Alteração de projeto Stricto Sensu Documento de Alteração de Proposta Curricular do Curso de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências ppgec bagé, 2015 Mestrado Profissional em Ensino de Ciências Proposta Curricular



Baixar 282.45 Kb.
Página1/4
Encontro02.07.2019
Tamanho282.45 Kb.
  1   2   3   4




Alteração de projeto Stricto Sensu

Documento de Alteração de Proposta Curricular do Curso de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências - PPGEC

Bagé, 2015

Mestrado Profissional em Ensino de Ciências

Proposta Curricular

  1. Histórico do Programa

O Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências (PPGEC) da Fundação Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA) é formado pelo Curso de Mestrado Profissional em Ensino de Ciências, com início de suas atividades no 2o. semestre letivo do ano de 2012, com 12 discentes, após aprovação para funcionamento pela CAPES em 14/12/2011 com reconhecimento por meio da homologação do CNE, Portaria MEC 1324, de 08/11/2012, D.O.U. 09/11/2012, seç.1, p.8. Ao final do primeiro ano de funcionamento, o Programa já contava com 24 discentes em regime regular de pós-graduação stricto sensu.

O Programa conta com docentes permanentes dos Campi Bagé e Caçapava do Sul da UNIPAMPA. A unidade sede do Programa é o Campus Bagé, onde as aulas acontecem durante os semestres letivos regulares da Pós-Graduação stricto sensu, das quintas-feiras à noite aos sábados, e, em períodos concentrados nos meses de férias escolares na Educação Básica, condicionada a disponibilidade dos docentes e discentes.

O Programa tem como objetivo geral a melhoria da qualificação profissional de professores que atuam preferencialmente na Educação Básica, nas áreas de Física, de Química e de Ciências da Natureza, em um trabalho conjunto entre docentes da UNIPAMPA e estes professores. Para isso, o Programa busca o cumprimento de objetivos específicos que cobrem duas dimensões gerais de conhecimento: a dimensão da formação e a dimensão da prática profissional, assim delineados: (a) proporcionar o incremento da capacidade de inovação de professores para o planejamento e a avaliação de propostas pedagógicas inovadoras, teoricamente fundamentadas e associadas a delineamentos metodológicos, por meio de uma proposta curricular que viabilize aprofundamento de pressupostos teórico-metodológicos para a compreensão das relações entre ensino e aprendizagem; (b) proporcionar o desenvolvimento de competências no uso técnico-pedagógico de tecnologias contemporâneas e sua incorporação em propostas pedagógicas envolvendo práticas experimentais e computacionais, com o apoio de infraestrutura e de proposta curricular adequadas, e de seu corpo docente; (c) proporcionar acompanhamento e orientação aos projetos de estudos e trabalhos de conclusão, com apoio de infraestrutura adequada e de seu corpo docente; e, (d) proporcionar oportunidades para estágios profissionais, troca de conhecimentos e experiências, por meio de intercâmbios, e outras formas de aprimoramento.

Quanto ao perfil do Egresso do Programa, pretende-se que mobilize capacidades e competências da formação e da prática profissional para ações inovadoras nas formas de ensinar, e no uso e desenvolvimento de recursos, com potencialidades de reconfigurar o ambiente educacional, envolvendo o professor, a escola e os educandos na compreensão e na transformação da realidade onde vivem.



  1. Proposta Curricular Vigente

2.1 Descrição Geral

A proposta curricular contempla a formação e a prática profissional, com uma estrutura de 16 componentes curriculares, com 02 créditos cada (1 crédito = 15 h-a). Os conhecimentos curriculares de formação são de natureza pedagógica e epistemológica (05 componentes curriculares de caráter obrigatório), e de conhecimentos específicos (06 componentes curriculares obrigatórios; e 04 componentes eletivos). O componente curricular de prática profissional é de caráter obrigatório, e realizado na forma de estágio profissional. Para a conclusão do Curso, todo o discente deverá cumprir 28 créditos no mínimo, desenvolver um trabalho de conclusão de natureza prática, e obter aprovação em exame de proficiência em língua estrangeira, que pode ser em Língua Inglesa ou Língua Espanhola; o trabalho de conclusão e o exame de proficiência não contabilizam crédito.


    1. Estrutura Curricular Vigente

  • Componentes curriculares de formação

    • De caráter obrigatório:

      • Teorias de Aprendizagem

      • Epistemologias e Práticas Pedagógicas

      • Transposição Didática no Ensino de Ciências

      • Abordagens Interdisciplinares pela Ciência

      • Educação Inclusiva

      • Ciência Moderna e Contemporânea

      • Fontes de Energia

      • História da Ciência na Sala de Aula

      • Fundamentos Metodológicos para Pesquisa em Ensino de Ciências

      • TICs no Ensino de Ciências

      • Métodos Computacionais no Ensino de Ciências

    • De caráter eletivo:

      • Química Ambiental

      • Laboratório Didático de Química

      • Laboratório Didático de Física

      • Astronomia para o Ensino Básico

  • Componente curricular de prática profissional

    • De caráter obrigatório:

      • Estágio Supervisionado em Ciências



  1. Justificativa para a Alteração da Proposta Curricular do Mestrado Profissional em Ensino de Ciências

Com a conclusão da primeira turma do Mestrado Profissional em Ensino de Ciências e com as avaliações periódicas realizadas pela Comissão Coordenadora, ao longo dos 3 (três) anos de atividades do Curso, constatou-se a necessidade de reformular a proposta vigente. Citam-se algumas questões consideradas nesta reformulação: a) carga horária mínima; b) flexibilidade curricular; c) perfil do ingressante; d) presença do mestrando durante o percurso de mestrado.

  1. Nova Proposta Curricular

    1. Descrição Geral da Nova Proposta

Esta proposta curricular contempla a formação, com uma estrutura de 24 componentes curriculares, com 04, 03, 02 ou 01 crédito (1 crédito = 15 ha). Os conhecimentos curriculares de formação são de natureza pedagógica e epistemológica (04 componentes curriculares de caráter obrigatório), e optativas (29). O componente curricular de prática profissional (Estágio de Docência Orientada) é de caráter obrigatório, e realizado na forma de estágio profissional, após qualificação do projeto de pesquisa que é realizado até o final do primeiro ano do mestrando. 

Para a conclusão do Curso, todo mestrando deverá cumprir 24 (vinte e quatro) créditos no mínimo, dos quais 12 (doze) créditos em componentes curriculares obrigatórios, 8 (oito) créditos em componentes curriculares optativos, e 4 (quatro) créditos em atividades complementares.

Além disso, desenvolver um trabalho de conclusão de natureza prática, obter aprovação em exame de proficiência em língua estrangeira, que pode ser em Língua Inglesa ou Língua Espanhola; o trabalho de conclusão e o exame de proficiência não contabilizam crédito.

Os componentes curriculares estão distribuídos da seguinte forma ao longo do curso:



4.2 Estrutura Curricular da Nova Proposta

  • Componentes curriculares de formação

    • De caráter obrigatório:

    • Aprendizagem em Ciências

    • Pesquisa em Ensino de Ciências: Fundamentos Teóricos e Metodológicos

    • Seminários Especiais I

    • De caráter optativo:

    • Seminários de Pesquisa I

    • Seminários de Pesquisa II

    • Seminários de Pesquisa III

    • Seminários de Pesquisa IV

    • Abordagens interdisciplinares no Ensino de Ciências e Matemática

    • Seminários Especiais II

    • Epistemologia da Ciência

    • Divulgação e Popularização da Ciência em Espaços Formais e Não-Formais de Educação

    • Avaliação e Processo Ensino-Aprendizagem em Ciências

    • A Terra em que Vivemos

    • O Céu

    • Métodos Computacionais no Ensino de Astronomia

    • Educação em Astronomia

    • História da Ciência na Sala de Aula

    • Métodos Computacionais no Ensino de Ciências

    • Produção de Material Didático Digital

    • Projetos de Ensino de Ciências Mediados por Tecnologias da Informação e Comunicação

    • Tecnologias da Informação e Comunicação I

    • Tecnologias da Informação e Comunicação II

    • Química Básica

    • Física Básica

    • Laboratório de Química

    • Fontes de Energia

    • Tópicos de Nanotecnologia e Nanociência na Escola

    • Laboratório de Física

    • Práticas Freireanas no Ensino de Ciências

    • CTS e Práticas de Ensino de Ciências

    • Educação Inclusiva I

    • Educação Inclusiva II

  • Componente curricular de prática profissional

    • De caráter obrigatório:

    • Estágio de Docência Orientado



Componentes Curriculares Obrigatórias


Semestre

Componentes

Créditos obrigatórios


I

Aprendizagem em Ciências

Pesquisa em Ensino de Ciências: Fundamentos Teóricos e Metodológicos

04

04


II

Seminário Especial I

02

III

Estágio de Docência Orientada

02

Total de créditos de componentes obrigatórios

12



Identificação do Componente Curricular

Nome

Pesquisa em Ensino de Ciências: fundamentos teóricos e metodológicos

Carga horária

60 h

No de créditos

4 cr

Ementa

Pesquisas na área de Ensino de Ciências. Abordagens qualitativas, quantitativas e quali-quantitativas. Modalidades de pesquisa. Instrumentos de pesquisa. Análise de dados. Projeto de intervenção-pesquisa e produção educacional. Normas para elaboração de trabalhos acadêmicos.

Conteúdo programático

UNIDADE 1: Focos de pesquisas na área de Ensino de Ciências: currículo, ensino, aprendizagem, contexto, avaliação. Tipos de pesquisa: empírico-analíticas, fenomenológico-hermenêuticas, crítico-dialéticas.

UNIDADE 2: Caracterização das abordagens quantitativas, qualitativas e quali-quantitativas na pesquisa em ensino de ciências.

UNIDADE 3: Delineamento de pesquisas quantitativas: metodologias, dados e tratamento estatístico. Técnicas de análise estatística: nível de significância estatística e coeficiente de fidedignidade.

UNIDADE 4: Delineamento de pesquisas qualitativas. Metodologias de pesquisas tipo intervenção, estudo de caso, pesquisa participante, pesquisa-ação, história de vida, exploratória, documental, bibliográfica, pesquisa de campo, experimental, etc. Instrumentos de pesquisa: observação, diário, entrevista, questionário, grupos focais e outros. Fidedignidade, generalização e validade de pesquisas qualitativas. Metodologias de análise de dados: análise de conteúdo, análise de discurso, análise textual discursiva.

UNIDADE 5: Princípios éticos na pesquisa educacional.

UNIDADE 6: Formas de intervenção: unidades de ensino potencialmente significativa (UEPS), ilhas interdisciplinaridade racional (IIR), engenharia didática e outras.

UNIDADE 7: Delineamento dos projetos de intervenção e pesquisa e das produções educacionais.

Bibliografia

ALVES-MAZZOTTI, A. J.; GEWANDSZNADJER, F. O método nas ciências Naturais e Sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. São Paulo: Thomson, 2004.

BARDIN, L. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

COSTA, S. F. Estatística Aplicada à Pesquisa em Educação. Brasília: Plano Editora, 2014.

DOOLEY, R. A.; LEVINSOHN, S. H. Análise do Discurso: conceitos básicos em linguística. 5. ed. Petrópolis, RS: Vozes, 2011.

GONÇALVES, E. P. Iniciação à pesquisa científica. Campinas, SP: Alínea, 2007.

LAVILLE, C.; DIONNE, J. A. Construção do Saber: manual de metodologia de pesquisa em ciências humanas. Porto Alegre: Artmed; Belo Horizonte: UFMG, 1999

MORAES, R.; GALIAZZI, M. do C. Análise textual Discursiva. Ijuí: Unijuí, 2007.

MOREIRA, M. A. Metodologias de Pesquisa em Ensino. São Paulo, Livraria da Física, 2011. 242p.

OLIVEIRA, M. M. de. Como fazer pesquisa qualitativa. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008.

ROSA, M. V. F. P. C. A entrevista na pesquisa qualitativa: mecanismo para validação dos resultados. Belo Horizonte: Autêntica, 2008.

YIN, R. K. Estudo de Caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman.  2005. 212 p.




Identificação do Componente Curricular

Nome

Aprendizagem em Ciências

Carga horária

60 h

No de créditos

4 cr

Ementa

Estudo das principais teorias de aprendizagens e de seus pressupostos epistemológicos, psicológicos e pedagógicos visando sua caracterização e relações entre as teorias do conhecimento e desafios para o ensino de ciências.

Conteúdo programático

UNIDADE 1: Concepções inatistas, ambientalistas e interacionistas. Abordagens comportamentais, gestálticas, humanistas, cognitivas e sistêmicas. Métodos e/ou sistemas educacionais: Freinet, Montessori, Waldorf, Freire, etc.

UNIDADE 2: A teoria do desenvolvimento cognitivo de Piaget. A teoria de Vygotsky e a interação social. A teoria da aprendizagem significativa de Ausubel. A teoria de educação de Novak e o modelo de ensino-aprendizagem de Gowin. A teoria psicológica de Bruner e os pressupostos teóricos freirianos.

UNIDADE 3: Tecnologias da inteligência - Pierre Levy. Experiência e Experimentação na aprendizagem. Ambientes de aprendizagem: desafios para o ensino de ciências.

Bibliografia

AUSUBEL, D. P.; NOVAK, J. D.; e HANESIAN, H. Psicologia Educacional. Tradução de Eva Nick et al. Rio de Janeiro, Interamericana, 1980. Tradução de Educational psychology, New York: Holt, Rinehart and Winston, 1978.

BRUNER, J. S. Sobre o Conhecimento: Ensaios de mãos esquerda. São Paulo: Phorte, 2008.

BRUNER, J. S. Uma Nova Teoria da Aprendizagem. Rio de Janeiro: Block , 1966.

DEWEY, J. Como Pensamos. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1959.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia. Saberes Necessário à Prática Educativa.12 ed.São Paulo: Editora Paz ,1999.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. Ed.41. Rio de Janeiro: Paz e Terra, Freire, 2005.

LEVY, P. As tecnologias da inteligência: o futuro do pensamento na era da informática. 1 ed. Lisboa: Instituto Piaget, 1992. 263 p.

LEVY, P. As árvores de conhecimentos. São Paulo: Escuta, 1995. 188 p. (em co-autoria com Michel Authier)

MOREIRA, M. A. Teorias de Aprendizagem. Editora Pedagógica e Universitária Ltda (E.P.U.), São Paulo, Brasil, 1999.195 p.

MOREIRA, M. A. Aprendizagem significativa. Brasília: Ed. da UnB, 1999.

PIAGET, J. A. Da lógica da criança à lógica do adolescente;

PIAGET, J. A. Fazer e Compreender. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1976. 175 p.

ROGERS, C. R. Liberdade para aprender. Belo Horizonte: Interlivros, 1971. 331 p.

SKINNER, B. F. Tecnologia do Ensino. São Paulo, Herder, 1972. 260 p.





Identificação do Componente Curricular

Nome

Seminários Especiais I

Carga horária

30 h

No de créditos

2 cr

Ementa

Discussões teórico-metodológicas sobre estudos e pesquisas relacionadas aos projetos de dissertações e elaboração de produções pedagógicas do Mestrado Profissional em Ensino de Ciências. Ênfase em problemas de pesquisa, percursos metodológicos de investigação e de análise de dados e no texto da defesa de dissertação. Seminários de pesquisas.

Conteúdo programático

Temas específicos da prática profissional e pesquisa em Ensino de Ciências relacionados estudos e pesquisas relacionadas aos projetos de dissertações e elaboração de produção pedagógicas do Mestrado Profissional em Ensino de Ciências.

Bibliografia

ARAÚJO, C. R. L.; MARQUES, D. C. Manual de normalização de trabalhos acadêmicos: conforme normas da ABNT. 3 ed. Revista e ampliada, Bagé: Universidade Federal do Pampa. 2013. 107 p.

Banco de Teses e Dissertações da Capes.

Artigos técnico-científicos disponíveis on-line.



Identificação do Componente Curricular

Nome

Estágio de Docência Orientada

Carga horária

30h

No de créditos

2 cr

Ementa

Acompanhamento e avaliação das atividades de pesquisa e da prática profissional do mestrando.

Conteúdo programático

UNIDADE 1: Conceitos e leis das ciências da natureza.

UNIDADE 2: Conceitos e ideias sobre Ensino, Aprendizagem e Currículo.

UNIDADE 3: Avaliação no Ensino de Ciências.

UNIDADE 4: Seleção de recursos didáticos.

UNIDADE 5: Metodologias de Ensino.

UNIDADE 6: Regência de classe.



Bibliografia

LÜDKE, Menga; André, Marli E. D. A. Pesquisa em Educação: Abordagens Qualitativas, 1986.

MARANDINO, Martha. A prática de ensino nas licenciaturas e a pesquisa em ensino de ciências: questões atuais. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v.20, n.2, p.168-193, 2003.



O aluno tem a possibilidade de construir seu percurso de formação por meio da escolha pelo menos 8 (oito) créditos em componentes curriculares optativos. A cada semestre serão ofertadas distintas componentes curriculares optativas.


Componentes Curriculares Optativas


Identificação do Componente Curricular

Nome

Seminários de Pesquisa I

Carga horária

15h

No de créditos

1 cr

Ementa

Estudos de temas relacionados ao projeto de pesquisa do mestrando, com foco no objeto e problema de pesquisa e assuntos a eles relacionados.

Conteúdo programático

Temas relacionados ao projeto de pesquisa e da prática profissional do mestrando.

Bibliografia

Banco de teses e dissertações da Capes.

Artigos de assuntos relacionados a pesquisa.






Identificação do Componente Curricular

Nome

Seminários de Pesquisa II

Carga horária

15h

No de créditos

1 cr

Ementa

Fundamentação das metodologias de coleta e de análise de dados. Instrumentos de pesquisa.

Conteúdo programático

Temas relacionados ao projeto de pesquisa e da prática profissional do mestrando.

Bibliografia

Banco de teses e dissertações da Capes.

Artigos de assuntos relacionados a pesquisa.





Compartilhe com seus amigos:
  1   2   3   4


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande