Raciocínio Lógico Márcio Flávio Noções de Lógica 1



Baixar 78.45 Kb.
Encontro26.06.2019
Tamanho78.45 Kb.

Raciocínio Lógico Márcio Flávio




Noções de Lógica
1) Traduzir para a linguagem corrente as seguintes proposições:

p: Está calor q: Está nevando


a) ¬p :
b) :
c)
d)
e)
f)
2) Traduzir para a linguagem simbólica as seguintes proposições:
a) Está calor, mas não está nevando
b) Nem está calor, nem está nevando
c) Tanto está calor, como está nevando.
d) Está calor, consequentemente está nevando.
3) Julgue os itens a seguir.
a) 3+5=2 e 3+3=8
b)
c) Paris é a capital de Portugal ou Natal é capital do Piauí.
d) Se 4+5 =10 então 3+5 =14
e)
4) Se p é uma proposição verdadeira, então:

a) é verdadeira, qualquer que seja q;

b) é verdadeira, qualquer que seja q;

c) é verdadeira só se q for falsa;

d) é falsa, qualquer que seja q.
5) Se p e q são duas proposições e p é falsa, então:

a) é sempre verdadeira;

b) é sempre verdadeira;

c) é sempre verdadeira;

d) é sempre verdadeira.
6) Julgue:

a) ( ) A proposição “Se choveu, então não secou” equivale a “Não choveu ou não secou”.


b) ( ) A negação de “Estudou e não passou” é “Se estudou, então passou”.
7) Julgue os itens:
a) ( ) A proposição é uma tautologia.
b) ( ) A proposição é uma contradição.

QUESTÕES DE CONCURSOS
Questão 01

(CESPE) Considerando-se que as proposições A, B e C tenham valorações V, F e V, respectivamente, e considerando-se também as proposições P e Q, representadas, respectivamente, por e é correto afirmar que P e Q têm a mesma valoração.
(CESPE) Na lógica sentencial, denomina-se proposição uma frase que pode ser julgada como verdadeira (V) ou falsa (F), mas não, como ambas. Assim, frases como “Como está o tempo hoje?” e “Esta frase é falsa” não são proposições porque a primeira é pergunta e a segunda não pode ser nem V nem F. As proposições são representadas simbolicamente por letras maiúsculas do alfabeto — A, B, C etc. Uma proposição da forma “A ou B” é F se A e B forem F, caso contrário é V; e uma proposição da forma “Se A então B” é F se A for V e B for F, caso contrário é V. Um raciocínio lógico considerado correto é formado por uma seqüência de proposições tais que a última proposição é verdadeira sempre que as proposições anteriores na seqüência forem verdadeiras.
Considerando as informações contidas no texto acima, julgue os itens subseqüentes.
(2) É correto o raciocínio lógico dado pela seqüência de proposições seguintes:

Se Antônio for bonito ou Maria for alta, então José será aprovado no concurso.

Maria é alta. Portanto José será aprovado no concurso.
(3) É correto o raciocínio lógico dado pela seqüência de proposições seguintes:

Se Célia tiver um bom currículo, então ela conseguirá um emprego. Ela conseguiu um emprego.

Portanto, Célia tem um bom currículo.
(4) Na lista de frases apresentadas a seguir, há exatamente três proposições.

“A frase dentro destas aspas é uma mentira.”

A expressão X + Y é positiva.

O valor de

Pelé marcou dez gols para a seleção brasileira.

O que é isto?



(5) (CESPE) As tabelas-verdade das proposições “Pedro não é analista judiciário, ou Paulo é engenheiro” e “Se Pedro é analista judiciário então Paulo é engenheiro” apresentam os mesmos valores lógicos.

(6) (CESPE) Considere que A e B sejam as seguintes proposições.

A: Júlia gosta de peixe.

B: Júlia não gosta de carne vermelha.

Nesse caso, a proposição “Júlia não gosta de peixe, mas gosta de carne vermelha” está corretamente simbolizada por .



(7) (CESPE) A negação da proposição “No estado democrático, não há soberano e ninguém exercerá o poder de forma ilimitada” é a proposição “No estado democrático, há um soberano e ninguém exercerá o poder de forma ilimitada”.

(8) (CESPE) A proposição “Se x + 1 é um número par, então x é um número ímpar” é equivalente à proposição “Se x é um número par, então x + 1 é um número ímpar”.

(9) (CESPE) A frase “O triplo de quatro é menor do que dez?” é uma proposição falsa.

(10) (Papiloscopista-CESPE) Considere a seguinte sequência de proposições:

P1 – Existem policiais que são médicos.

P2 – Nenhum policial é infalível.

P3 – Nenhum médico é infalível.

Nessas condições, é correto concluir que o argumento de premissas P1 e P2 e conclusão P3 é válido.

(11) (Cesgranrio-Termoceará-2009) Considere a proposição composta “Se o mês tem 31 dias, então não é setembro”. A proposição composta equivalente é

(A) “O mês tem 31 dias e não é setembro”.

(B) “O mês tem 30 dias e é setembro”.

(C) “Se é setembro, então o mês não tem 31 dias”.

(D) “Se o mês não tem 31 dias, então é setembro”.

(E) “Se o mês não tem 31 dias, então não é setembro”.


(12) (Gestor Fazendário-Esaf-2005) Considere a afirmação P:

P: “A ou B”

Onde A e B, por sua vez, são as seguintes afirmações:

A: “Carlos é dentista”

B: “Se Enio é economista, então Juca é arquiteto”.

Ora, sabe-se que a afirmação P é falsa. Logo:

a) Carlos não é dentista; Enio não é economista; Juca não é arquiteto.

b) Carlos não é dentista; Enio é economista; Juca não é arquiteto.

c) Carlos não é dentista; Enio é economista; Juca é arquiteto.

d) Carlos é dentista; Enio não é economista; Juca não é arquiteto.



e) Carlos é dentista; Enio é economista; Juca não é arquiteto.
(13) (CESPE) Considere que a proposição “O ministério da Saúde cuida das políticas públicas de saúde do Brasil e a educação física a cargo do Ministério da Educação” seja escrita simbolicamente na forma . Nesse caso, a negação da referida proposição é simbolizada corretamente na forma , ou seja, “O ministério da saúde não cuida das políticas públicas de saúde do Brasil nem a educação fica a cargo do Ministério da Educação”.

(14) (CESPE) Se A e B são proposições, completando a tabela abaixo, se necessário, conclui-se que a proposição é uma tautologia.


Raul, Sidnei, Célio, João e Adélio, agentes administrativos do MS, nascidos em diferentes unidades da Federação: São Paulo, Paraná, Bahia, Ceará e Acre, participaram, no último final de semana, de uma reunião em Brasília-DF, para discutir projetos do MS. Raul, Célio e o paulista não conhecem nada de contabilidade; o paranaense foi almoçar com Adélio; Raul, Célio e João fizeram duras críticas às opiniões do baiano; o cearense, Célio, João e Sidnei comeram um lauto churrasco no jantar, e o paranaense preferiu fazer apenas um lanche.
Com base na situação hipotética apresentada acima, julgue os itens a seguir. Se necessário, utilize a tabela à disposição no espaço para rascunho.


(15) (CESPE) A proposição “Se Célio nasceu no Acre, então Adélio não nasceu no Ceará”, que pode ser simbolizada na forma , em que A é a proposição “Célio nasceu no Acre” e B, “Adélio nasceu no Ceará”, é valorada como V
(16) (CESPE) Considere que P seja a proposição “Raul nasceu no Paraná”, Q seja a proposição “João nasceu em São Paulo” e R seja a proposição “Sidnei nasceu na Bahia”. Nesse caso, a proposição “Se Raul não nasceu no Paraná, então João não nasceu em São Paulo e Sidnei nasceu na Bahia” pode ser simbolizada comoe é valorada como V.

(17) (ESAF) Dizer que “Pedro não é pedreiro ou Paulo é paulista” é, do ponto de vista lógico, o mesmo que dizer que:
a) Se Pedro é pedreiro, então Paulo é paulista.
b) Se Paulo é paulista, então Pedro é pedreiro.
c) Se Pedro não é pedreiro, então Paulo é paulista.
d) Se Pedro é pedreiro, então Paulo não é paulista.
e) Se Pedro não é pedreiro, então Paulo não é paulista.
(18) (FCC-TRF) Se Lucia é pintora, então ela é feliz. Portanto:
a) Se Lucia não é feliz, então ela não é pintora.
b) Se Lucia é feliz, então ela é pintora.
c) Se Lucia é feliz, então ela não é pintora.
d) Se Lucia não é pintora, então ela é feliz.
e) Se Lucia é pintora, então ela não é feliz
(19) (Funiversa-2009-PCDF) Uma proposição logicamente equivalente à negação da proposição "se o cão mia, então o gato não late" é a proposição

a) o cão mia e o gato late.

b) o cão mia ou o gato late.

c) o cão não mia ou o gato late.

d) o cão não mia e o gato late.

e) o cão não mia ou o gato não late.


(20) (IADES-2010) “Se Lula é o cara, então Obama é o craque”. A proposição equivalente a esta é:

a) Se Obama é o craque, então Lula é o cara.

b) Se Lula não é o cara, então Obama não é o craque.

c) Lula é o cara ou Obama não é o craque.

d) Lula não é o cara ou Obama é o craque.
(21) (IADES-2010) Considere os argumentos a seguir.
Argumento I: Se nevar então vai congelar. Não está nevando. Logo, não vai congelar.
Argumento II:

Se nevar então vai congelar. Não está congelando. Logo, não vai nevar.


Assim, é correto concluir que:

a) ambos são falácias.

b) ambos são tautologias.

c) O Argumento I é uma falácia e o Argumento II é uma tautologia

d) O Argumento I é uma tautologia e o Argumento II é uma falácia.

(CESPE) Na tabela abaixo, estão relacionados três nomes de pessoas e três profissões. Considere que cada profissão seja exercida por somente uma das pessoas. Observe que há uma célula marcada com a letra V (verdadeiro), significando que Clara é professora, e outra marcada com a letra F (falso), indicando que Teresa não é engenheira.


De acordo com as condições estabelecidas acima, preencha as células em branco com V ou F e julgue os itens que se seguem.

(22) A proposição “Janice não é engenheira” é verdadeira.

(23) A proposição “Janice não é engenheira ou Teresa é enfermeira” é verdadeira.

(24) (ESAF) A negação da afirmação condicional “Se estiver chovendo, eu levo o guarda-chuva” é?

a) se não estiver chovendo, eu levo o guarda-chuva;

b) não está chovendo e eu levo o guarda-chuva;

c) não está chovendo e eu não levo o guarda-chuva;

d) se estiver chovendo, eu não levo o guarda-chuva;

e) está chovendo e eu não levo o guarda-chuva.




(CESPE-2013) Ao comentar a respeito da qualidade dos serviços prestados por uma empresa, um cliente fez as seguintes afirmações:

P1: Se for bom e rápido, não será barato.

P2: Se for bom e barato, não será rápido.

P3: Se for rápido e barato, não será bom.


Com base nessas informações, julgue os itens seguintes.

(25) Um argumento que tenha P1 e P2 como premissas e P3 como conclusão será um argumento válido.

(26) A proposição P1 é logicamente equivalente a “Se o serviço for barato, não será bom nem será rápido”.

(27) A proposição P2 é logicamente equivalente a “Ou o serviço é bom e barato, ou é rápido”.

(28) Se P3 for falsa, então o serviço prestado é bom, é rápido e

é barato.



(CESPE-2013) Márcia, ao interrogar os filhos, Ana, Bernardo, Carla, Deise e Eugênio, sobre qual deles havia quebrado um espelho, obteve as seguintes declarações:

— O culpado é Eugênio ou Deise, disse Bernardo;

— O culpado é uma menina, disse Eugênio;

— Se Bernardo é culpado, então Carla é inocente, disse Deise.



Com base nessa situação e admitindo que somente um seja culpado, julgue os itens seguintes.

(29) A afirmação de Deise é equivalente a “Se Carla é culpada, então Bernardo é inocente”.

(30) A afirmação de Deise é equivalente a “Bernardo ou Carla é inocente”.

(31) Se Deise disse a verdade, então Bernardo é o culpado.

(32) Admitindo-se que, nessa situação, caso tenha dito algo, o culpado tenha mentido e os inocentes tenham dito a verdade, é correto inferir que foi Bernardo quem quebrou o espelho.

(33) A negação da afirmação de Bernardo é corretamente expressa por “Nem Eugênio nem Deise são culpados”.

(34) A afirmação de Eugênio é equivalente a “Existe um menino que é inocente”

GABARITO

01

02

03

04

05

06

07

08

09

C

C

E

E

C

E

E

C

E

10

11

12

13

14

15

16

17

18

E

C

B

E

C

E

C

A

A

19

20

21

22

23

24

25

26

27

A

D

C

E

C

E

C

E

E

28

29

30

31

32

33

34







C

C

C

E

E

C

E











Twitter: @profmarciof Email:marcioflu@yahoo.com.br



Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande