Dicionário pessoal


Exculpar – V. t. d. V. t. d. e i. V. p. 1. V. desculpar



Baixar 1.35 Mb.
Página13/28
Encontro21.10.2017
Tamanho1.35 Mb.
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   28

Exculpar – V. t. d. V. t. d. e i. V. p. 1. V. desculpar.


Excusa – este vocábulo não existe. [Veja escusa.]

Exfoliação – S. f. Med. Desprendimento da pele sob a forma de escamas [ v. escama (2) ] .

Exógeno – Que cresce exteriormente ou para fora. Que está à superfície. O oposto de endógeno.

Exorar – implorar, pedir com instância, invocar, suplicar.

Expugnar – V. t. d. 1. Conquistar à força de armas; tomar de assalto; vencer, pelejando. 2. Debelar, abater, superar.

Expungir - Fazer desaparecer; limpar, isentar, livrar; eliminar, derriscar.

Expungitivo - Adjetivo derivado do verbo expungir: limpar, isentar, livrar; eliminar, derriscar; apagar, delir.

Expurgar – Purgar completamente; purificar. Tirar as sujidades a; limpar. Corrigir, emendar. Descascar, esburgar, esbrugar. Apurar, polir. Livrar do que é nocivo ou imoral. Imunizar (sementes, tubérculos e frutos). V. t. d. e i. Apagar, expungir. Livrar do que é supérfluo ou prejudicial. V. p. Limpar-se, corrigir-se, apurar-se.

Expurgatório – Que expurga, que tem a propriedade de expurgar. Relação de livros condenados como heréticos pela Igreja Católica.

Exsudar - Segregar em forma de gotas ou de suor. Sair em forma de suor ou gotejando.

Extravasar – derramar, fazer transbordar, manifestar de modo impetuoso; sair dos limites.

Extremado - Extraordinário, excepcional. Insigne, distinto.

Extremos - Carinho excessivo. Exagero, descomedimento; atitudes extremadas. Fig.: último recurso.

Extremosa - Árvore pequena ornamental.

Extremoso - Que tem extremos, que chega a extremos. Que se vale de extremos.

Extremunhado – não existe: esse vocábulo escreve-se com “s” no lugar do “x”.

Exu – Orixá que representa as potências contrárias ao homem, assimilado pelos afro-baianos ao demônio dos católicos, mas cultuado por eles, porque o temem.

Exuantropia - Os dicionários não a registram; mas, do mesmo modo que licantropia quer dizer: suposta metamorfose de uma criatura humana em lobo, exuantropia significa: metamorfose de um Espírito em um Exu, por processos ideoplásticos.

Exuantropia - Os dicionários não a registram; mas, do mesmo modo que licantropia quer dizer: suposta metamorfose de uma criatura humana em lobo, exuantropia significa: metamorfose de um Espírito em um Exu, por processos ideoplásticos.

Exulceração – Úlcera superficial ou incipiente. Fig.: sofrimento ou dor moral.

Exulcerar – ulcerar superficialmente, afligir, desgostar, magoar.

F (efe)

Facies - O aspecto de um corpo, tal como se apresenta à primeira vista. Os caracteres de forma e configuração que distinguem um grupo; aspecto em geral. Diferentes alterações de fisionomia, no estado patológico. (N.R.: O vocábulo é latino.)

Factótum – Indivíduo incumbido de todos os negócios de outrem. Pessoa indispensável. Irôn. Aquele que se julga ou se mostra capaz de tudo fazer, de tudo resolver

Facúndia – Facilidade para discursar; eloquência, loquela, facundidade.

Fadário – Destino talhado por poder sobrenatural [ v. estrela (5) ]. Vida difícil ou trabalhosa.

Fagocitária - Referente a fagócito: célula que realiza a fagocitose, que é a ingestão e destruição de uma partícula sólida ou de um microorganismo por uma célula.

Faiança – Louça de barro esmaltado ou vidrado. Louça de pó-de-pedra.

Falésia – Designação comum a terras ou rochas altas e íngremes à beira-mar, resultado da erosão marinha. [Sin. (lus.): arriba. ]

Famanaz – Muito afamado pelo seu valor, proezas ou influência; famanado, afamanado.

Famigerado – Que tem fama; muito notável; célebre, famoso, famígero. [Como se vê nos dois primeiros exemplos, a palavra não se aplica só a malfeitores, embora no uso comum se observe tendência para isso.]

Fanal – Farol, facho. 2. Guia, norte.

Fancaria – Comércio de fanqueiros. 2.Trabalho grosseiro, mal acabado; pacotilha. [Fanqueiro: negociante de fazendas de algodão, linho, lã, etc.]

Fanfarrão – Indivíduo fanfarrão; alardeador, arrotador, balandrão, bazófio, blasonador, bufador, bufão, chibante, farfante, farofeiro, farroma, farrombeiro, farromeiro, farronca, farsola, ferrabrás, gabarola(s), gabola(s), garganta, goela, gomeiro, pabola, pábulo, pimpão, prosa, rebolão, roncador.

Fanico – Síncope. Perda temporária de consciência devida a má perfusão sanguínea encefálica, e que pode ser em razão de causas diversas. [Sin.: delíquio, desmaio, lipotimia, (pop.) fanico, chilique, passamento, (bras., pop.) biloura, cangolé, piloura, turica.]

Faquir - Indivíduo que se exibe, deixando-se picar ou mutilar, aguentando jejuns rigorosos, sem dar o menor sinal de sensibilidade. Hindu mendicante, em geral muçulmano, que vive em ascetismo rigoroso.

Faquirismo - Condição, estado ou modo de vida de faquir. Refere-se também a certa ordem de fenômenos anímicos ou mediúnicos.

Farândola - Dança de cadeia, na Provença; bando, súcia; bando de maltrapilhos. (A, 65)

Fastio – tédio, aborrecimento, repugnância, aversão, falta de apetite.

Fauno – Divindade campestre caprípede, cornuda e cabeluda. Fauno dos bosques. O macaco.

Favônio – S. m. Entre os antigos, vento brando do poente. P. ext. Vento propício, próspero. Adj. Propício, favorável (vento).

Feitoria – Administração de feitor. Estabelecimento comercial. Processo de fabricar vinho. Fabrico de vinho. Entreposto, em geral fortificado, que, na fase inicial da colonização dos domínios ultramarinos portugueses, negociava com os nativos e recolhia e armazenava os produtos que deviam ser transportados para a metrópole. Ant. Prédio rústico; fazenda. Bras. Amaz. Espaço roçado e limpo, no mato, onde o pessoal empregado em qualquer trabalho pernoita, guarda os víveres, a roupa e objetos de uso. Lugar, à margem de rio ou lago, onde se salga o peixe. Pequena habitação de pescadores, à margem de rio, ribeiro ou lago. Pesca do pirarucu, quando efetuada em larga escala.

Fel – Bílis (1). Vesícula que contém bílis (1). Fig. Mau humor, azedume; ódio. Fig. Coisa muito amarga. [Pl.: féis e feles.]

Felá – Camponês ou lavrador egípcio.

Felonia – Rebelião de vassalo contra o senhor. Traição, deslealdade, perfídia. Crueldade, ferocidade.

Fenótipo – Característica de um indivíduo (2), determinada pelo seu genótipo e pelas condições ambientais.

Féretro - Caixão, esquife, ataúde; andor em que nos triunfos romanos se levavam os despojos dos vencidos.

Feromônio – Designação genérica de substâncias segregadas por animais, esp. insetos, que servem de meio de comunicação entre indivíduos da mesma espécie ou são atraentes sexuais.

Ferrabrás – fanfarrão; que blasona de valente, poderoso, sem o ser; alardeador, bazófio, bizarro, blasonador, bufador, chibante, farfante, farofeiro, farofento, farrombeiro, farromeiro, gabarola(s), gabola(s), garganta, jactancioso, marombado, pabola, pábulo, pimpão, prosa, rebolão, valentão, vaniloquente, vaníloquo.

Ferro - Elemento de número atômico 26, metálico, branco-acinzentado, duro, tenaz, reativo, o qual forma ligas que têm aplicações importantes. Metal maleável e tenaz, de numerosas aplicações na indústria e na arte.

Ferrugem – Óxido que se forma na superfície do ferro exposto à umidade. P. ext. Óxido formado sobre outros metais. Emperramento das articulações. Bot. Doença de gramíneas, esp. do trigo, aveia e milho, causada por fungos dos gêneros Puccinia, Tillelia e Ustilago. Bras. MG A hematita em grânulos ou pequenos seixos.

Fescenino – Adj. 1. Diz-se de certo gênero de versos licenciosos da antiga Roma, dos quais se acredita ter provindo a sátira. 2. Obsceno, licencioso. S. m. 3. Gênero de versos licenciosos da antiga Roma.

Feto – Biol. O produto da fecundação, em animal vertebrado, depois que já apresenta a forma da espécie, mas antes de nascido. [Cf. embrião (1 a 2).] Embr. Organismo humano em desenvolvimento, no período que vai da nona semana de gestação ao nascimento. [Cf. embrião (1 e 3).] Bot. Designação comum a todos os pteridófitos da ordem dos filicales; filifolha.

Feudal – Pertencente ou relativo a, ou próprio de feudo, ou do feudalismo; feudatário.

Feudalismo – Regime resultante dum enfraquecimento do poder central, e que une estreitamente autoridade e propriedade da terra, estabelecendo entre vassalos e suseranos uma relação de dependência.

Feudatário – Adj. 1. Feudal. 2. Que paga feudo. S. m. 3. Vassalo, súdito.

Fiandeira – 1. Mulher que se ocupa em fiar; fiadeira. 2. Zool. Cada um dos apêndices abdominais das aranhas, por onde saem os fios com que fazem a teia.

Filogenética – Referente à filogênese, que é o estudo das relações de descendência biológica dos organismos, e da evolução de uma espécie ou grupo biológico a partir de formas primitivas de origem.



Compartilhe com seus amigos:
1   ...   9   10   11   12   13   14   15   16   ...   28


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande