Uma descoberta científica1



Baixar 8.53 Kb.
Encontro21.11.2017
Tamanho8.53 Kb.

UMA DESCOBERTA CIENTÍFICA1
Um investigador2, muito resfriado e com intenso lacrimejar, trabalhava com culturas bacterianas. Inadvertidamente uma lágrima acabou de cair sobre uma das placas de cultura.

Apesar do acidente, o investigador realizou cuidadosa observação da cultura bacteriana “contaminada” pela lágrima. O que observou deixou-o perplexo!

As bactérias da cultura, atingidas pela lágrima, dissolviam-se rapidamente. Algo extraordinário havia ocorrido, atingindo a curiosidade do investigador.

O que havia de especial na lágrima, capaz de dissolver as bactérias?

O investigador, a partir dessa dúvida pensou: “a lágrima deverá conter alguma substância capaz de eliminar as bactérias. Essa substância, apesar de atuar contra os microorganismos, deverá ser inócua a tecidos e funcionamento dos órgãos”.

Após exaustivos trabalhos experimentais o investigador conseguiu isolar uma substância: “uma substância presente nos tecidos e nas secreções do corpo, a qual é capaz de dissolver rapidamente certas bactérias”3, não atuando sobre tecidos e funcionamento dos órgãos. Devido à semelhança com enzimas e à sua capacidade de destruir células, a substância isolada foi chamada de LISOZIMA.

A lisozima é um elemento importante nas defesas naturais do corpo, atuando contra bactérias, dissolvendo-lhes a parede celular. Por outro lado, a lisozima é inócua sobre tecidos. Além disso, foi desenvolvida “nova compreensão da parede celular bacteriana, na sua relação com os processos que se realizam no citoplasma muito bem protegido pela mesma”4.

A descoberta da LISOZIMA foi um achado dos mais importantes pois abriu perspectivas à procura de procura de outras substâncias capazes de destruir micróbios sem afetar o organismo. Isso veio realmente a ocorrer em 1929, com a descoberta da Penicilina, pelo mesmo investigador.

Assim como essa descoberta, num continuado esforço tem sido produzida uma gama considerável de conhecimentos que tem beneficiado o homem. Muitos são úteis ao homem, melhorando condições de sobrevivência, seus aspectos intelectuais e materiais. Os trabalhos continuam na tentativa de melhorar ainda mais o mundo todo, pretende transformá-lo em um bom lugar para se viver.

Todo conhecimento e as descobertas são produto da Ciência e têm dado ao homem um importante legado, transmitido de uma geração para a outra. Esse legado é resultado da atividade árdua e inteligente de um reduzido grupo de pessoas – os cientistas, merecedores de toda consideração.

Os cientistas trabalham segundo processos sutis de atividade racional, lógica e prática, que se constituem no Método Científico.
REFERÊNCIA

HENNIG, Georg, J. Metodologia do ensino de ciências. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1986. (Série Novas Perspectivas, 18).



1 1921;

3 Textual de Fleming;

4 Textual de R. F. Acker e S. E. Hartsell.



Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande