Mestrado em Economia – especialização em Economia Financeira 4º curso



Baixar 350.57 Kb.
Página2/4
Encontro08.10.2019
Tamanho350.57 Kb.
1   2   3   4

A utilidade marginal é sempre decrescente; a Utilidade total é crescente ate a quantidade 5, atingindo-se o ponto de saciação e passa a ser decrescente a partir da quantidade 6.

3) Considere o quadro seguinte:



Quantidade

consumida


Utilidade

total

Utilidade Marginal


0

1

2

3

4

5

0

4

7

9

10

10


4

3

2

1

0

a) Complete-o.



b) Represente graficamente a função utilidade total.

c) Represente graficamente a função utilidade marginal.




4) Represente graficamente as curvas de indiferença para um consumidor que afirma o seguinte:

  1. "As bananas da Madeira e as bananas do Equador são perfeitamente iguais e tenho o mesmo prazer em consumir qualquer delas".


Bananas mad




  1. "Eu gosto de hamburguers e nunca dispenso a coca-cola a acompanhar".





  1. "Gosto deste peixe mas não gosto nem desgosto do vinho que o acompanha".




  1. "Detesto azeitonas mas adoro gelados".


5) Explique qual é a informação que o declive de uma curva de indiferença dá sobre as preferências do consumidor. Use esse conhecimento para explicar a habitual forma em "U" das curvas de indiferença.

O declive dá-nos quanto uma pessoa esta disposta a prescindir de um bem para ter outro bem. Ver taxa marginal de substituição…

  • Restrição Orçamental


6) A Sra. D. Josefina possui um rendimento mensal de 110.000 u.m.. Nesse período de tempo adquire apenas dois bens, A e B, cujos preços são respectivamente, 2.000 u.m. e 5.000 u.m. por unidade.

  1. Trace a recta do orçamento da Sra. D. Josefina.

110 000 : 2000 = 55 unidades do bem A se aplicar todo o orçamento na compra deste bem

110 000 : 5000 = 22 unidades do bem B se aplicar todo o orçamento na compra deste bem

Bem B

22

55 bem A


  1. Imagine agora que a Sra. D. Josefina recebe a feliz notícia de um aumento do ordenado a partir do próximo mês. O seu rendimento mensal vai passar a ser 140.000 u.m.. Represente graficamente o deslocamento da recta orçamental.

Bem B


28

22

55 70 bem A

140 000 : 2000 = 70 unidades do bem A se aplicar todo o orçamento na compra deste bem
140 000 : 5000 = 28 unidades do bem B se aplicar todo o orçamento na compra deste bem


  1. E se o rendimento da referida senhora baixasse para 80.000 u.m. por mês, o que aconteceria à sua recta do orçamento? Represente graficamente a nova recta.

Bem B


28

22

16

40 55 70 bem A


80 000 : 2000 = 40 unidades do bem A se aplicar todo o orçamento na compra deste bem
80 000 : 5000 = 16 unidades do bem B se aplicar todo o orçamento na compra deste bem



  1. Se a Sra. D. Josefina possuir um rendimento mensal de 110.000 u.m. e o preço do bem A subir para 3.000 u.m. por unidade, o que aconteceria agora à sua recta de orçamento?

Bem B


28

22

16

36.6 40 55 70 bem A


110 000 : 3000 = 36,6 unidades do bem A se aplicar todo o orçamento na compra deste bem

110 000 : 5000 = 22 unidades do bem B se aplicar todo o orçamento na compra deste bem



Veja também a alteração da recta orçamental para:

  1. uma descida do preço do bem A para 1.000 u.m.

Bem B


28

22

16

36.6 40 55 70 110 bem A


110 000 : 1000 = 110 unidades do bem A se aplicar todo o orçamento na compra deste bem

110 000 : 5000 = 22 unidades do bem B se aplicar todo o orçamento na compra deste bem





  1. uma descida do preço do bem B para 4.000 u.m.

Bem B

28

27.5



22

16

36.6 40 55 70 110 bem A


110 000 : 2000 = 55 unidades do bem A se aplicar todo o orçamento na compra deste bem
110 000 : 4000 = 27,5 unidades do bem B se aplicar todo o orçamento na compra deste bem


  1. Generalize as respostas anteriores para concluir o que acontece à recta do orçamento quando os preços dos bens ou o rendimento se alteram.



Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande