Curso: Medicina Disciplina: saude do adulto e do idoso



Baixar 102.05 Kb.
Encontro14.08.2019
Tamanho102.05 Kb.


PLANO DE ENSINO e CALENDÁRIO



SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA III – SAUDE DO ADULTO E DO IDOSO

Identificação

Curso: Medicina

Disciplina: SAUDE DO ADULTO E DO IDOSO

  • Subdivisão: SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA I

Professores: Alexandre Serra e Nicandro Figueiredo

Ano/semestre letivo: 2012 -1º. semestre

Turma: 5º. período de medicina

Carga Horária: 30 horas


Ementa

O módulo de Semiologia Neurológica III pertence à disciplina de SAUDE DO ADULTO E DO IDOSO, no conteudo de semiologia médica, o qual é fundamental para os estudantes de medicina, uma vez que revisa os conceitos básicos de neuroanatomia, neurofisiologia e funções das principais estruturas que formam o sistema nervoso, a fim de embasar a continuação da discussão e treinamento do exame neurológico iniciado na semiologia neurológica I.

Este módulo visa expor e discutir as considerações mais importantes sobre a semiologia neurológica aplicada do sistema nervoso central e periférico, com ênfase no exame do sistema motor, disturbios piramidais, extra-piramidais, movimentos, e postura, de forma integrada e aplicada para a formação do médico generalista.




Objetivos

Gerais

    • Proporcionar conhecimentos fundamentais da neurociência aplicada à propedêutica e à clínica.

Específicos

    • Estudar a correlação semiológica com aplicação direta na prática médica, em especial na clínica médica, clínica cirúrgica, imaginologia e urgência.

    • Ensinar e treinar o exame neurológico básico e essencial para o médico generalista

    • Estimular o estudo contínuo e a pesquisa.


Habilidades e competências

Proporcionar o embasamento necessário para a utilização de seus conhecimentos básicos para a aplicação clínica na área de semiologia, habilitando o discente de medicina a um melhor entendimento da semiologia neurológica, integrando com a imaginologia e visando a atuação na clínica médica, urgência e cirurgia, preparando-o para o entendimento, diagnóstico e tratamento das principais doenças que envolvam o sistema nervoso e músculo-esquelético relacionado.

Facilitar a aquisição de conhecimento e habilitar o médico a desenvolver o raciocínio semiológico com eficiência e agilidade, ao discutir os aspectos mais relevantes e aplicados da neurologia e neurocirurgia, e praticar as habilidades semiotécnicas.

Desenvolver o raciocínio diagnóstico da forma adequada baseado no exame do sistema motor, com ênfase no diagnóstico sindrômico, topográfico e nosológico, fundamental para o bom exercício da medicina.



Seleção, objetivo e organização dos conteúdos

Unidade de Ensino

Tema

Objetivo

Conteúdo

  1. Introdução e conceitos básicos

Introdução ao módulo de semiologia neurológica aplicada

Discussão do plano de ensino; revisar a neuroanatomia e neurofisiologia do SNC e SNP; e anatomia aplicada da coluna vertebral

Conceitos essenciais do sistema nervoso central e periférico; rever a anatomia da coluna vertebral: revisão das principais estruturas osteo-ligamentares; curvaturas; discos intervertebrais; correlação anatomo-clinico-semiológica e imaginológica

  1. Sistema motor piramidal

Exame das vias motoras piramidais

Discutir a semiologia das vias motoras

Revisão dos conceitos e vias motoras piramidais.

Exame neurológico da motricidade; distúrbios motores principais;

Síndrome do neurônio motor superior e inferior relacionada à motricidade.


  1. Sistema motor extra-piramidal

Exame das vias motoras extra-piramidais;

Discutir a semiologia das vias motoras

Revisão dos conceitos e vias motoras extra-piramidais.

Exame neurológico da motricidade; distúrbios motores principais envolvendo os nucleos da base, cerebelo e outras vias relacionadas.



  1. Semiologia motora da medula spinal e nervos perifericos

Estudar o exame da medula espinal e nervos espinais

Estudar o exame e da medula espinal e nervos espinais

Estudar os aspectos mais característicos do exame e dos distúrbios envolvendo a medula espinal e nervos espinais

  1. Distúrbios dos movimentos

Estudar as alterações de movimentos de origem neurológica

Estudar os aspectos mais característicos dos distúrbios dos movimentos

Transtornos hipocinéticos e hipercinéticos; principais distúrbios: parkinsonismo, tremor, coréia, atetose, hemibalismo, distonia, mioclonias e tiques;

  1. Coordenação, marcha e postura

Estudar a coordenação, a marcha e as alterações posturais

Revisar os aspectos funcionais mais importantes do cerebelo e núcleos da base com relação aos distúrbios dos movimentos

Aspectos funcionais mais importantes do cerebelo e núcleos da base com relação aos seus distúrbios;

Exame da função cerebelar; sinais cerebelares; exame da postura e tipos de marcha;



  1. Sensibilidades

Estudar as vias sensitivas

Exames dos distúrbios que podem acometer as vias das sensibilidades

Aspectos anatômicos e clínicos aplicados a semiologia das vias sensitivas superficiais e profundas.


Metodologia e procedimento de trabalho

  • AULA TEÓRICA

As aulas teóricas ocorrerão normalmente às aos sábados, vespertino (15:30-18:00h), de acordo com a programação, 1-2x/mês. Será feita a preleção sobre o tema aos acadêmicos no auditório, aliado às discussões do tema, e outras técnicas de ensino, a fim de tornar a aula mais proveitosa e interativa.

  • AULA PRÁTICA

As aulas práticas ocorrerão normalmente aos sábados, no período vespertino, normalmente 1-2x/mês.

As atividades serão desenvolvidas sob a orientação direta do docente, com o treinamento do exame neurológico, prioritariamente entre os próprios acadêmicos no laboratório de habilidades, subdivididos em grupos para tarefas práticas designadas.

O treinamento prático no laboratório de habilidades será dividido:


  • Neurologia e neurocirurgia geral

    • Prof. Alexandre Serra e acadêmicos

  • Neurologia e neurocirurgia da coluna vertebral, medula e nervos espinais

    • Prof. Nicandro Figueiredo e acadêmicos


Recursos didáticos e laboratoriais

  • AULA TEÓRICA

Sala de aula na Facimed, incluindo: multimídia, “data-show”, microfone e quadro branco;

  • AULA PRÁTICA

O treinamento prático no laboratório de habilidades será dividido:

Os Materiais que os discentes deverão adquirir para uso na semiologia neurológica são:



  1. 01 martelo de reflexos;

  2. 01 oftalmoscópio para fundoscopia;

  3. 02 diapasões:

    1. 01 para teste de palestesia (128 ou 256 Hz)

    2. 01 para teste de audição (1024 Hz);

  4. Bateria de odores com 03 recipientes pequenos:

    1. 01 contendo café;

    2. 01 contendo canela;

    3. 01 contendo tabaco;

  5. 01 fita métrica;

  6. 01 mini-lanterna para exame do reflexo pupilar e cavidade oral;

  7. 01 pacote com algodão para teste de sensibilidade;

  8. 01 caixa de palito de dentes para teste de sensibilidade;

  9. 01 estetoscópio (ausculta das carótidas, entre outras)

  10. 01 esfigmomanômetro;

  11. 01 conjunto de espátulas descartáveis para exame da cavidade oral;

  12. 01 jaleco para uso médico-hospitalar.


Projetos

Monitoria

A monitoria em semiologia neurológica visa atuar em conjunto com este módulo da disciplina de semiologia, auxiliando no processo de ensino-aprendizagem dos acadêmicos e monitores nos principais temas da área, especialmente durante a aula prática para treinamento do exame neurológico, em aulas de revisão, complementares e sob a supervisão dos professores.

A monitoria privilegia a integração da equipe, o acompanhamento dos alunos nas atividades práticas e teóricas na área, iniciação à pesquisa e à docência, além de auxiliar no processo de avaliação prática dos alunos.

A monitoria auxilia, também, nas atividades práticas ao propiciar uma boa oportunidade dos acadêmicos interagirem com os monitores e professores, discutindo de forma mais próxima os assuntos abordados nas respectivas aulas, facilitando o ensino da disciplina para os alunos, melhorando a qualidade do curso.

Os monitores da semiologia devem também participar dos estudos e preparos de aulas práticas, orientados e/ou supervisionados pelos docentes.

Projetos de Pesquisa

Os docentes da área costumam desenvolver projetos e estudos envolvendo a neurociência, semiologia e a neurocirurgia, nos quais, os acadêmicos interessados poderão participar, a depender da disponibilidade e da pesquisa a ser desenvolvida.



Aqueles trabalhos que geram publicação e apresentação em congresso, poderão também contar com a participação de discentes e docentes da área.


Critérios e Instrumentos de Avaliação

  • Os estudantes serão avaliados no decorrer do semestre mediante avaliações regulares teórico-práticas de semiologia neurológica, programadas e previamente agendadas.

  • Será atribuída nota zero (0,0) ao aluno que comparecer à verificação do aproveitamento e entregá-la em branco, não entregá-la ao professor da disciplina, bem como ao que nela se utilizar de meios fraudulentos.

  • A freqüência mínima às atividades programadas é de 75%. A frequência às aulas e demais atividades acadêmicas, permitida apenas aos alunos matriculados, é obrigatória, vedado o abono de faltas.

    • Avaliação

      • Teórica + prática (oral) = 100% peso da prova

  • AVALIAÇÕES TEÓRICAS (70%)

  • As avaliações teóricas se darão através de provas objetivas, as quais deverão abordar os principais assuntos no contexto da semiologia neurológica, e temas relacionados, de acordo com a orientação da equipe.

  • AVALIAÇÕES PRÁTICAS – tipo prova oral (30%)

  • As avaliações práticas subjetivas deverão ser realizadas através de simulações de exame neurológico feita pelo discente, de acordo com a solicitação do professor, cuja nota será conceitual de acordo com seu rendimento.

  • Os principais temas a serem exigidos nas provas práticas serão definidos previamente pelos docentes.

  • No momento da avaliação, o respectivo tema será sorteado ou definido a critério do docente, para cada acadêmico ou subgrupo, a fim de se analisar a aplicação, habilidade e o entendimento do exame neurológico pelo aluno, com suas correlações neuroanatômicas, fisiopatológicas e semiológicas mais relevantes.

  • Esta avaliação visa motivar os acadêmicos a estudarem e treinarem o exame neurológico, para avaliarmos as suas habilidades psicomotoras.


Bibliografia Básica

  1. CAMPBELL, W. DeJong, o exame neurológico. 6ª. ed., Guanabara Koogan, 2007.

  2. PORTO, C. Semiologia médica. 5ª. ed., Guanabara Koogan, 2004.

  3. CAMPBELL, W.: Pocket Guide and Toolkit to DeJong's Neurologic Examination. Philadelphia. Lippincott William & Wilkins, 2008.


Bibliografia Complementar

  1. Fuller, G. Neurological examination made easy. 2ª. ed., LW&W, 1999.

  2. An, H. Essentials of spine. T, 2008.

  3. Henriques, F. G. Fundamentos de neurologia para o clínico geral. FHDF, 1984.

  4. Greenberg, M. S. Handbook of neurosurgery. Thieme Medical, 6a. ed., 2010.

  5. Kandel. T. M. Principles of neural science and behavior. 4a. ed. Stamford. Appleton & Lange, 2000.

  6. Stávale, M. A. Bases da terapia intensiva neurológica. Santos, 1996.

  7. Tolosa, Adherbal. Propedêutica neurológica. 2ª ed. Sarvier. 1975.

  8. Rowland, l. P. Merrit: Tratado de Neurologia. Guanabara Koogan, 11ª Ed. 2007.

  9. Apostilas das aulas com os EBPs.

Cacoal - Ro, __ de __________ de 20__.


_________________________________

Assinatura do professor


Coordenação do Curso: ____________________________________________

Em: ____/____/__________


Coordenação Pedagógica: __________________________________________

Em: ____/____/__________



CRONOGRAMA DA SEMIOLOGIA NEUROLÓGICA III

FACIMED – 2012/1 – 5º período – Medicina



Data/CH

Tema

Atividade

Docente

18/02 (sábado – vespertino – 15:30-18h)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Apresentação da disciplina, discussão do plano de ensino, exposição do calendário;

Sistema motor: revisão anatomo-funcional das vias motoras aplicada ao exame neurológico;

Teórica e prática

Alexandre

10/03 (sábado – vespertino – 15:30-18h)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Sistema motor: revisão e exame das vias motoras extra-piramidais direcionadas a estruturas encefalicas;

Teórica e prática

Alexandre

Data a ser definida

Avaliação - N1

Prazo de entrega da nota 21/03

Teórica




31/03 (sábado – vespertino – 15:30-18h)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Sistema motor: exame das vias piramidais;

Teórica e prática

Nicandro

14/04 (sábado – vespertino – 15:30-18h)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Sistema motor: exame das vias piramidais direcionadas a medula espinal e nervos perifericos;

Teórica e prática

Nicandro

28/04 (sábado – vespertino – 15:30-18h)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Sistema motor: revisão e exame das vias motoras extra-piramidais direcionadas a estruturas encefálicas;

Teórica e prática

Alexandre

Data a ser definida

Avaliação – N2

Prazo de entrega da nota 07/05

Teórica




12/05 (sábado – vespertino – 15:30-18h)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Sistema motor: revisão e exame das vias motoras extra-piramidais direcionadas a estruturas encefálicas;

Teórica e prática

Alexandre

26/05 (sábado – vespertino – 15:30-18h)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Sistema sensitivo: revisão e exame das vias sensitivas;

Teórica e prática

Nicandro

02/06 (sábado – matutino)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Avaliação – N3 (parte I)

Prazo de entrega da nota 25/06

Prática (oral)

Alexandre

16/06 (sábado – matutino)

Semiologia Neurológica III (5o. período)

Avaliação – N3 (parte II)

Prazo de entrega da nota 25/06

Prática (oral)

Nicandro

Data a ser definida

Avaliações repositivas e outras atividades

A serem definidas pela equipe







OBS:

  • As provas substitutivas só serão autorizadas em data, tipo de prova e critérios a serem definidos pela Coordenação do Curso.

  • Este programa poderá ser modificado no decorrer da disciplina, se necessário, sendo comunicado à coordenação, à turma e/ou ao seu representante, no caso desta eventualidade.




Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande