Universidade estadual de campinas



Baixar 3.62 Mb.
Página34/80
Encontro24.10.2017
Tamanho3.62 Mb.
1   ...   30   31   32   33   34   35   36   37   ...   80

Instituto de Química

B264

DETERMINAÇÃO DE METILPARABENO EM ANESTÉSICOS LOCAIS ODONTOLÓGICOS EMPREGANDO CROMATOGRAFIA LÍQUIDA DE ALTA EFICIÊNCIA


Gustavo H. Rodrigues da Silva (Graduando em Odontologia), Prof. Dr. Francisco Carlos Groppo (Co-Orientador), Faculdade de Odontologia de Piracicaba - FOP, UNICAMP e Prof. Dra. Carla B. G. Bottoli (Orientadora), Instituto de Química - IQ, UNICAMP
Reações de hipersensibilidade a anestésicos locais são raras, mas bem conhecidas. Quando uma reação alérgica é observada, é comum a causa ser proveniente dos conservadores adicionados aos anestésicos. Conservadores como metilparabeno são utilizados em tubetes plásticos de anestésicos para evitar perdas devido à contaminantes microbiológicos. Entretanto, os anestésicos locais, empregados em Odontologia, são itens de uso único, os quais não necessitam da inclusão de parabenos. Este estudo teve como objetivo a determinação de metilparabeno em anestésicos encontrados no mercado, empregando a Cromatografia Líquida de Alta Eficiência com detecção UV. As concentrações de metilparabeno encontrados em tubetes plásticos variaram de 0,01% a 0,08%,enquanto que nos tubetes de vidro não foi encontrado metilparabeno. A partir destes resultados concluímos que existem concentrações variáveis de metilparabeno em tubetes plásticos embora os mesmos não tragam indicação na sua “bula”. Considerando a presença do metilparabeno, os tubetes de vidro são mais seguros. Uma vez que a quantidade de metilparabeno não é especificada nas embalagens e não é regulada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária, é importante alertar aos profissionais a presença do metilparabeno.

Metilparabeno - Anestésicos locais - Cromatografia líquida



NEPAM - Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais

B265

CÃES DOMÉSTICOS EM UMA PAISAGEM FRAGMENTADA: ABUNDÂNCIA E USO DE HÁBITATS NA ZONA RURAL DE SÃO LUIZ DO PARAITINGA (SP)


Patrícia Carignano Torres (Bolsista SAE/UNICAMP - parcial, atualmente FAPESP) e Prof. Paulo Inácio de Knegt López de Prado (Orientador), Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais - NEPAM, UNICAMP
Em várias situações cães tem atuado como uma espécie exótica invasora, perturbando e modificando ecossistemas nativos. O objetivo deste projeto é obter os dados ecológicos básicos da população de cães em duas áreas ao redor de dois fragmentos de mata: estimativa do tamanho de sua população (censo) e caracterização de seu regime de manejo pela população humana com a qual se relacionam, através de entrevistas com os proprietários; e uso de cada habitat (antropizado e fragmento florestal), através de armadilhas de pegadas. A densidade de cães que são mantidos soltos e cujos donos moram na área é de 6,9 por km2 em uma das áreas estudadas e 5,3 por km2 na outra, as quais são altas para carnívoros. Todos os donos declararam que alimentam seus cães todos os dias. Porém, há relatos de cães que se alimentam fora e que já caçaram animais silvestres. A paisagem fragmentada e predominantemente rural pode proporcionar um ambiente muito propício ao uso, uma vez que muitos mamíferos domésticos parecem ser adaptados à borda de fragmentos de vegetação nativa. É provável que os cães que caçam estejam mais envolvidos em jogos instintivos de predador-presa do que em caça de subsistência, uma vez que eles contam com recursos fornecidos por humanos, localmente abundantes. Não se pode dizer com esses dados que esses cães têm um efeito negativo nos fragmentos de mata que estão em sua área de uso, porém a presença de cães domésticos e seus efeitos negativos em unidades de conservação periurbanas já são citados para diversos locais.

Canis familiaris - Espécie exótica - Espécie invasora






PROJETOS DA ÁREA DE CIÊNCIAS EXATAS




CEB - Centro de Engenharia Biomédica

E266

ESTUDO DOS PARÂMETROS QUE INFLUENCIAM OS CÁLCULOS DE CAPTAÇÃO ABSOLUTA EM MEDICINA NUCLEAR


Rafael Medeiros de Souza (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Sérgio Querino Bruneto (Orientador), Centro de Engenharia Biomédica - CEB, UNICAMP
A avaliação da influência de parâmetros de aquisição é fundamental no desenvolvimento de protocolos, em Medicina Nuclear, para a quantificação da concentração de radioisótopos em órgãos alvos a fim de verificar a existência ou não de uma patologia. Neste trabalho foi estudada a sensibilidade do sistema de detecção de uma gama câmera através da variação de parâmetros como a geometria da fonte, sua atividade e configurações de aquisição e processamento. Para isso foi utilizada uma gama câmera de fabricação SOPHA, instalada no Serviço de Medicina Nuclear do Hospital de Clínicas da Unicamp. Demonstrou-se que elementos como a geometria da fonte (puntiforme ou plana), sua atividade e a determinação da região de interesse da imagem (ROI), influenciam de forma significativa os valores de sensibilidade do equipamento utilizado. Os resultados obtidos possibilitam a escolha de parâmetros de aquisição, para cada protocolo, de uma forma mais coerente em relação ao comportamento do sistema.

Gama câmera - Quantificações - Parâmetros de aquisição



Centro Superior de Educação Tecnológica

E267

DESENVOLVIMENTO DE UM AMBIENTE DE AUTORIA DE RESTRIÇÕES VARIANTES PARA BANCO DE DADOS.


Wesley Henrique Forti (Bolsista SAE/UNICAMP) e Prof. Dr. Luiz Camolesi Júnior (Orientador), Centro Superior de Educação Tecnológica - CESET, UNICAMP
Restrições em Banco de Dados são funções booleanas associadas a elementos da estrutura lógica de Banco de Dados, utilizadas na avaliação de integridade dos dados durante operações de inserção, remoção ou atualização. Os modelos atuais de representação, tecnologia de armazenamento e sistema de gerenciamento de informação apoiados em Banco de Dados, tem sido diretamente afetados pelas revoluções dos requisitos do usuário. Neste sentido, este trabalho contempla a atualização de restrições de dados (meta-dados), exigidos em decorrência de aspectos de evolução de sistemas ou modelos de negócio. As restrições podem ser do tipo invariante ou variante, sendo que as restrições invariantes são válidas por um período de tempo indeterminado e as restrições variantes são válidas somente dentro ou fora de um determinado período de tempo. As restrições invariantes tem prerrogativa sobre as restrições variantes caso haja conflito entre as restrições. O software foi desenvolvido em linguagem JAVA, utilizando-se a IDE SUN ONE Studio 4, Community Edition, da SUN MICROSYSTEMS, e tem como objetivo propiciar maior produtividade e consistência das restrições poupando esforços de administradores e projetistas de banco de dados.

Banco de dados - Constraints - Editor






Compartilhe com seus amigos:
1   ...   30   31   32   33   34   35   36   37   ...   80


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande