Uma proposta de itinerário formativo Centro Vocacional Juvenil – Missionários Combonianos Rua Augusto Simões, 108



Baixar 311.18 Kb.
Página3/3
Encontro02.07.2019
Tamanho311.18 Kb.
1   2   3
PART& REZA (Alguém do grupo acende uma vela)

Dividir o grupo em 2. Cada grupo reza um versículo pausadamente, meditando no que estão a a dizer. É bom que todos tenham o texto.
Salmo 146
1 Aleluia! Louve, ó minha alma, o Senhor.

2 Louvarei o Senhor por toda a minha vida;

cantarei louvores ao meu Deus enquanto eu viver.



3 Não confiem em príncipes, em meros mortais, incapazes de salvar.

4 Quando o espírito deles se vai, eles voltam ao pó;

naquele mesmo dia acabam-se os seus planos.



5 Como é feliz aquele cujo auxílio é o Deus de Jacob,

cuja esperança está no Senhor, no seu Deus,



6 que fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há,

que mantém a sua fidelidade para sempre!



7 Ele defende a causa dos oprimidos e dá alimento aos famintos.

O Senhor liberta os presos,



8 o Senhor dá vista aos cegos, o Senhor levanta os abatidos,

o Senhor ama os justos.



9 O Senhor protege o estrangeiro e sustém o órfão e a viúva,

mas frustra o propósito dos ímpios.



10 O Senhor reina para sempre! O teu Deus, ó Sião,

reina de geração em geração. Aleluia!


Pode-se deixar tempo para que cada um possa reler individualmente.
LIGHT BOOK (Alguém do grupo acende uma vela)
Palavra de Deus: 2 Cor 2,14-17

“Mas graças sejam dadas a Deus, que, em Cristo, nos conduz sempre em seu triunfo e, por nosso intermédio, difunde em toda a parte o perfume do seu conhecimento. Porque somos para Deus o bom odor de Cristo, para aqueles que se salvam e para aqueles que se perdem: para uns, odor da morte que conduz à morte; para outros, odor da vida que conduz à vida. E quem estaria à altura de uma tal missão?

É que, de facto, não somos como muitos outros que falsificam a palavra de Deus, mas é com sinceridade, como enviados de Deus, que falamos em Cristo, diante de Deus.”
A leitura é lida por um convidado externo ao grupo, (se possível), alguém activo na paróquia ou da diocese. A pessoa é convidada também a partilhar o que o texto lhe diz. No fim pode ser o mesmo a iniciar o momento seguinte.

Como alternativa, em caso de não haver pessoa externa, pode ser alguém do grupo. Pode-se fazer também a leitura de algum artigo da revista Além Mar, um texto da vida de Comboni, ou de algum documento do papa ou dos bispos portugueses.
Pode ler-se algum dos textos em anexo.
PART & PRECES (Alguém do grupo acende uma vela)

O convidado (ou o animador) convida agora os membros do grupo a partilharem também sobre o texto. Estas partilhas podem ser realizadas em forma de preces.

Eventualmente no fim de cada intervenção, ou no fim de 2 ou 3 pode cantar-se um refrão fácil e de preferência missionário.
ORAÇÃO FREE HUGS

Momento de o grupo se unir em comunhão com Cristo, abraçados ou de mãos dadas rezam pelo grupo, comunidade, mundo, Igreja. Por isso sugere-se com esta atitude de amizade profunda em Cristo rezem o Pai- Nosso e Avé Maria.
TAKE AWAY (Alguém do grupo acende uma vela)

Junto da imagem de Cristo (ou da cruz) pode já estar um envelope ou papel (ou outra coisa qualquer) com o tipo de actividade “missão” a realizar a levar para casa. Isto é preparado antes, pelo animador. Pode ser a actividade proposta no tema de reflexão, ou outra que o grupo tenha optado.

Neste momento, alguém do grupo vai buscar e lê em voz alta o que há a fazer. O animador encoraja, explica, exorta a realizar a actividade, seja individualmente seja em grupo.
ORAÇÂO JIM

Todos juntos rezam a oração JIM


ANEXOS
Momento LIGHT BOOK

1/ “Ao considerar o Corpo místico da Igreja, não me encontrara em nenhum dos membros enumerados por São Paulo, mas, ao contrário, desejava ver-me em todos eles. A caridade deu-me o eixo de minha vocação. Compreendi que a Igreja tem um corpo formado de vários membros e neste corpo não pode faltar o membro necessário e o mais nobre: entendi que a Igreja tem um coração e este coração está inflamado de amor. Compreendi que os membros da Igreja são impelidos a agir por um único amor, de forma que, extinto este, os apóstolos não mais anunciariam o Evangelho, os mártires não mais derramariam o sangue. Percebi e reconheci que o amor encerra em si todas as vocações, que o amor é tudo, abraça todos os tempos e lugares, numa palavra, o amor é eterno.

Então, delirante de alegria, exclamei: Ó Jesus, meu amor, encontrei afinal minha vocação: minha vocação é o amor. Sim, encontrei o meu lugar na Igreja, tu me deste este lugar, meu Deus. No coração da Igreja, minha mãe, eu serei o amor e desse modo serei tudo, e meu desejo se realizará”.

Sta Teresinha do menino Jesus
2/ Comboni respirava e irradiava o perfume da missão por onde passava. A sua vida estava completamente perfumada da missão para Cristo:

“Nós viemos aqui com o ósculo da paz afim de lhes trazer o maior bem que existe: a religião. Eles nunca nos deram motivos de desgosto. Não temais meus queridos: com o crucifixo ao peito e com a palavra da paz, amansam-se as bestas mais ferozes; também é verdade que se tem necessidade da graça de Deus, mas essa nunca falta. Teremos que trabalhar, suar, morrer; porém a ideia de que se sua e se morre por amor de Jesus Cristo e pela salvação das almas mais abandonadas do mundo é demasiado doce para desanimarmos de levar a cabo a grande empresa”.



S. Daniel Combon: Carta aos pais em 1858

O CORAÇÃO INTUITIVO

DO JOVEM EM MISSÃO

(Junho 2013)

O “Sexto Sentido”
Nota: neste mês o tema e a oração entrelaçam-se num só. No entanto, os animadores, se o desejarem, podem separar as duas actividades e realizar em dois momentos distintos.
AMBIENTAÇÃO:

A imagem do Sagrado Coração de Jesus, pois neste mês de junho é a sua festa e o JIM foi consagrado a Ele. Para simbolizar a universalidade e o amor incondicional deste Coração, colocar o globo, ou as cores dos continentes, velas, imagens de pessoas de várias partes do mundo (simbolizando o amor que Jesus tem por toda a humanidade, principalmente os mais pobres e abandonados). Sugere-se ter preparado desde o início um grande coração para a dinâmica da oração final.
HELLO GOD!

Invocação a Santíssima Trindade e um cântico para dar as boas vindas a todos 
SENTIDO HUMANO

O coração humano é intuitivo por natureza. É muito frágil e divino ao mesmo tempo. O coração é o órgão vital mais importante do ser humano. Se o coração parar de bater a pessoa morre.

Dizem que o coração é o “motor” do corpo. Faz pulsar o sangue que viaja pelas nossas veias.

Quando estamos apaixonados por alguém, toda vez que falamos, estamos perto, sentimos o cheiro da pessoa (s) amada (s), o nosso coração bate mais forte.

Algumas pessoas são mais sensíveis e têm mais facilidade para intuir que algo, positivo ou negativo, vai acontecer. A isso lhe podemos chamar: o 6º sentido e pode ter muita ligação com as “coisas do coração”.
Curiosidades no âmbito da ciência:

Prever o futuro ou falar com os mortos ainda são habilidades que estão longe de ser comprovadas pela ciência. Mas um estudo recente mostra que possuímos elementos que poderiam permitir o desenvolvimento de um sexto sentido: a habilidade de perceber campos magnéticos. É sabido que pássaros migratórios e tartarugas, por exemplo, possuem a habilidade de sentir o campo magnético da Terra para se guiar em suas grandes viagens. Uma nova pesquisa da Universidade de Massachusetts, nos Estados Unidos, mostra que uma proteína da retina humana pode funcionar como sensor magnético. A descoberta prova que possuímos pelo menos um elemento necessário para esse sexto sentido. Mais pesquisas devem ser feitas para descobrir até onde ele poderá — se é que poderá — ser explorado em nós.

Mas, geralmente quando se fala deste tema, o “sexto sentido”, lembra-se das mulheres, que talvez desenvolvem mais este “sexto sentido”.


  • Procuremos lembrar de algo que passou connosco, o qual fomos tão intuitivos e que realmente aconteceu o que intuímos. (momento para pensar – silêncio…e alguns jovens possam partilhar com muita simplicidade)


SENTIDO DA FÉ:

Texto Bíblico: Lucas 1,29-56 (ideia: pode ser feito tipo teatro, preparado com antecedência)


Proposta de comentário sobre o texto bíblico:

MARIA ao ouvir a saudação do Anjo assustou-se e ainda mais quando disse que ela iria conceber e dar à luz um filho, que se chamaria Filho do Altíssimo e que o seu Reino não teria fim. Assustou-se, sim! Mas perguntou…, quis saber…como” iria acontecer, e ao dizer: «Eis a serva do Senhor, faça-se em mim segundo a tua palavra» demonstra muito claramente que tem uma intuição, um 6º sentido muito sensível com Deus que se comunicava com ela.
Também ao ouvir o Anjo que lhe disse que sua prima Isabel, idosa, estava já no sexto mês de gravidez, ela não hesitou em ir logo visitá-la e ir ter com ela, partilhar da sua alegria. É claro que seu “6º sentido” funcionou muito bem. Dela e de sua prima Isabel, que assim que Maria lhe abraçou, o menino em seu ventre saltou e ela com o “6º sentido” tão ligado a Deus disse: «Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre. E donde me é dado que venha ter comigo a mãe do meu Senhor? Pois, logo que chegou aos meus ouvidos a tua saudação, o menino saltou de alegria no meu seio. Feliz de ti que acreditaste, porque se vai cumprir tudo o que te foi dito da parte do Senhor.»
O “6º sentido” aqui, tem muita ligação com a fé, pois se Maria não tivesse acreditado nesta voz que lhe falava, jamais teria nem se quer saído da sua casa. Portanto, ter fé, é sair de nós mesmos e ir ao encontro de Deus e dos outros e fazer a Sua Vontade.
DANIEL COMBONI, com um coração intuitivo e apaixonado pela Vontade de Deus para a África escreve: “Deus está connosco, porque nós desejamos unicamente a sua glória. É hora de mover todos os corações do universo para amar a Deus, a Igreja, o seu chefe, as missões e sobretudo os mais abandonados”(Carta a Claude Girard – Lião – 7 de agosto de 1868).
Neste mês de junho celebramos a festa do Sagrado Coração de Jesus. Comboni consagrou as Missões de África a este universal e misericordioso Coração. Também nós, Jovens em Missão (JIM), renovamos a nossa consagração ao Coração de Jesus, pedindo a Ele que nos ajude a amar mais do jeito que Ele amou e ama. E que possamos ter um coração intuitivo e com um “sexto sentido” atento às necessidades dos que estão ao pé de nós e dos que estão mais além.
BENTO XVI em sua Carta Apostólica, nº13 (ler): Pela fé, Maria acolheu a palavra do Anjo e acreditou… Ao visitar Isabel… Com alegria e trepidação, deu à luz o seu Filho unigénito… Confiando em José, seu Esposo, levou Jesus para o Egipto… Com a mesma fé, seguiu o Senhor na sua pregação… permaneceu a seu lado… Com fé, Maria saboreou os frutos da ressurreição de Jesus… conservando no coração a memória de tudo… transmitiu-a aos Doze reunidos com Ela no Cenáculo…
A Fé é um mistério, a razão pela qual «muitos dos nossos contemporâneos não percecionam esta íntima e vital ligação a Deus, ou até a rejeitam explicitamente» (Gaudium et spes 19).
Testemunho de um JOVEM que acredita, que tem fé, tem “sexto sentido”(tirado do site do Youcat):
Alves, 28.02.2012, 08:26 PM:

Eu acredito em Deus porque:

- observando a perfeição e beleza da criação é impossível acreditar que tudo surgiu do acaso.

- porque Ele já provou-me estando comigo e fazendo milagres nos momentos mais difíceis da minha vida.

- porque já veio até mim através de pessoas.

- Porque quando estou na extrema solidão, e ninguém mais me escuta sinto a presença d’Ele comigo e a esperança n’Ele é minha razão de viver.

Como disse São Tomaz: "Não gostaria de crer se não pudesse perceber que é sensato crer".

Ele existe e eu o amo.



Perguntas que podem ajudar para refletir:

  • Como uso o meu “sexto sentido” para identificar o que Deus quer de mim?

  • Acredito que Deus tem um Plano para minha vida? Já parei para pensar nisso?

  • E o “sexto sentido” do nosso grupo, como anda? Olhando o exemplo de Maria, de Comboni, de Bento XVI, o que é que Deus nos pede neste tempo?


SENTIDO DA MISSÃO

A nossa Missão pode ser essa: participar das atividades de Verão programadas para o JIM:



  • Missão Jovem

  • Sempábrir

  • Peregrinação da família comboniana a fátima

  • Missão +

  • Caminhada a Santiago




PART & PRECES e TAKE AWAY

Numa dinâmica para finalizar, e num clima de oração, podemos pensar um pouco e escrever num coração pequeno a nossa intuição, o nosso “sexto sentido” para estas atividades…como as queremos viver? Uma frase que expresse o essencial de como desejamos viver estas atividades de verão…assim como Maria, atenta ao que Deus lhe falava e pronta a responder com fé e amor? Como Comboni, apaixonado pela Missão?


Depois de todos escreverem, o animador(a) convida a tod@s para colarem os seus corações no Coração grande (que simboliza o Sagrado Coração de Jesus) e se quiserem, podem ler o que escreveram enquanto colam. Esta dinâmica pode ser num clima de renovação da Consagração do JIM ao S. Coração de Jesus.
FREE HUGS

Oração do Pai-nosso


ORAÇÃO JIM

Cântico Final


E Boas Férias e Boa Missão!

[Curiosidades no âmbito da ciência, fonte:

(http://exame.abril.com.br/ciencia/noticias/humanos-podem-ter-sexto-sentido).]

Contactos

CVJ- Missionários Combonianos:

Rua Augusto Simões, 108 - 4470 – 147 Maia



jovemissio@gmail.com / 229448317

Missionárias Combonianas :

Av. Combatentes Grande Guerra, 355 - 4200-189 PORTO

225096967
Missionárias Seculares Combonianas:

R. de Belém, 62 - 4350-067 PORTO

225026153
Leigos Missionários Combonianos:

Rua Estrada Nacional 109, Casa Nº 224

3840-061 Calvão (Vagos)

Sites

jim.pt


jovensemissao.blogspost.com

combonianos.pt



http://irmascombonianas.wordpress.com/

http://leigosmissionarioscombonianos.blogs.sapo.pt/

http://secularescombonianas.org/









Compartilhe com seus amigos:
1   2   3


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande