Apostila de curativo funec – fundamentos II



Baixar 233.44 Kb.
Página3/7
Encontro29.11.2017
Tamanho233.44 Kb.
1   2   3   4   5   6   7

Indicação





  • Prevenção de lesão de pele.

  • Tratamento da dermatite amoniacal.


Cuidados a serem observados


  • Observar a presença de reação alérgica ao produto, suspendendo-o imediatamente.


6.2 Loção emoliente e hidratante com Ácidos Graxos Essenciais
Descrição
É uma loção hidratante e emoliente para pele seca em cuja fórmula destacam – se os Ácidos Graxos Essenciais.

Modo de Ação

Os componentes da fórmula agem sinérgicamente, proporcionando resultados importantes na pele, desde a hidratação, proteção e prevenção de úlceras por pressão.


Modo de Utilização
Aplicar na pele de todo o corpo, após a higienização do paciente, e a cada mudança de decúbito.
Cuidados a serem observados
Não aplicar sobre lesões de pele: descamação com lesão epidérmica e feridas.

Não massagear sobre áreas isquêmicas, mas somente ao seu redor.




6.3 Curativo com Carvão Ativado e Prata




Descrição
É uma cobertura estéril, composto de carvão ativado puro impregnado com nitrato de prata. Consiste em 100% de carbono ativado produzido pela carbonização de um material de rayon de tecido de viscose. O tecido é selado dentro de um invólucro de não tecido poroso feito de fibras de nylon. O produto é fornecido em embalagens individuais e esterilizado por irradiação gama.

.

Modo de Ação





  • tecido de carvão ativado remove e retém as moléculas do exsudato e as bactérias, exercendo efeito de limpeza no leito da ferida e reduzindo odores desagradáveis. O exsudato da lesão é absorvido pelo curativo secundário.

  • A prata exerce função bactericida complementando a ação do carvão, o que estimula a granulação e a velocidade da cicatrização.

  • A capacidade de adsorção do carvão permite que o curativo permaneça mais tempo no ferimento reduzindo o número de trocas.



Indicação

É indicado para cobertura de feridas infectadas com presença de grande quantidade de exsudato e com ou sem odor e ausência de tecido de necrose.


Modo de Utilização




  • Remover tecido necrótico e/ou fibrótico;


  • Limpar a ferida com Soro Fisiológico a 0,9%.

  • Aplicar o curativo de carvão ativado sobre o local com técnica asséptica.

  • Cobrir com curativo secundário ( gaze ).

  • Fixar com adesivo.



        Cuidados a serem observados





  • curativo de carvão ativado nunca deve ser cortado.

  • curativo de carvão ativado não precisa ser removido a cada troca do curativo secundário. O curativo secundário deve ser trocado sempre que necessário (sujo, úmido ou solto ).

  • Não associar a outros produtos.



6.4 Curativo com Hidrocolóide




Descrição

O curativo hidrocolóide é constituído por duas camadas :



  • interna : compostas por partículas absorventes elásticas de celulose natural, englobada em uma substância elástica e auto–adesiva.

As partículas de celulose se expandem eficazmente quando absorvem exsudato.

O curativo hidrocolóide apresenta variedade de tamanho e apresentação, sendo embalados e esterilizados individualmente.



          Modo de Ação

O curativo hidrocolóide promove no leito da ferida um meio ambiente úmido, ideal à migração de células epiteliais acelerando a cicatrização.

Promove barreira protetora e o isolamento térmico.

Quando absorve o exsudato da ferida, o curativo forma um gel amarelado, protegendo o tecido de granulação e as terminações nervosas.


Indicação

O curativo hidrocolóide é indicado para prevenção e tratamento de úlceras de pressão, úlceras de perna, queimaduras superficiais e áreas doadoras de enxerto de pele.



Modo de Utilização





  • Lavar a ferida com Solução Fisiológica a 0,9% e secar a área adjacente.

  • Selecionar o tamanho apropriado da placa, deixando uma margem de 3 cm maior que a ferida.

  • Aplicar o curativo sobre a ferida.

Observação: Pode ser trocado a cada 3 dias, desde que não haja sinais de vazamento de exsudato ou exsudato purulento. Passará da coloração amarelada para esbranquiçada.

Técnica para retirada do hidrocolóide





placa de hidrocolóide.

  • Continuar ao redor até desprender todas as bordas.


6.4 Pomadas Enzimáticas
6.4.1 Colagenase sem cloranfenicol

Descrição

A colagenase é uma preparação enzimática obtida a partir de filtrados de culturas de Clostridium histolyticum, que contém a clostridiopeptidase A como componente principal e outras peptidases formadas durante o processo de preparação.




        Modo de Ação


A colagenase é utilizada como agente desbridante em lesões superficiais, promovendo a limpeza das áreas lesadas, retirando ou dissolvendo, enzimáticamente, necroses e crostas.


Indicação

Para limpeza enzimática de lesões superficiais, independente de sua origem e localização; em ulcerações e necrose- úlcera varicosa , úlceras de pressão; em lesões de difícil cura- lesões pós-operatórias.






Compartilhe com seus amigos:
1   2   3   4   5   6   7


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande