperatura média registrada 37,4°C, consumo médio de água 1,4 L/dia. Com ovos de Galus domesticus foi observado um percentual de nascimento de 66,6% em tempo médio de incubação 21 dias, temperatura média registrada: 38,1 e consumo médio de água 1,3 L/dia. Concluiu-se que a incubadora construída propiciou uma eficiente eclosão dos ovos apresentando condições satisfatórias para a realização do ensaio com águas residuárias.

Toxicidade crônica - Incubadora - Ovos

T677

AVALIAÇÃO DA TOXICIDADE DO CHORUME DO ATERRO SANITÁRIO DO MUNICÍPIO DE LIMEIRA


Monica Cristina Cabrini (Bolsista PIBIC/CNPq), Prof. Dr. Ronaldo Teixeira Pelegrini (Orientador), Núbia Natália de Brito Pelegrini (Colaboradora), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET e Prof. Dr. José Euclides Stipp Paterniani (Colaborador), Faculdade de Engenharia Agrícola - FEAGRI, UNICAMP
Dos aterros sanitários saem diversos subprodutos, entre eles o chorume, um liquido escuro que escorre do lixo em decomposição. O chorume arrasta todo tipo de material e por isso mesmo apresenta-se muito tóxico podendo representar alta capacidade de interferência ao meio ambiente. Os testes de toxicidade representam uma importante metodologia para a identificação, caracterização e avaliação dos riscos, e são extremamente importante para se definir os limites de poluentes presente nas águas, de modo a garantir a sobrevivência e desenvolvimento dos ecossistemas envolvidos. Neste trabalho foram realizados ensaios toxicológicos em amostras de chorume in natura coletadas no Aterro Municipal de Limeira. Utilizou-se os organismos-teste Selenastrum capricornutum (alga clorofícea) segundo metodologia padronizada (ISO 8692), Daphnia similis (NBR 12713), Eusuca sativa (rúcula) e Allium cepa (cebola), segundo metodologia em fase de padronização (para rúcula e cebola). Através dos ensaios realizados, obteve-se valores de EC50 de 45% para todas as amostras de chorume analisadas no ensaio com Euruca sativa, EC50 de 25%, no ensaio com Allium cepa, EC50 de 10% no ensaio com Selenastrum capricornutum e EC50 de 9% no ensaio com Daphnia similis. Os resultados de EC50 indicam que o chorume produzido no aterro sanitário do município de Limeira apresenta características bastante tóxicas para os organismos testados, principalmente aos de nível trófico inferior.

Toxicidade - Chorume - Aterro sanitário

T678

eSTUDO SOBRE O DESCARTE DE PILHAS E BATERIAS NO BRASIL


Rizza Regina Oliveira Rocha (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Térsio Guilherme de Sousa Cruz (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
É crescente, no contexto atual, a necessidade de estudar o descarte e a reciclagem de pilhas e baterias, visto o grande crescimento da produção e do consumo destas em conseqüência do aumento da utilização, pela sociedade moderna, de energia portátil em equipamentos eletro-eletrônicos. As pilhas e baterias consideradas para este estudo são pilhas secas e alcalinas domésticas, além de baterias recarregáveis utilizadas em celulares, filmadoras, etc. Estes produtos possuem uma vida útil, e ao final desta, são descartados. Este descarte deve ser criterioso, pois os componentes de pilhas e baterias possuem metais pesados em sua composição e se descartados no meio ambiente de forma inadequada podem causar sérios malefícios para a saúde humana e o meio ambiente em geral. Os metais pesados são extremamente tóxicos e bioacumulativos. Este trabalho visa levantar dados qualitativos e quantitativos acerca do descarte e reciclagem destes produtos, no Brasil, além de analisar a legislação vigente sobre o assunto e conhecer projetos de reciclagem existentes, através de visitas a empresas da área. Com isto pretende-se elaborar uma análise crítica sobre a problemática ambiental causada pelo descarte de pilhas e baterias no Brasil.

Descarte - Pilhas e baterias - Meio ambiente

T679

ACOPLANDO UMA WLAN COM DISPOSITIVOS BLUETOOTH À REDE FIXA DO CESET: DA TEORIA À PRÁTICA


Michael James Manzini (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Varese Salvador Timóteo (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
As redes sem fio são utilizadas em locais onde os usuários necessitam de mobilidade, ou ainda, onde a passagem de cabos é impossibilitada, por motivos geográficos, estruturais ou arquitetônicos. Com suas taxas de transferência de dados equivalentes ou superiores as de uma rede Ethernet, as redes sem fio se tornaram uma ótima opção, pois a instalação é simples e rápida, e seu custo é baixo. Neste projeto é abordada uma visão geral de redes sem fio, bem como um estudo detalhado dos protocolos de comunicação WLAN (802.11b) e Bluetooth. A parte prática do projeto consiste em acoplar uma WLAN com dispositivos Bluetooth à rede fixa do CESET. Durante a implantação, foram realizados testes de alcance de sinal para melhor acomodar os pontos de acesso, e assim obter a maior cobertura possível.

WLAN - Bluetooth - Redes sem fio

T680

CRIPTOGRAFIA QUÂNTICA: FUNDAMENTOS E APLICAÇÕES


Rafael Teruel Valle (Bolsista PIBIC/CNPq) e Prof. Dr. Varese Salvador Timóteo (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
A criptografia é um processo bastante utilizado para proteger imformações do acesso indevido de pessoas não autorizadas. Ela consiste em aplicar uma chave à informação e torná-la indecifrável. Para proteger uma dada informação, uma chave é utilizada, aplicando um determinado algoritmo de criptografia. O maior problema desta metodologia está no fato de a chave poder ser descoberta. Uma solução para este problema pode ser obtida a partir de propriedades da mecânica quântica. Diferente dos métodos criptográficos tradicionais, que utilizam algoritimos matemáticos para a cifragem das informacoes, este novo método consiste em gerar chaves de uso único (one-time-pads) utilizando as propriedades quânticas dos fótons.

O projeto consiste em desenvolver um software para emular a transmissão de one-time-pads utilizando o método da criptografia quântica e estudar o funcionamento e propriedades do método.

Criptografia - One-time-pad - Mecânica quântica




Compartilhe com seus amigos:
1   ...   54   55   56   57   58   59   60   61   ...   80


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande