Um ensino de arte e cultura, conceitos e


DEPOIMENTOS SOBRE O PROJETO ARTE NA INFÂNCIA



Baixar 363.76 Kb.
Página9/13
Encontro07.10.2019
Tamanho363.76 Kb.
1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   13

DEPOIMENTOS SOBRE O PROJETO ARTE NA INFÂNCIA.


Apresentamos alguns dos depoimentos registrados espontaneamente durante as oficinas, exposições e avaliações pedagógicas realizadas pós-projeto. Aqui estão apresentados separadamente nos tópicos: depoimentos de crianças participantes, depoimentos do público e artistas em visita às exposições e avaliação do projeto por pedagogos.
    1. DEPOIMENTOS DE CRIANÇAS PARTICIPANTES DO PROJETO


As crianças participantes do projeto, e que registraram seu depoimento estão na faixa etária do ensino fundamental, ou seja de 6 a 14 anos de idade. Eventualmente e em minoria, participam adolescentes com até 16 anos.
      1. Carência, primeira oportunidade em arte.


“Eu queria sempre ter um curso como esse, pois a gente aprende muitas coisas boas. Eu gostei muito de ser escolhido para a oficina porque eu nunca fui escolhido em nada na escola que eu estudo.” João Paulo Mendes Rodrigues. Palmital, Minas Novas - MG, 2007.

“É com muito carinho que eu pego neste lápis para lhe dizer que é pela primeira vez eu tenho a oportunidade de brincar com as cores e com isso.“ Maura Euclécia Rodrigues. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“Mas essa foi nossa única oportunidade eu agradeço a você Carolina, Tarcísio e Elias.” Fabiana Rodrigues Costa. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.

      1. Auto-conhecimento, Experiência estética.


Para as crianças participantes, o projeto Arte na Infância as ensina a conhecer o seu próprio lugar, sua própria cultura. Proporciona experiências estéticas, imersões e vivências na percepção da arte.

“Eu achei que é um orgulho participar de uma coisa que nos ensina a conhecer o que está ao nosso redor” Adelson Pereira dos Santos. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“Nunca vi tanta beleza assim, pois o mundo das artes é só surpresa, as cores o giz e as suas massas... incrível. Suas cores, que isso! A cada desenho feito, a cada arte. Eu gostei de tudo das fotografias das exposições do ensino dos professores a paciência.” Valdeci Moreira dos Santos. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“Eu achei muito legal, porque a gente entra no mundo da fantasia e no país da criatividade.” Jéssica Abreu Pires. Três Marias – MG, 2001.

“Mexendo com arte distraímos e relaxamos, o tempo voa, parece que estamos em outro mundo.” Dayane Silva Alves. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“Achei muito interessante, pois nesse projeto aprendi a mergulhar nas maravilhas das cores.” Diana Rodrigues da Costa. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“Aprendemos modos de cores, como mexer nas cores e o significado de cada um dos desenhos o que tem por dentro, errando e acertando mais é assim que aprendemos as coisas.” Ana Paula Reis da Silva. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“Eu acho que foi muito bom fazer estes desenhos, porque é muito bom desenhar.” Adilson Junior Borges de Souza. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.

“Eu gostei muito desse projeto porque ele nos incentiva na infância a aprender mais sobre a arte,...” Carlos Almeida do Nascimento. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

      1. Promoção da auto-estima


“Pra falar a verdade esse curso me fez ver a vida mais pintada cheia de luz e vida.” Ana Maria Souza Camargos. Palmital, Minas Novas - MG, 2007.

“Para mim esse curso foi um projeto que me ajudou bastante, pois estava com a auto-estima baixo e consegui levanta-la. Estava triste consegui ficar alegre, aprendi coisas novas e diferentes. Aprendi que a vida não é feita de pensamentos e sim de capacidade de tentar e conseguir.” Hilda Lemos Ferreira – Palmital, Minas Novas - MG, 2007.


      1. Tecnologia e arte – vídeo, fotografia e computador


As crianças participantes do projeto gostam de ser filmadas, fotografadas e de, através destas imagens, conhecerem pessoas de outros lugares.

“O Tarcísio estava filmando e fotografando e o tempo foi muito pouco estava muito bom.” Sandro Lucio Mendes Martins. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007

“Vi fotos de outro lugar trabalhando com a argila, cipó com bananeira. Também fui fotografada, gostei muito deste curso.” Genilda Antônia Ferrreira. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007

“Eu achei tudo um sucesso, a professora tirou fotos, o professor Elias filmou”. Camila Raissa Alves de Queiroz. Três Marias – MG, 2001.

“Gostei das cores, das figuras e dos desenhos no computador.” Heverton Heidlyson Pacheco Gomes. Betim – MG, 2002.

“Eu aprendi a mudar de cor os desenhos no computador” Wemerson Correia Nascimento. Palmital, Minas Novas - MG, 2007.

“E eu achei que a exposição do meu desenho vai ficar muito bonita com o papel maior...” Evair Rodrigues Brandão. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.

      1. Preconceito do adulto incutido na criança


“Quem sabe eu até viro um pintor, mas isso só quando eu terminar de estudar.” Flavio Henrique Ramalho. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.

“Não sou artista, mas espero que um dia eu seja.” José Claudinei Pereira dos Santos. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.


      1. Arte como experiência expressiva


“Mostrou o valor da arte e da cor isso também foi muito bom porque demonstra sentimento, alegria, tristeza etc.” Ivanete Guedes de Souza. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.

“E também o desenho ajudou para que todos nós exprimíssemos nossos sentimentos.” Amanda Borges de Souza. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.


      1. Reconhecimento de talento entre os colegas


“Desenhar isso ajudou muito todos os alunos dessa escola a mostrar o seu talento que vivia escondido dentro de cada um.” Amanda Borges de Souza. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.

“Legal porque possibilitou vários alunos a mostrar seu talento pela pintura” Alisson Patrício Ribeiro da Silva. Betim – MG, 2002.


      1. Temáticas ambientais - land art


“Eu também gostei muito de termos feito aquele triângulo e termos posto dentro da represa.” Carlos Almeida do Nascimento,

“Lá no lago fizemos uns barcos e divertimos, fotografando e eu fiquei encantada.” Luciene Rodrigues da Silva. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.

“Eu achei mais interessante foi nós colocando aquela coisa tipo um triângulo dentro daquela lagoa muito linda.” Joyce Rodrigues dos Santos. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.

“Eu gostei mais foi do trabalho do lago, mas fiquei com medo também.” "Juliana Ferreira Santos. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.

“Coisas interessantes os triângulos jogados na represa e não se afundou.” Samuel Lopes Rodrigues. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.

      1. Criação versus cópia e estereótipos


“Nos ensinaram que desenhar é uma arte muito boa. Os professores são bons porque nos ensinaram muitas coisas legais, como não desenhar só o que a gente sabe etc.” José Claudinei Pereira dos Santos. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“A gente aprendeu a desenhar e não desenhar desenhos que a gente já conhece.” Maria dos Anjos. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“Eu gostei. Gostei de desenhar, de participar. Aprendi a desenhar apenas olhando no papel sem tirar [sem copiar] e, de sair nas fotos.” Elizabete Souza Nascimento. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

      1. Percepção da aquisição de conhecimento


“Sabia desenhar um pouco, e depois das aulas do Elias, Joel, Tarcisio, eu tive uma noção maior do que é desenhar.” Ítalo Bernardo Almeida. Betim – MG, 2002.

“Este curso vai servir para o meu futuro.” Sérgio Soares de Souza. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.


      1. Exposição de arte - expor-se


"Gostei muito de ver meu lindo, maravilhoso, excelente, ótimo, belo, minha obra de arte, exposta! ÓTIMO!! Tchau!" Bruno Sales Trindade da Cunha – Belo Horizonte – MG, 1999.

“A exposição de desenhos foi ótima, mostra que dos desenhos estão sendo valorizados. O desenho representou uma parte do que penso e quero desenhar para mostrar às outras pessoas.” Aederson Brandão Rodrigues. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.

“A exposição vai ser muito importante para nós expor os nossos desenhos para mostrar que nós também sabemos fazer arte.” Adilson Junior Borges de Souza. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.

“Sobre a exposição eu adorei ver os meus desenhos colocados na parede.” Karina Aparecida Alves Ramos. Forquilha, Minas Novas - MG, 2007.

“Essa exposição nos oferece várias oportunidades para conhecer mais sobre a arte.” Diana Rodrigues da Costa. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“Fiquei satisfeitíssimo por ter sido selecionado, muito mais sabendo que, hoje, eu sou um expositor até do Palácio das Artes.” Douglas Kaique Nogueira. Betim – MG, 2002.


      1. Manifestação de gratidão


“Desejo a vocês uma boa sorte. Que vocês sejam sempre essas pessoas incríveis que vocês são. Obrigado por ensinar.” Valdeci Moreira dos Santos. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“Obrigado por ter essa oportunidade de vir aqui para nos ensinar.” Maura Euclécia Rodrigues. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“... mas gostei muito das suas capacidades de vir até aqui. Vocês fizeram nos virar artistas de verdade amei ta.” Luciene Rodrigues da Silva. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“Muito obrigado por ter nos ensinado coisas boas.” José Renato Moreira dos Santos. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“Vocês ensinaram muita coisa pra gente eu gostei do desenho porque é importante. Agradecemos vocês pelo o ensino.” Maria José Ferreira de Souza. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“Eu agradeço muito obrigado pela paciência que vocês tiveram por mim.” Lucio Omar Batista Costa. Alagadiço, Minas Novas - MG, 2007.

“Agradeço a vocês por ter me ajudado a aprender.” Marlete Lemos Martins. Palmital, Minas Novas - MG, 2007.




1   ...   5   6   7   8   9   10   11   12   13


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal