Paulo ganem souto



Baixar 3.67 Mb.
Página15/58
Encontro21.10.2017
Tamanho3.67 Mb.
1   ...   11   12   13   14   15   16   17   18   ...   58

EVOLUÇÃO E CLASSIFICAÇÃO

O colo uterino é revestido por várias camadas epiteliais pavimentosas, arranjadas de forma bastante ordenada. Nas neoplasias intra-epiteliais, esta estratificação fica desordenada.

Lesão intraepitelial escamosa de baixo grau: consiste na desordenação da camada basal do epitélio estratificado (displasia leve - NIC I).

Lesão intraepitelial escamosa de alto grau: é definida quando a desordenação avança até três quartos de espessura do epitélio, preservando as camadas mais superficiais (displasia moderada - NIC II) ou atinge todas as camadas epiteliais (displasia grave – NIC III) e carcinoma in situ.

Carcinoma Invasor: quando as alterações celulares se tornam mais intensas e o grau de desarranjo é tal que as células invadem o tecido conjuntivo do colo do útero abaixo do epitélio.



DETECÇÃO PRECOCE


  • É realizada através do exame citopatológico e a possibilidade de cura pode chegar a 100%.

  • A sensibilidade da citopatologia pode ser considerada em torno de 70% e, quando associada a colposcopia, pode chegar até 80%. O diagnóstico citopatológico não é de certeza, tendo que ser confirmado pela colposcopia e histopatológico (biópsia com visualização colposcópica).

  • A periodicidade do exame de rotina deve ser anual. Para mulheres com JEC visível, após dois exames anuais com resultado negativo, o exame deverá ser repetido em até três anos. Se JEC não visível, repetir anualmente.

  • JEC significa junção escamo colunar. Quando visível, corresponde a colposcopia satisfatória.






P
CONSULTA

ATIVIDADE EDUCATIVA

Coleta de material para exame citopatológico

Ver fluxograma específico



Encaminhar para unidade de referência com relatóriio

Manter acompanhamento na UBS/USF

Adotar conduta específica e manter rotina de acompanhamento na UBS/USF

Negativo para células neoplásicas ou normal


Lesão intra-epitelial de alto grau – NIC II, NIC III – displasia moderada e grave



Atipias de siginificado indeterminado

Lesão intra-epitelial de baixo grau – NIC I ou displasia leve


Carcinoma epidermóide invasivo

Adenocarcinoma in situ ou invasivo

Demanda espontânea ou serviço organizado



UBS/USF

Lesão intra-epitelial de alto grau – NIC II, NIC III – displasia moderada e grave
REVENÇÃO DE CA COLO DE UTERO / FLUXOGRAMA


P
Em células glandulares - endocervicais

ATIPIAS DE SIGNIFICADO INDETERMINADO


Satisfatória

Sem lesão

Neg

Pos

Solicitar realização de cirurgia de alta freqüência – CAF conização

Conduta específica

Insatisfatória

COLPOSCOPIA


Com lesão

Solicitar revisão de lâmina

Solicitar biópsia

Repetir citopatologia após

6 meses


Conduta terapêutica específica

Laudo modificado

Laudo mantido
REVENÇÃO DE CA COLO DE UTERO / CONTINUAÇÃO

Repetir citopatologia em 6 meses

Com atrofia


Sem atrofia



Diagnóstico mais grave

Mesmo diagnóstico

Laudo Negativo



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   11   12   13   14   15   16   17   18   ...   58


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande