Sistema Muscular



Baixar 9.9 Kb.
Encontro18.11.2017
Tamanho9.9 Kb.

Sistema Muscular

Os músculos podem ser formados por três tipos básicos de tecido muscular:



Tecido Muscular Estriado Esquelético

Apresenta, sob observação microscópica, faixas alternadas transversais, claras e escuras. Essa estriação resulta do arranjo regular de microfilamentos formados pelas proteínas actina e miosina, responsáveis pela contração muscular. A célula muscular estriada chamada fibra muscular, possui inúmeros núcleos e pode atingir comprimentos que vão de 1 mm a 60 cm.



Tecido Muscular Liso

Está presente em diversos órgãos internos (tubo digestivo, bexiga, útero etc.) e também na parede dos vasos sanguíneos. As células musculares lisas são uninucleadas e os filamentos de actina e miosina se dispõem em hélice em seu interior, sem formar padrão estriado como o tecido muscular esquelético.

A contração dos músculos lisos é geralmente involuntária, ao contrário da contração dos músculos esqueléticos.

Tecido Muscular Estriado Cardíaco

Está presente no coração. Ao microscópio, apresenta estriação transversal. Suas células são uninucleadas e têm contração involuntária.

Propriedades dos músculos:

Elasticidade - Distensão

Contratilidade - Contração (Isotônica, Isométrica e Isocinética)

Tonicidade - Tônus

“Os músculos são os motores que permitem as alavancas do esqueleto moverem-se ou mudar de posição”.

Existem aproximadamente 3 músculos para cada osso, o número exato não é consenso para os estudiosos podendo variar de Theile (346) e Pina (637).

Características:

Origina-se do mesoderma;

Presença de proteínas filamentosas contráteis (miofibrilas);

Componentes recebem nomes especiais: sarcolema (MP), sarcoplasma (citoplasma) e reticulo sarcoplasmático (REL).



Função:

Movimento e a manutenção da postura;

Produção de calor;

Proteção e a alteração da pressão para auxiliar a circulação;

Absorventes de choques para proteger o corpo.

Quanto à capacidade de regeneração:

O músculo cardíaco não se regenera. Nas lesões do coração, as partes destruídas são invadidas por fibroblastos que produzem fibras colágenas, formando uma cicatriz de tecido conjuntivo denso;

O músculo estriado esquelético tem pequena capacidade de regeneração.



O músculo liso é capaz de uma resposta regenerativa mais eficiente. Ocorrendo lesão, as células musculares lisas que permanecem viáveis entram em mitose e reparam o tecido destruído.

Glúteo maior músculo do corpo humano

Estapédio menor músculo do corpo humano




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal