Câmpus de araraquara faculdade de odontologia



Baixar 86.87 Kb.
Encontro24.10.2017
Tamanho86.87 Kb.

unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

CÂMPUS DE ARARAQUARA

FACULDADE DE ODONTOLOGIA

PROGRAMA DE ENSINO



2005


UNIDADE UNIVERSITÁRIA: FACULDADE DE ODONTOLOGIA DE ARARAQUARA

CURSO: ODONTOLOGIA

DEPARTAMENTO RESPONSÁVEL: MORFOLOGIA




DISCIPLINA: HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA

CÓDIGO:MRF 5090




PERÍODO: ( X ) INTEGRAL ( ) NOTURNO







OBRIG./OPT/EST.

PRÉ/CO-REQUISITO(S):

ANUAL/SEM.

OBRIGATÓRIA




ANUAL




























CRÉDITOS

CARGA HORÁRIA TOTAL

DISTRIBUIÇÃO DA CARGA HORÁRIA SEMANAL

12

180

TEÓRICA
PRÁTICA

TEO/PR

OUTRAS







3

3







NÚMERO MÁXIMO DE ALUNOS POR TURMA

AULAS TEÓRICAS

75


AULAS PRÁTICAS

40


AULAS TEOR/PRÁTICAS

--------------------------------------------



OUTRAS

---------------------------



OBJETIVOS (Ao término da disciplina o aluno deverá ser capaz de):
Ao término da disciplina o aluno deverá ser capaz de identificar e correlacionar a estrutura celular que compõe os diferentes tecidos e órgãos, reunir conhecimentos sobre os quatro tecidos básicos, suas subdivisões e o arranjo e funções de suas células. O aluno deverá também compreender os mecanismos celulares envolvidos com a formação e desenvolvimento da face e estruturas relacionadas com a cavidade oral.




unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

CÂMPUS DE ARARAQUARA

FACULDADE DE ODONTOLOGIA




DISCIPLINA:HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO (TÍTULO E DISCRIMINAÇÃO DAS UNIDADES)

1 - Métodos de Estudo

1.1 - Considerações gerais sobre os métodos de estudo mais utilizados em

Histologia.
2 - Microscopia

2.1 - Considerações gerais sobre o microscópio de luz

2.2 - Tipos de microscópios de luz

2.3 - Considerações gerais sobre o microscópio eletrônico

2.4 - Limite de Resolução
3 - Célula

3.1 - Generalidades

3.2 - Superfície celular: membrana e suas especializações

3.3 - Citoplasma: organelas e inclusões

3.4 - Núcleo: estrutura

3.5 - Diferenciação celular

3.6 - Processos de síntese da célula

3.7 - Processos de digestão intracelular

3.8 - Interações químicas entre as células
4 - Tecidos Epiteliais

4.1 - Características gerais e histogênese

4.2 - Classificação geral dos epitélios: revestimento e secretor

4.3 - Adesão celular e lâmina basal

4.4 - Tipos de epitélio de revestimento

4.5 - Tipos de epitélio secretor


5 - Tecido Conjuntivo

5.1 - Características gerais e histogênese

5.2 - Componentes: célula, matriz extracelular (fibrosa e amorfa) e líquido

tissular


5.3 - Tipos de tecido conjuntivo
6 - Tecidos Cartilaginoso

6.1 - Características gerais e histogênese

6.2 - Componentes, variedades e histofisiologia
7 - Tecido Ósseo

7.1 - Características gerais

7.2 - Componentes da matriz óssea e processo de mineralização

7.3 - Células ósseas: Características morfológicas e funções.





unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

CÂMPUS DE ARARAQUARA

FACULDADE DE ODONTOLOGIA




DISCIPLINA:HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO (TÍTULO E DISCRIMINAÇÃO DAS UNIDADES)

7.4 - Processos de ossificação: Intramembranoso e Endocondral

7.5 - Remodelação óssea

7.6 - Periósteo e Endósteo
8 - Tecido Muscular

8.1 - Características gerais e histogênese

8.2 - Estrutura das células musculares

8.3 - Músculo liso: organização e regeneração

8.4 - Músculo estriado: organização e regeneração

8.5 - Mecanismos de contração muscular


9 - Tecido Nervoso

9.1 - Características gerais

9.2 - Neurônios: características morfológicas e tipos

9.3 - Neuroglia e células ependimárias

9.4 - Gânglios e nervos periféricos

9.5 - Estrutura morfológica da sinápse


10 - Sangue

10.1 - Elementos figurados: Características morfológicas e funções

10.2 - Constituição do plasma

11 - Sistema Vascular Sanguíneo e Linfático

11.1 - Coração

11.2 - Artérias e veias: estrutura, tipos e histofisiologia

11.3 - Capilares: estrutura, tipos e trocas metabólicas

11.4 - Estrutura dos vasos linfáticos


12 - Sistema Imunitário e Órgãos Línfáticos

12.1 - Generalidades

12.2 - Nódulos linfáticos: estrutura e função

12.3 - Linfonodos (gânglios linfáticos): estrutura e função

12.4 - Baço: estrutura e função

12.5 - Timo: estrutura e função

12.6 - Tonsilas: estrutura e função
13 - Sistema Reprodutor

13.1- Gametogênese masculina

13.2- Gametogênese feminina
14- Desenvolvimento Embrionário

14.1 – Fertilização e Clivagem





unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

CÂMPUS DE ARARAQUARA

FACULDADE DE ODONTOLOGIA




DISCIPLINA:HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO (TÍTULO E DISCRIMINAÇÃO DAS UNIDADES)

14.2 – Implantação e formação do embrião bilaminar

14.3 - Formação do embrião trilaminar

14.4 - Inflexão embrionária
15 - Desenvolvimento da face

15.1- Aparelho faríngeo: componentes, estrutura e derivados

15.2- Embriogênese da face

15.3- Formação dos palatos primário e secundário

15.4- Formação da língua
16 - Estrutura do dente e tecidos de suporte

16.1 - Constituição histológica e origem

16.2 – Tipos de dentição

17 - Lâmina Dentária

17.1- Formação, topografia e orientação da lâmina dentária

17.2- Evolução e involução

17.3- Origem dos dentes decíduos e permanentes

18 - Odontogênese

18.1- Formação e desenvolvimento do germe dentário

18.2- Componentes do germe dentário e seus derivados

19 - Esmalte

19.1- Ciclo vital do ameloblasto

19.2- Amelogênese

19.3- Estrutura do esmalte

19.4- Propriedades físico-químicas do esmalte

19.5- Alterações do esmalte relacionados com a amelogênese


20 - Dentina

20.1- Odontoblasto: características morfológicas, localização e funções

20.2- Dentinogênese

20.3- Estrutura da dentina

20.4- Propriedades físico-químicas da dentina

20.5- Tipos de dentina


21 - Polpa

21.1- Pulpogênese

21.2- Estrutura da polpa.

21.2.1 - Células e matriz extracelular

21.2.2 - Vascularização e inervação

21.2.3 - Aspectos histofisiológicos

21.3- Limite C.D.C.




unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

CÂMPUS DE ARARAQUARA

FACULDADE DE ODONTOLOGIA




DISCIPLINA:HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO (TÍTULO E DISCRIMINAÇÃO DAS UNIDADES)

21.4 – Biologia do complexo polpa-dentina
22 - Periodonto de sustentação

22.1- Estrutura do periodonto

22.2- Cemento: Origem, Estrutura, Funções e modificações com a idade.

21.3- Ligamento Periodontal: Origem, Estrutura e Funções

21.4- Osso alveolar: Origem, Estrutura e Funções
23 - Mucosa bucal

23.1- Aspectos estruturais

23.2- Classificação

23.3- Periodonto de proteção: componentes, estrutura e função

23.4- Adaptações funcionais da gengiva
24 - Erupção dentária e exfoliação dos dentes decíduos

24.1- Conceito. Movimentos eruptivos

24.2- Fases eruptivas do dente

24.3- Teorias da erupção


25 - Articulação têmporo-mandibular

25.1- Componentes da ATM

25.2- Embriogênese da ATM

25.3- Importância da ATM no crescimento e desenvolvimento da face


26 - Glândulas salivares

26.1- Histogênese das glândulas salivares

26.2- Estrutura das glândulas parótidas, submandibulares e sublinguais

26.3- Funções das glândulas salivares






METODOLOGIA DE ENSINO

Serão ministradas aulas teóricas, práticas, demonstrações práticas e seminários.





unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

CÂMPUS DE ARARAQUARA

FACULDADE DE ODONTOLOGIA



Disciplina: histologia e embriologia


DISCIPLINA:HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA

BIBLIOGRAFIA BÁSICA



HISTOLOGIA GERAL:
1. JUNQUEIRA, L.C. , CARNEIRO, J. Histologia Básica. Guanabara Koogan, 9a. edição, 1999.
2. GARTNER, L.P., HIATT, J.L. Tratado de Histologia. Guanabara Koogan, 1a. edição, 1999.
3. ROSS, M.H., ROMRELL, L.Y. Histologia: texto e atlas. Panamericana, 2a. edição, 1993.
EMBRIOLOGIA GERAL:
1. MOORE,K.L. Embriologia Clínica. Ed. Interamericana, 6a. edição, 1999.
HISTOLOGIA BUCAL:
1. KATCHBURIAN, E., ARANA, V. Histologia e Embriologia Oral - Texto Atlas - Correlações clínicas. Ed. Médica Panamericana, 1a. edição, 1999.
2. TEN CATE, A.R. Histologia Bucal. Desenvolvimento, Estrutura e Função. Guanabara Koogan, 5a. edição, 2001.
3. TEN CATE, A.R. Histologia Bucal. Desenvolvimento, Estrutura e Função. Guanabara Koogan, 2a. edição, 1988.
4. MJÖR, I.A. & FEJERSKOV, O. Embriologia e Histologia Oral Humana. Panamericana, 1a. edição, 1990.
ATLAS:
1. SOBOTTA/HAMMERSEN, F. Atlas de Histologia. Guanabara, 5a. edição, 1999.
2. SOBOTTA/HAMMERSEN, F. Atlas de Histologia. Guanabara, 1a. edição, 1978.
3. ROSS, M.H.; ROMRELL, L.J. Histologia - texto e atlas. Panamericana. 2a. ed., 1993.




unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

CÂMPUS DE ARARAQUARA


FACULDADE DE ODONTOLOGIA


DISCIPLINA: HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR



HISTOLOGIA GERAL:
1. SNELL, R.S. Histologia Clínica. Editora Interamericana, 3a. edição, 1985.
2. BLOOM, W., FAWCETT, D.W. Tratado de Histologia. Ed. Labor S/A, 10 a. edição, 1977.
3. CORMACK . Histologia. Ed. Guanabara, 1a. edição, 1985.
4. HAM, W.A. Histologia. Ed. Guanabara, Rio de Janeiro, 7a. edição, 1977.
EMBRIOLOGIA GERAL:
1. CARLSON. Embriologia Humana e Biologia do Desenvolvimento. Ed. Guanabara,

1a. edição, 1996.


HISTOLOGIA BUCAL:
1. BHASKAR, S.N. Histologia e Embriologia Oral de Orban. Artes Médicas, 10a.

edição, 1989.


2. GARANT, P.R. Oral Cells and Tissues. Quintessence, 1a. edição., 2003.
3. OSBORN, J.W., TEN CATE, A.R. Histologia Dental Avançada. Quintessence, 4a. edição, 1988.
4. SCHROEDER, H.E. Oral Sctrutural Biology: embryology, structure, and function of normal hard an soft tissues of the oral carity and temporomandibular joints. Thieme, 1a .edição, 1991.
ATLAS:
1. DI FIORE, M.S.H., MANCINI, R.E., DE ROBERTS, E.D.P. Novo Atlas de Histologia - Microscopia Óptica, Histoquímica e Microscopia Eletrônica. Guanabara Koogan, 5a . edição, 1982.
2. EROSCHENKO, V.P. Atlas of Histology. Williams & Wilkins, 8a. edição, 1996 .
3. REITH, J.E. - Atlas of Descriptive Histology. El Ateneo, Buenos Aires, 2 a. edição, 1974.



unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

CÂMPUS DE ARARAQUARA


FACULDADE DE ODONTOLOGIA


DISCIPLINA: HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM


Obedecendo as normas vigentes para o Curso de Odontologia abaixo nomeadas:

  • Para a avaliação do rendimento escolar, deve ser atribuída ao aluno, no mínimo, uma nota bimestral numérica.

  • Para ser considerado aprovado, o aluno deverá atingir média final igual ou superior a cinco (5,0) e tenha freqüentado no mínimo 70% das aulas dadas.

  • O aluno que tiver freqüência inferior a 70% das aulas ministradas, fica automaticamente reprovado.

  • As notas de qualquer tipo de avaliação devem ser divulgadas nos Departamentos, no mínimo uma semana antes da avaliação seguinte.

  • Todos os critérios empregados para a avaliação dos alunos deverão constar do programa das Disciplinas, dentro do item “Critério de Avaliação e Aprendizagem”.

1 - A avaliação do aprendizado será feita através de provas escritas com questões dos tipos: dissertativa, de múltipla escolha, a completar esquemas, além de seminários e de provas práticas de microscopia. O valor de cada modalidade de prova é de 0 a 10 (zero a dez) pontos. A média final da Disciplina resultará da média aritmética da somatória das modalidades de avaliações parciais. As avaliações dos assuntos ministrados na Disciplina de Histologia e Embriologia Geral (1o Semestre) e Histologia e Embriologia Oral (2o Semestre) serão acumulativas, respectivamente. O aluno que não obtiver média aritmética igual a 7,0 (sete inteiros) em cada semestre, deverá fazer uma prova geral dos assuntos contidos no Programa de Ensino da Disciplina. A nota obtida nesta prova geral será somada com a média semestral e dividida por 2, para obter a média final de aprovação.

2 - Interpretação da avaliação

2.1- Os alunos que obtiverem média aritmética igual ou superior a 7,0 (sete inteiros), das avaliações parciais serão dispensados da prova geral.

2.2- Os alunos que não alcançarem média igual a 7,0 (sete inteiros) em cada semestre, deverão fazer uma prova geral da matéria correspondente.

2.3- Caso o aluno não atinja a média para aprovação - 5,0 , ele fará uma prova de recuperação durante o período de recuperação estipulado pelo Conselho do Curso de Graduação do Curso de Odontologia, constando de toda a matéria da disciplina, sendo que a média para aprovação final deverá ser 5,0.


unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA

CÂMPUS DE ARARAQUARA


FACULDADE DE ODONTOLOGIA



DISCIPLINA: HISTOLOGIA E EMBRIOLOGIA




EMENTA (Tópicos que caracterizam as unidades dos programas de ensino)

O programa da Disciplina é apresentado em blocos que abrangem:

- os métodos comumente utilizados no estudo das células e tecidos;

- estudo dos tecidos que compõem o organismo;

- noções sobre a formação e desenvolvimento humano;

- estudo pormenorizado da formação da face enfatizando todas as estruturas

da cavidade bucal;

- estudo dos elementos dentários desde a sua formação até a erupção e

função.






APROVAÇÃO:

DEPARTAMENTO

CONSELHO DE CURSO


CONGREGAÇÃO

17/08/2004












Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande