Terceira aula – Damasco, Arábia e Antioquia



Baixar 6.29 Kb.
Encontro04.07.2018
Tamanho6.29 Kb.

Quinta aula – O Concílio de Jerusalém
¨... E (Deus) não estabeleceu distinção alguma entre nós (judeus) e eles (gentios), purificando-lhes pela fé os corações.¨ At 15.9
Segundo as cartas de Paulo, foram três suas visitas a Jerusalém:
1-Visita três anos depois de sua conversão (Gl 1.18-20)

2-Concílio de Jerusalém, catorze anos depois de sua conversão (Gl 2.1-10)

3-A visita da coleta para os pobres (Rm 15.25-33; I Co 16.1-4; II Co 1.16)
Segundo o livro de Atos, foram cinco visitas de Paulo a Jerusalém:
1-A visita da conversão (At 9.26-30)

2- A visita da fome (At 11.27-30)

3-O Concílio de Jerusalém (At 15.1-30)

4-A visita apressada (At 18.22)

5-A visita da coleta (At 21.15-17)
O Concílio de Jerusalém foi convocado para tratar de um tema principal: os gentios convertidos deveriam ser circuncidados? A polêmica surgiu porque alguns judeus convertidos entendiam que o rito da circuncisão fora cumprido por todos os patriarcas e também por Jesus. Além disso, Jesus não abolira a circuncisão. E, o mais importante, o pacto de Deus com Abraão colocava a circuncisão como requisito eterno para a entrada na família de Deus (Gn 17.9-14). Os argumentos eram fortes e suscitaram uma polêmica considerável.
Paulo foi a Jerusalém acompanhado de um gentio convertido incircunciso – Tito (Gl 2.1), o que por si só poderia ser uma provocação. Talvez Paulo quisesse de fato polemizar e mostrar o absurdo da proposta de uma circuncisão na carne, desnecessária, uma vez que Tito já havia recebido o Espírito Santo. Ainda que a conversão dos gentios já fosse um fato assimilado pelos judeus convertidos, a partir do episódio da conversão de Cornélio (At 10.44-48), que foi batizado por Pedro ainda incircunciso, a questão dos costumes e tradições dos judeus entrava em conflito cultural com os gentios convertidos.
Os resultados práticos do Concílio foram três:
1-A Igreja reconheceu que a salvação provinha tão-somente da graça. Os que os atormentavam e exigiam a circuncisão foram refutados (At 15.14-21; Gl 2.3-5);

2-Houve um reconhecimento cabal do ministério de Paulo aos gentios (Gl 2.2-10);



3-Um decreto formal foi elaborado em Jerusalém e enviado para as igrejas de origem pagã (At 15.19-21, 23-29), onde a polêmica assumira maiores proporções.
A imposição dos hábitos alimentares deve ser entendida como uma concessão política e cultural, não como dogma. Com o tempo, desapareceu.




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal