Xtasy Lago Abraçado por pele



Baixar 0.5 Mb.
Página5/15
Encontro30.06.2019
Tamanho0.5 Mb.
1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   15

hesitação. Francamente, ele não entendeu a hesitação dele. Por que não a levar daqui para em algum lugar eles poderia estar só? Quando ele explicou tudo, então ela entenderia.

Uma dor afiada radiou a canela dele e levou todo pedaço do controle desfiando dele para não rosnar a Brenna pelo chutar. Ao invés, ele luziu a ela pela mesa e ela o atirou um olhar sujo. Ele olhou para ver ao redor se qualquer um fosse atenção proveitosa, mas o único olhar que ele se encontrou era Ann. Ela lhe deu um sorriso danoso e piscou a ele. Cague. A Carol poderia não poder cheirar o interesse dele, mas aparentemente, ele estava radiodifundindo para a mesa inteira. Ele teve que se perguntar isso que a antipatia de Brenna para a atração dele para o amigo dela originado de de.

A lembrança afiada dos ambientes dele ajudou a descer um pouco a catraca os instintos dele. Seguramente, seqüestrando a mulher de uma festa de jantar faria maravilhas para ela confiar nele. O que se ela o companheiro de Kaden ou Sloan não era? De repente os planos simples deles/delas pareciam inacreditavelmente estúpidos. Ele não a pôde dar para cima não importa isso que, e não seria justo para ele esperar que os irmãos dele não procurem os companheiros deles/delas.

Apesar do julgamento melhor dele, ele ia ter que caminhar fora agora para, até que ele teve uma chance para falar com os irmãos dele. Ele soube que era uma chance próximo-para-impossível que ela seria ambos seu e o companheiro de Kaden e menos chance do ser dela que Sloan é como bem. Porém, ele sempre tinha acreditado que tudo aconteceu por uma razão, e até provado caso contrário, ele teve que acreditar que ela foi querida dizer ser tudo de seu.Abraçado por pele 59

Capítulo sete

Jaxon passou o próximo dia inteiro pensando em Carol e preocupando sobre o futuro. Os três deles quase não tinham falado enquanto eles fizeram o jantar hoje à noite. Kaden normalmente levou ao cuidado das refeições, mas todos eles acabaram ajudando. A tensão que pendurou a mesa deles/delas por cima era quase uma entidade palpável. Cada um deles sentou lá e comeu, ninguém que fala do que estava nas mentes deles/delas. Kaden não estava comendo mais. Ao invés ele sentou na cadeira dele com isto empurrou atrás em duas pernas e fitou fora a janela de cozinha grande como ele bebeu uma cerveja depois de outro.

Sloan encarou abaixo o prato dele, enquanto empurrando as batatas dele ao redor como se ele estivesse procurando o significado de vida debaixo deles. Alguém teve que terminar esta tensão e Jaxon soube que teria que ser ele, embora ele não tinha completamente certeza aquela declaração que qualquer coisa ajudaria ou faria tudo neste momento pior. Jaxon pensou em Carol e como não seria justo para a trazer no meio disto defeque.

Todos os três deles falaram em harmonia. "Eu achei meu Verdadeiro Companheiro."

Silêncio atordoado os vadiou no ar antes de eles começassem grito a um ao outro.

"O que o inferno?"

"Quem é ela?"

"Quando o inferno isto aconteceu?"

"Certo", Jaxon disse e sustentou as mãos dele. "Um de cada vez. Sloan, você começa. O que conhece você seu Companheiro?"

"Eu a conheci na clínica de Brenna ontem. Ela está para cima aqui ajudando o dela fora durante alguns semanas."

Jaxon desmaiou atrás a tempo no assento dele como uma mistura de liberação e coursed de descrença por ele para a batida do coração dele. Ele 60 Corinne Davies

examinou a Kaden como que estava olhando de um lado para outro entre ele e Sloan se ele estivesse em choque. "Kaden, lhe fale."

"Me fale isso que, Kaden?" Sloan vibrou praticamente no assento dele com excitação.

"Eu conheci meu companheiro ao LCBO ontem. Eu não sei muito dela porque eu ordeno lá de perdido minha mente e tive um tempo duro que controla meu lobo. Eu sei que o nome dela é a Carol." Kaden não soou uma fração tão entusiasmado quanto Sloan fez, e na realidade ele se pareceu com ele tinha sido dado uma pena de morte.

Fuck santo!" Isso é o nome de meu companheiro." Ele chicoteou o olhar dele a Jaxon para confirmação. "Seu companheiro, bro?"

Jaxon acenou com a cabeça e respondeu, "É o amigo de Brenna, Carol. Eu a conheci a Gordon é ontem à noite."

"Whoo-hoo! Nós somos fucking acasalados à mesma mulher!" Sloan saltou aos pés dele e agarrou as chaves de carro dele fora o contador de cozinha. Vamos a adquirir."

"Sloan, nós não podemos roubar a mulher da casa de Gordon no meio da noite."

"Por que o fuck não? Ele não nos parará, porque a Carol é nossa."

"Ela é o humano de fucking." Kaden chutou a cadeira dele atrás e paced para os contadores. "Nós não podemos acasalar com um humano."

"Seriamente, Kaden? Ela nosso Verdadeiro Companheiro é e você vai segurar isso contra ela? Desde então quando você se tornou um fanático?"

"Eu não sou um fanático. Humanos não têm nenhum lugar em nosso mundo." A voz de Kaden subiu para conhecer o nível de Sloan. "Olhar o que aconteceu quando o Solfalvis trouxer Mai para cima aqui. As pessoas morreram porque ela não era bastante forte para se proteger."

Sloan estalou a Kaden, a irritação dele óbvio. "Ela não teve nada que ver com isso, Kaden e você conhecem isto."

"Eu estava lá, Sloan. Aquela situação inteira explodiu porque eles tiveram um companheiro humano."

"Eles nunca deveriam ter deixado só Mai." Sloan martelou a mesa com a mão dele. O "Gaspar e Vencel nunca esperaram o pacote velho deles/delas Abraçado por Pele 61

vir atrás deles. Os lobos húngaros entraram em nosso território sem permissão e ameaçaram o companheiro de um sócio de pacote. Que ela era humana não feito nenhuma diferença à decisão de Gordon para lutar atrás."

"Como isto é para uma pergunta?" Jaxon estalou a ambos eles. Eles estavam brigando iguais alunos. "Como nós vamos compartilhar uma esposa se nós não pudermos nos dar bem?" Ele luziu aos irmãos mais jovens dele. "Kaden, você diz uma mais coisa sobre o ser dela humano e eu vou o perfurar na boca."

Ambos seus irmãos deixaram do atirar de lugar escondido deles/delas. Sloan se instalou a cadeira dele atrás com os braços dele cruzados e Kaden rondou de um lado para outro pela cozinha. Tensão se manteve o quarto, enquanto irritando todos seus animais internos. No passado, eles tinham discutido a possibilidade de compartilhar uma esposa, inclusive os desafios poderiam corar eles, mas até recentemente, a amizade deles/delas nunca era uma preocupação.

Sloan foi o primeiro em romper o silêncio. "Arrependido, Jaxon. Você tem razão. Nós temos algumas coisas para entender primeiro antes de nós a puséssemos no meio de tudo."

"Nenhuma preocupação, Sloan. Mas este temperamento curto seu está se apavorando eu ultimamente."

Sloan acenou com a cabeça e correu os dedos dele entretanto o cabelo vermelho longo dele. Era óbvio a Jaxon que Kaden concordou com a preocupação de Sloan. Com a chegada do companheiro deles/delas, desejou saber ele se isso poderia ser a razão atrás dos recentes comportamentos deles/delas. Primeiro, eles precisaram discutir isto.

"Sloan, por que você é hesitante reivindicando a Carol? Dois minutos atrás você estava pronto para carregar fora a porta."

"Eu esqueci, Brenna me fez não prometer. Ela não viu o amigo dela muito tempo dentro e quis algum tempo para se pôr em dia antes de nós exigíssemos toda sua atenção."

"Por que o inferno você aceitaria isso?" Kaden pareceu pronto para estrangular o irmão dele novamente, mas Jaxon entendeu a fraqueza de Sloan por qualquer coisa da persuasão feminina.

"Porque na ocasião eu não soube que ela era nossa, e eu figurei não doeria para esperar alguns dias para ser certos."62 Corinne Davies

Jaxon sorriu e apontou a Sloan. "Ou porque nosso irmão não pode dizer que não a uma mulher. Um sorriso e ele se submeterão seu todo desejo." Jaxon entendeu a necessidade de Sloan para levar ao cuidado das mulheres na vida dele. Era Kaden está borbulhando raiva que o interessou o mais mais. Ele assistiu como Kaden continuou de um lado para outro a passo pelo chão de cozinha, enquanto tirando um gole da cerveja dele com toda volta.

Sloan olhou horrorizado pela acusação de Jaxon. "Isso não é verdade. Você está me fazendo parecer um capacho."

"Se lembra quando Judy Owens lhe pediu que ajudasse o dela mova?" Kaden mostrou.

"Ou quando a Catherine lhe pediu que ajudasse pintar A Cabana?" Jaxon somou. "Você teve ingressos a um jogo de beisebol de Gaio que fim de semana e você os deu a Mahoney."

"Ninguém diz que não a Catherine."

Kaden acenou com a cabeça o acordo dele. "Retifique, ela tem a melhor lingüiça rola na província."

Sloan se levantou e apoiou atrás contra o contador de cozinha. "Nenhum de você diria que não à lingüiça dela roda qualquer um, assim não começa. Brenna pediu alguns dias para gastar com o amigo dela se pôr em dia. Você pensa que era fácil eu aceitar isso? Nós esperamos este longo, o que é um dia ou dois?"

"Sente agora mesmo como uma eternidade a mim." Jaxon ficava parado e fitou fora da janela de cozinha deles/delas para o lago além. Ele quis honrar a promessa de Sloan a Brenna, mas este era o companheiro deles/delas. Para tudo souberam eles que alguém pudesse estar planejando para a levar embora. O que se o carro dela quebrasse na rodovia casa próxima de Gordon? Havia reais ursos nos bosques e ela estava terminado uma menina de cidade e por. Teve que ser um modo eles poderiam proteger a Carol e poderiam conseguir a conhecer melhor, enquanto não quebrando a promessa de Sloan a Brenna. Eles precisaram de uma falha e quente nos saltos de sapatos daquele pensamento, ele propôs uma solução.

"Sloan, você concordou que todos nós não desceríamos imediatamente em Carol, direito?"Abraçado por pele 63

"Sim, assim?"

"É óbvio que Destino não compartilha nossa promessa a Brenna, determinado como todos nós a conhecemos hoje. Eu tenho uma idéia."

"Eu não quero qualquer parte disto", briga de Kaden. "Você quer se amarrar a um humano, prossiga, mas eu estou o advertindo ela nos causará nada mais que dificuldade."

* * * *

Assustado desperte, a Carol abriu os olhos dela e esquadrinhou o quarto escuro dela. O apartamento estava calado. Depois do jantar a outra noite, Brenna recebeu uma chamada apavorada dela primo Skyler muito grávida. Ela tinha medo ela poderia ir em labute cedo e Brenna desejado lá. Skyler viveu com o companheiro dela dentro AC, assim Brenna pegou um vôo mais cedo hoje à noite para ir e ficar com ela até depois que o bebê nascesse.

A Carol teria pensado que ela dormiria afinal de contas como o morto para cima aqui este ar fresco. Ela e Brenna tinham caminhado esta manhã alguns rastros fora os quais a usaram completamente. Ela não tinha certeza por que ela abriu os olhos dela, e parte do feltro dela como se ela ainda fosse adormecida e este era um sonho. Mentindo na escuridão, ela escutou a sinfonia de barulhos de grilo e mergulhões que encheram a noite. Ela poderia ouvir o relógio fora no corredor mas realmente não desejou se levantar e conferir o tempo. Quase deve ser matutino porque quando ela apagar a luz ontem à noite, ela não pôde ver o dela dê em frente à face dela. Agora ela poderia entender as formas da mobília no quarto ao redor dela. Ela estava surpresa que ela pudesse ver como também ela pôde, enquanto considerando como escuro ainda era.

Fora da porta corrediça grande, as estrelas iluminaram o céu como um milhão de luzes de Natal. Ela nunca tinha visto estrelas assim na cidade. Se pareceu com uma manta cintilante em cima do céu noturno. Centenas de milhares de centelhar luzes de força variada.

Agora ela entendeu o atraia com cumprimentos a dormir debaixo das estrelas e parte dela desejou saber se ela pudesse. Seguramente, havia animais 64 Corinne Davies

ao redor aqui, mas eles não a aborreceriam, eles vão? Ela sorriu e estirou. Ela tem que estar sonhando porque não havia nenhum modo que ela já consideraria em qualquer lugar lá fora ida no próprio dela.

Fechando os olhos dela, ela escutou os sons noturnos e esperou ver onde os sonhos dela a conduziriam.

Um som de sussurro fora de pegou a atenção dela e ela abriu os olhos dela novamente. Isso deve ser o que a acordou no primeiro lugar. Se ela não fosse voltar dormir, então talvez ela mentiria aqui e assistiria o sol surgido. Ela rolou por cima e olhou fora as portas corrediças. Piscando, ela tentou entender o para o qual ela estava olhando.

Uma criatura grande sentou na porta de copo que olha dentro para ela. Ela tão ainda quanto possível se deitou, o coração dela batendo duro dentro do tórax dela. Ela quis gritar, mas o som gelou na garganta dela. Como assistiu ela, a criatura abriu a boca dele largo e bocejou. Bocejado? O movimento realçou dentes grandes, afiados, mas a ação não veio por como agressivo. Se legando se tranqüilizar antes de ela teve um ataque de coração, a Carol tentou se fazer acordar. Ela não quis ter um pesadelo. Por que ela não pôde desejar um sujeito quente que se apareça nos sonhos dela? Sloan fez um aparecimento carnal ontem à noite no sonho dela e ela tipo de esperou o irmão dele o, na realidade, uniria hoje à noite.

O animal grande na porta se levantada nas pernas traseiras dele e apertou contra o copo com as patas dele. O coração dela pulou para dentro de medo. Isso é lá fora um lobo volumoso. O animal grande se sentou atrás e olhou diretamente para ela.

Ele e ele era certamente masculino, erguido a cabeça dele para um lado e encarou pela porta a. A Carol se empurrou em cama e encarou o animal atrás. Ele não assustou ou evitou longe do movimento dela. Ao invés ele calmamente sentou pela porta, enquanto esperando. Havia nenhum modo que Brenna alimentaria um lobo selvagem. Ela soube os perigos de tal uma ação que só deixou uma explicação lógica. Embora, lógico poderia não ser a melhor palavra para usar no momento.

Deslizando fora de debaixo da folha, ela andou à janela e se ajoelhou até que ela sentou no outro lado do copo dos Abraçaram através de Pele 65

criatura. Uma porta de copo grossa proveria bastante proteção para ela escapar se ela precisasse. Para cima aqui, o copo e portas tiveram que resistir as condições de inverno severas que Mãe natureza enviou. Eles não quebrariam debaixo da força de um lobo.

Se forçando a permanecer tranqüilo, ela assistiu o animal grande como bem, enquanto avaliando a criatura do lado dela do copo. A umidade da noite fez a parte de trás do tato de pescoço dela suado e ela soube que o topo de tanque dela estava aderindo à pele úmida dela.

Ela bateu ligeiramente no copo, enquanto expondo o olhar do animal para a face dela. Se ela não tivesse percebido o antes do qual ela poderia estar negociando com, ela soube agora. Nenhum lobo ela já estudou ou leu quase fitado ao tórax de uma mulher.

"Eu não penso que você é Sloan. Sua coloração está errada. Eu o imagino ser algo mais vermelho. Assim você é Jaxon ou Kaden?"

A criatura saltou a seus pés, obviamente surpreendido que ela soube seu segredo. Ela assistiu o passo animal de um lado para outro em frente ao copo. Ele olhou a ela alguns vezes e descobriu os dentes dele a ela. Assim ele não gosta do fato que eu sei? Muito ruim. Ela entendeu animais bastante saber que o que se pareceu com um movimento agressivo sempre não significou isso. Ele pausou à manivela e manuseou então a isto sentou atrás e a encarou.

Ela engoliu nervosamente. Apesar de ser certo que este não era nenhum lobo normal, ainda havia um núcleo de dúvida na cabeça dela. Ela não estava a ponto de abrir a porta sem saber com certeza. Os estados de navalha de Occam" que a explicação mais simples é o direito um. Isto significa, há só uma explicação para você estando aqui. Assim, eu não o estou deixando dentro até que você me fala que é você."

Eles sentaram em um impasse, cada em um lado do copo, encarando o outro. Carol queria que esta criatura confiasse nela bastante lhe mostrar a verdade. Não levou um psicólogo para analisar a necessidade dela por confiança, mas agora mesmo, ela não se preocupou. Ele veio a ela. Assim ele pudesse jogar agora pelas regras dela para. Ela cruzou os braços dela e obteve para cima do chão. "Multa. Vá embora então."66 Corinne Davies

O lobo grande saltou aos pés dele e então se lançou na porta. As patas dele bateram no copo, punção de unhas contra a superfície. Nas pernas traseiras dele, ele sobressaiu em cima dela.

Ela apontou um dedo para a criatura e manteve o tom dela até mesmo. Ela soube sobre a audição sensível deles/delas. "Você quer dentro? Então pergunte em inglês."

Se não fosse para o fato que ela estava encarando o animal, ela teria perdido o vislumbre de ar ao redor dele. Um momento que um lobo grande a encarou, o próximo Jaxon estava nu no outro lado do copo. Ele olhou urinado fora, mas ela não se preocupou. Ele tinha tentado manter segredos dela.

"Abra a porta, Carol."

"Isso está ordenando, não perguntando." Ela não pôde explicar por que ela não ia o deixar escapar com ser mandão. Um pouco de instinto fundo abaixo dentro dela insistiu em se levantar para ele e sendo nu fora não era nenhuma desculpa para ser rude.

"Por favor, você abrirá a porta?"

Melhor." Ela sacudiu a fechadura e puxou aberto a porta corrediça.

Jaxon pisou dentro e imediatamente invadiu o espaço pessoal dela. Ela ficou firme e não pisou atrás dele. Quando ela conhecer o olhar dele, ela pensou que ela viu um pouco de respeito e humor que lustram lá.

"Quanto tempo o ter conhecido?"

"Conhecido sobre forma-shifters ou conhecido que você um é?" Os olhos dela acumularam o corpo incrível dele por cima. Ele era forte e bonito. Uma ação de desempoar clara de cabelo cobriu o tórax dele e arrowed até o galo dele. Se contraiu debaixo do olhar dela. Sua cabeça corou um vermelho escuro como o cabo endurecido. Ela fisted as mãos dela para parar de alcançar fora o tocar. Só porque ele veio a ela como um lobo e ela o fez trocar em frente a ela não signifique ele a quis aquele modo.

"Olhando para mim gosta isso não vai o sair de responder a pergunta." A voz dele soada abaixa que normal e segurou um resmungo distinto a isto.Abraçado por pele 67

A Carol sacudiu o olhar dela atrás para cima para a face dele e esperou que a luz escura escondesse o calor nas bochechas dela. "Eu não sei por que importa, mas eu conheci por alguns anos. Isso é por que Brenna me pediu que levasse ao cuidado do clínico dela enquanto ela foi visitar a irmã dela. Caçando estação começará enquanto ela está fora, e ela não quis deixar a cidade sem um veterinário."

"Gordon confia em você."

A Carol acenou com a cabeça, enquanto vendo a aceitação no olhar de Jaxon. Ela soube que o pai de Brenna era um homem bem-respeitado, mas ela não percebeu quanto agora até. Jaxon pisou mais íntimo e a aglomerou, enquanto embrulhando os dedos dele ao redor da parte de trás do pescoço dela. Ele apertou suavemente debaixo do queixo dela, enquanto inclinando a face dela para ele. Ela sentia o galo duro dele apertando contra a barriga dela e a libido se enfurecendo dela a lembrou, ela teve um homem nu no quarto dela!

"Onde Brenna foram esta tarde tarde?"

Ou o moinho de rumor provincial era impressionante ou Cris viu Brenna apressar hoje em viagem. O primo dela chamou um pânico a outra noite, amedrontado ela ia em labute."

"Eu ouvi ela não era devida durante outro mês."

"Era falso labute, mas Skyler implorou Brenna que surpreendesse o vôo mais cedo. Eu penso que o companheiro de Skyler está apavorando como muito como ela."

"De forma que meios você está todo só na casa?"

Um momento de pânico tremulou profundamente no tórax de Carol e então dissipou como se nunca existisse. Ela poderia não conhecer bem Jaxon tudo aquilo, mas ela nunca tinha sentido mais seguro na vida dela. "Nós estamos todo sós."

Um sorriso sensual enrolou os lábios dele, enquanto fazendo o dela engula pulo. Jaxon era um homem bonito, mas quando ele sorriu, uma covinha empalou a bochecha dele. Ela era uma ventosa para covinhas. "Isso faz muito mais fácil coisas. Eu não tenho que preocupar sobre Brenna acordado para cima."

"Ela é uma dormente sã."

Não soe bastante para o que eu planejei fazer a você." Ele imergiu a cabeça dele e reivindicou os lábios dela. A língua dele sacudiu contra a costura dos lábios dela como se pedindo permissão. Separando os lábios dela sentidos como 68 Corinne Davies

natural como respirando, e ele varreu dentro e roubou todo pensamento claro na cabeça dela.

As mãos dele deslizaram ao redor ao fundo dela, o calor que radia pelos shorts de algodão claros que ela usou. Para um momento, desejou ela que ela estivesse usando algo mais sensual que um topo de tanque velho e shorts de pugilista, mas quando ela for hoje à noite para cama, o último pensamento na cabeça dela era aquele dos irmãos de Henderson a visitaria fora dos sonhos dela. "Eu não estou sonhando, eu sou?"

Jaxon libertou os lábios dela e viajou a mandíbula dela junto, enquanto enviando inchaços de ganso abaixo a espinha dela. As mãos dela descansaram no bíceps duro dele. As mãos dele apertaram o asno dela e a puxaram contra o galo pedra-duro dele. Ele a segurou em lugar e suavemente balançou os quadris dele. O fim cego grande do galo dele bateu a entrada ao gato dela como ele caminhou eles à cama.

"Jaxon, você pensa que nós estamos movendo um pouco depressa?"

Ele gelou no caminho dele ao longo do pescoço dela e apertou um beijo à pele dela antes de apoiar para olhar nos olhos dela atrás. Os olhos dele arderam âmbar na escuridão. Se ela já não soubesse que ele era algo mais que o humano que teria dado isto. "Não, mas se você for incômodo, me fale e eu pararei. Eu juro eu vou, Carol."

Ela não queria que ele parasse. Esta era a vida dela e ela não ia passar um posto de um-noite por causa de algum mindset antiquado sobre aquele tipo de coisa. Ela soube que shifters tenderam a trabalhar mais rápido um pouco nesta área de vida, e agora mesmo, ela era grata. Se partiu para cima para ela poderia ser semanas antes de ela tivesse coragem para dizer algo a ele. "Eu não quero parar."

Ela não teve as palavras completamente fora da boca dela quando ele dobrou a cabeça dele e a beijou novamente. Palavras não pareciam como eles quisessem dizer muito, não quando ele conseguir jogar o corpo dela como um instrumento musical. Quando o pensamento de como ele adquiriu este tipo de experiência entrou no cérebro dela, ela repeliu isto. Nada ia deteriorar este momento para ela. Até mesmo se isto só fosse para esta noite, ela Abraçou através de Pele 69

querido sempre se lembrar disto. Há preservativos à noite gaveta de mesa."

Alcançando a cama, Jaxon se agachou e seguiu o dela abaixo. A apertando na cama, ele arqueou os quadris dele, enquanto dirigindo o galo dele entre as pernas dela. O movimento fez um calor delicioso radiar do gato molhado dela. Ela quis o sentir pele em pele. Sentia como se o corpo inteiro dela pulsou a tempo à batida do coração acelerada dela. Carol puxou ao cós dos shorts dela. "Eu quero estes fora."

Ele riu contra os lábios dela. "Não contudo. Eu vou mergulhar bolas fundo em você o momento que barreira tem sido."

Ela não pôde ajudar o gemido que escapou a garganta dela como ela arqueou para cima no sentimento precipitado o galo dele criado como arrastou o clit dela por cima. Ele apartou e ela agarrou o braço dele, amedrontado ela tinha feito algo erradamente. "Não vá."

"Shhhh. Eu não vou em qualquer lugar. É certo." Ele trocou e apertou os joelhos dele na cama em ou lado dela, escarranchando os quadris dela. O galo dele descansou contra a barriga inferior dela e ela alcançou fora e agarrou isto como melhor ela pôde. A cabeça de Jaxon derrubou atrás e ela sentou para cima apertar um beijo contra o tórax dele. Mordendo o músculo duro debaixo da pele dele, ela tirou no comprimento dele no aperto dela. Um baixo resmungo estrondeou na garganta dele e ele embrulhou a mão dele ao redor o seu.




1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   15


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal