U 6ccmdcmt03-p fpb-prg XII encontro de Iniciação à Docência



Baixar 8.61 Kb.
Encontro08.01.2018
Tamanho8.61 Kb.


U
6CCMDCMT03-P
FPB-PRG XII Encontro de Iniciação à Docência


ALGORITMOS CLÍNICOS NO ENSINO DA OTORRINOLARINGOLOGIA
Nadja Nilma Marques Serrano(2); Alyne Diniz Loureiro(1); Júlia Guedes Cardoso Bisneta (1); Erich Cristiano Madruga de Melo(3); Maria José Claudino de Pontes(4); e

Leonardo Fontes Silva(4);

Centro de Ciências Médicas/Departamento de Cirurgia/MONITORIA

RESUMO

Introdução: A metodologia clássica empregada no ensino médico privilegia o aprendizado da doença em vez da investigação clínica. Esta metodologia segue o caminho inverso da prática médica, onde o paciente apresenta-se não com uma doença definida, mas com sintomas, que precisam ser corretamente explorados, através da anamese e exame físico, com elaboração de hipóteses diagnósticas coerentes, que possibilitem definir uma investigação complementar eficiente, quando necessária, ou o estabelecimento do diagnóstico preciso. Dessa forma, o estudo de temas médicos a partir do diagnostico diferencial dos sintomas favorece o desenvolvimento do raciocínio clinico, formando profissionais mais preparados para a prática médica. Objetivo: Possibilitar uma nova abordagem dos assuntos ministrados na disciplina de otorrinolaringologia, contribuindo para a consolidação do aprendizado teórico da disciplina, favorecendo o desenvolvimento do raciocínio clínico dos discentes. Metodologia: Desenvolvimento de algoritmos clínicos sistemáticos que possibilitem uma abordagem racional, voltada para a prática clínica, do conteúdo didático da disciplina de otorrinolaringologia. Os algoritmos são divididos por sistemas e abordam os principais sinais e sintomas apresentados pelo paciente e referentes à cavidade nasal, ouvido e faringe. Para a elaboração dos algoritmos foi realizado o entrelaçamento do conteúdo didático com a abordagem prática, partindo da queixa mais prevalente do órgão abordado. Os algorítimos serão impressos em forma de banner e expostos na sala para serem consultados pelos alunos e usados durante as aulas e monitorias. Resultados: Encontram-se em fase de elaboração e confecção 3 algoritmos relacionados a cavidade nasal, faringe e ouvido. O ponto inicial dos algoritmos é uma queixa altamente prevalente, tendo sido utilizadas obstrução nasal, dor na garganta e otalgia. A partir destas queixas, os algoritmos são desenvolvidos considerando os principais sintomas e queixas associados, que ao final conduzem as hipóteses diagnósticas mais coerentes. Utilizou-se como base para a confecção tanto o conhecimento didático da disciplina quanto aspectos dos métodos de raciocínio clínico. Conclusão: O raciocínio clínico faz parte do dia-a-dia do médico e possibilita um adequado direcionamento da consulta com melhor abordagem dos sintomas e sinais apresentados pelo paciente. Além disso, possibilita a redução dos custos com a saúde, por diminuir, muitas vezes, o número de exames requisitados e os gastos com medicações desnecessárias.



Palavras-chave: otorrinolaringologia, ensino, algoritmo


____________________________________________________________________________________________________________________________________________

1) Bolsista, (2) Voluntário/colaborador, (3) Orientador/Coordenador, (4) Prof. colaborador, (5) Técnico colaborador.

: anais -> XIenexXIIenid -> enid -> monitoria
monitoria -> 6ccsdormt16-p importância da proporçÃO Áurea em odontologia estética
monitoria -> 6ccsdmmt07-o estrutura histológica das glândulas salivares versus adenocarcinoma de células acinosas
monitoria -> 6ccsdmmt05-p estudo das estruturas superficiais do pescoçO: os trígonos cervicais
monitoria -> Ufpb-prg XII encontro de Iniciação à Docência 6ccsdormt01-o variaçÕes topográficas da mucosa bucal
monitoria -> 6ccsdormt13-p a microabrasão como resoluçÃo estética conservadora das lesões brancas do esmalte: revisão sistemática da literatura
monitoria -> 4ccsdfpmt03-p verificando a digestão salivar
monitoria -> 6ccmdcmt02-p tumor de filtro labial: retalho de avanço perialar bilateral em crescente
monitoria -> 6ccsdcosmt02-o letramento científico de estudantes do primeiro ano de odontologia da universidade federal da paraíBA
monitoria -> 6ccsdmmt10-o estudo comparativo do periodonto nas interfaces dente e implante dentário
monitoria -> 6ccsdmmt06-p a histofisiologia do hepatócito: análise da versatilidade funcional da célula hepática parenquimatosa




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal