Valéria Neto de Oliveira Monareto



Baixar 22.15 Kb.
Encontro09.11.2017
Tamanho22.15 Kb.

PLANO DE ATIVIDADES 2001/ 2002
I - INTRODUÇÃO
O GT de Sociolingüística, um dos 21 grupos de trabalho pioneiros da ANPOLL, criado durante o I Encontro Nacional da entidade, realizado em Curitiba, em dezembro de 1985, vem pautando-se pela seguinte meta: Estudar a diversidade lingüística do Brasil, representada, de um lado, pelo multilingüismo (línguas de imigração, línguas indígenas, situações de contato e crioulos) e, de outro, pelas dimensões temporal (história da língua), geográfica (atlas lingüísticos), social e situacional (variação sociolingüística, atitudes dos falantes e bidialetalismo) do português.
O estado atual do GT vem apontando para a necessidade de realinhar suas diretrizes com vistas a dinamizar sua política de funcionamento interno e a conferir maior visibilidade à circulação da produção acadêmica de seus membros.
O Plano de Atividade direciona-se, portanto, para imprimir feição mais substantiva à representatividade de atuação do GT enquanto fórum aglutinador de pesquisadores da área.
II - CONFIGURAÇÃO TEMÁTICA DO GT
Conforme deliberação da gestão anterior, o GT passa a organizar-se em torno de três macro-áreas, com os seguintes representantes: Dercir Pedro de Oliveira (UFMS), “Geolingüística”, Hildo Honório do Couto (UnB), “Contato de línguas” e Maria Cecília Mollica (UFRJ), “Variação e Mudança”. A produção acadêmica do GT será, portanto, dimensionada a partir dessas subáreas.
III - AGENDA DE ATIVIDADES
O planejamento do GT pauta-se através das seguintes metas de trabalho:
1) Maior envolvimento com os membros do GT, em três frentes:
1a) deliberação por parte da Coordenação em submeter à apreciação de membros do GT o Plano do Biênio, através de encontro incorporado à programação do II Congresso Internacional da ABRALIN, realizado em 15 de março de 2001, na Universidade Federal do Ceará (cf. ata em anexo). A agenda básica do GT contempla, pois, as diretrizes aprovadas durante esse evento, que, embora restritas à avaliação dos participantes inscritos no Congresso, fornecem um balizamento referencial para o Plano projetado;
1b) dinamização do sistema de comunicação entre os membros, por meio da utilização sistemática do correio eletrônico e da atualização contínua da lista dos associados (cf. listagem mais recente, em anexo);
1c) agendamento da programação das atividades do GT a partir de consulta à comunidade associada, em forma de boletins com periodicidade regular veiculados via internet.
2) Ênfase à produtividade do GT:
Em consonância com as tendências apontadas no Encontro de Fortaleza, o Plano atribui prioridade à produção acadêmica e não à questão do número de seus membros e à realização de encontros intermediários (hoje em dia em grande parte inviabilizados pela falta de financiamento), em que comparece número pouco expressivo de participantes. Em face dessa situação, a gestão antecedente já deliberara fazer constar de seu quadro aqueles membros efetivamente assíduos, não somente em termos de freqüência em reuniões, mas, sobretudo, em termos de sua contribuição acadêmica.
A concretização dessa meta prevê dois tipos de publicação: a) um levantamento bibliográfico referente às três áreas de atuação do GT supracitadas, organizado pelos representantes nomeados; b) um livro, a ser lançado no Congresso da ANPOLL, em 2002.
3) Resgate da trajetória histórica do GT:
No GT há pelo menos o registro de duas iniciativas de divulgação da síntese do estado de arte da sociolingüística. A primeira delas foi publicada em 1989, pela UFPE, nos Anais do IV Encontro Nacional da ANPOLL, realizado em São Paulo.Trata-se de uma coletânea de artigos sobre o levantamento regional da produção da sociolingüística no Rio de Janeiro (Paiva e Roncarati), em São Paulo (Duarte e Moinho), no nordeste (Cardoso), no centro-oeste (Bortoni-Ricardo) e no sul (Vandresen). O segundo trabalho, de autoria de Sílvia Figueiredo Brandão (UFRJ), sobre as origens e os desenvolvimentos do GT, encontra-se publicado na Revista da ANPOLL nº 1, 1995, págs. 95-102. Há, por conseguinte, um interstício que ainda não foi recoberto: o final da década de 90. Na programação do GT, caberá a Paulino Vandresen (UFSC), um dos fundadores do GT e membro da primeira Diretoria da ANPOLL, elaborar um capítulo sobre a trajetória do GT, com base no acervo constituído pelas gestões precedentes e nas publicações dos Anais e das Revistas da ANPOLL e dos periódicos de referência.
4) Interação com outras sociedades científicas:
Por deliberação aprovada na gestão anterior, o GT deverá incentivar as áreas de contato lingüístico, geolingüística, antropologia e sociologia. O GT proporá à direção do XI Congresso da ASSEL-Rio, a ser realizado de 09 a 11 de outubro na PUC-Rio, uma Mesa-Redonda com a participação de representantes da ANPOCS e ANPED.
5) Parceria acadêmica com encontros da área:
A agenda de trabalho prevê o aproveitamento de encontros em que se reúnem representantes da área para a realização de reuniões intermediárias. A próxima reunião paralela do GT deverá ocorrer no XI Congresso da ASSEL-Rio. Prevê-se, além da Mesa-Redonda supracitada, um worshop cuja programação incluirá as três macro-áreas que compõem o GT. A participação dos membros será feita mediante inscrição prévia em cada uma dessas áreas. Os selecionados deverão apresentar um artigo, divulgado com antecedência via e-mail, a ser discutido para fins de publicação no livro a ser apresentado no referido Congresso da ANPOLL.

Rio de Janeiro, abril de 2001.



Integrantes
Adilson da Silva Correia

Rua Catarina Fogaça 998 – Jardim Armação

41750-120 – Salvador, BA

Tel: (71) 3845961

E-mail: adilsonsilvacorreira@uol.com.br
Ana Stela de Almeida Cunha

Alameda Itu 1098 ap.31 - Jardim Paulista

01421-001 - São Paulo, SP

Instituição: Universidade de São Paulo

Av. Mello Moraes, 1235 - 05508- 900

Tel: (11) 38184849

e-mail: stelacunha@hotmail.com
Eliete Figueira Batista

Rua Alfredo Backer, 132 ap.306 bl.03

24 452-000 São Gonçalo, RJ
Fernando Cardoso Loureiro

Rua Marquês de São Vicente, 35 ap.1302

22451-041 Rio de Janeiro, RJ
Isaura Maria Longo Naumann

Rua Dom Afonso, 149

88 330-000 Balneário Camboriú, SC
Izete Lehmhuhl Coelho

Rua Dep. Antônio Edu Vieira, 1304 ap. 102

88 040-000 Florianópolis, SC
Juçá Fialho Vazzata Dias

Rua João Motta Espezim, 337

88 045-400 Florianópolis, SC
Márcia dos Santos Machado Vieira

Rua Venâncio Ribeiro, 160

20 730-440 Rio de Janeiro, RJ
Maria Alice Tavares

Rua Fúlvio Aducci, 459 ap.02

88 075-001 Florianópolis, SC
Sandra Helena Arouca Rodrigues

Rua Adarcy dos Santos, 18-A

21 510-000 Rio de Janeiro, RJ
Sidnei Barreto Nogueira

Rua Haidê Pedroso Povoa, 236

Jardim Guapituba Mauá

09360-450 São Paulo, SP


Sílvia Rodrigues Vieira

Rua Alfredo de Moraes, 284 ap.401 bl. 5

23 080-100 Rio de Janeiro
Vanda Maria Cardozo de Menezes

Condomínio Vale de Itaipu 118 – Itaipu

24340-140 - Niterói, RJ

Tel: (21) 7094661

Instituição: Instituto de Letras/UFF

Av. Visconde do Rio Branco, s/n° - Gragoatá

24 020-001 - Niterói-RJ

Tel: (21) 6212276 Fax: (21) 717-4553 - 6200642

e-mail: vcmenezes@uol.com.br
Violeta Virgínia Rodrigues

Rua das Laranjeiras, 102 ap. 607

22 240-000 Rio de Janeiro, RJ
Ucy Soto

Av. Bruno Ópice, 2367



14 801-148 Araraquara, SP


Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande