Praia grande



Baixar 219.03 Kb.
Página1/2
Encontro24.10.2017
Tamanho219.03 Kb.
  1   2



PREFEITURA DA ESTÂNCIA BALNEÁRIA DE

PRAIA GRANDE





EDITAL DE ABERTURA DE CONCURSO PÚBLICO - Nº 04/2010
A Prefeitura da Estância Balneária de Praia Grande, através da Secretaria de Administração e nos termos da legislação vigente, torna pública a abertura de inscrições ao Concurso Público para os cargos constantes da Tabela do item 1.1.

A aplicação das provas está prevista para o dia 16 de janeiro de 2011.

Os locais e horários serão divulgados em Edital de Convocação no dia 08 de janeiro de 2011.

Os Editais de Convocação serão divulgados no Quadro de Avisos da Sede da Prefeitura, e/ou no jornal “A Tribuna” e/ou “Gazeta do Litoral” e nos sites www.praiagrande.sp.gov.br e www.ibamsp-concursos.org.br.

A realização do Concurso Público foi autorizada pelo Senhor Prefeito Municipal, conforme despacho exarado em processo próprio.

Os candidatos nomeados estarão sujeitos ao que dispõe a Lei Complementar nº 015, de 28 de maio de 1992 (Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Praia Grande), além de regras próprias da legislação federal, estadual e municipal pertinente, e às presentes instruções especiais.




INSTRUÇÕES ESPECIAIS





  1. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES:

    1. São especificações dos cargos:

CÓD. CARGO

CARGO

ESCOLARIDADE/REQUISITOS / JORNADA DE TRABALHO

VAGAS

VENCIMENTOS (R$)

TAXA DE INSCRIÇÃO (R$)

41

ATENDENTE DE EDUCAÇÃO II

Ensino Médio com Magistério com Especialização em Pré-Escola / Normal Superior com Certificação anterior a 1997 (Habilitação em Educação Infantil) / Normal Superior com Certificação a partir de 1997 / Pedagogia com Educação Infantil / 30 horas semanais.

20

589,93 + Gratificação 294,96

30,00

142

AUXILIAR DE ENFERMAGEM

Ensino Médio completo/Curso Específico e COREN / Jornada de trabalho: 40 horas semanais.

15

1.088,61 + Insalubridade

117,99


40,00

175

DENTISTA

Curso Superior e CRO / Jornada de trabalho: 40 horas semanais.

Cadastro Reserva

2.292,48 + Gratificação 2.311,51 + Insalubridade

181,20


60,00

177

ENFERMEIRO

Curso Superior e Registro no Conselho de Classe/ Jornada de trabalho: 40 horas semanais.

2

1.783,04 + Insalubridade

117,99


60,00

124

INSPETOR DE ALUNOS

Ensino Fundamental completo / Jornada de Trabalho: 40 horas semanais

2

818,71

37,00

181-70

MÉDICO - CARDIOLOGISTA

Curso Superior e CRM, Certificado de Conclusão de Residência ou comprovação de especialidade médica na área / Jornada de trabalho: 20 horas semanais.

2

2.292,48 + Insalubridade

181,20


60,00

181-71

MÉDICO - CLÍNICO DE AMBULATÓRIO

Curso Superior e CRM, Certificado de Conclusão de Residência ou comprovação de que está cursando residência ou comprovação de especialidade médica na área / Jornada de trabalho: 20 horas semanais.

1

2.292,48 + Insalubridade

181,20


60,00

181-72

MÉDICO - CLÍNICO DE PRONTO SOCORRO

Curso Superior e CRM, Certificado de Conclusão de Residência ou comprovação de que está cursando residência ou comprovação de especialidade médica na área, de no mínimo 3 anos / Jornada de trabalho: 24 horas semanais, em regime de plantão.

10

2.744,92 + Insalubridade

181,20


60,00

181-74

MÉDICO - ENDOCRINOLOGISTA

Curso Superior e CRM, Certificado de Conclusão de Residência ou comprovação de especialidade médica na área / Jornada de trabalho: 20 horas semanais.

1

2.292,48 + Insalubridade

181,20


60,00

181-81

MÉDICO - GASTROENTEROLOGISTA

Curso Superior e CRM, Certificado de Conclusão de Residência ou comprovação de especialidade médica na área/ Jornada de trabalho: 20 horas semanais.

1

2.292,48 + Insalubridade

181,20


60,00

181-75

MÉDICO - GENERALISTA

Curso Superior e CRM / Jornada de trabalho de 40 horas semanais (8 horas diárias).

5

4.445,20 + Gratificação 2.770,69 + Insalubridade

181,20


60,00

181-82

MÉDICO - GINECOLOGISTA OBSTETRA PARA AMBULATÓRIO

Curso Superior e CRM, Certificado de Conclusão de Residência ou comprovação de especialidade médica na área / Jornada de trabalho: 20 horas semanais.

2

2.292,48 + Insalubridade

181,20


60,00

181-88

MÉDICO - NEFROLOGISTA

Curso Superior e CRM, Certificado de Conclusão de Residência ou comprovação de especialidade médica na área / Jornada de trabalho: 20 horas semanais.

1

2.292,48 + Insalubridade

181,20


60,00

181-83

MÉDICO - NEUROCIRURGIÃO

Curso Superior e CRM, Certificado de Conclusão de Residência ou comprovação de especialidade médica na área / Jornada de trabalho: 20 horas semanais.

1

2.292,48 + Insalubridade

181,20


60,00

181-84

MÉDICO - OFTALMOLOGISTA

Curso Superior e CRM, Certificado de Conclusão de Residência ou comprovação de especialidade médica na área / Jornada de trabalho: 20 horas semanais.

1

2.292,48 + Insalubridade

181,20


60,00

181-77

MÉDICO - PEDIATRA DE PRONTO SOCORRO

Curso Superior e CRM, Certificado de Conclusão de Residência ou comprovação de que está cursando residência ou comprovação de especialidade médica na área, de no mínimo 3 anos / Jornada de trabalho: 24 horas semanais, em regime de plantão.

7

2.744,92 + Insalubridade

181,20


60,00

181-85

MÉDICO - PEDIATRA DE AMBULATÓRIO

Curso Superior e CRM, Certificado de Conclusão de Residência ou comprovação de especialidade médica na área / Jornada de trabalho: 20 horas semanais.

1

2.292,48 + Insalubridade

181,20


60,00

181-86

MÉDICO - PROCTOLOGISTA

Curso Superior e CRM, Certificado de Conclusão de Residência ou comprovação de especialidade médica na área / Jornada de trabalho: 20 horas semanais.

1

2.292,48 + Insalubridade

181,20


60,00

181-87

MÉDICO - PSIQUIATRA

Curso Superior e CRM, Certificado de Conclusão de Residência ou comprovação de especialidade médica na área / Jornada de trabalho: 20 horas semanais.

2

2.292,48 + Insalubridade

181,20


60,00

184

PSICÓLOGO

Curso Superior e registro no CRP/ Jornada de trabalho: 33 horas semanais.

1

1.488,73

60,00

125

RECEPCIONISTA

Ensino Fundamental Completo / Jornada de trabalho: 40 horas semanais.

10

800,00

37,00

750

TÉCNICO DE ENFERMAGEM

Curso técnico (nível médio) na área e registro no COREN / Jornada de trabalho: 40 horas semanais.

3

1.385,24

40,00

185

TERAPEUTA OCUPACIONAL

Curso Superior e CREFITO/ Jornada de trabalho: 33 horas semanais.

1

1.488,73

60,00



    1. Os candidatos habilitados serão nomeados segundo necessidade de pessoal, disponibilidade orçamentária da Prefeitura e limites legais para tais despesas, obedecendo a ordem de classificação final.

    2. Os aprovados formarão listagem para serem aproveitados, dentro do prazo de validade do Concurso Público, à medida que forem vagando ou sendo criadas novas vagas.

    3. É de inteira responsabilidade dos candidatos verificar o andamento do concurso em todas as suas fases através dos meios de comunicação descritos no presente Edital.

    4. O período de validade estabelecido para este Concurso não gera, para a Prefeitura da Estância de Praia Grande, a obrigatoriedade de aproveitar todos os candidatos aprovados. A aprovação gera, para o candidato, apenas o direito à preferência na nomeação, dependendo da sua classificação no Concurso.

    5. O Concurso Público terá as provas em caráter classificatório e eliminatório de acordo com o item 5 deste Edital.

    6. O Concurso Público será realizado na cidade de Praia Grande/SP.



  1. DAS INSCRIÇÕES:

    1. A inscrição implica no conhecimento e aceitação expressa de todo o disposto neste Edital sobre o qual o candidato não poderá alegar desconhecimento.

      1. As inscrições serão recebidas exclusivamente pela internet no período de 01 a 16/12/2010.

    2. São condições para inscrição/nomeação:

      1. Ter nacionalidade brasileira, ou gozar das prerrogativas do Decreto Federal nº 70.436 de 18/04/72;

      2. Ter na data da posse 18 (dezoito) anos completos, no mínimo;

      3. Não ser aposentado por invalidez e nem estar com idade de aposentadoria compulsória nos termos do Artigo 40 inciso II da Constituição Federal;

      4. Estar quite com o Serviço Militar, se for o caso;

      5. Estar em gozo dos seus direitos civis e políticos;

      6. Estar quite com a Justiça Eleitoral;

      7. Preencher as exigências do cargo segundo o que determina a Lei e a Tabela do item 1.1 do presente Edital.

    3. A apresentação dos documentos comprobatórios das condições exigidas no item anterior será feita por ocasião da nomeação.

    4. A não apresentação da referida documentação é fator de cancelamento de todos os efeitos da inscrição.

      1. O candidato com deficiência deverá, no ato da inscrição, proceder na forma estabelecida no Capítulo 3 deste Edital;

    5. Para inscrever-se, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico www.ibamsp-concursos.org.br durante o período das inscrições, através dos links correlatos ao concurso público e efetuar sua inscrição, conforme os procedimentos estabelecidos abaixo:

      1. Ler e aceitar o requerimento de inscrição, preencher o formulário de inscrição, transmitir os dados via internet e imprimir o boleto bancário;

      2. O boleto bancário estará disponível no endereço eletrônico www.ibamsp-concursos.org.br deverá ser impresso para o pagamento do valor da inscrição, após a conclusão do preenchimento da ficha de solicitação de inscrição on-line;

      3. O pagamento do boleto bancário deverá ser realizado em rede bancária até o dia 17 de dezembro de 2010.

      4. A partir de dois dias úteis após o pagamento do boleto o candidato poderá conferir no endereço eletrônico do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (IBAM) se os dados da inscrição efetuada pela internet foram recebidos e o valor da inscrição foi pago.

      5. Para efetuar consultas o candidato deverá acessar o site www.ibamsp-concursos.org.br e no link “área do candidato” digitar seu RG e data de nascimento. Para tanto é necessário que o candidato cadastre esses dados corretamente.

      6. As inscrições somente serão confirmadas após a comprovação do pagamento do valor da inscrição;

      7. As solicitações de inscrição cujos pagamentos forem efetuados após a data estabelecida no item 2.5.3 não serão aceitas e não haverá devolução do valor pago;

      8. Não serão aceitos pagamentos de inscrição por meio de transferência bancária, depósito eletrônico bancário ou feitos em lojas, casas lotéricas e supermercados.

      9. A Comissão Especial de Concurso Público não se responsabiliza por solicitação de inscrição não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, bem como outros fatores que impossibilitem a transferência de dados.

      10. O candidato que preencher incorretamente sua inscrição ou que fizer qualquer declaração falsa, inexata ou, ainda, que não possa satisfazer todas as condições estabelecidas no Edital, terá sua inscrição cancelada, tendo, em conseqüência, anulados os atos decorrentes dela, mesmo que aprovado nas provas e exames ou ainda que o fato seja constatado posteriormente.

      11. Após efetivada a inscrição não serão aceitos pedidos de alteração dos dados informados pelo candidato na ficha de inscrição.

      12. A Comissão Especial de Concurso Público divulgará, juntamente com o Edital de Convocação para as provas, os números das inscrições indeferidas.

    6. Verificando-se, a qualquer tempo, o recebimento de inscrição que não atenda a todos os requisitos exigidos, será ela cancelada.

    7. O candidato responde administrativa, civil e criminalmente, pelas informações prestadas na Ficha de Inscrição.

    8. O candidato que necessitar de prova especial, ou condição especial para realizar a prova, deverá entregar requerimento com sua solicitação junto ao Setor de Concursos Públicos da Prefeitura de Praia Grande (1º andar do Paço Municipal), até o dia 17 de dezembro de 2010.

    9. Poderá haver coincidência de horário de aplicação das provas.


3. DO CANDIDATO COM DEFICIÊNCIA:

    1. Às pessoas com deficiência, que pretendam fazer uso das prerrogativas que lhes são facultadas no inciso VIII do artigo 37 da Constituição Federal, é assegurado o direito de inscrição no presente Concurso Público desde que a deficiência de que são portadoras seja compatível com as atribuições do cargo em provimento.

    2. Nos termos da Lei Complementar nº 15 de 28/05/1992, será assegurado o direito de inscrição na presente seleção às pessoas com deficiência, ficando-lhes reservado 05% (cinco por cento) das vagas a serem preenchidas.

    3. Consideram-se pessoas com deficiência aquelas que se enquadrarem nas categorias discriminadas no artigo 4º do Decreto Federal 3.298/99.

    4. As pessoas com deficiência participarão do Concurso em igualdade de condições com os demais candidatos, no que se refere ao conteúdo das provas, à avaliação e aos critérios de aprovação, ao horário e ao local de aplicação das provas e à nota mínima exigida para todos os demais candidatos.

    5. Para efeito de comprovação da deficiência, em conformidade com a legislação vigente, Lei 7853/89 e Decreto 3298/99, o candidato deverá comparecer na Divisão de Medicina do Trabalho da Prefeitura da Estância Balneária de Praia Grande (andar térreo do Paço Municipal), situada à Avenida Presidente Kennedy, nº 9000, Vila Mirim - Praia Grande, até dia 17/12/2010, das 8:00 as 12:00 horas, munido de Laudo Médico original e expedido no prazo máximo de 60 (sessenta) dias antes do término das inscrições, atestando a espécie e o grau ou nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doença - CID, bem como a provável causa da deficiência, inclusive para assegurar previsão de adaptação da prova, informando também o seu nome, documento de identidade (R.G) e opção do cargo;

    6. O candidato com deficiência que necessitar de prova especial, ou condição especial para realizar a prova, deverá entregar requerimento com sua solicitação junto ao Setor de Concursos Públicos da Prefeitura de Praia Grande (1º andar do Paço Municipal), até o dia 17/12/2010.

    7. Os candidatos que não atenderem os dispositivos mencionados no item 3.5 e 3.6, dentro do prazo estabelecido, serão considerados como não deficientes e não terão a prova especial preparada, seja qual for o motivo alegado, estando impossibilitados de realizar a prova.

    8. O candidato com deficiência que, no ato da inscrição, não declarar essa condição, não poderá impetrar recurso em favor de sua situação.

    9. Não será nomeado o candidato cuja deficiência for considerada incompatível com as atribuições a serem desempenhadas no exercício do cargo.

    10. Após a investidura do candidato, a deficiência não poderá ser argüida para justificar a concessão de aposentadoria ou readaptação funcional.



4. DAS PROVAS OBJETIVAS:

    1. A avaliação será realizada com base em instrumentos que mensuram as habilidades e conhecimentos exigidos pelo cargo conforme Anexo II deste Edital.

A data prevista para aplicação das provas é dia 16 de janeiro de 2011.

    1. Os locais e horários serão divulgados em Edital de Convocação no dia 08 de janeiro de 2011.

    2. A convocação para a prova escrita será afixada no quadro de avisos da Prefeitura, disponibilizada na Internet e/ou publicada no jornal ”Tribuna” e/ou “Gazeta” contendo informações quanto à data, ao horário e local de realização das provas.

    3. O programa relativo às provas é o estabelecido no Anexo II do presente Edital.

    4. Os candidatos deverão comparecer ao local da prova, pelo menos 30 (trinta) minutos antes da hora marcada, munidos do protocolo de inscrição, documento oficial de identidade com foto e no original, caneta esferográfica azul ou preta, lápis preto e borracha.

      1. São considerados documentos de identidade os originais de: Carteiras e/ou Cédulas de Identidade expedidas pelas Secretarias de Segurança, pelas Forças Armadas, pelo Ministério das Relações Exteriores e pela Polícia Militar; Cédula de Identidade para Estrangeiros; Cédulas de Identidade fornecidas por Órgãos ou Conselhos de Classe que, por Lei Federal, valem como documento de identidade como, por exemplo, as Carteiras do CREA, OAB, CRC, CRM etc.; Carteira de Trabalho e Previdência Social, bem como Carteira Nacional de Habilitação (com fotografia na forma da Lei nº 9.503/97).

    5. Não será admitido na sala de prova o candidato que se apresentar após o horário estabelecido para o fechamento dos portões, conforme Edital de Convocação, ou que não estiver de posse dos documentos hábeis previstos no item anterior.

    6. Durante a prova não será permitida comunicação entre os candidatos ou pessoa estranha ao Concurso Público, bem como consulta de nenhuma espécie a livros, revistas ou folhetos, nem uso de máquina calculadora, celulares e pagers.

    7. Os candidatos deverão manter à frente da sala suas bolsas e demais pertences indo para a carteira portando apenas documento, protocolo de inscrição, caneta, lápis e borracha.

      1. Os candidatos deverão manter seus celulares e pagers desligados, enquanto permanecerem no recinto onde estarão sendo realizadas as provas.

      2. O IBAM e a Comissão Especial de Concurso Público não se responsabilizam por perda ou extravio de documentos, pertences ou objetos, ocorridos no local de realização das provas, nem por danos neles causados.

    8. Será vedado ao candidato se ausentar do recinto da prova desacompanhado do fiscal.

    9. As instruções dadas pelos fiscais assim como as contidas na prova, deverão ser respeitadas pelos candidatos.

    10. A folha de respostas será identificada, em campo específico, pelo próprio candidato com o número de inscrição, pela sua assinatura e sua impressão digital.

    11. As respostas deverão ser assinaladas pelos candidatos com caneta esferográfica azul ou preta.

    12. Não serão computadas questões não assinaladas, questões que contenham mais de uma resposta (ainda que uma delas esteja correta), emendas ou rasuras, ainda que legível.

    13. Nas provas objetivas, o candidato deverá assinalar as respostas na folha de respostas personalizadas, único documento válido para a correção das provas. O preenchimento da folha de respostas será de inteira responsabilidade do candidato que deverá proceder em conformidade com as instruções específicas contidas na capa do caderno de questões e na folha de respostas.

      1. O candidato deverá ler atentamente as instruções contidas na Capa do Caderno de Questões e na Folha de Respostas.

        1. As instruções contidas no Caderno de Questões e na Folha de Respostas deverão ser rigorosamente seguidas, sendo o candidato único responsável por eventuais erros cometidos.

        2. O candidato deverá informar ao fiscal de sua sala qualquer irregularidade nos materiais recebidos no momento da aplicação das provas não sendo aceitas reclamações posteriores.

    14. Não haverá, em hipótese alguma, substituição das folhas de respostas.

    15. O candidato, ao terminar a prova, entregará ao fiscal a folha de respostas devidamente assinada e identificada com sua impressão digital.

    16. O tempo mínimo de permanência na sala, inclusive para levar seu caderno de questões é de uma hora.

    17. Por razões de segurança, os cadernos de questões somente serão entregues aos candidatos no local de aplicação das provas, na forma descrita no item anterior.

    18. Será eliminado do Concurso Público o candidato que utilizar qualquer meio ilícito ou que desobedecer, de alguma forma, qualquer regra estabelecida neste Edital.

    19. Não haverá, em hipótese alguma, segunda chamada, vista, revisão de provas, seja qual for o motivo alegado.

    20. A aplicação das provas nas datas previstas dependerá da disponibilidade de locais adequados à realização das mesmas.

    21. As provas não serão aplicadas em outra data, local e/ou horário, senão aqueles previstos no Edital de Convocação.

    22. Será excluído do Concurso Público o candidato que:

  1. apresentar-se após o horário estabelecido para fechamento dos portões, inadmitindo-se qualquer tolerância;

  2. não comparecer às provas seja qual for o motivo alegado;

  3. não apresentar o documento que bem o identifique;

  4. ausentar-se da sala de provas sem o acompanhamento do fiscal;

  5. ausentar-se do local de provas antes de decorrida uma hora do início das provas;

  6. ausentar-se da sala de provas levando folha de respostas ou outros materiais não permitidos, sem autorização;

  7. estiver portando armas, mesmo que possua o respectivo porte;

  8. lançar mão de meios ilícitos para a execução das provas;

  9. não acatar as orientações oferecidas pelo fiscal ou aquelas contidas na folha de respostas e na capa da prova;

  10. for surpreendido em comunicação com outras pessoas ou utilizando-se de livros, notas ou impressos não permitidos ou máquina calculadora ou similar;

  11. estiver portando ou fazendo uso de qualquer tipo de equipamento eletrônico ou de comunicação (bip, telefone celular, relógios digitais, walkman, agenda eletrônica, notebook, palmtop, receptor, gravador ou outros equipamentos similares), bem como protetores auriculares;

  12. perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos, incorrendo em comportamento indevido.



  1. DA CLASSIFICAÇÃO:

    1. A prova escrita será eliminatória e classificatória, terá a seguinte composição:

- 30 questões para os cargos de Dentista, Enfermeiro, Médicos, Psicólogo e Terapeuta Ocupacional e

- 40 questões para os demais cargos.



    1. Serão considerados habilitados somente os candidatos que obtiverem 50% (cinqüenta por cento) de acertos na prova.

    2. Os pontos relativos às questões eventualmente anuladas serão atribuídos a todos os candidatos presentes à prova.

      1. Na possibilidade de haver mais de uma alternativa correta por questão, serão consideradas corretas as marcações feitas pelos candidatos em qualquer uma das alternativas consideradas corretas.

      2. A Lista de Classificação Final será em ordem decrescente de acordo com a nota final.

      3. Haverá 01 (uma) lista de classificação final para todos os candidatos aprovados, destacando-se, na mesma, os portadores de deficiência e uma lista contendo a classificação desses últimos.

    3. Em caso de igualdade de classificação, na Lista de Classificação Final serão utilizados os seguintes critérios de desempate:

      1. maior número de acertos na parte de conhecimentos específicos da prova, quando for o caso;

      2. candidato que tiver maior idade;

      3. sorteio.

    4. Atendendo o que dispõe a Lei 10741/03, Estatuto do Idoso, quando a igualdade de pontos na classificação envolver, pelo menos, 01 (um) candidato com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, o desempate far-se-á considerando como primeiro critério o mais idoso, após o qual será aplicado o critério estabelecido pelo item 5.4.1.

    5. A Comissão Especial de Concurso Público responsável pela realização do Concurso Público, conforme o disposto no artigo 106, caput da Lei Orgânica Municipal, dará publicidade ao Edital, às convocações, e Classificação Final no Quadro de Avisos da Sede da Prefeitura, e/ou no jornal “A Tribuna” e/ou “Gazeta do Litoral” e no site da prefeitura - www.praiagrande.sp.gov.br e do IBAM www.ibamsp-concursos.org.br.

    6. Não será fornecido ao candidato qualquer documento comprobatório de classificação no Concurso Público, valendo para esse fim, a Classificação divulgada no jornal local e/ou na internet.





Compartilhe com seus amigos:
  1   2


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande