Tr limpeza caixa dagua



Baixar 361.69 Kb.
Encontro14.08.2019
Tamanho361.69 Kb.



SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA

PREFEITURA UNIVERSITÁRIA








PROJETO BÁSICO


  1. INTRODUÇAO

O presente Projeto estabelece os procedimentos, critérios técnicos e indica as normativas legais para a contratação de empresa especializada na prestação de serviços de limpeza e desinfecção de caixas d’ água e reservatórios; serviço essencial ao bom funcionamento da Universidade Federal de Uberlândia.

  1. OBJETIVO

Contratar empresa especializada na prestação de serviços de limpeza e desinfecção química de caixas de água e reservatórios, sob demanda, a serem executados nas dependências dos campi da Universidade e unidade isoladas na cidade de Uberlândia-MG.

  1. JUSTIFICATIVA

Serviço essencial para o fornecimento de água tratada potável e de boa qualidade nas diversas áreas da UFU, bem como o cumprimento de orientações técnicas e exigências da vigilância sanitária, especialmente aquelas contidas no Manual de Saneamento – FUNASA.

  1. OBJETO

Prestação de serviços de limpeza e desinfecção química de caixas de água e reservatórios, sob demanda, a serem executados nas áreas da UFU, incluindo o fornecimento de mão-de-obra especializada, materiais, produtos de limpeza e os equipamentos necessários, durante o ano de 2012.

  1. HABILITAÇÃO TÉCNICA

Empresa credenciada junto ao Serviço de Vigilância Sanitária Municipal, ou o seu correspondente, mediante apresentação de licença ou alvará, para a execução de serviços dessa natureza.

  1. OS SERVIÇOS DE LIMPEZA, SANITIZAÇÃO E DESINFECÇÃO QUÍMICA DEVEM SER EXECUTADOS DA SEGUINTE FORMA:

    1. Os serviços serão solicitados exclusivamente mediante Ordem de Serviço, e com antecedência mínima de 48 (quarenta e oito) horas;

    2. Após a expedição da Ordem de Serviço, providenciar o agendamento prévio dos serviços com a Prefeitura Universitária, evitando-se interferência nas atividades acadêmicas e administrativas da UFU;

    3. A execução dos serviços de limpeza e desinfecção dos reservatórios e caixas de água deve ser acompanhada por servidor designado pela Prefeitura Universitária, da Universidade Federal de Uberlândia, para a fiscalização dos trabalhos;

    4. Para a execução dos serviços, avaliar a melhor forma de acesso ao reservatório ou caixa d’água, visando minimizar os riscos de acidente e otimizar o andamento dos trabalhos;

    5. Materiais autorizados para a execução dos serviços: balde de plástico; esponja lisa; pano de algodão limpo; escova com cerdas arredondadas (não pode ser de aço); pá de plástico e hipoclorito de sódio (NaCLO);

    6. Usar, obrigatoriamente, os equipamentos de proteção individual (EPI) e, quando necessário, equipamentos de proteção coletiva (EPC), em vista do risco que o serviço oferece;

    7. Verificar antecipadamente em cada caixa e reservatório as condições de acessibilidade; o estado da caixa e da tampa, se a(s) bóia(s), registro(s) e tubulações apresentam defeitos; se houver eventuais defeitos nas estruturas e equipamentos, notificar as irregularidades a fiscalização;

    8. Não havendo possibilidade de execução dos serviços, emitir Relatório de Não Conformidade descrevendo as condições da caixa d’água ou reservatório indicando o(s) motivo(s) dessa impossibilidade;

    9. Procedimentos de limpeza dos reservatórios e caixas d’água:

      1. Fechar o registro, impedindo a entrada de água no reservatório ou caixa;

      2. Utilizar a água da caixa ou reservatório até o limite do nível de saída, como forma de evitar o desperdício de água tratada;

      3. Obstruir as saídas de distribuição, a fim de não introduzir lodo, sujeiras ou resíduos na tubulação;

      4. Utilizar a água restante no fundo da caixa, depositada abaixo do nível da(s) saída(s) de distribuição, para a primeira limpeza;

      5. Esfregar as paredes e o fundo da caixa com escova macia ou esponja; nunca utilize sabão, detergente ou outros produtos não autorizados;

      6. Evitar comprometer a impermeabilização interna das bordas (paredes) e fundo da caixa ou reservatório;

      7. Retirar a água suja resultante da primeira limpeza, usando panos e baldes, ou sistema de sucção, deixando a caixa limpa;

      8. Enxaguar a caixa ou reservatório com esguicho de água limpa;

      9. Retirar a água suja resultante do enxágüe, usando panos e baldes, ou sistema de sucção, deixando a caixa limpa; não permitir a saída de resíduos pela tubulação de distribuição;

      10. Verificar o nível de limpeza da caixa ou reservatório, se necessário, repetir uma nova etapa de limpeza;

      11. Promover a limpeza da tampa da caixa ou reservatório, se houver;

      12. Aguardar por duas horas até iniciar o processo de desinfecção;

      13. Inspecionar se existe possíveis fissuras ou trincas que possam provocar vazamentos e infiltrações e, em havendo, comunicar ao fiscal da UNIVERSIDADE;

      14. Havendo mais de um reservatório, o serviço de limpeza deve ser executado separadamente, iniciando pelos reservatórios inferiores e, posteriormente, ser estendido aos reservatórios superiores, evitando a interrupção do abastecimento;

      15. Nos reservatórios superiores fechar o(s) registro(s) da(s) coluna(s) de distribuição de água, não permitindo a passagem de água entre diferentes reservatórios;

      16. No caso de reservatórios conjugados, com compartimentos internos independentes, efetuar a limpeza isoladamente a partir do reservatório de entrada da água e, na seqüência, até o de saída;

    10. Concluída a limpeza, executar os procedimentos de desinfecção dos reservatórios e caixas d’água:

      1. Proceder a desinfecção química com solução de hipoclorito de sódio (NaClO) a 2,5 %, mantendo as paredes molhadas com o desinfetante durante duas horas, para eliminar bactérias patogênicas, germes e coliformes contaminantes da água;

      2. Enxaguar as paredes da caixa ou reservatório com esguicho de água limpa, após duas horas de aplicação do desinfetante;

      3. Eliminar o excesso de solução no fundo do reservatório retirando-o com o auxílio de pá de plástico, balde e panos, ou sistema de sucção.

      4. Não permitir a saída de resíduos pela saída de distribuição de água limpa;

      5. Verificar o nível de limpeza da caixa ou reservatório, se necessário repetir o enxágüe;

      6. Proceder limpeza e desinfecção da tampa do reservatório ou caixa d’água;

      7. Terminado o procedimento de limpeza e desinfecção, tampar a caixa ou reservatório;

      8. Inspecionar a existência de possíveis fissuras ou trincas que possam provocar vazamentos e infiltrações e, em havendo, comunicar ao fiscal da UNIVERSIDADE;

    11. Restabelecer o abastecimento de água tratada;

    12. Colar etiqueta auto-adesiva, resistente a intempéries e indelével, no lado externo do reservatório ou caixa d’água, constando informações do serviço executado (data da limpeza e desinfecção, nome da empresa, nome do profissional);

    13. Tampar adequadamente o reservatório ou caixa d’água, de forma a impedir a entrada de pequenos animais, insetos ou sujeiras;

    14. Emitir laudo técnico, nos casos em que houver necessidade de certificação para o serviço de vigilância sanitária, com anotação de responsabilidade;

    15. Fazer a retirada de telhas, onde for necessário para a execução do serviço, e sua adequada recolocação no final dos serviços;

    16. Proceder regularmente a limpeza e remoção de resíduos e do lixo resultante dos serviços, se houver, para local apropriado, evitando transtorno ao funcionamento das atividades acadêmicas e administrativas da UFU;

    17. Por ocasião da entrega final dos serviços em cada caixa de água ou reservatório, a fiscalização designada realizará vistoria de avaliação da qualidade com vistas ao aceite dos serviços ou, se for o caso, a execução de eventuais correções;

    18. A avaliação da conformidade dos serviços executados se baseia no cumprimento integral do disposto no item 6. deste Termo e no Manual de Saneamento FUNASA 2007; (http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/limpeza_folder_novo.pdf).

    19. Qualquer irregularidade verificada após a conclusão dos serviços é de responsabilidade da empresa LICITANTE VENCEDORA, devendo repor telhas quebradas e tubulações entupidas, quanto for o caso, decorrentes da execução dos serviços;

    20. Aceitos os serviços, subsiste na forma da Lei a responsabilidade da LICITANTE VENCEDORA pelos serviços prestados.

  2. LOCAIS DE EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS E CAPACIDADE POR CAIXAS E RESERVATÓRIOS

    1. Campus Santa Mônica:




CAIXA

(RESERVATÓRIO)

LOCALIZAÇÃO

QUANT.

CAPACIDADE

(EM LITROS)

POSIÇÃO

1

Bloco 1E

1

5.000

Externa (concreto)

2

Bloco 3E

2

1.000

Teto. Cobertura

3

Bloco 1M

2

1.000

(1)

4

Bloco 1M

1

20.000

(1)

5

Bloco 1H

6

1.000

Teto. Cobertura (1)

6

Bloco 1I

6

1.000

Teto. Cobertura

7

Bloco 1Y

5

1.000

Teto. Cobertura

8

Bloco 1U

2

1.000

Teto. Cobertura

9

Bloco 1C

1

5.000




10

Bloco 5D

1

1.000

Teto. Cobertura

11

Bloco 1D

2

1.000

Teto. Cobertura

12

Bloco 1B

6

1.000

Teto. Cobertura

13

Bloco 1O

1

1.000




14

Bloco 5L

2

1.000




15

Bloco 3N

2

8.000

Solo (1)

16

Bloco 3N

1

15.000

superior

17

Bloco 5M

2

5.000




18

Bloco 5E

1

1.000




19

Bloco 1D

2

1.000




20

Bloco 1Q

8

1.000

Teto. Cobertura

21

Bloco 3C

1

30.000




CAIXA

(RESERVATÓRIO)

LOCALIZAÇÃO

QUANT.

CAPACIDADE

(EM LITROS)

POSIÇÃO

22

Bloco 3D

1

40.000




23

Bloco 3L

1

500




24

Bloco 3Q

2

15.000

Teto. Cobertura

25

Bloco 5K

2

15.000




26

Bloco 3P

2

15.000

Teto. Cobertura

27

Bloco 1V

1

2.000




28

Portaria II

1

150.000

Elevado. Externo

29

Portaria II

1

200.000

Subterrâneo

30

Campo Futebol

1

5.000

Elevado. Externo

31

Bloco 1K

1

100.000

Subterrâneo

32

Bloco 1W (RU)

2

15.000

Elevado.Externo (1)

33

Bloco 1W (RU)

1

2.000

(1)

34

Bloco 3P

2

5.000




35

Bloco 3D

1

40.000




36

Bloco 3O

1

25.000




37

Bloco 1S

1

20.000




38

Bloco 5K

2

15.000

(1)

39

Bloco 5O

1

38.700

Teto. Cobertura

40

Bloco 5O

1

19.300

Teto. Cobertura

41

Bloco 5F

1

30.000

Teto. Cobertura

42

Bloco 1H

1

15.000

subterrâneo

(1) Reservatório onde, por exigência da vigilância sanitária, são necessárias duas limpezas por ano.

    1. Campus Umuarama:



CAIXA

(RESERVATÓRIO)

LOCALIZAÇÃO

QUANT.

CAPACIDADE

(EM LITROS)

POSIÇÃO




1

Bloco 4L

6

1.000

Teto. Cobertura




2

Bloco 2O

3

1.000

Teto. Cobertura




3

Bloco 2X

1

1.000

Teto. Cobertura




4

Bloco 4T

1

5.000

Elevado. Externo.




5

NASS

1

20.000

Subterrâneo (1)




6

NASS

1

10.000

Elevado.Externo (1)




7

Bloco 2R

1

150.000

Subterrâneo.




8

Bloco 2S

1

15.000

Subterrâneo.




9

Bloco 2S

1

10.000

Elevado.Externo




10

Bloco 4T

1

240.000

Subterrâneo.




11

Bloco 4G

1

25.000

Elevado.Externo




12

Bloco 2K

1

5.000







13

Bloco 2W

1

40.000







14

Bloco 2G

1

150.000

Elevado.Externo




CAIXA

(RESERVATÓRIO)

LOCALIZAÇÃO

QUANT.

CAPACIDADE

(EM LITROS)

POSIÇÃO

15

Bloco 4K

1

110.000

Elevado.Externo

16

Bloco 6T

1

15.000

Elevado.Externo

17

Bloco 4U

1

10.000

Elevado.Externo

18

Bloco 2O

1

1.000

Teto.

(1) Reservatório onde, por exigência da vigilância sanitária, são necessárias duas limpezas por ano.

    1. Campus Educação Física (Rua Benjamim Constant, 1286):




CAIXA

LOCALIZAÇÃO

QUANTIDADE

CAPACIDADE

(EM LITROS)

POSIÇÃO

1

Ginásio Nestor

1

7.500




2

Ginásio Nestor

2

1.000

Externa

3

Ginásio Nestor

1

5.000




4

Biblioteca

2

1.000

Teto. Cobertura

5

Administração

1

1.000




6

Administração

1

500

Teto. Cobertura

7

Vestiário

1

25.000

Elevado.Externo

8

Ginásio Tênis

2

1.000




9

Ginásio I

2

1.000

Chão

10

Ginásio I

1

5.000




11

ESEBA

1

10.000

(1)

12

ESEBA

10

1.000

Teto. Cobertura (1)

13

Educação Física

1

50.000

(1)

14

ESEBA

1

100.000




15

Portaria

2

15.000

Cobertura

(1) Reservatório onde, por exigência da vigilância sanitária, são necessárias duas limpezas por ano.

    1. Unidades isoladas:




CAIXA

LOCALIZAÇÃO

QUANTIDADE

CAPACIDADE

(EM LITROS)

POSIÇÃO

1

MUnA

1

4.500




2

Reitoria Eng.Diniz

4

1.000

Teto. Cobertura

3

Reitoria Eng.Diniz

1

20.000

Subterrâneo

4

Reitoria D.Caxias

1

4.000

Elevado.Externo

5

Reitoria D.Caxias

4

1.000

Elevado.Externo

6

Reitoria D.Caxias

4

1.000

Área aberta

7

Reitoria D.Caxias

1

500

Teto. Cobertura

8

Ambulatório Jaraguá

1

5.000




9

Ambulatório Luizote

1

5.000




10

Laboratório FEQUI

1

8.000

Tipo castelo. (1)

11

Odontologia. Clínica

3

1.000

Amianto

12

Arquivo Geral

3

1.000




13

Assistência Judiciária

2

750

(1)

14

Incubadora Social

2

1.000

(1)

15

Museu do Índio

1

5.000




16

Casa Graça Axé

4

1.000




(1) Reservatório onde, por exigência da vigilância sanitária, são necessárias duas limpezas por ano.

  1. HORÁRIO DE EXECUÇÃO DOS SERVIÇOS

    1. Os serviços (limpeza e desinfecção) serão realizados preferencialmente em horário comercial, em dias úteis, de segunda a sexta feira, mediante agendamento e de forma não interferir nas atividades acadêmicas e administrativas da UNIVERSIDADE;

    2. Excepcionalmente, havendo necessidade, os serviços poderão ser realizados aos sábados, domingos e feriados, desde que previamente agendado;

    3. Havendo impedimento na execução dos serviços, nas datas e horários agendados, proceder a remarcação com os fiscais para data mais próxima possível;

  2. ACEITAÇÃO

    1. Os serviços serão aceitos quando atenderem, simultaneamente, os procedimentos técnicos descritos no Item 6 e a utilização de equipamentos e materiais avalizados pelos fiscais;

    2. Serviços não aprovados devem ser refeitos às custas da LICITANTE VENCEDORA.

  3. ESTIMATIVA DE DEMANDA DOS SERVIÇOS

    1. Estima-se para o exercício 2012, a execução completa de um (1) serviço de limpeza e desinfecção química para cada reservatório e caixa d’água listados no item 7;

    2. Havendo demanda, em casos específicos e onde houver exigência do serviço de Vigilância Sanitária, poderá ocorrer mais de uma limpeza e desinfecção no ano, conforme nota indicativa no item 7;

    3. As quantidades estimadas podem ou não ser contratadas, dependendo do nível de infecção das caixas e reservatórios, conforme listado item 7;

  4. LIMITES MÁXIMOS DE VALORES ADMITIDOS PARA A CONTRATAÇÃO

    1. Instrumento com unidade de medida utilizada para determinar a estimativa da demanda por caixa e reservatório, conforme estabelece a Instrução Normativa nº 02/2008, Art. 15, X;




LOTE

CAIXAS D’ÁGUA

RESERVATÓRIO

QUANT.


VR. UNITÁRIO EM REAIS

VR. TOTAL EM REAIS

1

Até 1.000 L

128







2

1.001 a 5.000 L

20







3

5.001 a 50.000 L

50







4

Acima de 50.000 L

8







(206)

T O T A L




    1. O Valor global máximo admitido em função de pesquisa de preços: R$ 28.420,00 (vinte oito mil, quatrocentos e vinte reais)

  1. PROPOSTA DE PREÇO

    1. Na proposta de preços, modelo anexo, deverá ser apresentado o custo total dos serviços, incluindo todas as despesas incidentes na prestação do serviço: mão-de-obra, materiais, equipamentos, encargos sociais, impostos, equipamentos de segurança e quaisquer outros insumos que possam vir a incidir direta e indiretamente na execução dos serviços;

    2. Apresentar proposta com valor expresso em moeda corrente nacional, em reais (R$) e sem os centavos;

    3. As propostas serão julgadas pelo menor preço global para os serviços;

  2. PAGAMENTO

    1. O pagamento será efetuado no prazo de 8 (oito) dias úteis, contados da data de atestamento do documento fiscal, desde que atendida todas obrigações previstas, mediante crédito em conta corrente Bancária da LICITANTE VENCEDORA, através do Banco do Brasil S/A.

      1. Conforme o disposto no item 8.8 da Instrução Normativa nº 5, de 21/07/95, do Ministério da Administração Federal e Reforma do Estado, o Agente da UNIVERSIDADE fará consulta junto ao SICAF (sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores), previamente à contratação e antes de cada pagamento a ser feito para a LICITANTE VENCEDORA, a qual deverá manter este o seu cadastro atualizado.

    2. Considerar-se-á como último dia para pagamento, o de emissão da respectiva ordem bancária pelo SIAFI (Sistema de Administração Financeira do Governo Federal).

    3. A LICITANTE VENCEDORA emitirá uma nota fiscal ou fatura única dos serviços realizados ao longo do mês, devendo apresentar a Nota Fiscal correspondente até o quinto dia do mês subseqüente à Prefeitura Universitária – PREFE, Campus Santa Mônica, bloco J, sala 1J117, acompanhada de cópia das respectivas Ordens de serviços.

    4. O valor final dos serviços será calculado com base na(s) ordem(ns) referente a cada item solicitado.

    5. O atestamento será feito pelo Fiscal do contrato, que só o fará após a constatação do cumprimento das condições estabelecidas.

    6. A cada pagamento serão observadas as retenções, de acordo com a legislação e normas vigentes.

    7. A retenção do ISS (Imposto sobre Serviços) será feita para o município de Uberlândia/MG, mesmo que a empresa tenha sua sede em outra localidade.

    8. Nenhum pagamento será efetuado à Contratada enquanto estiver pendente de liquidação ou qualquer obrigação financeira que lhe for imposta, em virtude de penalidade ou inadimplência;

    9. Para fins de pagamento só serão consideradas as Ordens de Serviço devidamente preenchidas, assinadas e carimbadas; certificadas e aprovadas pelo fiscal designado.

  3. DO REAJUSTE

Os preços serão fixos e irreajustáveis durante a execução do contrato.

  1. VIGÊNCIA

Os serviços de limpeza e desinfecção química de caixas d’água e reservatórios serão executados ao longo do ano de 2012.

  1. RESPONSABILIDADE DAS PARTES

    1. Visando a execução do objeto deste Termo a LICITANTE VENCEDORA, se obriga a:

      1. Executar os serviços contratados preferencialmente nas datas e horários programados em Ordem de Serviço;

      2. Empregar, na execução dos serviços, pessoal capacitado e legalizado, apresentando-se no local dos serviços devidamente identificado por crachá e uniforme, se for o caso;

      3. Executar os serviços em conformidade com o protocolo estabelecido no item 6;

      4. Manter disciplina e conduta compatíveis no local do serviço, retirando imediatamente após notificação, por motivo justificado, qualquer profissional com conduta inadequada ao serviço;

      5. Observar o uso obrigatório, pelos empregados da empresa, de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e, quando necessário, Equipamentos de Proteção Coletiva (EPCs), durante a execução dos serviços, em vista do risco que o serviço;

      6. Fornecer todos os materiais e equipamentos necessários a completa e efetiva execução dos serviços propostos;

      7. Arcar com as despesas referentes aos encargos sociais, fiscais e trabalhistas, transporte, alimentação e seguro de vida dos funcionários;

      8. Assumir todas as despesas relativas ao pessoal empregado no serviço, não permitindo a existência de qualquer vínculo empregatício entre seus empregados e a UNIVERSIDADE;

      9. Providenciar o transporte do pessoal, equipamentos e dos materiais necessários à execução dos respectivos serviços;

      10. Assumir todas as responsabilidades e tomar as medidas necessárias ao atendimento dos seus empregados, acidentados ou com mal súbito;

      11. Cumprir, além dos postulados legais vigentes de âmbito federal, estadual ou municipal, as normas de segurança da UNIVERSIDADE descritas no processo;

      12. Executar os serviços em conformidade com as normas técnicas e ambientais aplicadas à matéria;

      13. Fornecer os materiais e equipamentos a serem utilizados nos serviços;

      14. Observar a conduta adequada na utilização dos materiais, equipamentos, produtos, ferramentas e utensílios, objetivando a correta execução dos serviços;

      15. Iniciar as atividades após a assinatura do contrato e de acordo com a Ordem de Serviço, que será emitida pela Prefeitura Universitária;

      16. Reparar prontamente o serviço, em que se verificarem incorreções resultantes da sua execução, sem quaisquer ônus para a UNIVERSIDADE;

      17. Comunicar a fiscalização da UNIVERSIDADE qualquer anormalidade de caráter urgente, e prestar os esclarecimentos julgados necessários;

      18. Manter encarregado habilitado tecnicamente para coordenar os trabalhos, bem como para responder por todos os atos praticados pela LICITANTE VENCEDORA, durante a execução dos serviços contratados;

      19. Atender prontamente os esclarecimentos que forem solicitados pela UNIVERSIDADE;

      20. A ausência ou omissão da FISCALIZAÇÃO da UNIVERSIDADE não eximirá a LICITANTE VENCEDORA das responsabilidades previstas na lei ou neste contrato;

      21. Não caucionar ou utilizar o presente contrato para qualquer operação financeira, sem prévia e expressa autorização da UNIVERSIDADE;

      22. Atender e repassar, tempestivamente, através de seu encarregado técnico, as solicitações da UNIVERSIDADE;

      23. Manter durante a execução do contrato, todas as condições de habilitação e qualificação exigidas na licitação;

    2. Visando a execução do objeto deste Termo a UNIVERSIDADE se obriga a:

      1. Exercer a fiscalização dos serviços por servidores especialmente designados e nomeados por Portaria, que anotará em registro próprio todas as ocorrências relacionadas com o mesmo na forma prevista na Lei nº 8.666/93;

      2. Deixar a área de prestação dos serviços livre e desimpedida;

      3. Emitir Ordem de Serviço, com descrição dos locais para execução dos serviços, com, no mínimo, 48 horas de antecedência;

      4. Permitir o livre acesso dos empregados da LICITANTE VENCEDORA para execução dos serviços;

      5. Acompanhar a execução dos serviços nos locais indicados;

      6. Prestar as informações e os esclarecimentos que venham a ser solicitado pelos empregados da LICITANTE VENCEDORA;

      7. Fornecer energia elétrica monofásica ou trifásica 220 V;

      8. Fornecer água necessária para execução dos serviços;

      9. Efetuar o pagamento correspondente aos serviços prestados, mediante apresentação de nota fiscal;

  2. FISCALIZAÇÃO

    1. Nos termos legais do que dispõe os artigos 67 e 73 da Lei nº 8.666/93, o artigo 6º do Decreto nº 2.271/97 e dos artigos 31 a 39 do Instrução Normativa MPOG nº 02/2008 e suas atualizações, o acompanhamento e a fiscalização da execução do contrato, que consiste na verificação da conformidade da prestação dos serviços e da alocação dos recursos necessários, assegurando o perfeito cumprimento do contrato, deve ser exercido por representantes da Administração, especialmente designado para este fim.

    2. São designados pela Universidade para a fiscalização do contrato os servidores:




Nome

Lotação

CPF

SIAPE

Lourivaldo Clemente

DIROB – Umuarama

240.754.936-87

0411997

Antônio Batista Soares

DIROB – Santa Mônica

210.959.141-20

0412019

  1. OBSERVAÇÕES IMPORTANTES

    1. Utilizar somente materiais autorizados na execução dos serviços de limpeza e desinfecção. Produtos e equipamentos não autorizados previamente devem ser submetidos a avaliação do Fiscal;
    2. Em hipótese alguma será permitido a utilização de ácidos ou qualquer outro tipo de materiais químicos corrosivos que provoquem danos às caixas e reservatórios ou que comprometam a qualidade da água;


    3. Manter, durante a execução dos serviços, pessoal qualificado e com os Equipamentos de Proteção – EPI’s e EPC’s obrigatórios;

    4. Os profissionais designados para os serviços deverão manter disciplina e conduta compatíveis nos locais de prestação dos serviços;

    5. Assegura-se a Universidade o direito de:

      1. promover, em qualquer fase da licitação, diligência destinada a esclarecer ou a complementar a instrução do processo (art. 43, parágrafo 3º, da Lei nº 8.666/93);

      2. revogar a presente licitação por razões de interesse público (art.49, caput, da Lei nº 8.666/93), decorrente de fato superveniente devidamente comprovado;

      3. adiar a data da sessão pública;

      4. aumentar ou diminuir a quantidade de serviços inicialmente solicitada, dentro do limite estabelecido nos parágrafos 1º e 2º do artigo 65 da Lei nº 8.666/93, mantidos os preços oferecidos na proposta final da licitante;

  2. VISITA / VISTORIA TÉCNICA

    1. Antes de apresentar sua proposta, a licitante deverá analisar todos os documentos do edital, sendo recomendada a visita e vistoria aos locais de execução dos serviços, executando todos os levantamentos necessários ao desenvolvimento de seus trabalhos, de modo a não incorrer em omissões, as quais não poderão ser alegadas em favor de eventuais pretensões de acréscimo de preços.

    2. A licitante interessada poderá visitar e vistoriar os locais onde serão executados os serviços, em companhia de servidor(a) da Universidade Federal de Uberlândia, até o 1 (um) dia útil anterior à data fixada para a abertura da sessão pública, com o objetivo de se inteirar das condições e do grau de dificuldade existentes, mediante prévio agendamento, na Prefeitura Universitária com Sr. Paulo Marcos ou Sr. Sebastião Mariano, pelo telefone 34.3239-4364;

    3. A visita tem como objetivo a análise dos locais onde serão prestados os serviços, para conhecimento de peculiaridades que possam vir a influenciar nos preços ofertados pelas licitantes.

    4. Realizada a visita/vistoria, a Universidade emitirá o Atestado de Vistoria, atestando textualmente o seguinte:

      1. Que a Licitante vistoriou os locais onde serão executados os serviços e que tomou conhecimento de todas as informações, peculiaridades e condições para cumprimento das obrigações assumidas relacionadas ao objeto desta licitação.

    5. Caso a interessada opte por não realizar assumirá qualquer risco por sua decisão e se comprometendo a prestar fielmente os serviços do presente Projeto.

    6. A apresentação do Atestado de Visita/Vistoria, conforme modelo disponibilizado neste Projeto serão obrigatórios na fase de habilitação do certame.

    7. Caso não haja possibilidade de concluir a visita e vistoria técnica no mesmo dia, será continuada no dia seguinte, exceto quando for o último dia antecedente a licitação.

    8. Toda e qualquer despesa com a visita e vistoria, incluindo locomoção entre os Campi correrá por conta da Licitante interessada.

  3. MODELOS

    1. ATESTADO DE VISITA / VISTORIA
ATESTADO DE VISITA E VISTORIA


Atesto para os devidos fins, que o Sr(ª)       representante da Empresa       visitou e vistoriou o(s) local(is)      , onde será(ao) executado(s) os serviços, objeto do Pregão Eletrônico nº 014/2012, Processo Administrativo nº 23117.000457/2012-54, em       de       de 2012, tendo tomado conhecimento de todas as informações, peculiaridades e condições para cumprimento das obrigações referente ao objeto da licitação.

Uberlândia,       de       de 2012




__________________________________

__________________________________

Representante legal da

Universidade Federal de Uberlândia



Representante legal da Empresa      




    1. DECLARAÇÃO DE DISPENSA DE VISITA/VISTORIA
DECLARAÇÃO DE DISPENSA DE VISITA/VISTORIA


(NOME DA EMPRESA E QUALIFICAÇÃO DA MESMA COM CNPJ, ENDEREÇO, etc), neste ato representada por (REPRESENTANTE DA EMPRESA E QUALIFICAÇÃO DO MESMO, CONSTANDO INCLUSIVE QUAL A FUNÇÃO/CARGO NA EMPRESA), DECLARAMOS que, OPTAMOS por não realizar a visita/vistoria ao(s) local(is) de execução dos serviços, que ASSUMIMOS todo e qualquer risco por esta decisão e NOS COMPROMETEMOS a prestar fielmente os serviços nos termos do Edital, do Projeto Básico e dos demais anexos que compõem o processo na modalidade Pregão Eletrônico nº 014/2012, Processo Administrativo nº 23117.000457/2012-54, em       de       de 2012.

Uberlândia,       de       de 2012





 



    1. PROPOSTA COMERCIAL DE PREÇO (MODELO)


À

Universidade Federal de Uberlândia



Uberlândia-MG
Assunto: PROPOSTA DE PREÇO
Pregão Eletrônico: 0142012

Processo: 23117.000457/2012-54

Orçamento que faz a empresa      , inscrita no CNPJ sob o nº       e inscrição estadual nº      , estabelecido(a) na cidade de      , Estado de      , na      , bairro      , CEP       para a prestação de serviços de limpeza e desinfecção de caixas d’água e reservatórios da Universidade Federal de Uberlândia – UFU durante o ano de 2012.


Lote

Caixas d’água

Quantidade

ESTIMATIVA Custo Unitário (valor em R$1,00)

ESTIMATIVA

Custo Total

(valor em R$1,00)

1

Até 1.000 L

128







2

1.001 a 5.000 L

20







3

5.001 a 50.000 L

50







4

Acima de 50.000 L

8










TOTAL




Validade:      
Uberlândia,       de       de 2012.
_________________________________

Empresa / Assinatura do representante legal




  1. GESTÃO DO CONTRATO

    1. O contrato terá a sua gestão na Prefeitura Universitária órgão responsável pela elaboração deste Projeto e manutenção e apoio às atividades acadêmica/administrativa na Universidade.

    2. O Prefeito Universitário será o gestor do contrato e de acordo com a legislação nomeará fiscais para atuar na fiscalização do cumprimento das condições contratadas.

    3. Para dirimir quaisquer dúvidas quanto ao objeto da contratação o contato deverá ser feito com a Prefeitura Universitária, pelo telefone: (34) 3239.4364 ou ainda pelo e-mail: prefeitura@ufu.br

Uberlândia, 6 de fevereiro de 2012.






Prefeitura Universitária – PREFE

Campus Santa Mônica - Prédio 1J - Sala 117 - Fones: (34) 3239-4358 - 3239-4364

38400-902 – UBERLÂNDIA - MG

Catálogo: licitacao2012 -> adm -> Licitacoes


Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande