Salvia hispanica L.) E linhaçA



Baixar 138.53 Kb.
Página1/2
Encontro26.09.2019
Tamanho138.53 Kb.
  1   2

FENÓLICOS TOTAIS E ATIVIDADE ANTIOXIDANTE DOS EXTRATOS DE SEMENTES DE CHIA (SALVIA HISPANICA L.) E LINHAÇA (LINUM USITATISSIMUM L.)

Natara Favaro Tosoni¹; Solange Aparecida Fávaro¹ (RETIRAR ESPAÇO);Renata Hernandez Barros Fuchs¹; Augusto Tanamati¹; Ailey Aparecida Coelho Tanamati¹

¹UTFPR – Universidade Tecnológica Federal do Paraná – Campus Campo Mourão, Pr.

Resumo.O objetivo deste trabalho foi determinar a concentração dos compostos fenólicos nos extratos etanóicos de sementes de chia (Salviahispanica L.), linhaça (Linumusitatissimum L.) dourada e linhaça marrom, pelo método Folin-Ciocalteau, bem como avaliar a capacidade antioxidante, pelo método de sequestro do radical DPPH. Os maiores valores de compostos fenólicos totais foi 0,34±0,035 g EAG/L encontrado nos extratos da semente de chia (OBS: FRASE DEVERÁ ESTAR TODA NO PLURAL). Não houve diferença significativa (p>0,05) entre a quantidade dos compostos fenólicos totais encontrados nos extratos da linhaça marrom0,25 gEAG/L e dourada (OBS: O VALOR ENCONTRADO PARA COMPOSTOS FENÓLICOS NÃO DEVE SER COLOCADO). Os extratos das sementes de chia apresentaram menor porcentual de seqüestro de radicais livres (%SRL),10,76±0,020%, (FALTOU ESPAÇO) sendo maior para os extratos da linhaça marrom 68,15a±0,040%. Com base nos resultados obtidos as oleaginosas estudadas podem ser consideradasimportantes (FALTOU ESPAÇO) fontes de antioxidantes naturais.
Palavras-chave: antioxidantes; fenólicos totais; linhaça; chia.

Total phenolics and antioxidant activity of extracts of chia seeds (SALVIA HISPÂNICA L.) and flaxseed (LINUM USITATISSIMUM L.) Phenolic compounds from the seeds of chia seed (Salvia hispanica L.), flaxseed (Linumusitatissimum L.) brown and golden were extracted in ethanol and quantified by Folin-Ciocalteau and antioxidant capacity was evaluated by DPPH kidnapping. The highest values ​​of total phenolic compounds were 0.34 ± 0.035 gEAG / L found in extracts of chia seed. No significant difference (p>0.05) between the amount of phenolic compounds found in extracts of brown flaxseed gEAG 0.25/L and golden. The chia seed extracts showed lower percentage of sequestering free radicals (SRL%), 10.76%, higher for the extracts of brown flaxseed 68.15%. Based on the results obtained, oilseeds evaluated can be considered as important sources of natural antioxidants.

(REALIZAR NO ABSTRACT AS CORREÇÕES FEITAS NO RESUMO).

Keywords: antioxidants; total phenolics; flaxseed; chia.


1. Introdução

O linho (Linumusitatissimum L.) é uma planta herbácea anual, da família dasLináceas, (FALTOU ESPAÇO) que além de fornecer excelentes fibras têxteis produz a linhaça, sementes utilizadas na alimentação humana e ração animal, sendo ótima fonte de nutrientes (Rural sementes, 2012; NOVELLO e POLLONIO, 2011). Existem indícios do consumo da linhaça pela humanidade a 5000 a.C., na Mesopotâmia, mas apenas no século XX é que surgiu como alimento funcional.

Os países maiores produtores mundiais de linhaça são Canadá, Estados Unidos, Índia e China, já na América latina a Argentina destaca-se na produção das sementes, aproximadamente quatro vezes maior que o Brasil (Almeida, 2009). O clima nacional, quente e úmido, é mais propício para o cultivo da linhaça marrom (LM), já o clima canadense e do Norte dos Estados Unidos prevalece (RETIRAR ESTA PALAVRA) favorece o desenvolvimento da linhaça dourada (LD) (MARQUES, 2008; CREDIDIO, 2005).

De acordo com LICHTENTÄLER (2009) (INSERIR VÍRGULA) a composição dos macronutrientesdas (SEPARAR PALAVRAS) variedades LM e LD é para (SERIA MELHOR SUBSTITUIR PARA POR “DE”) proteínas 21,0 e 21,6% ; lipídios totais 38,4 e 43,2; fibras solúveis 9,1 e 8,9%; e fibras insolúveis 33,0 e 30,0% (COLOCAR OS NÚMEROS À FRENTE DAS PALAVRAS, POR EX: 21,0 e 21,6% PARA PROTEÍNAS, E ASSIM POR ADIANTE), respectivamente. Esses valores podem apresentar algumas diferenças como reportadas por Trucom (2006) e Preuss (2010). A linhaça é uma das maiores fontes do ácido graxo essencial, o alfa-linolênico e rica em antioxidantes (SOARES, et al., 2009; GALVÃO, 2008).

Uma série de benefícios à saúde estão associados ao consumo da linhaça, como efeito protetor contra o câncer, osteoporose, alivio (FALTOU ACENTUAÇÃO) de sintomas da menopausa e, por ser rica em fibras, redução da absorção dos lipídios e colesterol. Dentre os componentes biologicamente ativos, com potencial anticarcinogêncos (CORRIGIR PALAVRA E REFORMULAR FRASE), presentes na linhaça estão as lignanas, que são compostos fenólicos que contem 2,3-dibenzilbutano em sua estrutura, (COUTO e WICHMANN, 2011;RIDEOUT (FALTOU ESPAÇO) et al., 2008).

Outra semente que vem ocupando destaque junto aos pesquisadores e consumidores são as sementes chia (Salviahispanica L.), oriunda (DEVE ESTAR NO PLURAL) da Colômbia e México, foram utilizadas como alimento pelos indígenas do sudoeste do continente há centenas de anos. O emprego destas sementes na alimentação, para os Maias, era sinônimo de energia, vitalidade e sustentação (COATES e AYERZA, 1996). Essas sementes apresentam em sua composição alto teor de antioxidantes, proteínas, fibras, minerais, em destaque para o cálcio, potássio e ferro e alto teor de ácidos graxos polinsaturados, majoritariamente o ácido alfa-linolênico (ômega 3) (CAPITANI, et al., 2012; TOSCO, 2010).

A busca por consumo de alimentos funcionais vem crescendo com o desenvolvimento tecnológico. Esses avanços tecnológicos contribuem para a realização de estudos mais detalhados na área da ciência e tecnologia de alimentos, como os que se referem a sua composição e alterações provocadas durante o processamento. Esse fato beneficia os envolvidos no setor produtivo, bem como, os consumidores que vêm buscando melhoria na qualidade dos alimentos.

A legislação nacional (ANVISA)define (FALTOU ESPAÇO) como alimentos funcionais àqueles que apresentam em sua composição substâncias biologicamente ativas, que provêem benefícios adicionais aos da nutrição básica e podem prevenir doenças ou promover saúde. Dentre os compostos bioativos estão os flavorizantes,aromatizantes (FALTOU ESPAÇO) e antioxidantes. O uso dos alimentos funcionais está associado a (faltou acentuação) prevenção de doenças como as cardiovasculares e determinados tipos de câncer (DEVE ESTAR NO PLURAL E SEM ESPAÇO) como o intestinal e as lesões intestinais de outra natureza.

As substâncias que apresentam atividade antioxidante são os fenóis, ácidos fenólicos e seus derivados, flavonóides, tocoferóis, fosfolipídios, aminoácidos, ácidofítico (FALTOU ESPAÇO), ácido ascórbico, pigmentos e esteróis. Os compostos fenólicos são antioxidantes naturais, presentesnos (FALTOU ESPAÇO) vegetais (FALTOU A PALAVRA QUE ANTES DE APRESENTAM) apresentam função de germinação, crescimento e proteção das plantas (BARCELOS, 2002; ESCARPA e GONZALES, 2001).

O estudo por antioxidantes naturais é de grande interesse, onde diversos trabalhos são reportados na literatura. Podem ser destacados os trabalhos com frutas como uva (Vedana, et al., 2008), maçã (Soares, 2008), pitanga (Luzia e Jorge, 2010), plantas (Boligon, et al., 2010), oleaginosas (Prado, et al., 2009) e linhaça (Galvão, et al., 2008). São atribuídas a essa classe de compostos vários benefícios à saúde, como controle e prevenção de doenças cardiovasculares e câncer (Kris-Etherton, et al., 2002).

De acordo com Soares (2002) a perda dos antioxidantes por oxidação, é acelerada pela presença de luz, calor, íons metálicos. O processamento de fontes naturais, bem como o preparo dos alimentos, pode levar a perdas destes compostos.

Uma forma de reduzir o processo de oxidação é a adição de agentes antioxidantes naturais ou artificiais, nos alimentos processados. Esses compostos têm um importante papel na manutenção do controle dos radicais livres. Dentre os antioxidantes naturais encontram-se os isômeros da vitamina E, os carotenóides, ácido ascórbico e alguns polifenóis.

Neste contexto (INSERIR VÍRGULA) a proposta do trabalho foideterminar (FALTOU ESPAÇO) o teor dos compostos fenólicos totais e atividade antioxidante nos extratos etanóicos das sementes de linhaça marrom e dourada e de chia.


Catálogo: files old -> files -> journals
journals -> Título do artigo (Arial 26)
journals -> Inativação dos fatores antinutricionais que compõem o grão de soja e perdas no processo de extrusão Resumo
journals -> DeterminaçÃo da atividade antioxidante e antimicrobiana em castanha-do-pará
journals -> Potencial Antioxidante do extrato do resíduo da produção do vinho em óleo de soja
journals -> AçÃo de diferentes fibras dietéticas no metabolismo glicídico e lipídico de ratos wistar induzidos a distúrbios metabólicos resumo
journals -> Título do artigo (Arial 26)
journals -> ElaboraçÃo e avaliaçÃo sensorial de sobremesa láctea de leite da cabra sabor café prebiótica
journals -> ProduçÃo e caracterizaçÃo de vinagre de fisalis
journals -> 447ª reunião da congregaçÃo da faculdade de engenharia do campu
journals -> ObtençÃo de “requeijãO” cremoso isento de lactose a partir de proteína vegetal líquida de aveia


Compartilhe com seus amigos:
  1   2


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande