Transporte no xilema



Baixar 5.03 Kb.
Encontro20.12.2017
Tamanho5.03 Kb.

Transporte no xilema
Modelos explicativos
A ascensão da seiva bruta, contrariando a gravidade, foi objecto de diversos modelos explicativos, nomeadamente as teorias da pressão radicular e da tensão-coesão.



  • Pressão radicular

A manutenção de um gradiente de concentração de solutos entre o solo e a raiz provoca uma pressão osmótica que força a água a entrar na raiz.


A acumulação de água nestes tecidos provoca uma pressão que vai forçar a subir no xilema por capilaridade.



  • Tensão-coesão

A transpiração foliar gera um défice de água, com consequente tensão (pressão negativa) ou efeito de “sucção” sobre a seiva xilémica; as células do mesofilo ficam hipertónicas, aumentando a pressão osmótica.


Cada molécula de água perdida pelo mesofilo é substituída a partir do xilema das folhas, criando um défice de água, compensado pelo xilema do caule; este efeito propaga-se à raiz, fazendo com que a água passe do parênquima cortical para o xilema, determinando a absorção de água do solo.
A coesão (devido ás ligações de hidrogénio entre as moléculas) e adesão da água (às paredes celulares do xilema) mantêm uma coluna contínua de seiva em movimento ascendente.




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal