Uma explicação dos evangélicos "O que diz a Bíblia a respeito de tatuagens e piercings?"



Baixar 67.28 Kb.
Encontro05.07.2019
Tamanho67.28 Kb.

Uma explicação dos evangélicos...

"O que diz a Bíblia a respeito de tatuagens e piercings?"

A lei do Antigo Testamento ordenou aos israelitas: “Pelos mortos não dareis golpes na vossa carne; nem fareis marca alguma sobre vós. Eu sou o Senhor” (Levítico 19, 28). Portanto, apesar de não estarem os crentes sob a lei do Velho Testamento nos dias de hoje (Romanos 10, 4; Gálatas 3, 23-25; Efésios 2, 15), o fato de ter havido um uma ordem contra tatuagens deveria nos fazer pensar sobre a questão. O Novo Testamento não faz menção sobre os crentes fazerem ou não tatuagem.

Em relação às tatuagens e piercings, um bom teste é determinar se podemos ou não, com honestidade e sã consciência, pedir a Deus que abençoe e use esta atividade particular para Seus bons propósitos. “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus” (1Coríntios 10, 31). A Bíblia não se coloca condenando tatuagens ou piercings, mas também não nos dá razão alguma para crermos que Deus nos deixaria fazê-los.

Outra questão a considerar é o recato. A Bíblia nos instrui ao recato no vestir (1Timóteo 2, 9). Um aspecto do vestir recatadamente é nos certificarmos de que cada parte que precisa ser coberta com roupas está adequadamente vestida. Entretanto, o significado essencial do recato é não chamar atenção para si mesmo. As pessoas que se vestem com recato o fazem de maneira tal que jamais chamam atenção para si mesmas. Tatuagens e piercings, com certeza, são chamativos. Neste sentido, as tatuagens e piercings não são recatados.

Um princípio importante das escrituras a respeito de casos sobre os quais a Bíblia não lida especificamente é que, se há dúvidas se isto agrada ou não a Deus, então é melhor não fazê-lo. “Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado” (Romanos 14, 23). Precisamos ter em mente que nossos corpos, assim como nossas almas, foram redimidos e pertencem a Deus. Apesar de não se aplicar diretamente a tatuagens e piercings, 1Coríntios 6, 19-20 nos dá um princípio: “Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.” Esta grande verdade deve sempre pesar no que fazemos e até onde podemos ir em relação a nossos corpos. Se nossos corpos pertencem a Deus, deveremos sempre nos certificar de que temos Sua clara “permissão” antes de neles deixarmos “marcas” com tatuagens e piercings.

Leia mais: http://www.gotquestions.org/Portugues/tatuagens-piercings.html#ixzz2Tej4kZc5


Uma explicação dos católicos...

É pecado fazer tatuagens?

Os médicos, especialmente os dermatologistas, chamam a atenção para o perigo de transmitirem por tal via doenças graves como as hepatites e até mesmo a AIDS.

Isto acontece porque frequentemente os que realizam o piercing, a tatuagem ou a automutilação do corpo, às vezes não tomam as necessárias cautelas higiênicas: verifica-se que um adolescente em cada cinco é assim contagiado, ao passo que as adolescentes são duas vezes mais afetadas.

Os piercings costumam ser fixados em partes do corpo muito impróprias: na língua, umbigo, nariz, sobrancelhas, ou nos órgãos genitais. Seis ou sete anéis fixados através do pavilhão da orelha podem acarretar necrose da cartilagem.

Do ponto de vista ético, a prática dos piercings e afins só pode ser rejeitada, pois contribui para afetar negativamente o corpo e a saúde dos usuários. A lei de Deus manda preservar a vida.

Talvez alguém veja nessas modas a maneira de se proclamar membro de alguma facção ou discípulo de um grande Mestre, mas sabemos que o fim não justifica os meios. A integridade corporal e a saúde não devem ser sacrificadas a modismos inconsistentes.

Os pais devem orientar os filhos no sentido de viver segundo uma escala de valores acima de modismos e modelos exóticos e extravagantes, que prejudicam o autêntico desenvolvimento físico e moral dos adolescentes.

A Revista Época, (n. 567, 30 março 2009, pg. 104/105) trouxe uma longa matéria sobre a tatuagem mostrando os seus perigos. As pessoas se cansam da tatuagem com a mudança de idade e de vida. A tatuagem da moda enjoa rápido; especialmente o nome da namorada, quando o namoro termina. Nos EUA a Academia de Dermatologia calcula que 70% dos tatuados se arrependem uma década depois.

A Revista afirma que o tratamento para retirar a tatuagem é doloroso e caro, a laser. “Era como se uma agulha fervendo tocasse minhas costas” (Lenita Frare). Para apagar a tatuagem terá de passar por cinco sessões de laser de cinco minutos ao longo de seis meses no mínimo com intervalos de 30 dias entre as sessões. Durante o tratamento Lenita não poderá tomar sol e deverá usar pomadas anti-inflamatórias.

Diz a matéria que o empresário Luiz Felipe Carvalho, de 24 anos deve gastar R$10.000,oo para se livrar da tatuagem. “As pessoas que querem trocar de tatuagem, não apenas apagar”, diz o dermatologista Cláudio Roncatti, um dos diretores da Sociedade Brasileira de Laser. O número de seus pacientes vem crescendo com a demanda crescente de arrependidos.

“Uma sessão de laser custa R$ 300,00; algumas tatuagens demandam dois anos de sessões, uma por mês. “Na maioria dos casos fica um borrão no lugar da tatuagem”, diz o dermatologista Alexandre Fillipo. Ele atende 30 pessoas por mês que querem apagar a tatuagem”.

Por todas essas razões a tatuagem e o piercing devem ser evitados.

Prof. Felipe Aquino
PODEMOS FAZER TATUAGENS E USAR PIERCING?

Hoje os jovens querem parecer modernos e descolados e para isso consideram essenciais esses artifícios.



Muitos têm-nos perguntado sobre tatuagem e piercing. Os médicos, especialmente os dermatologistas, chamam a atenção para o perigo de transmitirem por tal via doenças graves como as hepatites e até mesmo a AIDS. Isto acontece porque frequentemente os que realizam o piercing, a tatuagem ou a automutilação do corpo, às vezes não tomam as necessárias cautelas higiênicas: verifica-se que um adolescente em cada cinco é assim contagiado, ao passo que as adolescentes são duas vezes mais afetadas. Os piercings costumam ser fixados em partes do corpo muito impróprias: na língua, umbigo, nariz, sobrancelhas, ou até mesmo nos órgãos genitais. Seis ou sete anéis fixados através do pavilhão da orelha podem acarretar necrose da cartilagem. Do ponto de vista ético, a prática dos piercings e afins só pode ser rejeitada, pois contribui para afetar negativamente o corpo e a saúde dos usuários. A lei de Deus manda preservar a vida. Talvez alguém veja nessas modas a maneira de se proclamar membro de alguma facção ou discípulo de um grande mestre, mas sabemos que o fim não justifica os meios. A integridade corporal e a saúde não devem ser sacrificadas a modismos inconsistentes. Os pais devem orientar os filhos no sentido de viver segundo uma escala de valores acima de modismos e modelos exóticos e extravagantes, que prejudicam o autêntico desenvolvimento físico e moral dos adolescentes. A Revista Época (n. 567, 30 março 2009, pg. 104/105) trouxe uma longa matéria sobre a tatuagem mostrando os seus perigos. Afirma a matéria que “as pessoas se cansam da tatuagem com a mudança de idade e de vida. A tatuagem da moda enjoa rápido; especialmente o nome da namorada, quando o namoro termina. Nos EUA a Academia de Dermatologia calcula que 70% dos tatuados se arrependem uma década depois”. A Revista afirma que o tratamento para retirar a tatuagem é doloroso e caro, a laser. “Era como se uma agulha fervendo tocasse minhas costas” (Lenita Frare). Para apagar a tatuagem terá de passar por cinco sessões de laser de cinco minutos ao longo de seis meses no mínimo com intervalos de 30 dias entre a sessões. Durante o tratamento Lenita não poderá tomar sol e deverá usar pomadas anti-inflamatórias. Diz a matéria que o empresário Luiz Felipe Carvalho, de 24 anos deve gastar R$ 10.000,00 para se livrar da tatuagem. “As pessoas que querem trocar de tatuagem, não apenas apagar, diz o dermatologista Cláudio Roncatti, um dos diretores da Sociedade Brasileira de Laser. O número de seus pacientes vem crescendo com a demanda crescente de arrependidos. “Uma sessão de laser custa R$ 300,00; algumas tatuagens demandam dois anos de sessões, uma por mês. “Na maioria dos casos fica um borrão no lugar da tatuagem”, diz o dermatologista Alexandre Fillipo. Ele atende 30 pessoas por mês que querem apagar a tatuagem”. No campo social nota-se que as tatuagens pesadas são muito usadas por jovens ligados ao rock pesado, crime, drogas, etc. Muitas vezes são pactos, consagrações, que são celebradas até com as forças do mal e das trevas. Aí então, piorou. A Bíblia proibia no Antigo Testamento toda forma de tatuagem porque eram usadas em formas de consagração a ídolos dos pagãos.

Lv 21, 5 – “Os sacerdotes não rasparão a cabeça, nem os lados de sua barba, e não farão incisões em sua carne”.

Lv 19, 28 – “Não fareis incisões na vossa carne por um morto, nem fareis figura alguma no vosso corpo. Eu sou o Senhor”.

Dt 14, 1 – “Vós sois os filhos do Senhor, vosso Deus. Não vos fareis incisões, e não cortareis o cabelo pela frente em honra de um morto”.

As tatuagens têm sua origem no mundo das magias e do esoterismo. A magia é uma artimanha que pretende forçar poderes superiores ou a própria Divindade a agir segundo a intenção do mago, e só ele, conheceria os meios para tal. O costume das tribos pagãs mais primitivas da África, ou da Polinésia, de tatuarem o próprio corpo, sempre causou horror aos povos civilizados. Além dos seus significados fetichistas, a tatuagem deforma o corpo de modo contrário à própria natureza humana, tornando-o feio e por vezes repugnante. Por exemplo, um dos métodos de tatuagem japonês era o tebori, que utilizava hastes de bambu, madeira ou marfim, e até 12 agulhas simultaneamente, e servia para marcar o corpo de criminosos, como punição. É usado como identificação pelos mafiosos daquele país.

Professor Felipe Aquino


Que Nos Ensina a Bíblia Sobre Perfuração [Piercing] e Tatuagem [Tattooing] do Corpo?


 

1a. Parte (*): Exceto quanto à Lei CERIMONIAL, que é claramente restrita a ISRAEL,


O Velho Testamento Ainda Está Em Pleno Vigor, E PROÍBE Toda Perfuração E Tatuagem De Corpos

Em Levítico 19:28 a Bíblia nos adverte contra o nós mesmos fazermos ou mandarmos fazer cortes ou perfurações em nossa carne. “Pelos mortos não dareis golpes na vossa carne; nem fareis marca alguma sobre vós. Eu sou o SENHOR.” (ACF) Embora esta proibição seja mais especificamente contra o se cortar e o se fazer perfurações e marcas por causa de mortos, em sinal de luto no enterro ou depois dele, todos entendemos que tal proibição também se aplica a situações outras de rebeldia contra Deus, tais como o se fazer perfuração ou tatuagem por vaidade/ por desprezo a obedecer e agradar somente a Deus/ por superstição/ por paganismo/ por idolatria/ por querermos nos identificar com a moda do mundo. Por outro lado, todos entendemos que tal proibição não se aplica a injeções, nem a cirurgias, nem as outras atividades benéficas da Medicina e da Odontologia.

Muitos dos nossos jovens que se tatuam [colocam "tattoos"] e perfuram seus corpos ["piercing" seus corpos para pendurarem argolas e anéis] não compreendem que aquilo que estão fazendo tem suas raízes na feitiçaria e nas práticas das mais grosseiras e terríveis das religiões do paganismo. Aqueles de nós que viajaram extensamente pelas partes mais atrasadas e tenebrosas do mundo têm visto os corpos daqueles que não somente perfuraram e tatuaram seus corpos, mas foram um passo além, realmente mutilando seus corpos. É repulsivo ver alguém deformar o corpo que o Senhor fez em perfeição. O Senhor nos adverte em 1Coríntios 6:19-20. “Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.” (ACF)

Se nós devemos glorificar a Deus em nossos corpos, como é possível que as perfurações dos nossos corpos glorifiquem a Cristo? Em 1Reis capítulo 18 encontramos a história de Elias contestando os profetas maus de Baal (um deus falso daqueles dias, cujos seguidores praticavam feitiçaria). Os profetas de Baal forçaram a si mesmos até se porem em um frenesi que tentava conseguir com que o deus deles, Baal, mostrasse ser mais poderoso do que o Deus verdadeiro e vivo. Ao contrário, o Deus de Elias provou ser Ele o único Deus verdadeiro. Durante o frenesi dos adoradores de Baal eles começaram a mutilar e desfigurar seus corpos conforme nós vemos a partir das Escrituras em 1Reis 18:28.

Uma outra Escritura que nos adverte para não desfigurarmos nossos corpos é Deuteronômio 14:1.

A expressão "por causa de algum morto" se refere a um rito de feitiçaria feito enquanto algumas pessoas choravam ou recordavam seus mortos. Portanto, o corte, a perfuração e a tatuagem têm sua origem em práticas de feitiçaria.

Gênesis 35:2-4 [ordem de Jacó à sua família e servos] revela uma conexão entre deuses pagãos e brincos de argola para as orelhas.
[Nota: Brincos de argola para orelhas nem sempre são pecaminosos:
- Não há nenhuma conotação má com a palavra "05141 nexem" em Gen 24:22,30,47 (presentes para Raquel); Exo 35:22; Jó 42:11; Pro 11:22; 25:12. 
- Há em Gen 35:4; Exo 32:2,3; Eze 26:12; Ose 2:13.
- É incerto em Juízes 8:24,25,25; Isa 3:21.
- Já Deut 15:16-17 fala de algo completamente diferente: um escravo deixando sua orelha ser furada em sinal que queria ficar para sempre como escravo de seu amo]

Talvez uma Escritura mais conhecida que tem a ver com brincos de argola para as orelhas é o registro dos filhos do povo de Israel que caem em rebelião e que adoram o bezerro de ouro enquanto Moisés estava lá em cima, no monte, com Deus, recebendo os dez mandamentos. Aqui nós descobrimos que eles tomaram de seus brincos de argola para as orelhas e os jogaram no fogo e deles fizeram um ídolo de ouro, o que desagradou extremamente ao Senhor. Leiamos Êxodo 32:2-3.

Há um verso específico no Velho Testamento que usa a palavra hebraica "03908 lachash," que é uma palavra associada especificamente com a feitiçaria. Aqui, a jóia é usada como um amuleto para se lançar um feitiço. Isaías 3:18-23:

Tudo isto, acima visto, é o que o faz a tatuagem e a perfuração dos corpos serem espiritualmente perigosas para as pessoas. As pessoas que não compreendem isto abrem a porta para o ataque de Satanás porque têm uma marca ou uma abertura que permite a entrada inimiga em suas vidas. Hoje esta prática está crescendo por causa das religiões falsas e da influência pagã se infiltrando na igreja.

Muitos de nossos jovens estão começando a fazer perfurações no corpo e tatuagem como um espírito de rebelião contra o conselho dos seus pais. Muitos homens estão usando também brincos de argola para as orelhas para fazer uma indicação de sua rebelião mostrando que são "machos" [e não ligam para os que os outros pensam] ou homossexuais [e não ligam para o que os homens e mesmo Deus pensam disso]. O fato que a juventude de nossos dias está desprezando e se rebelando contra seus pais é muito desagradável ao Senhor, uma vez que um dos Seus dez mandamentos na Bíblia é honrar nossos pais.

Demos ouvidos a Deus em Êxodo 20:12 Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR teu Deus te dá.” (ACF) e em Colossenses 3:20Vós, filhos, obedecei em tudo a vossos pais, porque isto é agradável ao Senhor.” (ACF).

[Aqui está um desafio para seu bem: Quem pode provar que todos os versos que já usamos não se aplicam como estão escritos, ou não se aplicam completa e literalmente hoje? Tem certeza? Certeza mesmo? Então, vamos pelo lado da segurança para nossas almas e de agradar a Deus]

Alguns se queixam e se rebelam contra o que dissemos [melhor dizendo, se rebelam contra o claro ensino da Bíblia]  e começam por dizer que a maioria das mulheres, hoje em dia na nossa sociedade, usa brincos de argola nas orelhas e, depois, eles tentam usar isto como uma desculpa para as bizarras e grosseiras perfurações no corpo que esses rebeldes ostentam. Ora, o Senhor sempre julga o que nós fazemos, e faz isto com base nos nossos motivos e enquanto olha no nosso coração. É um motivo diferente quando as mulheres usam brincos de argola nas orelhas perfuradas como um costume, sem a rebelião e o orgulho unidos a ele. Ademais, essa rebeldia dos adeptos do piercing seria pecado mesmo se as mulheres estivessem cheias de  vaidade inútil e orgulho sobre sua aparência. Lembre-se: Deus olha para as atitudes de nosso coração. De fato, a Bíblia fala de uma geração de mulheres que estarão vivas na vinda do Senhor e que serão julgadas severamente por causa de seus olhares impudentes [isto é, sem santo recato] e por causa de sua arrogância. Deixe-nos olhar outra vez para a profecia em Isaías 3:16-24.

Nós estamos vivendo os dias de que a Bíblia fala em 2Timóteo 3:1-7.



TESTEMUNHO DE UMA EX-HINDU que hoje sabe muito bem que as perfurações e as tatuagens do corpo são uma forma de feitiçaria:
"Eu sou da Malásia ... Na última sexta-feira, quando eu entrei numa sala de bate papo de GCN, eles estavam discutindo sobre a tatuagem e perfurações [piercings] (da língua). Um dos crentes havia dito a eles que era errado para crentes ter tatuagens. Como eu era, anteriormente, uma hindu, eu sei que a tatuagem é do Hinduismo e também da feitiçaria. Os Hindus também perfuram suas línguas com lanças pequenas e furam o corpo inteiro com pequenos ganchos e ficam em transe. Eu testemunhei isto pessoalmente. Mas louvado seja somente Deus, eu nunca fiz nada semelhante a qualquer um destes rituais mesmo quando eu era uma hindu. Louvado seja Deus, eu convenci alguns sobre o mal da tatuagem ... . Karen "

Eu, Hélio, se pudesse voltar atrás, daria plenos ouvidos aos versos da Bíblia (inclusive do Velho Testamento) que nos advertem contra piercing e contra tatuagem, e não teria permitido minhas duas filhas (Raquel e Sandra) terem suas orelhas perfuradas ainda na maternidade. E também teria fortemente aconselhado os pais a não permitirem o mesmo para minhas 4 netas (Rayssa, Jéssica, Danielle e Débora). Agora, oro a Deus que convença minha esposa e filhas e netas a não usarem brincos que passem através dos orifícios feitos em suas orelhas.


 

2a. Parte (**): Se você é daqueles que, sempre que contrariados pelo Velho Testamento, só aceitam o Novo Testamento, note que


O Novo Testamento Estabelece Princípios Que, Hoje, PROÍBEM Perfuração E Tatuagem De Corpos

 

Princípios [Oriundos] do NOVO Testamento


Há quatro princípios que podemos aplicar, para determinar se a perfuração e a tatuagem dos nossos corpos são ou não são lícitas.

  1. Devemos glorificar a Deus em nossos corpos (1Cor 6:19-20 (acima)).

    • Temos que [indubitavelmente] exaltar Cristo em nossos corpos (Phil 1:20) “Segundo a minha intensa expectação e esperança, de que em nada serei confundido; antes, com toda a confiança, Cristo será, tanto agora como sempre, engrandecido no meu corpo, seja pela vida, seja pela morte.” (ACF).

    • Nossa aparência exterior deve ser um [indisputado] público testemunho de piedade [dedicação a Deus] (2Cor 1:12; 1Tim 2:2,10; 4:7-8; 6:11; 2Tim 3:12; 2Pe 3:11; cf. 1Cor 11:1ss). “Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade,” (ACF)

  2. Devemos fazer somente as coisas que são honoráveis e respeitáveis aos olhos de todos os [bons] homens (Rom 12:17; Phil 4:8), “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” (ACF)  obedecendo a Deus em tudo que fazemos (Atos 4:19; 5:29).

  3. Não devemos nos engajar em comportamentos de luxúria e licenciosidade (comportamentos sensuais) (Rom 6:12; 1Jn 2:16; 2Cor 12:20-21; Jude 1:4). “Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências;” (ACF)   “Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.” (ACF)

    • "Luxúria" é um fortíssimo [quase incontrolável] desejo para pecar.

    • "Licenciosidade" é a luxúria sem rédeas: excesso, ausência de restrições, indecência, e deliberadamente entregar-se totalmente ao pecado [entregar-se ao domínio pelos sentidos, entregar-se à sensualidade].

  4. Não devemos nos engajar em comportamentos questionáveis (Rom 14:23; 1Thes 5:21-22). “Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado.” (ACF)   “Examinai tudo. Retende o bem. Abstende-vos de toda a aparência do mal.” (ACF)

    • Temos que estar absolutamente certos [certos objetivamente! certos pela Bíblia!] de que a perfuração e a tatuagem do corpo são coisas lícitas, antes de nos engajarmos nestes comportamentos.

 

Perfurações e Tatuagens do Corpo


Agora, deixe-nos aplicar estes quatro princípios para determinar se Deus nos autoriza ou não nos autoriza perfurar e tatuar nossos corpos.
 

Perfurações do corpo discretas [e de bom gosto]:

  • A perfuração discreta do corpo, tal como a perfuração de bom gosto que as mulheres fazem em suas orelhas, é considerada por toda a sociedade [brasileira, de hoje] como um adorno perfeitamente tolerável para mulheres crentes piedosas [dedicadas a Deus]. Tal perfuração em si mesma não é associada com nenhum mal. Pelo menos enquanto e onde os brincos de argola nas orelhas não representam nem comunicam algo pecaminoso, as orelhas perfuradas (e as perfurações discretas do nariz em algumas outras culturas) são toleráveis para a mulher piedosa, e não trazem vergonha nenhuma ao nome de Deus. Conseqüentemente, no Brasil de hoje, orelhas femininas perfuradas discretamente e com bom gosto são toleradas pela Palavra de Deus.
     

Perfurações do corpo que são extravagantes- sensuais- rebeldes:

  • Por outro lado, uma significativamente grande parcela da sociedade brasileira de hoje acredita que as perfurações do corpo (à exceção das discretas perfurações de bom gosto das orelhas femininas) refletem um estilo de vida licencioso, insubordinado, desordenado, depravado e pervertido. Estas perfurações foram popularizadas na segunda metade do século XX por pessoas dentre a cultura pop conhecidas por seus pecaminosos, depravados, pervertidos estilos de vida. Por causa das conotações pecaminosas associadas com estas perfurações, este comportamento é questionável (IV), na melhor das hipóteses (Rom 14:23; 1Thes 5:21-22). Conseqüentemente, os [dedicados] filhos de Deus devem se abster destas perfurações, uma vez que elas:

  • Não glorificam a Deus (1Cor 6:19-20) (I.a).

  • Não exaltam a Cristo (Phil 1:20) (I.a).

  • Não dão público testemunho de piedade [dedicação a Deus] (1Tim 2:2,10; 4:7-8; 6:11) (I.c).

  • Não são honoráveis e respeitáveis à vista de todos os [bons] homens (Rom 12:17; Phil 4:8). (II)

  • Muitas das perfurações são licenciosas, simbólicas de um estilo de vida licencioso, insubordinado, desordenado, depravado e pervertido (2Cor 12:20-21) (III).


Tatuagens:

  • As tatuagens eram populares na primeira metade século XX, entre os militares e outros grupos, geralmente refletindo um estilo de vida de farras e orgias e bacanais. Mais tarde, os membros de quadrilhas e gangs, e os rappers, e algumas celebridades começaram a adotar tatuagens como um sinal de um estilo de vida licencioso.
    Por causa das conotações pecaminosas associadas com tatuagem, os cristãos devem também se abster deste comportamento, que é questionável na melhor das hipóteses (Rom 14:23; 1Thes 5:21-22) (IV).


Tatuagens da CRUZ [de Cristo]:


  • Muitos jovens escreveram-me, acreditando que tatuagens são aprovadas por Deus se forem cruzes [ou peixes, etc.], porque as tais são emblemáticas de Cristo.

  • A tatuagem da cruz tem suas raízes no paganismo, antes de Cristo ter tomado corpo e nascido. Ela reflete os inimigos de Cristo, ao invés de refletir Cristo Ele mesmo.

  • Hoje, muitas tatuagens da cruz são representantes de religiões pagãs [e da idolatria do Catolicismo Romano], enquanto outras tatuagens foram criadas para representar Cristo e sua cruz. O significado atrás do tatuagem da cruz é freqüentemente distorcido pelos que a vêm, é desconhecido a qualquer um exceto aquele que a usa.

  • Na melhor das hipóteses, usar uma tatuagem de cruz é um comportamento questionável que os cristãos devam evitar (Rom 14:23; 1Thes 5:21-22) (IV). Em resultado do tempo que eu gastei pesquisando tatuagens da cruz, vendo algumas das tatuagens da cruz que têm demônios por baixo delas, e vendo a vida de e alguns modelos que anunciam essas tatuagens de cruz, posso lhes garantir que elas não são algo que seja proveitoso para os filhos de Deus.


Que tal se eu tatuar ESCRITURAS no meu corpo?

  • Os cristãos devem se abster de cada aparência e forma do mal (1Thes 5:22) (IV). Conseqüentemente, nós devemos nos abster de todas as formas de tatuagem.

  • Por exemplo:

    • Ir "socialmente" a um bar, um local de se beber álcool, é errado, mesmo se eu [só beber refrigerantes] e enrolar um lenço ao redor de meu pescoço com um versículo da Bíblia escrito sobre ele.

    • Visitar "socialmente" uma casa da prostituição é errado, mesmo se eu [não me encantar com nenhuma prostituta] e enrolar um lenço ao redor de meu pescoço com um versículo da Bíblia escrito sobre ele.


Que tal se a minha tatuagem estiver em algum lugar que as pessoas não podem ver?


  • A tatuagem foi vista pela pessoa que a pôs lá, e por todos que conhecem muito bem aquele que a usa. Sobretudo, é vista pela pessoa que a usa em seu corpo. Não importa onde a tatuagem está sobre o corpo, não importa quem a vê, a mensagem é a mesma.

  • Na melhor das hipóteses, usar uma tatuagem escondida é um comportamento questionável que os cristãos devam evitar (Rom 14:23) (IV).

 

Falsas Perfurações e Tatuagens ("de Brincadeira")


[Não estamos falando de "Henna", que dão a mesma aparência do mal como as tatuagens reais]


Falsas perfurações e tatuagens, freqüentemente associadas com crianças, são um outro assunto. Perto do final do século XX, estes brinquedos foram incluídos em balas, chicletes, etc., ou comprados muito baratos. Freqüentemente refletem personagens engraçadas dos desenhos de cinema/ TV/ revistas em quadrinhos/ estórias infantis.

Tatuagens provisórias cresceram em popularidade e sofisticação, agora sendo usados por adultos.

Se um tatuagem provisória é lícito ou é ilícita, é determinado aplicando os princípios acima discutidos. Por exemplo, uma tatuagem provisória do inocente mascote de um inocente time esportivo (ou de inocente gincana ou qualquer inocente brincadeira sadia) da escola, ou uma inocente tatuagem provisória usada em uma brincadeira na reunião dos jovens da igreja na noite de sexta-feira e removida antes de se reunirem com todos os seus irmãos da igreja para adorar a Deus no domingo, é tolerável da parte de piedosos [dedicados a Deus] criança, adolescente ou jovem . Por outro lado, uma tatuagem provisória representando uma mulher vestida só de biquíni ou de um campeão de musculação, não dão público testemunho de piedade [dedicação a Deus] e desonram a Deus por causa da mensagem licenciosa expressa pela tatuagem.

 

Na Melhor das Hipóteses, a Perfuração e a Tatuagem do Corpo São Comportamentos Questionáveis


Alguém pode dizer que a cultura e a sociedade mudaram, e pode argumentar que a perfuração corpo e a tatuagem do corpo não mais têm, hoje, as conotações licenciosas e insubordinadas, desordenadas, depravadas e pervertidas que tinham alguns anos atrás. Pode argumentar que a opinião da sociedade sobre a perfuração e a tatuagem do corpo mudou.

Bem, é verdade que a sociedade muda e que os estilos mudam. Mas, hoje, o estilo de vida que os olhos de pelo menos alguns [bons] homens associam com a perfuração e com a tatuagem do corpo pelos jovens é o estilo de vida rebelde e licencioso. Cem anos no futuro, pode não mais o ser. Mas, por agora, a mensagem que uma pessoa emite a pelo menos algumas pessoas, quando tatua e perfura seu corpo, é uma mensagem de piedade [dedicação ao Senhor] muito questionável. Um corpo perfurado ou tatuado ainda freqüentemente associa a pessoa com a licenciosa cultura pop que continua a fazer estes comportamentos populares em nossa sociedade.

Conseqüentemente, a perfuração do corpo (à exceção das discretas perfurações nas orelhas femininas) e tatuagem são, na melhor das hipóteses, comportamentos questionáveis. Isto é evidenciado em muitas maneiras, incluindo nas muitas perguntas que eu tenho recebido dos jovens a respeito deste tópico.

Uma vez que os verdadeiros crentes não são permitidos se engajarem em comportamentos questionáveis, e uma vez que a perfuração do corpo (à exceção das discretas perfurações nas orelhas femininas) e a tatuagem do corpo são religiosamente questionadas por muitos em nossa sociedade, devemos concluir que a perfuração do corpo e a tatuagem do corpo devem ser evitadas pelos verdadeiros crentes (Rom 14:23; 1Thes. 5:21-22) (IV). Eles:



  • Não glorificam a Deus (1Cor 6:19-20) (I.a).

  • Não exaltam a Cristo (Phil 1:20) (I.a).

  • Não dão público testemunho de piedade [dedicação a Deus] (1Tim 2:2,10; 4:7-8; 6:11) (I.c).

  • Não são honoráveis e respeitáveis à vista de todos os [bons] homens (Rom 12:17; Phil 4:8) (II).

  • Muitas perfurações e tatuagens são licenciosas, simbólicas de um estilo de vida insubmisso e licencioso, insubordinado, desordenado, depravado e pervertido (2Cor 12:20-21) (III).

 

Não Faça Algo Que Você Lamentará Cada Vez Mais, À Medida Que For Envelhecendo


Nesta seção, eu quero dar alguns conselhos práticos (não da Palavra de Deus) aos jovens que estão pensando sobre a perfuração e a tatuagem dos seus corpos.

  • Freqüentemente surgem doenças como resultado da tatuagem e da perfuração do corpo:

    • Doenças mortais transmitidas pelo sangue podem resultar de tatuagem e de perfuração do corpo (o HIV que causa o AIDS, a hepatite, o tétano, a tuberculose, etc.).

    • Um estudo pelo Dr. Bob Haley e pelo Dr. Paul Fischer descobriu que as tatuagens feitas em ambientes comerciais resultam em mais de duas vezes o número de infecções por hepatite C que decorrem do uso de drogas através de injeções. E as pessoas que foram tatuadas em uma sala comercial de tatuagem são nove vezes mais prováveis de infectar-se com a hepatite C do que alguém que não é tatuada.

    • Pessoalmente, eu conheço um homem que se tornou um verdadeiro crente mais tarde na sua vida, depois que foi tatuado. Agora ele está muito doente com hepatite. É difícil para ele apreciar a vida. Ele está miserável, sendo-lhe mesmo impossível trabalhar em certos dias.
       

  • Tatuagens

    • Converse com algumas pessoas idosas que têm estado com tatuagens desde que eram novas. Com muito cuidado para não as ofenderem, olhe bem para a tatuagem e observe que ela está desvanecida e não parece tão bem quanto uma tatuagem nova. Tente imaginar uma tatuagem em você, quando você for velho. Como ela parecerá quando ela estiver desvanecida e sua pele estiver esticada e desgastada?

    • Pergunte à pessoa idosa, "Se você fosse novo outra vez, e você estivesse pensando sobre fazer uma tatuagem, você a faria?" Muitos dir-lhe-ão "Não." Algumas mesmo lhe dirão que desejam que suas tatuagens pudessem ser tiradas fora.
       

  • Perfurações do corpo:

    • A perfuração do corpo é um comportamento muito novo no mundo desenvolvido, assim eu duvido que você pode falar com pessoas idosas que tiveram partes de seus corpos perfuradas por cinqüenta anos. Mas, você pode olhar retratos dos povos nas nações do terceiro mundo [como os índios botocudos do Brasil] que praticaram a perfuração do corpo por gerações e gerações. Nos retratos, olhe para a pele esticada e desgastada das pessoas velhas e observe que as perfurações se desfiguraram, em conseqüência de sua pele que torna-se velha e afundada e pendurada. Imagine como é que seu corpo perfurado parecerá em seus anos idosos, quando sua pele for esticada e estiver afundada e pendurada em resultado dos trabalhos de parto ou da perda do tônus muscular. Pergunte-se, "Como eu parecerei com perfurações do meu corpo frouxas e cedendo e penduradas, quando eu tiver oitenta anos de idade?"
       

  • Perfurações e tatuagens do corpo são permanentes:

    • Antes de fazer uma mudança permanente em seu corpo, esteja certo de que é algo com que você quer viver para sempre.

    • Olhe retratos de seus pais e avós quando eram de sua idade. Seus estilos do cabelo e da roupa eram muito diferentes quando eram jovens. Como seus pais e avós se sentiriam se tivessem que usar os mesmos estilos hoje, que usaram há vinte ou quarenta ou mais anos atrás? Esta é a maneira que você pode sentir quando a perfuração do corpo e tatuagem saírem de moda. Na maioria dos casos, as tatuagens e as perfurações do corpo são permanentes.
       

  • Doutores dizem que remoções de tatuagem estão se tornando mais comuns:

    • No dia 30 de novembro de 2003, uma história escrita por Michael Monte foi publicada pela The Times-Enterprise em Thomasville, Geórgia, USA. O título deste artigo é "Doutores Dizem Que Remoção De Tatuagem Está Se Tornando Mais Comum". Este artigo revela que mais e mais pessoas que têm tatuagens estão decidindo removê-las. Abaixo estão três citações do artigo, que todos devem ler antes que se deixem tatuar:

      • Três anos atrás, Alexandra Baker decidiu que era hora de se livrar da aranha [tatuada] em seu tornozelo. A tatuagem foi perfurada e pintada enquanto Alexandra cursava a universidade -  uma das sete [tatuagens] em seu corpo. Mas a aparência externa da Baker mudou um tanto. A aranha é algo que ela deseja esconder e não exibir. Assim, ela está retirando [a aranha] juntamente com duas fadas pequenas [tatuadas] em seu tórax. "Eu não posso tolerá-los mais," disse Baker, que vive em Hudson Valley, estado de New York. "Esta [horrível aranha] é exatamente aquilo que eu quero que não apareça mais em mim." (Times-Enterprise, Nov.-20-2003, Albany, NY, Associated Press)
         

      • "Há um número de pessoas que fez isto [tatuagem e/ou piercing] e que disseram: 'Puxa, isto não é o que eu quero.' O que realmente parece importante aos 17 ou 20 anos pode não parecer assim tão importante aos 30," disse o Dr. Brian Kinney, um cirurgião plástico de Los Angeles e porta voz da Sociedade Americana De Cirurgia Plástica E Estética. (Times-Enterprise, Nov-20-2003, Albany, NY, Associated Press)
         

      • Profissionais (desde os artistas que criam tatuagens até os doutores que as removem) dizem que a melhor estratégia é, em primeiro lugar, não deixar fazer em si tatuagens sem pensar no futuro. O conselho deles: Pense. [Por exemplo:] Daqui a uma década, você tem certeza de que ainda gostará de ter, espalhadas em suas costas, as iniciais da fraternidade de que você faz parte [na universidade]? (Times-Enterprise, Nov-20-2003, Albany, NY, Associated Press)
         

    • Este artigo enfatiza que as profissões que cuidam da saúde estão tentando desenvolver novos métodos da remoção de tatuagem. Mas, presentemente, não temos um método que remova totalmente uma tatuagem. E os métodos comuns de remoção de tatuagem são frequentemente [falhos], dolorosos e caros.

       

Posso Eu Ser Salvo, Mesmo Que Tenha Desonrado Deus em Meu Corpo?


Finalmente, nós faremos a pergunta, "Posso eu ser salvo se já perfurei e tatuei meu corpo de modos que desonram Deus?"

A resposta é, "Sim." Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus (Rom 3:23). Todos que querem virar as costas ao pecado e se voltarem para Deus têm que se arrepender e obedecer a Jesus (Luc 13:3, 5; Heb 5:9) “Não, vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.” (ACF)   “Não, vos digo; antes, se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.” (ACF)   “E, sendo ele consumado, veio a ser a causa da eterna salvação para todos os que lhe obedecem;” (ACF). Uma pessoa que adornou seu corpo com piercings ou tatuagem, desonrando Deus, desfará (tanto quanto é razoavelmente possível) os piercings e as tatuagens que a impedem de glorificar Deus em seu corpo, especialmente aquelas que são visíveis a outros. E eles, também, podem estar seguros de que são salvos de seus pecados.

É importante que esqueçamos o que fica para trás e nos estendamos na direção que se encontra adiante, não importam os pecados de nosso passado (Filip 3:12-14). “Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus. Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim, Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” (ACF)

Devemos olhar para o futuro e glorificar a Deus durante todos os dias que nos restam aqui na terra. Quer você tenha pecado por desonrar a Deus com tatuagens e com piercings no seu corpo, quer você tenha pecado em alguma coisa mais, você pode ser salvo obedecendo a Jesus (Heb 5:9) “E, sendo ele consumado, veio a ser a causa da eterna salvação para todos os que lhe obedecem;” (ACF).


Organizado por



Hélio de Menezes Silva
set.2006

(*) Resumido/ampliado/adaptado por Hélio a partir de traduções (por Valdenira N.M. Silva) de trechos de http://www.bible.com/overcoming-life/digest12.php#foxes, de Betty Miller



(**) Resumido/ampliado/adaptado por Hélio a partir de traduções (por Valdenira N.M. Silva) de trechos de http://www.biblestudyguide.org/articles/body-piercing-tattooing.htm, de Allan McNabb




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal