Vigas activas arrefecidas (Série did 632)



Baixar 14.93 Kb.
Encontro11.10.2019
Tamanho14.93 Kb.


Vigas activas arrefecidas (Série DID 632)



Descrição


Vigas activas arrefecidas de baixo perfil (altura máxima 210mm), próprias para montagem embutida nos tectos falsos, concebidas para remover elevadas cargas térmicas dos espaços com base em água e ar arrefecidos, aquecidos ou ambos. A insuflação do ar é feita através de duas ranhuras longitudinais laterais sendo o ar ambiente induzido através da grelha frontal localizada entre ambas. São próprios para montagem em espaços com pé direito – entre 2,4 m até 5 m.

O ar-primário é conduzido por um pleno rectangular (com entrada circular vertical ou horinzontal) e insuflado a alta velocidade (cerca de 14 m/s) através de multi-injectores dispostos longitudinalmente. Estes estão disponíveis em diferentes secções (2 a 4mm) de modo a permitir uma melhor adaptação do difusor às cargas térmicas a combater nos diversos espaços.

Imediatamente acima da grelha frontal encontra-se a bateria de água fria ou quente – sistema a 2 tubos – ou de água fria e quente – sistema a 4 tubos. Estas baterias são de execução especial de modo a transferir a adequada potência térmica com elevado rendimento mantendo ao mesmo tempo uma baixa perda de carga à passagem do ar. As alhetas desta bateria têm um adequado afastamento de modo a não reter eventuais impurezas presentes no ar em recirculação permitindo uma maior periodicidade na sua limpeza (anual ou bianual).

O ar primário “forçado” através dos injectores induz o ar ambiente numa proporção aproximadamente de 1:5. O ar ambiente induzido é arrefecido ou aquecido na bateria de água. A mistura de ar primário com este ar induzido é conduzida através da estrutura da caixa para as duas ranhuras laterais cujo desenho provoca uma saída de ar horizontal complanar ao tecto – efeito de coanda – dando origem a uma óptima distribuição do ar ambiente sem estratificações e sem velocidades residuais na zona ocupada acima de 0,2 m/s.

De acordo com a estética da arquitectura do espaço ambiente deverá ser possível realizar a extracção do ar através de uma zona na própria face frontal do difusor. Esta extracção pode ser livre ou conduzida através de conduta devendo, neste último caso, o difusor ter incorporado um pleno com ligação vertical ou horizontal.

Podem ser usados como elementos singulares, com controlo individual, ou como elementos agrupados com control de grupo, dependendo da forma como forem interligados hidraulicamente.

O remate com o tecto falso depende deste último podendo ser: camplanar no caso de tecto metálico: suspenso sobre perfis em “T” complanar com placas de tecto falso em pladur ou outro material ou ainda como apoio directo de placas de pladur.

A fixação ao tecto é feita através de suspensões rígidas – varões autoroscantes ou outros – utilizando as patilhas laterais disponíveis num mínimo de 4 para comprimentos até 2 m ou 6 para comprimentos superiores.

A acessibilidade às tomadas de água e ar deve ser especificada de acordo com as condições técnicas específicas da obra, i.e. de acordo com os projectos detalhados eólico e hidráulico. As ligações hidráulicas tanto de água quente como de água fria são feitas através de chicotes flexíveis (comprimento até 1m) com ligações rápidas nas duas extremidades a tubo de cobre de 12mm de diâmetro.

Acessibilidade para Serviço

A inspecção e limpeza da serpentina é feita pela parte inferior do difusor, acessível, portanto, do lado do espaço ambiente. A grelha frontal é amovível podendo ser rebaixada facilmente através de uma simples pressão de dois dispositivos de prisão – linguetas com mola – situados nas quatro extremidades da grelha. A queda desta última é prevenida por dois cabos de aço colocados de um dos lados da grelha que permite um basculamento total de modo a facilitar o acesso a todo o miolo interior do difusor.



Materiais

Caixa exterior e pleno de distribuição de ar feitos a partir de chapa de aço galvanizado. Permutador de água feito a partir de tubo de cobre com alhetas em alumínio, grelha frontal feita em chapa perfurada (área livre superior a 50%) de aço galvanizado termo lacado em cor RAL a definir.

Perfis frontais de saída de ar feitos a partir de perfis de chapa de aço de elevada qualidade de modo a garantir uma linearidade perfeita quando colocados em série nos espaços em que tal acontece, com acabamento termo lacado em cor RAL a definir.

Dimensionamento

Tendo em linha de conta o elevado número de variáveis interactivas que influenciam e determinam a potência térmica disponível tanto em aquecimento como arrefecimento, deverá ser usado um software certificado pela Eurovent (ou organismo declaradamente equivalente) para elaborar a ficha técnica por cada viga e em cada local de implementação onde deverão constar os seguintes parâmetros:

- Temperaturas: ar-primário, água arrefecida (entrada e saída) água quente (entrada e saída)

- Potências térmicas: conduzida pelo ar-primário, pela água (quente e fria) e soma das duas.

- Pressão: na conduta de ar-primário

- Pressão diferencial: nas serpentinas de água (quente e fria)

- Velocidade residual ar no ambiente a 1,8m do chão: junto á parede e entre duas vigas

complanares.



Marca de referência: Trox Technik

Distribuidor em Portugal: Contimetra

Modelo: DID632/L1 x LN/RAL…….

Nota:


L1 – Comprimento do difusor – placa frontal

LN – Comprimento da zona activa – bateria





Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
Universidade estadual
união acórdãos
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande