Universidade Federal de Pernambuco Centro de Informática cin



Baixar 0.58 Mb.
Página1/7
Encontro05.09.2019
Tamanho0.58 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7





Universidade Federal de Pernambuco

Centro de Informática – CIn




Trabalho de Graduação em Ciência da Computação


Uma Análise de Desempenho e Usabilidade do SIG@ - Sistema de Informações e Gestão Acadêmica

Aluno: Rafael Bezerra Soares

Orientador: Fernando da Fonseca de Souza
Recife, Agosto de 2005

Agradecimentos

Primeiramente gostaria de oferecer

este trabalho à Deus e à memória de minha querida mãe,

que, tenho certeza, está muito feliz neste momento no lugar onde quer que ela esteja. Agradeço imensamente ao Professor Fernando por ter me orientado e me dado tantos exemplos de magnífica competência. Agradeço também a Ricardo e Falf, do SIG@, aos grandes amigos da AVCIn, principalmente Gagau, Sorriso, Leozinho, Arrais, Presidente, Marquinhos, Galêgo, Linux e Dominoni, a Cabelinho e Carol, ao mestre Clylton Galamba e a todos os amigos que fizeram parte de minha vida de estudante na UFPE.

Por fim, um agradecimento especial à pessoa mais importante em minha vida hoje. Pai, obrigado por ter me dado condições de ter chegado até aqui, de ter me dado todo o apoio que eu precisei em minha vida. Sem você eu não estaria aqui agora.

Sumário


Agradecimentos 2

Primeiramente gostaria de oferecer 2

este trabalho à Deus e à memória de minha querida mãe, 2

que, tenho certeza, está muito feliz neste momento no lugar onde quer que ela esteja. Agradeço imensamente ao Professor Fernando por ter me orientado e me dado tantos exemplos de magnífica competência. Agradeço também a Ricardo e Falf, do SIG@, aos grandes amigos da AVCIn, principalmente Gagau, Sorriso, Leozinho, Arrais, Presidente, Marquinhos, Galêgo, Linux e Dominoni, a Cabelinho e Carol, ao mestre Clylton Galamba e a todos os amigos que fizeram parte de minha vida de estudante na UFPE. 2

Por fim, um agradecimento especial à pessoa mais importante em minha vida hoje. Pai, obrigado por ter me dado condições de ter chegado até aqui, de ter me dado todo o apoio que eu precisei em minha vida. Sem você eu não estaria aqui agora. 2

Sumário 3

Índice de Figuras: 6

Glossário 7

Browser: Uma aplicação utilizada para localizar e disponibilizar sites da WEB. 7

Console: Componente eletrônico com o qual um operador pode monitorar e controlar um sistema. 7

E-commerce: Electronic commerce é a compra e venda de produtos e serviços através da internet. 7

Firewall: É um computador ou software dedicado, dotado de precauções de segurança, usado para filtrar conexões externas, pricipalmente conexões oriundas da internet. 7

Metadados: São definições ou descrições de dados. Na web, metadados são usados para fornece informações sobre documentos e outros itens que não são obrigados aparecer na tela, necessariamente. 7

Mouse: Componente eletrônico que controla as coordenadas de um cursor na tela do computador, de acordo com sua movimentação. 7

Overflow: Nome dado ao fenômeno ocorrido quando a capacidade de um registrador ou buffer de memória é excedido. Quando ocorre, o excesso de dados é perdido. 7

Requisitos: Uma condição ou capacidade necessitada por um usuário para resolver um problema ou atingir um objetivo. 7

Scripts: Códigos de sistemas escritos em linguagens de programação relativamente simples. 7

SGBD: Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados. Um conjunto de programas computacionais que servem para organizar informações em um banco de dados. Um SGBD suporta a estrutura de um banco de dados num formato padrão, fornecendo ferramentas para entrada de dados, verificações, armazenamento, consulta, entre outras. 7

Software ou soluções livres: Software cujo código fonte é por definição livremente avaliável para o público em geral, podendo ser examinado, redistribuído, modificado, ou qualquer outro propósito. 8

Underflow: Nome dado ao fenômeno ocorrido quando um cálculo produz um resultado diferente de zero que é ainda menor que o menor número diferente de zero que um computador pode armazenar ou representar. 8

Vírus: Um software capaz de reproduzir-se sozinho e geralmente capaz de causar danos em arquivos ou outros software no mesmo computador. 8

WAP: Wireless Application Protocol. Um padrão internacional aberto para aplicações que usam comunicação sem fio. Ex: acesso a sites da WEB via telefones celulares. 8

WEB: Rede de servidores ligados por um protocolo comum que provêem acesso para milhões de recursos de hipertexto. Também chamada de WWW, W3 ou World Wide Web. 8

Resumo 9

1. Introdução 10

2. Avaliação de Sistemas de Informação 12

3. Aspectos que influenciam na aceitação de um sistema por seus usuários. 14

3.1. Modelo Conceitual para Avaliação de Sistemas de Informação 15

3.2. Utilidade 15

3.3. Usabilidade 17

3.4. Qualidade 20

4. HCI – Human-Computer Interaction 24

4.1. Engenharia de Usabilidade x Engenharia de Software 25

4.2. Utilizando Psicologia no Desenvolvimento de Sistemas 27

4.3. Uma Metodologia para Aplicação de HCI em Sistemas de Informações 29

5. Pesquisa com o usuário 32

5.1. Perfis dos entrevistados 32

5.2. Principais Resultados Obtidos 33

5.2.1. Resultados das Questões sobre Eficiência (Aspecto Qualidade) 38

6. Análise dos Aspectos de Avaliação de Sistemas de Informação no SIG@ 41

6.1. Análise Inicial 41

6.2. Utilidade 42

6.3. Usabilidade 43

6.4. Qualidade 46

6.4.1. Eficiência 47

6.4.2. Tempestividade e Satisfação do Usuário 55

7. Aplicando HCI no SIG@ 57

7.1. Aplicando os Conceitos de HCI às Fases de Desenvolvimento do SIG@ 57

7.1.1. Aplicando HCI à Fase de Planejamento e Seleção no Processo de Desenvolvimento do SIG@ 58

7.1.2. Aplicando HCI à Fase de Análise no Processo de Desenvolvimento do SIG@ 59

7.1.3. Aplicando HCI à Fase de Projeto no Processo de Desenvolvimento do SIG@ 61

7.1.4. Aplicando HCI à Fase de Implementação no Processo de Desenvolvimento do SIG@ 62

8. Conclusão 64

Referências Bibliográficas: 66

Apêndice I – Questionário para identificação do nível de satisfação do usuário do SIG@ 69


Índice de Figuras:


Figura 1 - Modelo Conceitual para avaliação de Sistemas de Informação 16

Figura 2 - Metodologias Modernas x HCSDLC 30

Figura 3 - Gráfico do nível de importância dos aspectos para o usuário 33

Figura 4 - Os melhores e piores aspectos do SIG@, segundo o usuário. 35

Figura 5 - Completude das informações nas funcionalidades 36

Figura 6 - Facilidade em utilizar o SIG@ 37

Figura 7 - Percentagem de usuários que consideram o SIG@ fácil de usar. 37

Figura 8 - Nível de aceitação do desempenho do SIG@ na época de matrícula 38

Figura 9 - Nível de aceitação do desempenho do SIG@ fora da época de matrícula 39

Figura 10 - Percentagem de usuários que disseram 40

Figura 11 - Gráfico anual e mensal de ocorrência de picos de acesso 48

Figura 12 - Número de ocorrências de sobrecargas na rede interna da UFPE no mês de Abril de 2005. 50




Glossário

Browser: Uma aplicação utilizada para localizar e disponibilizar sites da WEB.

Console: Componente eletrônico com o qual um operador pode monitorar e controlar um sistema.

E-commerce: Electronic commerce é a compra e venda de produtos e serviços através da internet.

Firewall: É um computador ou software dedicado, dotado de precauções de segurança, usado para filtrar conexões externas, pricipalmente conexões oriundas da internet.

Metadados: São definições ou descrições de dados. Na web, metadados são usados para fornece informações sobre documentos e outros itens que não são obrigados aparecer na tela, necessariamente.

Mouse: Componente eletrônico que controla as coordenadas de um cursor na tela do computador, de acordo com sua movimentação.

Overflow: Nome dado ao fenômeno ocorrido quando a capacidade de um registrador ou buffer de memória é excedido. Quando ocorre, o excesso de dados é perdido.

Requisitos: Uma condição ou capacidade necessitada por um usuário para resolver um problema ou atingir um objetivo.

Scripts: Códigos de sistemas escritos em linguagens de programação relativamente simples.

SGBD: Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados. Um conjunto de programas computacionais que servem para organizar informações em um banco de dados. Um SGBD suporta a estrutura de um banco de dados num formato padrão, fornecendo ferramentas para entrada de dados, verificações, armazenamento, consulta, entre outras.

Software ou soluções livres: Software cujo código fonte é por definição livremente avaliável para o público em geral, podendo ser examinado, redistribuído, modificado, ou qualquer outro propósito.

Underflow: Nome dado ao fenômeno ocorrido quando um cálculo produz um resultado diferente de zero que é ainda menor que o menor número diferente de zero que um computador pode armazenar ou representar.

Vírus: Um software capaz de reproduzir-se sozinho e geralmente capaz de causar danos em arquivos ou outros software no mesmo computador.

WAP: Wireless Application Protocol. Um padrão internacional aberto para aplicações que usam comunicação sem fio. Ex: acesso a sites da WEB via telefones celulares.

WEB: Rede de servidores ligados por um protocolo comum que provêem acesso para milhões de recursos de hipertexto. Também chamada de WWW, W3 ou World Wide Web.



XML - Extensible Markup Language: Linguagem universal para descrever dados e documentos estruturados na WEB.

Resumo


A necessidade das organizações por sistemas de informação vem crescendo muito e é cada vez mais evidente nos tempos atuais. Nas instituições de ensino não poderia ser diferente. Foi essa necessidade que levou a Universidade Federal de Pernambuco a investir num sistema de informação próprio, que desse suporte a suas principais funções e pudesse servir de ferramenta para colher dados e estatísticas para apoio a decisão. Assim nasceu o Sistema de Informações e Gestão Acadêmica, que há quatro anos encontra-se em uso. Esse trabalho faz uma avaliação desse sistema, que causou uma revolução nas atividades da universidade, mas ainda causa muitas discussões e polêmicas na instituição. Dessa forma, do ponto de vista do usuário final, são mostrados os motivos dos problemas encontrados e quais as melhores políticas e atitudes para evitar ou remediar tais problemas.

Abstract


Organizations needs for information systems increase daily and is much more evident actually. It couldn’t be different on educational institutes. It was this need that made Universidade Federal de Pernambuco to invest in its own information system that would support its principal functions and could be used as a tool to give data and statistics for support decision. So, the Sistema de Informação e Gestão Acadêmica came into being, which has been used since the year of 2001. This work makes an evaluation on this system, which has done a revolution on the university activities, but still causes a lot of discussions and controversies in the institution. Thus, from final users’ view point it is shown the causes for found limitations and what should be the best policies and attitudes to be taken in order of avoiding or attenuate such limitations.



  1   2   3   4   5   6   7


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal