Programa de anatomia humana básica curso de Odontologia


- Sistema Articular 3.1- Classificação



Baixar 190.13 Kb.
Página4/6
Encontro24.10.2017
Tamanho190.13 Kb.
1   2   3   4   5   6

3- Sistema Articular




3.1- Classificação




3.1.1- Articulações fibrosas





  1. Sutura – juntura fibrosa entre os ossos do crânio, Exemplos: suturas do crânio – nasal, sagital, lambdóide, coronal e escamosa




  1. Sindesmose – Juntura fibrosa entre ossos longos. Exemplos: articulações rádio-ulnar média, tíbio-fibular média e tíbio-fibular distal.




  1. Gonfose – Juntura fibrosa entre o alvéolo mandibular e a raiz do dente.



3.1.2- Articulações cartilaginosas





  1. Sincondrose – Juntura de cartilagem hialina. Exemplos: as articulações costocondrais, a primeira articulação esternocostal (esternocondral), a sincondrose xifo-esternal e manúbrio-esternal e a sincondrose esfeno-occipital.




  1. Sínfise – Juntura de fibro-cartilagem. Exemplos: articulações entre os corpos vertebrais (disco intervertebral) e a sínfise púbica.


3.1.3- Articulações sinoviais


Junturas especializadas nas quais que duas extremidades ósseas, recobertas por cartilagem articular hialina, se articulam num espaço (cavidade articular) que contém líquido sinovial e é delimitado por uma cápsula articular. O líquido sinovial é produzido pela sinóvia que cobre a face interna da articulação exceto nas áreas da cartilagem articular. Ligamentos, discos e meniscos são estruturas encontradas em algumas dessas articulações. Exemplos típicos: Articulação temporo-mandibular, articulação do joelho, articulação do ombro, articulação do quadril e articulações interfalangeanas.



3.2- Estudo topográfico das articulações




3.2.1- Articulações do Crânio




a) Articulação têmporo-mandibular

  • Entre o côndilo da mandíbula e a fossa mandibular do osso temporal

  • Classificação morfológica: sinovial condilar

  • Classificação funcional: biaxial

  • Movimentos e eixos:

  • Depressão / elevação (oclusão) – eixo: latero-lateral de ambas as ATMs

  • Protrusão (prostração) / retração – eixo: não há (deslizamento antero- posterior no plano transverso)

  • Movimento lateral – eixo: crânio-caudal de umas das ATM

  • Observar: Disco articular


b) Suturas do crânio

  • Coronal

  • Sagital

  • Escamosa

  • Lambdóide

  • Nasal

  • As demais têm o nome dos ossos que se articulam

  • Classificação morfológica: fibrosa – tipo: sutura

Observações:

a) Sinostose é a fusão dos ossos que se articulam por suturas;

b) Sutura metópica: “é a parte remanescente da sutura frontal que permanece em cerca de 8% da população. A sutura frontal une as duas metades do osso frontal do crânio e desaparece por volta dos seis anos de idade”.
c) Articulação entre a raiz do dente e os processos alveolares da mandíbula e das maxilas.


  • Classificação morfológica: fibrosa gonfose.

d) Articulação esfenoccipital.



  • Entre o os ossos esfenóide e occipital.

  • Classificação morfológica: cartilaginosa tipo sincondrose.



3.2.2 Articulações da Coluna Vertebral



a) Articulação da coluna vertebral com o crânio (articulação atlanto-occipital)

  • Entre os côndilos do osso occipital e as facetas articulares superiores do atlas

  • Classificação morfológica: sinovial elipsóide ou condilar

  • Classificação funcional: biaxial

  • Movimentos realizados:

  • Flexão e extensão – eixo latero-lateral

  • Inclinação lateral – eixo ântero-posterior


b) Articulação do atlas com o áxis
b.1) Articulação atlanto-axial mediana:

  • Entre o dente do áxis e a fóvea articular do arco anterior do atlas

  • Classificação morfológica: sinovial trocóide

  • Classificação funcional: monoaxial

  • Movimento e eixo:

  • Rotação – eixo: longitudinal


b.2) Articulações atlanto-axiais laterais

  • Entre os processos articulares do áxis e do atlas

  • Classificação morfológica: sinovial plana

  • Classificação funcional: não axial

  • Movimento e eixo:

  • Deslizamento simples – eixo: não há


c) Entre os corpos vertebrais (disco intervertebral)

  • Classificação morfológica: cartilaginosa tipo sínfise

  • O movimento realizado entre duas vértebras é de pequena amplitude, mas o movimento conjunto nas junturas da coluna é considerável. A compressibilidade dos discos vertebrais permite esses movimentos e doenças que afetam sua integridade limitam o movimento da coluna.


d) Articulações dos arcos vertebrais

  • Entre os processos articulares superiores e inferiores adjacentes

  • Classificação morfológica: sinovial plana

  • Classificação funcional: não axial

  • Movimento e eixo:

  • Deslizamento simples – eixo: não há

  • Observação - Movimentos conjuntos da coluna vertebral:

  • Flexao e extensão – eixo: latero-lateral

  • Inclinação lateral – eixo: ântero-posterior

  • Rotação- eixo: crânio-caudal


e) Articulação Sacrococcígea:

  • Entre a última vertebral sacral e a primeira coccígea

  • Classificação morfológica: cartilaginosa tipo sínfise

3.2.3- Articulações das Costelas



a ) Articulações das costelas com as vértebras
a.1) Articulações das costelas com o corpo das vértebras:

  • Entre cabeça das costelas e o corpo das vértebras torácicas

  • Classificação morfológica: sinovial plana

  • Classificação funcional: não axial

  • Movimento e eixo:

  • Deslizamento simples – eixo: não há


a.2) Articulações das costelas com os processos transversos das vértebras torácicas:

  • Entre o tubérculo costal e a faceta articular do processo transverso das vértebras torácicas

  • Classificação morfológica: sinovial plana

  • Classificação funcional: não axial

  • Movimento e eixo:

  • Deslizamento simples – eixo: não há


b) Articulações costocondrais

  • Entre as costelas e as cartilagens costais (cartilagem hialina)

  • Classificação morfológica: sincondrose


c) Articulações esternocondrais (ou esternocostais)

  • 1ª costela:

  • Classificação morfológica: sincondrose

  • Demais costelas:

  • Classificação morfológica: sinoviais planas

  • Classificação funcional: não axial

  • Movimento e eixo:

  • Deslizamento simples – eixo: não há



3.2.4- Articulações do Esterno



a) Articulação manúbrio-esternal

  • Classificação morfológica: cartilaginosa tipo sincondrose


b) Articulação xifoesternal

  • Classificação morfológica: cartilaginosa tipo sincondrose

  • Observação: Durante a inspiração, ocorre aumento da caixa torácica nos eixos anteroposterior e transversal.



3.2.5- Articulações da Cintura Escapular



a) Articulação esternoclavicular

  • Esta juntura é formada na extremidade medial da clavícula, pelo esterno e pela primeira cartilagem costal

  • Classificação morfológica: esferóide

  • Classificação funcional: triaxial

  • Movimentos e eixos:

  • Abdução e adução – eixo: ântero-posterior

  • Flexão e extensão – eixo: latero-lateral

  • Rotação – eixo: longitudinal

  • Circundução (combinação de movimentos)

  • Observação: os movimentos da clavícula permitem os seguintes movimentos da escápula:

  • Elevação e depressão – ao longo do eixo crânio-caudal

  • Protração e retração - ao longo do eixo ântero-posterior

  • Rotação – ao redor do eixo ântero-posterior


b) Articulação acromioclavicular

  • Entre a faceta na borda medial do acrômio e a faceta na extremidade lateral da clavícula

  • Classificação morfológica: sinovial plana

  • Classificação funcional: não axial

  • Movimento e eixo:

  • Deslizamento simples – eixo: não há

  • Disco articular

3.2.6- Articulações do Esqueleto Apendicular Superior



a) Articulação do ombro (escápulo-umeral ou gleno-umeral)

  • Entre a cavidade glenóide da escápula e a cabeça do úmero

  • Classificação morfológica: sinovial esferóide

  • Classificação funcional: triaxial

  • Movimento e eixo:

  • Abdução e adução – eixo: ântero-posterior

  • Flexão e extensão – eixo: latero-lateral

  • Rotação – eixo: longitudinal

  • Circundução (combinação de movimentos)


b) Articulação do cotovelo

  • Entre o úmero e os ossos do antebraço (o capítulo do úmero se articula com a cabeça do rádio e a tróclea do úmero se articula com incisura troclear da ulna)

  • Classificação morfológica: sinovial composta (3 ossos) tipo gínglimo

  • Classificação funcional: monoaxial

  • Movimentos e eixo:

  • Flexão e extensão – eixo: latero-lateral


c) Articulação radioulnar proximal

  • Entre cabeça do rádio e incisura radial da ulna

  • Classificação morfológica: sinovial trocóide

  • Classificação funcional: monoaxial

  • Movimentos e eixo:

  • Supinação e pronação – eixo: longitudinal


d) Articulação radioulnar média


e) Articulação radioulnar distal

  • Entre cabeça do rádio e incisura radial da ulna

  • Classificação morfológica: sinovial trocóide

  • Classificação funcional: monoaxial

  • Movimentos e eixo:

  • Supinação e pronação – eixo: longitudinal


f) Articulação radiocárpica ou do punho

  • Entre rádio, o disco articular e fileira proximal do carpo (exceto pisiforme)

  • Classificação morfológica: sinovial condilar ou elipsóide

  • Classificação funcional: biaxial

  • Movimentos e eixo:

  • Flexão e extensão – eixo: latero-lateral

  • Abdução e adução- eixo: ântero-posterior


g) Articulação intercarpal:

  • Entre os ossos do carpo.

  • Classificação morfológica: sinovial plana

  • Classificação funcional: não axial

  • Movimento e eixo:

  • Deslizamento simples – eixo: não há


h) Articulações carpometacarpais

  • Entre a fileira distal do carpo e a base dos metacarpos

1º dedo

  • Classificação morfológica: sinovial selar

  • Classificação funcional: biaxial

  • Movimentos e eixo:

  • Adução e abdução– eixo: latero-lateral

  • Oposição e reposição- eixo: ântero-posterior

2º ao 5º dedo

  • Classificação morfológica: sinovial plana

  • Classificação funcional: não axial

  • Movimento e eixo:

  • Deslizamento simples – eixo: não há


i) Articulações metacarpofalângicas

  • Entre a cabeça dos metacarpos e a base das falanges proximais

  • Classificação morfológica: sinovial condilar ou elipsóide

  • Classificação funcional: biaxial

  • Movimentos e eixo:

  • Flexão e extensão – eixo: latero-lateral

  • Abdução e adução- eixo: ântero-posterior


j) Articulações interfalângicas

  • As proximais são entre a cabeça da falange proximal e a base das mediais. As distais são entre a cabeça das falanges médias e a base das falanges distais

  • Classificação morfológica: sinovial tipo gínglimo

  • Classificação funcional: monoaxial

  • Movimentos e eixo:

  • Flexão e extensão – eixo: latero-lateral

3.2.7- Articulações da Cintura Pélvica



a) Articulações sacroilíaca

  • Entre o sacro e a asa do ílio

  • Classificação morfológica: sinovial plana

  • Classificação funcional: não axial

  • Movimento e eixo:

  • Deslizamento simples – eixo: não há


b) Sínfise púbica

  • Entre as porções púbicas do osso do quadril

  • Classificação morfológica: cartilaginosa- sínfise.



3.2.8- Articulações do Esqueleto Apendicular Inferior



a) Articulação do quadril

  • Entre o acetábulo do osso do quadril e a cabeça do fêmur

  • Classificação morfológica: sinovial esferóide

  • Classificação funcional: triaxial

  • Movimento e eixo:

  • Abdução e adução – eixo: ântero-posterior

  • Flexão e extensão – eixo : latero-lateral

  • Rotação – eixo: longitudinal

  • Circundução (combinação de movimentos)


b) Articulação do joelho

  • As superfícies articulares são os côndilos do fêmur, os côndilos da tíbia e a superfície articular da patela

  • Classificação morfológica: sinovial condilar ou elipsóide (alguns autores consideram gínglimo)

  • Classificação funcional: biaxial

  • Movimentos e eixos:

  • Flexão e extensão – eixo: latero-lateral de ambos os côndilos

  • Rotação – eixo: longitudinal de um dos côndilos com deslizamento ocorrendo no outro côndilo (deslizamento antero- posterior no plano transverso). A rotação lateral da tíbia ocorre passivamente no final da extensão do joelho ou pode ocorrer ativamente por ações musculares quando o joelho está fletido

  • Observar: meniscos medial e lateral, ligamentos cruzados anterior e posterior, ligamentos colaterais medial e lateral.


c) Articulação tíbio-fibular proximal

  • Entre a faceta da cabeça da fíbula e a face posterior do côndilo da tíbia

  • Classificação morfológica: sinovial plana

  • Classificação funcional: não axial

  • Movimento e eixo:

  • Deslizamento simples – eixo: não há


d) Articulação tíbio-fibular média

  • Classificação morfológica: fibrosa tipo sindesmose

  • Observe: membrana interóssea da perna


e) Articulação tíbio-fibular distal

  • Entre a incisura fibular da tíbia e a margem superior da face medial do maléolo lateral (fíbula)

  • Classificação morfológica: fibrosa tipo sindesmose


f) Articulação do tornozelo ou talo-crural (tibiotalar + talofibular)

  • Entre a tíbia e a fíbula, proximalmente, e a tróclea do tálus, distalmente (a superfície articular inferior da tíbia com a face superior do tálus e a face articular do maléolo da fíbula se articula com a face lateral do tálus. A face articular do maléolo da tíbia se articula com a face medial do tálus).

  • Classificação morfológica: sinovial composta (3 ossos) tipo gínglimo

  • Classificação funcional: monoaxial

  • Movimentos e eixo:

  • Flexão plantar / flexão dorsal – eixo: latero-lateral


g) Articulações subtalares

  • Entre a face interior do tálus e a face superior do calcâneo

  • Classificação morfológica: sinovial plana

  • Classificação funcional: não axial

  • Movimento e eixo:

  • Deslizamento simples – eixo: não há

  • Observação: o conjunto dos movimentos das articulações subtalares e tranversa do pé:

  • Inversão e eversão do pé – eixo: oblíquo


h) Articulações articulação transversa do pé (talonavicular + calcâneocuboidea)

  • Entre o tálus e o navicular e o calcâneo e o cubóide

  • Classificação morfológica: sinovial plana

  • Classificação funcional: não axial

  • Movimento e eixo:

  • Deslizamento simples – eixo: não há

  • Observação: o conjunto dos movimentos das articulações subtalares e tranversa do pé:

  • Inversão e eversão do pé – eixo: oblíquo


i) Articulação tarsometatarsíca:

  • Entre cuboide e cuneiformes com bases dos metatarsos.

  • Classificação morfológica: sinovial plana

  • Classificação funcional: não axial

  • Movimento e eixo:

  • Deslizamento simples – eixo: não há



j) Articulações metatarsofalângicas

  • Entre a cabeça dos metatarsos e a base das falanges proximais

  • Classificação morfológica: sinovial condilar ou elipsóide

  • Classificação funcional: biaxial

  • Movimentos e eixo:

  • Flexão e extensão – eixo: latero-lateral

  • Abdução e adução- eixo: ântero-posterior


l) Articulações interfalângicas

  • As proximais são entre a cabeça da falange proximal e a base das mediais

  • As distais são entre a cabeça das falanges médias e a base das falanges distais

  • Classificação morfológica: sinovial tipo gínglimo

  • Classificação funcional: monoaxial

  • Movimentos e eixo:

  • Flexão e extensão – eixo: latero-lateral






Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande