B aluviais, cambissolos, solos com b textural, latossolos



Baixar 45.19 Kb.
Encontro02.07.2019
Tamanho45.19 Kb.

  1. O relevo está intimamente ligado ao fator tempo na gênese dos solos. É, portanto, de se esperar que na paisagem brasileira, onde os processos de pedogênese são bastante ativos, que o relevo tenha papel crítico como controlador do tempo e exposição aos agentes bioclimáticos. Assim, na maioria das vezes, em grandes e altas chapadas, ocorrem os solos mais novos. Alternativa que melhor apresenta a idade dos solos de forma crescente é:

( A ) latossolos, solos com B textural, cambissolos, aluviais;

( B ) aluviais, cambissolos, solos com B textural, latossolos;

( C ) cambissolos, solos com B textural, aluviais, latossolos;

( D ) solos com B textural, aluviais, cambissolos, latossolos;

( E ) aluviais, cambissolos, latossolos, solos com B textural;


  1. O arejamento deficiente de um solo condiciona uma decomposição lenta da matéria orgânica, provocando seu acúmulo e um ambiente de redução, que transforma ferro e manganês em formas reduzidas, facilitando sua migração ou causando toxidez nas plantas. Em particular, a presença de ferro reduzido faz com que o solo tenha aspecto acinzentado, esverdeado ou azulado. Essas características definem uma classe de solo com características peculiares, que são os:

( A ) hidromórficos;

( B ) halomórficos;

( C ) aluviais;

( D ) latossolos;

( E ) cambissolos;


  1. Quando um solo é submetido a inundação, alguns processos físicos-químicos lhe são peculiares, entre eles:

I ) Fe+3 Fe+2

II )S-2 SO4-2

III)Mn+2 Mn+4

IV)NO3- N2O N2
São corretas somente as modificações sumarizadas em:

( A ) I e II;

( B ) I e III;

( C ) I e IV;

( D ) II e III;

( E ) III e IV;




  1. As argilas, sendo as menores partículas do solo, apresentam um papel de máxima importância. Sabendo que nos solo os fenômenos físicos-químicos são, em sua maioria, fenômeno de superfície, pode-se afirmar que quanto maior o teor de argila num solo, maior a superfície específica, e:

I – menor a retenção de água;

II – maior a fixação de fósforo;

III – maior a capacidade de troca;

IV – menor a resistência à erosão.


São corretos somente os itens:

( A ) I e II;

( B ) I e III;

( C ) I e IV;

( D ) II e III;

( E ) III e IV.




  1. O plantio direto é definido como o processo de semeadura em solos não revolvidos, no qual a semente é colocada em sulcos ou covas, com largura e profundidade suficiente para a adequada cobertura e contato das sementes com a terra. É hoje também entendido como um sistema em que, necessariamente, há manutenção da cobertura morta pela não destruição dos resíduos culturais, que fornece proteção física ao solo. A tabela abaixo mostra o efeito de diferentes níveis de resíduos culturais na infiltração e perda de solo, em declividade de 5%.

Resíduo ( t/ha )

Efeitos sobre a água e o solo

Infiltração (%)

Perda se solo ( t/ha )

0

54,7

13,69

0,550

74,7

1,56

1,102

99,5

0,33

2,205

99,9

0

4,410

100,0

0

Com base nas informações contidas na tabela, pode-se afirmar que:

( A ) a destruição dos resíduos culturais reduz a infiltração e as perdas de solo;

( B ) sistema sob plantio direto tendem a apresentar maio infiltração de água e menores perdas de solo;

( C ) existe uma correlação linear positiva entre quantidade de resíduos e perda de solo;

( D ) em pequenas propriedades a não destruição de resíduos culturais deve ser o principal objetivo, por evita as perdas de solo, já que nas grandes propriedades isso não é relevante;

( E ) existe uma correlação linear negativa quantidade de resíduo e infiltração de água no solo.


  1. Relacione as ordens de solo com seu conceito central:

1 – LATOSSOLO

2 – ARGISSOLO

3 – CAMBISSOLO

4 – GLEISSOLO

5 – ESPODOSSOLO


( ) Solos e estágio intermediário de intemperismo e presença horizonte Bi;

( ) Solos com presença de horizonte B t e argila de atividade baixa ou com atividade igual ou superior a 20 cmolc/kg de argila conjugada com valores de alumínio extraível igual ou superior a 4 cmolc/kg de solo, saturação de alumínio superior a 50% e/ou/distrófico;

( ) Solos constituídos de horizonte mineral com horizonte B que apresenta acumulação iluvial de matéria orgânica e composto de ferro e alumínio, sendo comum a presença de horizonte E albico de cor esbranquiçada;

( ) Solos c constituídos de horizonte mineral com horizonte B onde predominam os mecanismos de formação transformação ( minerais primários – minerais secundários ) e perda ( bases s sílica );

( ) solos hidromórficos constituídos por material com horizonte de cor neutra ou mais azul que 10Y.
A seqüência correta é:

( A ) 3,2,5,1,4;

( B ) 3,2,5,4,1;

( C ) 4,5,1,2,3;

( D ) 5,1,4,3,2;

( E ) 5,2,3,4,1.




  1. Abaixo são apresentadas 5 ( cinco ) classes de solos. Considerando apenas a nomenclatura taxonômica, relacione essas classes às prováveis limitações encontradas. Como limitações considere os fatores utilizados no Sistema de Avaliações da Aptidão Agrícola das Terras (Métodos EMBRAPA).

I – ORGANOSSOLO TIOMÓRFICO;

II – ARGISSOLO VERMELHO-AMARELO Distrófico abrúptico

III – CAMBISSOLO HÁPLICO Tb Eutrófico gleico:

IV – LATOSSOLO VERMELHO acriférrico

V – LUVISSOLO CRÔMICO ÓRTICO;
( ) Solo com grau moderado de suscetibilidade à erosão e deficiência de fertilidade;

( ) Solo com grau forte de limitações por deficiência de água, grau nulo de deficiência de fertilidade e grau moderado de impedimento à mecanização;

( ) Solo com grau nulo/ligeiro de deficiência de fertilidade e grau ligeiro a moderado de limitação por excesso de água;

( ) Solo com grau forte de limitação Poe deficiência de nutrientes, sobretudo para o nível de manejo “A”;

( ) Solo com excesso de água ou deficiência de oxigenação associado a grau muito forte de limitação Por deficiência de fertilidade.
A seqüência correta é:

( A ) II, IV, III, V, I;

( B ) II, V, III, IV, I;

( C ) III, V, IV, I, II;

( D ) IV, I, V, III, II;

( E ) V, II, I, IV, III.




  1. Na figura abaixo são apresentadas as curvas de retenção de água de três solos.

Com base nesse gráfico, Analise as afirmativas a seguir:

I – O solo 1 provavelmente apresenta textura mais argilosa e maior água disponível total.

II – O solo 2 provavelmente apresenta textura média e maior água disponível total.

III – O solo 3 provavelmente apresenta textura arenosa e menor água disponível total.

IV – O solo 2 provavelmente apresenta textura média e água disponível total superior ao solo 3 e inferior ao solo 1.

V – O solo 3 apresenta maior porosidade total.
São corretas somente as afirmativas:

( A ) I e V;

( B ) I, III, V;

( C ) II, V;

( D ) II, III e V;
( E ) III, IV, V;


  1. Em um mapa de aptidão agrícola de terras sob avaliação para instalação de um assentamento agrícola foi encontrada uma unidade de mapeamento com a seguinte simbologia 2¨ab :

Essa simbologia representa:

( A ) Terras com aptidão regular para dois cultivos anuais para os três níveis de manejo, ocorrendo, em menor proporção, terras com aptidão inferior representada no mapa;

( B ) terras com aptidão regular para os dois cultivos anuais para os níveis de manejo A e B e inapta parra C. Ocorrência de terras, em menor proporção, com aptidão inferior à representada no mapa;

( C ) terras com aptidão regular para os dois cultivos anuais para os níveis de manejo A e B e inapta para C. Ocorrência de terras, em menor proporção, com aptidão superior a representada no mapa;

( D ) terras com aptidão regular para os três níveis de manejo, ocorrendo em menor proporção terras com aptidão superior á representada pelo mapa;

( E ) terras com aptidão regular para os níveis de manejo A e B e inapta para o C, ocorrendo terras, em menor proporção, com aptidão inferior à representada no mapa.

10 – De acordo com o Sistema de Capacidade de uso das Terras, uma terra com a representação IIIe,s pode ser interpretada como:

( A ) terras não agricultáveis com limitações por erosão e solo;

( B ) terras agricultáveis com limitações por erosão e seca prolongada;

( C ) terras agricultáveis com limitações por erosão e solo;

( D ) terras não agricultáveis com limitações por excesso de carbonatos e seca prolongada;

( E ) terras agricultáveis com limitações por excesso de água e sais.

11 – No sistema de capacidade de uso das terras, os grupos A, B e C compreendem as seguintes classes, respectivamente:

( A ) (I, II), (III, IV) e (V, VI, VII, VIII);

( B ) (I, II, III), (IV, V, VI) e (VII, VIII);

( C ) (I, II, III), (IV, V) e (VI, VII, VIII);

( D ) (I, II, III, IV), (V, VI, VII) e (VIII);

( E ) (I, II, III, IV), (V, VI) e (VII, VIII);


12 – Considerando apenas as informações concernentes à nomenclatura taxonômica das classes de solos abaixo, relacione as respectivas limitações à atividade agrícola:

I – NEOSSOLOS QUARTZENICO Órtico

II – PLINTOSSOLO PÉTRICO Litoplíntico

III – VERTISSOLO CROMADO Órtico

IV – PLANOSSOLO NÁTRICO Órtico típico

V – CAMBISSOLO HÁPLICO Tb Distrófico lético


( ) solo com baixa saturação de base e pouca profundidade com contato lítico;

( ) solo com baixa capacidade de armazenamento de água e alta condutividade hidráulica;

( ) solo com teores elevados de sódio em seu complexo de troca;

( ) solo com séria restrição física ao desenvolvimento radicular e à mecanização, apresentando consistência extremamente dura e muito dura quando seca e plástica e muito plástica quando molhado. Elevada condutividade hidráulica não saturada e muito baixa quando solo encontra-se saturado.

( ) solo com sérias restrições ao aprofundamento de sistema radicular e à mecanização devido à grande quantidade de concreções e contato lítico
A seqüência correta é:

( A ) II, I, III, IV, V;

( B ) II, IV, I, II, III;

( C ) III, II, IV, V, I;

( D ) V, I, IV, II, III;

( E ) V, I, IV, III, II;


13 – Solos afetados por sais são classificados com base em valores de pH da pasta saturada (pHps), de condutividade elétrica do extrato de saturação (CEes) e da percentagem de sódio trocável (PST). De acordo com a classificação dos solos abaixo, relacione os calores dos índices de pHps, CEes e PST, respectivamente:

I – Solo Salino

II – Solo Salino Sódico

III – Solo Sódico


X- pHps<8,5,CEes>4dS/m a 25ºC, e PST<15;

Y- pHps>8,5,CEes>4dS/m a 25ºC, e PST<15;

Z- pHps>8,5,CEes<4dS/m a 25ºC, e PST>15;

W- pHps>8,5,Cees>4dS/m a 25ºC, e PST>15;

T- pHps<8,5,CEes>4dS/m a 25ºC, e PST>15;
A sequencia correta é:

( A ) II e W, I e Y, III e Z;

( B ) I e X, II e W, III e T

( C ) I e X, II e Z, III e T

( D ) III e W, II e X, I e Y;

( E ) I e X< II e Y, III e W.


14 – para recuperar um Solo Salino, devem ser empregadas as seguintes técnicas:

( A ) lavagem e drenagem adequada;

( B ) lavagem e aplicação de fertilizantes;

( C ) drenagem adequada e aplicação de corretivo;

( D ) lavagem e aplicação de corretivo;

( E ) subsolagem e lavagem


15 – No dia 08/10/97 coletou-se amostra de terra em uma cultura de couve-flor, obtendo o seguinte resultado:

Horizonte (cm)

DS (g cm-3)

Ug (%)

Ap 0-23

1,14

28,3

AB 23-44

1,26

25,4

BA 44-73

1,43

21,1

A unidade volumétrica em cada horizonte e o armazenamento, em mm, para a profundidade de 60 cm são:

( A ) Ap 0,323, AB 0,320, BA 0,302, lâmina 229,1;

( B ) Ap 0,283, AB 0,254, BA 0,211, lâmina 152,2;

( C ) Ap 0,248, AB 0,203, BA 0,148, lâmina 123,3;

( D ) Ap 0,323, AB 0,320, BA 0,302, lâmina 189,8;

( E ) Ap 0,283, AB 0,254, BA 0,211, lâmina 189,8.

16 – A avaliação da fertilidade do solo através do método da análise química de terra compreende diversas etapas ao longo do seu processo. A seqüência correta para a obtenção de uma amostra de solo representativa é:

( A ) percorrer a área a ser amostrada; divisão da área em glebas homogênea; determinação do número de amostras a retirar por gleba; determinação da profundidade de amostragem; amostragem propriamente dita; obtenção de amostras compostas;

( B ) divisão da área em glebas homogênea; percorrer a área a ser amostrada; determinação do número de amostras a retirar por gleba; determinação da profundidade de amostragem; amostragem propriamente dita; obtenção de amostras compostas;

( C ) percorrer a área a ser amostrada; divisão da área em glebas homogênea; determinação do número de amostras a retirar por gleba; ; determinação da profundidade de amostragem; obtenção de amostras compostas; amostragem propriamente dita;

( D ) divisão da área em glebas homogênea; percorrer a área a ser amostrada; determinação do número de amostras a retirar por gleba; determinação da profundidade de amostragem; obtenção de amostras compostas; amostragem propriamente dita;

( E ) determinação do número de amostras a retirar por gleba; determinação da profundidade de amostragem; percorrer a área a ser amostrada; divisão da área em glebas homogênea; obtenção de amostras compostas; amostragem propriamente dita;

17 – A calagem é uma das praticas de manejo mais utilizadas em solos tropicais em função dos seus efeitos positivos sobre a produção agrícola. Quanto a essa pratica, pode-se afirmar que:

( A ) a reacidificação do solo após a prática da calagem se deve, exclusivamente, à exportação de bases realizadas pelas colheitas;

( B ) a utilização de gesso agrícola permite a neutralização da acidez do solo;

( C ) diminui a disponibilidade de fósforo no solo;

( D ) diminui a disponibilidade de micronutrientes catiônicos;

( E ) a reacidificação do solo se deve, exclusivamente, à lixiviação ocasionada pela percolação da água no solo.
18 – Considere a análise química de terra para fins d avaliação da fertilidade do solo, que se segue:


Na

Ca

Mg

K

H + Al

Al

Cmolc . dm-3*

0,10

1,70

1,00

0,20

3,00

1,00

*Cmolc . dm-3 = 10mmolc . dm-3
Com base nesse resultado analítico,,os valores da soma de bases (Cmolc . dm-3), CTC (ou valor T; Cmolc . dm-3) e de saturação de base (%) são respectivamente:

( A ) 3, 3, 100

( B ) 3, 4, 50

( C ) 3, 6, 50



( D ) 3, 7, 43

( E ) 4, 6, 67.


Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande