Ventosaterapia Coreana



Baixar 47.47 Kb.
Encontro10.07.2018
Tamanho47.47 Kb.

Ventosaterapia Coreana

Buhang Yopo (부항요법)


Prof.: Antônio Augusto Azevedo Cunha

Fisioterapeuta Especialista em Acupuntura.
Ventosaterapia Coreana.

O que é ventosaterapia de ebulição? No tempo antigo no oriente era comum tratar doenças com ventosas absorvendo a pele através de vácuo provocado por fogo dentro de um jarro. Na busca da longevidade pela saúde é importante o conceito de remover o sangue tóxico. Antigamente utilizava-se chifre e copos de bambu para aplicar na pele em vácuo fazendo sucção do sangue para a superfície. A Coreia desenvolveu copos de PVC com bomba manual de vácuo para este tratamento.



Princípio de Provocar Ebulição.
O ser humano está submetido 24hs a pressão atmosférica. Ele é alvo do que come, bebidas, fumo e experiências da vida, que podem gerar subprodutos positivos ou negativos. Quando aplicamos vácuo através de uma ventosa em áreas do corpo, criamos um choque na fisiologia que é responsável por uma mudança de algumas taxas basais fisiológicas, muito benéficas para a saúde. A ação de provocar reação de bolhas na pele faz com que o veneno que o próprio corpo cria, assim como bactérias e vírus possam ser purgados para fora do corpo, purificando o sangue e restabelecendo a saúde.
Como Provocar Ebulição?
Após aplicar a ventosa na pele aguarde aparecer o pigmento escuro e retire-a aplicando sobre a pele uma pequena quantidade de um antigo emplastro medicinal oriental composto de alho com mostarda. Aplique novamente a ventosa e ocorrerá o fenômeno de abrasão e formação de bolhas na pele puxando o sangue contaminado e as toxinas para fora do corpo.
A toxicidade do Sangue (Oketsu, Hyel).

 

O corpo humano possui em seu interior várias toxinas, microorganismos , fungos e virus, assim como toxinas decorrentes de medicamentos e elementos químicos depositativos, metais pesados e etc. mas em estado inerte por causa da sua ação initerrupta das defesas do organismo. No interior do capilar sangüíneo esta a origem de todas as doenças, é ali que se forma o Oketsu (em japonês e Hyel em coreano) ou sangue tóxico gelatinoso. Oketsu é uma combinação de colesterol e material celular sangüíneo morto. Este material com o passar do tempo fica retido nos capilares sangüíneos interrompendo a sua livre passagem de sangue, diminuindo a resposta imunológica se congelando nos capilares. A vaso-dilatação capilar ativa a circulação do sangue, trás nutrientes, e excreta a matéria tóxica para fora do corpo. Quando há dor é porque há acúmulo de sangue escuro tóxico na região que precisa ser retirado, fazendo a circulação do sangue retiramos esta toxina estagnada e gelatinosa do local devendo ser descartada. Ao aplicar vácuo com ventosa sobre ele, o Oketsu é filtrado e removido através de seu tecido celular aparecendo na superfície da pele como pigmento. Igualmente com os gases tóxicos assim são purgados do sangue. Reforçando a respiração sangüínea purificamos o sangue. O sangue purificado é rico em cálcio e fresco em nutrientes, onde a oxidação sangüínea é livre e saudável. Permitindo uma renovação sangüínea e hormonal onde a constituição fisiológica se fortalece, ativando o seu natural poder de cura podendo lutar contra a doença.


A Resposta do Corpo a Aplicação de Ventosa.
 

 Ao aplicar vácuo através de ventosa no corpo, ele responde com:

(1) Purificação do sangue e das hemácias e aumento de leucócitos.

(2) Aumento do cálcio no sangue. Renovação hormonal e da sua atividade

(3) Aumento do poder de cura natural.

(4) Fisiologia melhorada.

(5) Ativação da circulação sangüínea geral.

Resposta da Pele a Terapia com Ventosas.

 

 



 

Em conseqüência do vácuo na pele há formação de pigmento sangüíneo na pele. Ha reação da solidificação sangüínea de cor e forma diferenciada podendo se apresentar como:



a)Reação seca e escamosa com abertura dos poros (normal ou pálida).

b)Reação de bolhas por pressão mais sintoma subjetivo.

De acordo com a saúde:

(1) Pelo estado de saúde não há melhora do sintoma, ha uma possibilidade de sentir fatiga entre em 2-7 dias.

(2) Impressão temporária de enfraquecimento e sonolência.

c)Congelamento dos músculos.

d) Coceira na superfície da pele.

e)Aumento da temperatura basal do corpo.

f) Urina de cor escura e cheiro forte.

g) Diarréia momentânea.


1) Reação Pigmentar – É quando aparece uma reação colorida na superfície da pele. A reação preta escura ou vermelho carmesim significa que a toxina sangüínea esta aprofundada.

2) Reação Solida – significa reação escura densa de congelamento sangüíneo tóxico no local.

3) Reação Roxa – necessita provocar reação de bolhas para desintoxicar o sangue.

4) Reação de Bolhas – provoque reação de bolhas aplicando ventosa e pasta durante 5 minutos para ocorrer total absorção tóxica.



5) Reação Úmida – aparece água na superfície da pele onde a ventosa foi aplicada, em conseqüência da pressão, significa que o paciente possui alguma doença grave. A doença irá melhorar conforme a reação de água for desaparecendo.

Esta reação geralmente aparece em idoso.



Demonstração da Reação Pigmentar por Ventosa.







Efeito Terapêutico da Ventosa.

 

(1) Renovação do sangue e purificação.



 

(2) Cria pela hematopoiese sangue e ativa a circulação. Hematopoiese ou hematopoese, é o processo de formação, desenvolvimento e maturação dos elementos do sangue (eritrócitos, leucócitos e plaquetas). As células-tronco que no adulto encontram-se na medula óssea são as responsáveis por formar todas as células e derivados celulares que circulam no sangue.

 

(3) Aumento da nutrição celular, e desintoxicação, através da urina e fezes.



 

(4) Aumento da imunidade funcional, com efeito imediato no Câncer, Acidente Vascular Cerebral e Obesidade.


(5) Antes de aplicar a ventosa aperte a unha, se ela ficar pálida e demorar a aparecer o preenchimento sangüíneo o paciente possui anemia. Evite aplicar ventosas neste caso.

Protocolo de tratamento com Ventosas.
Uso da Ventosa:

1. A adaptação do bico de sucção da ventosa com entrada da bomba de vácuo.

2. Após ter unido a boca do copo da ventosa a pele, puxar a bomba de vácuo (a força da absorção é de 2 a 3 puxadas). Observar o grau de aderência a pele.

3. Após a perfuração da pele para sangria (usar luva e caneta lanceta com agulha descartável) aplicar a ventosa para sucção do sangue.

Após a sangria limpar o equipamento com álcool e detergente de cozinha e bastante água para desinfetar.

Ventosa de Ebulição:

1. Colocar a ventosa na região doente. Ao observar a reação escura na pele retirar a ventosa e aplicar um pouco do emplastro e reaplicar a ventosa.

2. Observar o início da ebulição da pele e subida de sangue.

3 O tempo da hemossedimentação é de 10 a 15 minutos, após aparecer a ebulição o sangue torna-se circulante e há desintoxicação local.

3. Aconselhamos não ultrapassar o tempo de ventosa de ebulição de 5 minutos apenas

Atenção:

1. Evitar aplicar ventosas se beber alcool. Antes de ir para a cama é a hora ideal de aplicar ventosas.

2. Não aplique força de vácuo muito grande em idosos e evite remover sangue. Se a paciente estiver grávida evite a mesma operação.

3. Quando houver hemorragia não aplicar ventosa ou faça sangria.

4. Aplique as ventosas de cima para baixo sempre, evite colocar muitas ventosas da primeira vez, vá acostumando aos poucos.

5. Antes de aplicar ventosa nos outros experimente em si mesmo.

6. Se houver piora do sintoma, interrompa o tratamento.

7. No caso de doença crônica, evite deixar o vácuo durante muito tempo no paciente.

3. Basta puxar 2 a 3 vezes a bomba de vácuo. Sempre observe a reação do pigmento da pele e retire a ventosa.

Aplicando ventosa na barriga:

1. Aplique as ventosas na ordem estabelecida, e retire-as na ordem estabelecida.

2. O tempo de aplicação das ventosas para adultos é de 3 a 5 minutos, crianças e idosos não ultrapassar 1 minuto.



Aplicando ventosa nas costas:

1. Aplique na ordem estabelecida.

2. Aplique sobre a coluna vertebral primeiro do peito até o quadril. A distancia entre as ventosas deverá ser de 1cm.

3. Aplique 2 copos de ventosa em cada lado do trapézio.

4. Quando aplicar na 2º ou 3º vez aplique fora do local das manchas existentes.

5. Na 4º ou 5º aplicação a cor das manchas será muito fraca ou inexistente, isso demonstra que a saúde melhorou.



6. Aguarde de 5 a 10 minutos após a colocação (nas costas aguarda-se um tempo maior). Em crianças espere apenas 5 minutos

Aplicando ventosas de bambu com escalda pés.

As ventosas de bambu são mais eficientes para tratar dores do que as ventosas de PVC ou de vidro. Ao utilizar escalda pés em bacia de água aquecida com sal grosso em conjunto, forçamos a circulação do sangue total aumentando o efeito terapêutico da ventosa na Coreia. O simples mergulhar dos pés em uma bacia com água quente é um calmante ou relaxante muscular. O calor da água dilata os vasos sanguíneos, ativa a circulação, esquenta todo o corpo e dá uma agradável sensação de bem-estar. Ele ajuda a desbloquear o excesso de energia estagnada na cabeça, pescoço e ombros, e assim libera as toxinas, relaxa e diminui o stress, por isso, é muito indicado nas dores de cabeça em geral, incluindo as preocupações, além de garantir um ótimo sono! A aplicação das ventosas de bambu se dirige a cervical 3 copos, ombros 4 copos, dorsal 6 copos, joelho 5 copos e pernas 3 copos. O paciente fica nesta posição durante 5 a 10 minutos em descanso, tempo para a ventosa fazer efeito integral.




Ventosa de bambu com Escalda pés para dor de Coluna.


O mesmo procedimento de aplicação de ventosa de bambu com escalda pés para tratar de dores de coluna. O paciente depois passa por uma sessão de massagem de pressoterapia.




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal