Resumo executivo



Baixar 372.39 Kb.
Página2/11
Encontro02.07.2019
Tamanho372.39 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11

SUMÁRIO



Prefácio ....................................................................................................................................... vi

Introdução ..................................................................................................................................... 1

1. Definição e classificação da gravidade..................................................................................... 2

Definição ..................................................................................................................................... 2

Classificação da gravidade .......................................................................................................... 2

Patogênese .................................................................................................................................. 3

Patologia ..................................................................................................................................... 3

Fisiopatologia .............................................................................................................................. 3

2. Impacto da DPOC .................................................................................................................... 4

Epidemiologia ............................................................................................................................. 4

Impacto econômico e social da DPOC ....................................................................................... 4

Fatores de risco ........................................................................................................................... 4

3. Os Quatro componentes de conduta na DPOC....................................................................... 6

Introdução ................................................................................................................................... 6

Componente 1: Avaliação e monitorização da doença .............................................................. 7

Diagnóstico ................................................................................................................................. 7

Monitorização e avaliação contínua ......................................................................................... 10

Componente 2: Redução dos fatores de risco .......................................................................... 10

Prevenção e cessação do tabagismo .......................................................................................... 10

Exposições ocupacionais .......................................................................................................... 11

Poluição do ar intra/extradomiciliar ......................................................................................... 11

Componente 3: Conduta na DPOC estável .............................................................................. 12

Introdução ................................................................................................................................. 12

Educação ................................................................................................................................... 12

Tratamento farmacológico ........................................................................................................ 13

Broncodilatadores ........................................................................................................... 13

Corticóides ...................................................................................................................... 15

Outros tratamentos farmacológicos ................................................................................ 15

Tratamento não-farmacológico ................................................................................................. 16

Reabilitação .................................................................................................................... 16

Oxigenoterapia ............................................................................................................... 16

Suporte ventilatório ........................................................................................................ 16

Tratamentos cirúrgicos ................................................................................................... 16

Componente 4: Conduta de exacerbações ................................................................................ 17

Diagnóstico e avaliação da gravidade ....................................................................................... 17

Tratamento domiciliar ............................................................................................................... 18

Tratamento hospitalar ............................................................................................................... 18

Alta hospitalar e acompanhamento ........................................................................................... 21

4. Pesquisa futura ....................................................................................................................... 21

Referências ................................................................................................................................. 23

PREFÁCIO


A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é um problema importante de saúde pública. Ela é a quarta causa principal de morbidade e mortalidade crônicas nos Estados Unidos1 e há previsão de que ela assuma a quinta posição em 2020 como uma doença de impacto global, de acordo com um estudo publicado pela Organização Mundial de Saúde/Banco Mundial 2. Contudo, a DPOC não recebe atenção adequada da comunidade de saúde e dos representantes do governo. Com tais preocupações em mente, um empenhado grupo de cientistas incentivou o Instituto Nacional Norte-Americano do Coração, Pulmão e Sangue (NHLBI) e a Organização Mundial da Saúde a formarem a Iniciativa Global para Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (GOLD). Entre os importantes objetivos da Iniciativa GOLD estão o aumento do conhecimento sobre a DPOC e a ajuda a milhares de pessoas que sofrem dessa doença e morrem prematuramente por causa da DPOC e suas complicações.
O primeiro passo no programa da Iniciativa GOLD foi preparar em consenso um Relatório do Painel de Estudos, Estratégia Global para o Diagnóstico, a Conduta e a Prevenção da DPOC. O Painel de Especialistas da Iniciativa GOLD, um grupo eminente de profissionais da saúde das áreas de medicina respiratória, epidemiologia, sócio-economia, saúde pública e educação da saúde, revisou as diretrizes existentes da DPOC, bem como as informações novas sobre os mecanismos patogênicos da DPOC enquanto desenvolviam um documento consensual. Muitas recomendações exigirão estudo e avaliação suplementares na medida em que o programa da Iniciativa GOLD for implementado.
Um problema importante é a informação incompleta sobre as causas e a prevalência da DPOC, especialmente em países em desenvolvimento. Embora a fumaça de cigarro seja um fator de risco conhecido e importante, muito ainda precisa ser compreendido sobre outras causas dessa doença. A Iniciativa GOLD chamará a atenção dos governantes, dos representantes de saúde pública, dos profissionais de saúde e do público em geral para a DPOC, mas um esforço conjunto por parte de todos os envolvidos no tratamento de saúde será necessário a fim de controlar esse importante problema de saúde pública.
Gostaria de agradecer aos dedicados indivíduos que prepararam o Relatório do Painel de Estudos e a eficiente liderança do Coordenador do Painel de Estudos, Professor Romain Pauwels. É um privilégio para o Instituto Nacional do Coração, Pulmão e Sangue servir como um dos co-patrocinadores. Esperamos ansiosamente trabalhar com a Organização Mundial de Saúde e todas as outras organizações e indivíduos interessados a fim de alcançarmos as metas da Iniciativa GOLD.
O desenvolvimento do Relatório do Painel de Estudos foi patrocinado por ajudas financeiras educacionais feitas para o Departamento de Doenças Respiratórias do Hospital Universitário de Ghent, na Bélgica (Centro de Colaboração da OMS para o Tratamento da Asma e da DPOC), provenientes da ASTA Médica, AstraZeneca, Aventis, Bayer, Boehringer-Ingelheim, Byk Gulden, Chiesi, Glaxo Smith-Kline, Merck, Sharp &, Dohme, Mitsubishi-Tokyo, Nikken Chemicals, Novartis, Schering-Plough, Yamanouchi e Zambon.

Claude Lenfant, MD.

Diretor

Instituto Nacional do Coração, Pulmão e Sangue.



INTRODUÇÃO
A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é uma importante causa de morbidade e mortalidade crônicas em todo mundo. A DPOC é atualmente a quarta causa principal de morte no mundo3 e, além disso, os aumentos na prevalência e mortalidade da doença podem ser previstos nas próximas décadas. Precisa-se de um esforço internacional unificado para reverter tais tendências.
A Iniciativa Global para Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (GOLD) é conduzida em colaboração com o Instituto Nacional Norte-Americano do Coração, Pulmão e Sangue (NHLBI) e a Organização Mundial de Saúde (OMS). Suas metas são intensificar o conhecimento sobre a DPOC e diminuir a morbidade e a mortalidade causadas por essa doença. A Iniciativa GOLD pretende melhorar a prevenção e o tratamento da DPOC através de um esforço mundial em conjunto com pessoas envolvidas em todas as facetas e na política do tratamento de saúde, além de incentivar o interesse pela pesquisa renovada sobre essa doença extremamente prevalente.
O Relatório do Painel de Estudos da Iniciativa GOLD, Estratégia Global para o Diagnóstico, a Conduta e a Prevenção da DPOC apresenta um plano de tratamento da DPOC com quatro componentes: (1) Avaliação e monitorização da doença; (2) Redução dos fatores de risco; (3) Conduta na DPOC estável; e (4) Conduta nas exacerbações. O Relatório do Painel de Estudos está fundamentado nos conceitos atuais e melhor validado da patogênese da DPOC e na evidência disponível sobre as estratégias de prevenção e tratamento mais apropriadas. Ele foi desenvolvido por pessoas especializadas em pesquisas sobre a DPOC e em tratamento de pacientes portadores dessa doença e foi extensivamente revisado por muitos especialistas e sociedades científicas. Antes de sua liberação para publicação, o Relatório do Painel de Estudos foi revisado pelo NHLBI e pela OMS. Este Resumo Executivo fornece informações essenciais sobre a DPOC; o Relatório completo do Painel de Estudos fornece mais detalhes.
No Capítulo 3, “Quatro componentes para a conduta na DPOC”, níveis de evidência estão indicados nas definições, nos locais apropriados, utilizando um sistema desenvolvido pelo NHLBI (Tabela 1). Os níveis de evidência estão indicados em negrito e entre parênteses após a definição relevante, ex: (Evidência A).


Tabela 1: Descrição dos Níveis de Evidência

Categoria de

Evidência


Recursos de Evidência

Definição

A


Ensaios aleatorizados e controlados (RCTs).

Rica base dados.



A evidência é proveniente de resultados de RCTs bem elaborados que fornecem um modelo consistente de descobertas na população para a qual a recomendação é feita. A categoria A requer números substanciais de estudos envolvendo números substanciais de participantes.

B


Ensaios aleatorizados e controlados (RCTs). Limitada base dados.


A evidência é proveniente de resultados de estudos de intervenção que incluem somente um número limitado de pacientes, análises posthoc ou de subgrupos de RCTs, ou meta-análise de RCTs. Em geral, a categoria B é pertinente quando existem poucos ensaios aleatorizados, quando eles são pequenos em extensão, quando são realizados em uma população que difere da população-alvo recomendada ou quando os resultados são, de alguma forma, inconsistentes.

C


Ensaios não-aleatorizados. Estudos de Observação.

A evidência é proveniente dos resultados de ensaios não-controlados e não-aleatorizados ou de estudos de observação.


D


Consenso entre participantes do painel.


Esta categoria é utilizada somente em casos onde o fornecimento de algum tipo de ajuda foi considerado valioso, mas a literatura clínica sobre o assunto foi considerada insuficiente para justificar a colocação em uma das outras categorias. O Painel Consensual é baseado em experiência ou conhecimento clínico que não se enquadram nos critérios acima listados.





Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7   8   9   10   11


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande