Ombro doloroso



Baixar 22.07 Kb.
Encontro02.07.2019
Tamanho22.07 Kb.

Texto de apoio ao curso de Especialização

Atividade física adaptada e saúde

Prof. Dr. Luzimar Teixeira

Ombro doloroso

FIGURA.1-SEQÜÊNCIA DE LESÃO DO MANGUITO ROTADOR.




Conceito

Ombro doloroso é uma síndrome caracterizada por dor e impotência funcional de graus variados, que acomete estruturas responsáveis pela movimentação do ombro, incluindo as articulações, tendões e músculos, ligamentos e bursas.


A estes sintomas se agregam àqueles que caracterizam transtornos ou afecções locais ou a distância de implicações etiopatogênicas no aparecimento da síndrome.

FIG.2- abaixo a anatomia para localizar a lesão.





CAUSAS
A freqüência aproximada das causas de ombro doloroso é a seguinte:
. tendinopatias , bursites subdeltoidiana ou subacromial com ou sem depósito calcário - 80%;

· Miofibrosites - 8%;(dores miofaciais)

· Artrites do ombro - 5%;

· Outros - 7%.

Em relação às causas tendinopatias e bursite subdeltoidiana ou subacromial temos:
· Atividade excessiva;

· Hiperabdução prolongada;

· Luxação acrômio-clavicular;

· Fratura do troquiter;

· Irritação por osteófitos;

. Anomalias anatômicas: acrômio curvo.

· Aderência - pacientes crônicos em leito;

· Alterações - inflamações no manguito músculo tendinoso integrado.

-alterações posturais, tais como hipercifose=alteram o rítimo escápulo -umeral, causando impacto precoce , ou seja, choque dos tendões no arco duro do ombro.
-traumas esportivos

Diagnóstico/

O exame de diagnóstico mais utilizado são os clínicos, realizados por ortopedistas, fisioterapêutas, Reumatologistas, são exames com testes provocativos muito fidedígnos,dentre os exames mais realizados estão os testes de : Howkins/Neers, arco doloroso, Palm up, Obreian, Gerber, isométricos , relocation, yergason e outros, os exames imagionológicos são impotantes para evidenciar a extensão das lesões, os exames de imagem mais realizados são o Ultrasom, que é mais barato, indolor, as dificuldades deste exames estão diretamente relacionada para a habilidades de quem faz o exame, então é um exame muito dependente do examinados, já a RMN resssonãncia, é um exame exelente, depende muito do equipamento e o do examinador (médico do diagnóstico de imagem), é um exame caro, geralmente os planos de saúde sempre colocam algum tipo de empecilho para a realização do mesmo.
abaixo exames de imagens em seqüência.

RX -mais utilizado.fig3

Bursografia-em desuso.fig3

Ressonância magnética.fig.3

ultrasom e ressonãncia.fig.4

fig.3


fig.4

Classificação das Lesões.

Podemos dividir didaticamente o ombro doloroso em várias síndromes diferentes, entre elas se destacam:

· Síndrome do impacto;

· Tendinite bicipital;

· Tendinite calcárea;

· Capsulite adesiva;

· Artropatias;

Originada em outros locais;ex: sindrome dolorosa miofacial.

· Extrínsecas (neurites braquial, tumor Pancoast, síndrome ombro-mão, neoplasias,

metástases, diabetes mellitus, hipo-hipertiroidismo, anquiloidoses).


  1. Síndrome do impacto

fig.5 relação das estruturas do ombro na abdução.



  1. É uma síndrome dolorosa do ombro acompanhada por alteração na mobilidade local, sendo caracterizada por uma tendinite, geralmente, do tendão do supra-espinhoso e bursa subacromial, com lesão parcial ou total deste ou de outros tendões.
    Ocorre com maior freqüência acima dos 40 anos de idade, com predominância da etiologia traumática.

  2. Sabe-se que o impacto causando atrito e posterior degeneração ocorre durante a elevação anterior do braço, ocorrendo contra superfície inferior do acrômio.
    Alguns autores descrevem três fases clínicas:

  3. - Fase I: abaixo dos 25 anos, ocorrendo dor aguda após esforço prolongado. Nesta fase há edema e hemorragia em nível de bursas e tendões;
    - Fase II: entre 25 e 40 anos de idade e já começa fibrose e espessamento da bursa subacromial, além da tendinite. Paciente queixa de dor noturna e após atividades. Pode ocorrer ruptura parcial do manguito rotador;
    - Fase III: acima dos 40 anos. Paciente apresenta dor contínua com perda da força de mobilização devido à ruptura completa de um ou vários tendões.
    2. Tendinite bicipital

Caracteriza-se por envolvimento do tendão da porção longa do bíceps branquial com ruptura em alguns casos. É muito comum sua associação com a tendinite do manguito rotador.

3. Tendinite calcárea

Diagnosticada pela radiografia simples, é mais comum no tendão do supra-espinhoso, ocorrendo com mais freqüência no sexo feminino.


A tendinite calcárea aguda pode apresentar-se de forma mais agressiva com muita dor, limitação da mobilização ativa e passiva do ombro e, ocasionalmente, eritema no local.

4. Capsulite adesiva

Capsulite adesiva pode ser definida como uma condição de etiologia desconhecida caracterizada por uma restrição dolorosa global da movimentação da articulação gleno-umeral em todos os planos, tanto ativa quanto passiva. Existem condições associadas, como diabetes, tireoidopatias, doença cardíaca e pulmonar, que classificam a capsulite como secundária.



Tratamento para casos não cirurgicos.

O tratamento básico se compõe de:

· Repouso na fase aguda;

· Antiinflamatórios não esteróides;



· Fisioterapia: crioterapia, tens,corrente interferencial, micro ondas, ultra-som, ondas curtas , exercícios e outros;diminuição do impacto atavés de fortalecimento do manguito rotador se for o caso em pacientes que não tem muito comprometimento na qualidade dos tendões.indicação de 2 a 12 semanas de reabilitação, se não houver melhora considerável a indicação torna-se cirurgica.
· Infiltração com corticosteróides;mais indicados em paciente sedentários que não praticam esportes de membro superior, há risco de degeneração tendinosa e fraquesa do tendão, nunca infiltrar em atletas, deve ser analidado caso a caso.
· Cirurgia: após seis meses de tratamento conservador e rupturas dos tendões.
(artroscopia com reparo do manguito rotador . É uma cirurgia menos invasiva, onde não há cortes de pele ou músculo, apenas pequenas incisões).


Tratamento para casos cirúrgicos c/ reparo de manguito rotador.


  • Repouso inicial com tipóia-tipóia em abdução preferencialmente.

  • modalidades antiinflamatórias-gelo, compressas quentes úmidas (após 72 horas, antes disto só gelo)

  • fisioterapia com mobilização passiva progressiva com graus pré estabelecidos pelo cirurgião.

  • geralmente flexão até 70º/ rotação externa 15º/ abdução 45º/- evitamos a extensão(perigo de deiscencia de sutura) , sugiro não fazê-lo até a 6 semanas- progredir lentamente, intensificar ativos livres gradualmente.

  • intensificar ganho de ADM gradativamente.

  • Ativar grupo deltóide.

  • iniciar fortalecimento de manguito rotador de forma gradual e indolor.

  • prognóstico para alta em torno de 12 a 16 semanas de pós -operatório.

Catálogo: wp-content -> uploads -> 2009
2009 -> Faculdades Metropolitanas Unidas – fmu
2009 -> Se você está se preparando para ser mamãe, inclua uma avaliação do seu estilo de vida e de seu companheiro para garantir que vocês dois estão no melhor momento físico e mental para que isso aconteça
2009 -> Exame físico geral
2009 -> Termo de ciência e consentimento
2009 -> Este manual tem por finalidade possibilitar aos nao especialistas diagnosticar e tratar de uma maneira correta as cefaleias. Para tal, apos uma breve revisao dos quadros clinicos menciona-se as possibilidades terapeuticas
2009 -> O que é Plasticidade Cerebral
2009 -> O ouvido, órgão responsável pela audição, está dividido em três partes: ouvido externo, ouvido médio e ouvido interno
2009 -> Trauma ao Nascimento
2009 -> Texto de apoio ao curso de Especialização
2009 -> Unaerp universidade de Ribeirão Preto-Campus Guarujá


Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande