Ufv / XVI sic / fevereiro-2007 / Biologia Geral / 468



Baixar 4.13 Kb.
Encontro19.12.2017
Tamanho4.13 Kb.

UFV / XVI SIC / FEVEREIRO-2007 / Biologia Geral / 476 
______________________________________________________________________

ASPECTOS HISTOLÓGICOS DA PAREDE DO ESÔFAGO EM CINCO ESPÉCIES DE ANFÍBIOS DO MUNICÍPIO DE VIÇOSA, MG.

REZENDE, Maíra Queiroz (Estudante); COELHO JR, Rui José (Estudante); FONSECA, Cláudio Cézar (Orientador)



O esôfago, curto tubo que conecta a faringe ao estômago, tem mucosa revestida por epitélio cúbico a prismático, freqüentemente ciliado, intercalado por células caliciformes. Fragmentos do tubo digestivo de 33 exemplares de anuros (8 Dendropsophus minutus, 9 Scinax cuspidatus, 8 D. elegans, 4 Leptodactilus fuscus, 4 Bufo pombali), capturados nas matas da Biologia e na Fruticultura da UFV e na mata do Paraíso, em Viçosa, MG, foram eutanasiados no laboratório de Biologia Estrutural da Universidade Federal de Viçosa, sob autorização do IBAMA (nº 036/05 IBAMA RAN), e processados histologicamente desde a desidratação em série crescente de etanol (70 a 100 %), diafanização em xilol até a inclusão em parafina. Para cada fragmento foram obtidas 3 lâminas com 9 cortes, dispostos 3 a 3, seccionados à espessura de 4 micrômetros, em micrótomo rotativo manual. Os fragmentos obtidos foram corados segundo técnica de H-E. A região esofágica apresenta-se muito pregueada, sendo cada prega constituída pelas túnicas mucosa e submucosa. Na mucosa, o epitélio de revestimento é pseudoestratificado, ciliado, com células caliciformes, e repousa em uma lâmina própria de tecido conjuntivo frouxo. Na porção inicial do esôfago a lâmina própria é mais evidente, com poucas glândulas que aumentam em quantidade nas porções média e final. A muscular da mucosa torna-se melhor visualizada em regiões mais próximas ao estômago, sendo possível distinguir uma dupla camada (circular interna e longitudinal externa). A submucosa é bem vascularizada e espessa, formada por conjuntivo com muitas glândulas. A túnica muscular é bem desenvolvida e, em regiões próximas ao estômago, a camada circular interna é bem mais espessa que a longitudinal externa. A serosa é visualizada como uma delgada camada conjuntiva revestida pelo mesotélio.


Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande