Um estudo que percorre desde a ascensão ao poder às políticas p



Baixar 6.39 Kb.
Encontro08.10.2019
Tamanho6.39 Kb.

UM ESTUDO QUE PERCORRE DESDE A ASCENSÃO AO PODER ÀS POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCACIONAIS NO GOVERNO JUSCELINO KUBITSCHEK (1956-1961).

Jorge Uilson Clark, Doutor em História da Educação HISTEDBR/Unicamp, Professor da FAC-Campinas. E-mail: jorgeclark1@yahoo.com.br

Caio Augusto Toledo Padilha, Graduando em Pedagogia pela Unicamp, Bolsista de Iniciação Científica pelo grupo de pesquisa HISTEDBR/Unicamp. E-mail: padilha.caio@hotmail.com

O presente estudo rememora o período Nacional-Desenvolvimentista (1945-1964), e centra seu conteúdo no governo Juscelino Kubitschek (1956-1961), objetivando a retomada das discussões acerca do período e oferecendo à Academia um novo olhar sobre o mesmo. Para realizá-lo, dividimos o corpo do trabalho em três etapas: 1) O quadro educacional no período pré-JK; 2) O contexto político e a escalada rumo ao poder e por fim; 3) O Plano de Metas e a real preocupação com a educação: como se formalizaram as políticas educacionais no governo Kubitschek.


Na primeira etapa, discorreu-se sobre o período pré-JK, contextualizando a realidade brasileira e o quadro educacional dos anos 1930 e 1940, período de grandes transformações na sociedade: o início e fim da primeira era Vargas, a instauração do Estado Novo, a situação econômica do país e a introdução da educação no cenário político a partir da criação do Ministério da Educação e Saúde Pública, as reformas Francisco Campos e Gustavo Capanema, além da regulamentação do ensino industrial, comercial e do agrícola, fato que culminou na criação do SENAI e do SENAC. Abordou-se ainda as iniciativas intelectuais originadas a partir do movimento escolanovista, pelo qual se destacaram Anísio Teixeira, Lourenço Filho e Fernando de Azevedo, defendendo o ensino público, laico e gratuito.
Em um segundo momento, desenvolveu-se a contextualização política dos anos 1950, colocando em questão a volta de Getúlio Vargas ao poder após a gestão de Eurico Gaspar Dutra, o suicídio de Vargas que dá origem a uma grave crise político-institucional e as eleições de 1955, onde surge a candidatura do então Governador mineiro Juscelino Kubitschek à Presidência, amparado por uma aliança que envolve entre outros, PSD e PTB. Colocado o cenário em questão, abordou-se as dificuldades enfrentadas pelo então candidato durante o período de campanha e na etapa posterior à ela, destacando a forte oposição da UDN, a vinculação de Juscelino com as forças que apoiavam Vargas e os métodos pioneiros postos em prática, como a elaboração de um Plano de Metas.
Por fim, centrou-se o estudo na questão da educação no governo Kubitschek. Tendo sido esta uma área com ações previstas no seu Plano de Metas, procedeu-se a uma análise histórica daquilo que foi realizado em detrimento do que foi projetado. Destacou-se também como fora concebida a educação pelo governo, a partir da criação de um ideário nacional-desenvolvimentista formulado por intelectuais pertencentes aos quadros do ISEB e da participação ativa dos intelectuais pragmáticos do INEP na discussão das concepções de educação. Atentou-se também ao fato de que os meios intelectuais encontravam-se em ebulição, com a volta da educação ao centro de discussões. Ainda no governo Kubitschek, deu-se a implementação de Universidade de Brasília, fruto da volta dos escolanovistas ao cerne das discussões sobre a educação, retomando a defesa de suas bandeiras históricas em oposição aos intelectuais pertencentes à Igreja Católica, que defendiam o ensino confessional e privado.
Dessa forma, seguindo a linha de trabalho desenvolvida acima, oferecemos aos meios acadêmicos mais uma contribuição para as discussões que envolvem o período em questão.


Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande