Universidade Federal do Pará



Baixar 52.67 Kb.
Encontro21.10.2017
Tamanho52.67 Kb.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ

PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

DIRETORIA DE PESQUISA


PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA – PIBIC : CNPq, CNPq/AF, UFPA, UFPA/AF, PIBIC/INTERIOR, PARD, PIAD, PIBIT, PADRC E FAPESPA

RELATÓRIO TÉCNICO - CIENTÍFICO
Período : Agosto /2015 a Janeiro /2016

( X ) PARCIAL

( ) FINAL

IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO

Título do Projeto de Pesquisa: PREVALÊNCIA DE LESÕES DENTÁRIAS EM EXAMES RADIOGRÁFICOS EM UMA POPULAÇÃO AMAZÔNICA


Nome do Orientador: PEDRO LUIZ DE CARVALHO
Titulação do Orientador: Doutor
Faculdade: Faculdade de Odontologia
Instituto/Núcleo: Instituto de Ciências da Saúde
Laboratório:
Título do Plano de Trabalho: LEVANTAMENTO DAS LESÕES DENTÁRIAS EM EXAMES RADIOGRÁFICOS EM UMA POPULAÇÃO AMAZÔNICA
Nome do Bolsista: Analú Corrêa de Sousa
Tipo de Bolsa : ( ) PIBIC/ CNPq

( ) PIBIC/CNPq – AF

( )PIBIC /CNPq- Cota do pesquisador

( ) PIBIC/UFPA

( ) PIBIC/UFPA – AF

( ) PIBIC/ INTERIOR

( )PIBIC/PARD

( ) PIBIC/PADRC

( X ) PIBIC/FAPESPA

( ) PIBIC/ PIAD

( ) PIBIC/PIBIT

INTRODUÇÃO

As lesões dentárias, na maioria das vezes, correspondem a modificações dos tecidos dentários determinadas por processos iatrogênicos, traumáticos ou cariogênicos, tendo como resultado uma injúria na coroa ou raiz do dente. Aparecem no exame radiográfico como áreas de destruição ou desgaste, e algumas vezes associada a lesões ósseas periapicais.

Tais lesões assumem caráter de extrema relevância, uma vez que apresentam considerável prevalência na população. Devido ao seu desenvolvimento assintomático na maior parte dos casos, os achados referentes a essas lesões são basicamente radiográficos (PASLER, 1999).

O exame radiográfico representa uma alternativa para avaliar as lesões dentárias, sendo indicada como rotina na consulta clínica odontológica, preferentemente a partir dos cinco anos de idade do paciente. Este exame tem a capacidade de captar toda a área óssea e dentada que compõe a estrutura estomatognática do indivíduo (SCHWENGBER et al., 2008).

A solicitação de exames radiográficos no tratamento dos pacientes vem conquistando cada vez mais importância na Odontologia, e dessa forma, com um maior número de realizações de documentações radiográficas, os casos de lesões dentárias é mais comumente encontrado. Apesar disso, poucas pesquisas foram realizadas com o objetivo de determinar a prevalência das lesões dentárias nas arcadas dentárias (VICCI, CAPELOZZA, 2002).

Com o desenvolvimento da radiologia digital intra e extrabucais, a qualidade diagnóstica das radiografias em Odontologia tem se aperfeiçoado, sendo possível a utilização de softwares para auxiliar na avaliação das lesões dentárias.

Uma avaliação radiográfica adequada poderá auxiliar na conduta terapêutica a ser utilizada nos casos de lesões dentárias, também facilitar na prevenção das consequências nos danos estéticos para o paciente, dentre outras causas, além de permitir avaliar a extensão e a relação anatômica dessas lesões com as estruturas dentárias.

Sendo assim, o objetivo deste trabalho é verificar a prevalência de lesões dentárias em exames radiográficos de pacientes em uma Clínica Radiológica de Belém – PA.


JUSTIFICATIVA:

Considerando imperativo o conhecimento das lesões dentárias para a indicação do tratamento a ser instituído, visto que os tratamentos invasivos são somente indicados nos casos de lesões ativas que tenham atingido consideravelmente a porção coronária e radicular.

O interesse por esse estudo surgiu mediante a percepção das dificuldades dos acadêmicos no diagnóstico por imagem das lesões dentárias, esse fato vem gerando muita preocupação, uma vez que essas lesões são incidentes na região Amazônica.

Diante disso, este estudo tem enquanto relevância acadêmica, o intuito de melhoria das condições de ensino aos alunos da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Pará (FOUFPA), no ensino do diagnóstico integrado, além de melhora do diagnóstico por imagem das lesões dentárias e aos atendimentos clínicos dos pacientes das clínicas odontológicas da FOUFPA.

E ao conhecer as dificuldades apresentadas pelos acadêmicos na aprendizagem da interpretação dos exames por imagem, este trabalho tem o propósito de contribuir para estabelecer um caminho possível para diminuir as possíveis barreiras relacionadas ao diagnóstico das lesões dentárias. E servir como ponto norteador quanto aos procedimentos clínicos a ser desenvolvido nos pacientes durante o processo de aprendizagem. E também, possibilitar um bom atendimento aos usuários das clínicas odontológicas da FOUFPA. Diante do exposto, o objetivo deste trabalho é verificar a prevalência de alterações dentárias em exames radiográficos de pacientes.

OBJETIVOS:

O propósito deste estudo será de verificar a prevalência de lesões dentárias em exames radiográficos periapicais ou panorâmicos de pacientes em uma Clínica Radiológica de Belém –PA, além de:



  1. correlacionar as variáveis idade e gênero dos pacientes da pesquisa, o dente envolvido;

  2. realizar revisão da literatura sobre etiologia, aspectos clínicos, prevalência, aspectos radiográficos e diagnóstico diferencial das lesões dentárias;

  3. proceder ajustes nas imagens dos exames radiográficos periapicais ou panorâmicos digitalizados e digitais com diagnóstico radiográfico compatível com alterações dentárias.


MATERIAIS E MÉTODOS:

Esta pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Pará sob o número 1.423.820.

As atividades desenvolvidas estão sendo orientadas e acompanhadas pelo Professor Orientador.

Pesquisa bibliográfica. Essa atividade realizada através da busca de textos relacionados ao tema em estudo objetiva o aprendizado do diagnóstico por imagem das lesões dentárias.

Coleta de dados. Realizar-se-á um estudo radiográfico retrospectivo de 2.000 exames periapicais e panorâmicos digitais de pacientes atendidos em uma Clínica Radiológica Privada, localizada na cidade de Belém – PA, no período de 2004 a 2014.

A amostra constituir-se-á de exames com lesões dentárias: 1. cárie; 2. desgaste dentário (abrasão, atrição, erosão e abfração); 3. fratura coronária; 4. nódulo pulpar; 5. mineralização pulpar; 6. reabsorção radicular interna; 7. reabsorção radicular externa; 8. hipercementose; 9. fratura radicular; 10. perfuração radicular. Também serão consideradas imagens referentes a dentes com tratamento endodôntico realizado e raízes residuais. Serão considerados os seguintes critérios de inclusão na amostra: exames com informações sobre gênero e idade dos pacientes, pacientes da segunda, terceira e quarta década de vida, e radiografias com aceitáveis padrões de qualidade da imagem radiográfica. Exames radiográficos de pacientes da primeira década de vida e idades superiores a 50 anos serão excluídas da pesquisa.

Os exames serão analisados em um monitor de computador em ambiente com pouca luminosidade. Serão elaboradas fichas especialmente para a anotação dos dados obtidos que contenham nome do paciente, gênero, idade, raça, e presença de lesões dentárias, bem como os dentes relacionados; efetuadas por dois examinadores. Quando houver divergência, os examinadores discutirão e determinarão a alteração dentária. O estudo por idade será dividido em grupos de faixas etárias: Grupo 1 (11-20 anos); Grupo 2 (21-30 anos); Grupo 3 (31-40 anos) e Grupo 4 (41-50 anos).

Análise dos dados. Os dados obtidos serão tabulados para obtenção da prevalência de lesões dentárias e quanto ao grupo etário, gênero e local da ocorrência. Os gráficos serão elaborados utilizando o programa Microsoft Excel.
RESULTADOS:

Não há.
PUBLICAÇÕES:



Não há.
ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS NOS PRÓXIMOS MESES


ANO

2016




Meses

ATIVIDADES

J

F

M

A

M

J

J

A

S

O

N

D

Pesquisa bibliográfica

X

X

X

X

























Coleta dos dados







X

X

X

X



















Análise dos dados



















X
















Redação preliminar



















X
















Apresentação ao Orientador






















X













Relatório final






















X














CONCLUSÃO:

A coleta de dados terá início em Março de 2016, devido aprovação pelo Comitê de Ética em 25 de fevereiro de 2016.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  1. PASLER, F.A. Radiologia odontológica. 3. ed. Rio de Janeiro: Médica e Científica, 1999.

  2. SCHWENGBER, M.M.B. et al. Estudo radiográfico da prevalência de lesões periapicais nas arcadas dentárias. Revista da ABO. São Paulo,v.16, n.4, p. 214-217, ago/set 2008.

  3. VICCI, JG; CAPELOZZA, ALA. Incidência de lesões dentárias e ósseas evidenciadas através de radiografia panorâmica. FOL - Faculdade de Odontologia de Lins/Unimep. v.23, n.1, p.11-19, jan.-jun. 2013.


DIFICULDADES

Morosidade do Comitê de Ética em Pesquisa na avaliação e emissão do parecer, greve dos docentes dificultou o desenvolvimento de algumas etapas da pesquisa.


PARECER DO ORIENTADOR:

A bolsista cumpriu com êxito as etapas propostas.


DATA: 26 / Fevereiro / 2016

_________________________________________

ASSINATURA DO ORIENTADOR

____________________________________________

ASSINATURA DO ALUNO










©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal