Simulado geografia de mato grosso



Baixar 92.17 Kb.
Encontro28.06.2019
Tamanho92.17 Kb.

ATUALIDADES

Curso APROVANDOProfº. MARCELO

01) Com seu uso intensificado no início da década de 80 do século XX, o termo ‘globalização’ evoluiu semanticamente e popularizou-se. De modo geral, a expressão define um conjunto de trocas que recobrem diferentes partes do globo, fazendo do espaço mundial o lugar de intercâmbio da humanidade.

Sobre esta questão, avalie as alternativas a seguir.
1 - De acordo com a definição acima, pode-se afirmar que a atual convergência de mercados mundiais foi precedida por importantes etapas na apropriação do planeta pelo homem: as grandes descobertas, a colonização, a revolução industrial e as duas grandes guerras mundiais.

2 - É inegável que este processo esteja estreitamente ligado ao nível das técnicas e ao seu impacto sobre a acessibilidade do espaço: a era industrial apoiou-se na criação de caminhos de ferro, no progresso da navegação, na abertura de istmos e canais transoceânicos, na multiplicação dos eixos rodoviários e no desenvolvimento da aviação.

3 - Na era pós-industrial e da mundialização da economia, a riqueza das nações repousa na ‘massa cinzenta’, na pesquisa e na capacidade de inovar. Paradoxalmente, são os estados de grandes dimensões territoriais, muito povoados e produtores de matérias primas, os que figuram entre os mais ricos do planeta.

4 - A nova ordem econômica e política mundial, caracterizada pela intensificação de intercâmbios de naturezas diversas, tem diminuído significativamente as desigualdades espaciais (regionais, nacionais e internacionais), impedindo a marginalização de milhões de indivíduos.

5 - O final do século passado caracterizou-se pela ampliação do fenômeno da globalização, sob o efeito de processos entrecruzados: terceirização das atividades produtivas, intercâmbio de informações, estratégias de implantação de transnacionais, intensificação do comércio internacional e integração dos mercados financeiros e fluxos de capitais.

02) Em relação aos temas abordados nas principais Conferências Mundiais sobre o Meio Ambiente promovidas pela ONU, julgue os itens abaixo:


1 - Na Conferência sobre o Meio Ambiente Humano realizada em 1972, em Estocolmo (Suécia), os países ricos defenderam as teses do livre crescimento econômico (os desenvolvimentistas), contra os representantes dos países pobres que defenderam o limite ao crescimento econômico (os zeristas), como única forma de impedir a degradação ambiental do planeta.

2 - Na Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e Desenvolvimento realizada em 1982, em New York, foram discutidas as Convenções sobre Diversidade Biológica e as Mudanças Climáticas, e foi apresentada a Agenda 21, para proteção e recuperação ambiental em todos os níveis administrativos, sustentados no conceito de ecodesenvolvimento.

3 - Na Conferência realizada em 1987, no Canadá (Protocolo de Montreal), sobre mudanças climáticas, os países presentes aprovaram integralmente e sem divergências ações voltadas ao controle e redução mundial dos níveis de emissão do dióxido de carbono (CO2), gás responsável pelo aumento da camada de ozônio na atmosfera.

4 - Na Conferência das Partes sobre mudanças climáticas globais, realizada em 1997, em Kyoto (Japão), estabeleceu-se como meta aos países ricos a redução média, entre 5% a 6% sobre os níveis de emissões de gases identificados em 1990, a ser atingida entre 2008 e 2012. Esse fato criou um mercado de créditos de emissões entre os países, como, por exemplo, o famoso “mercado de carbono”.

5 - Na Conferência mundial sobre o Meio Ambiente realizada em 2002, em Pretória (África do Sul), foram feitos grandes avanços na discussão sobre a diversidade biológica e sobre setores da engenharia genética e de biotecnologia, e se obteve dos países liderados pelos EUA o compromisso de implementar ações de proteção da biodiversidade.

03) Após a 2ª Guerra Mundial, a ONU – Organização das Nações Unidas tornou-se a principal organização internacional do Mundo. Após ela, várias outras surgiram e atualmente é muito comum que os países do globo participem simultaneamente de várias dessas organizações internacionais.

Sobre a origem, história e situação presente dessas instituições assinale V ou F nas alternativas abaixo:


1 - A OTAN – Organização do Tratado do Atlântico Norte foi fundada como uma aliança militar e de defesa dos países capitalistas ocidentais da Europa e América do Norte contra a “ameaça comunista soviética”. Hoje, ironicamente, vários países do leste europeu que eram socialistas entraram na OTAN após o colapso dos regimes comunistas da região.

2 - A OMC – Organização Mundial do Comércio foi criada junto com a ONU. Seu maior objetivo é torna o comércio internacional mais justo. Por isso, defende a adoção de cotas, ou seja, o valor das importações e exportações de um país para outro deve ser exatamente o mesmo.

3 - BIRD – Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Banco Mundial). Seu presidente é indicado pelos EUA e financia projetos voltados para a melhoria da infra-estrutura dos países subdesenvolvidos, bem como projetos voltados para a conservação do meio ambiente e desenvolvimento sustentável.

4 - O FMI – Fundo Monetário Internacional é uma das principais instituições financeiras do mundo. Seus críticos o descrevem como uma organização usada para impor medidas aos países mais pobres, amplamente favoráveis aos interesses dos países desenvolvidos.

5 - As principais decisões da ONU são tomadas no âmbito do chamado Conselho de Segurança. Neste, cinco países possuem mais poder e têm a capacidade de vetar qualquer resolução. São eles: EUA, Rússia, República Popular da China, Reino Unido e França.

04) Uma das características marcantes do atual estágio da globalização mundial é a Revolução Técnico-Científica (Terceira Revolução Industrial). Sobre esse fenômeno atual e suas conseqüências assinale V ou F nas alternativas abaixo:





1 - O estágio atual do processo de industrialização é marcado pelo predomínio da maquinofatura, pela evolução da robótica, da cibernética e da informática nas linhas de produção. Tal processo visa a otimização e racionalização da produção, aumento da produtividade e redução dos custos.

2 - Com o crescimento da atividade industrial e o processo de urbanização, ocorreu um crescimento da população empregada nos setores secundário (indústria) e terciário (comércio e prestação de serviços) da economia.

3 - O fato de as linhas de montagem das fábricas estarem cada vez mais robotizadas está criando uma "desumanização" do processo produtivo, que é extremamente prejudicial às empresas, pois reduz suas margens de lucro com a desmotivação dos funcionários, que competem com as máquinas por espaço.


4 - Nos países subdesenvolvidos é que se observa o crescimento mais acelerado dessa nova forma de produção automatizada, devido aos baixos custos de mão-de-obra e pessoal não-qualificado.

5 - O setor que está experimentando de forma mais acentuada a expansão da robotização da produção é o setor agroindustrial, principalmente nas áreas de alimentos e laticínios.

05) Observe o mapa abaixo:

Sobre essa região do planeta julgue as afirmações abaixo:




  1. - O Irã é um dos grandes produtores de petróleo da região e desde a década de 70 do século passado é uma República Fundamentalista Islâmica, de maioria de população xiita.

  2. – O Golfo Pérsico é a principal área de extração de petróleo do planeta e ali estão localizados alguns dos países-membros da OPEP, como Iêmen e Omã.

  3. - A Planície da Mesopotâmia está localizada onde hoje é o Iraque, planície essa formada pelos rios Tigre e Eufrates, os quais possuem suas nascentes em território turco. Tal fato é motivo de tensão política na região, pois envolve a posse de uma importante fonte de recursos hídricos numa área marcada pela escassez de água.

  4. - O Estado de Israel foi criado após a Segunda Guerra Mundial. Sua capital é Jerusalém e seu território é constituído por parte da Palestina, Faixa de Gaza e Cisjordânia, territórios esses obtidos através da partilha da região pela ONU em 1947.

  5. - Os Árabes palestinos constituem-se num grupo que luta pela criação de um Estado independente em áreas ocupadas pelo Estado de Israel desde a Guerra dos Seis Dias, em 1967. Nos dias atuais a Faixa de Gaza é dominada pela facção palestina Hamas, enquanto as áreas palestinas da Cisjordânia são controladas pelo grupo Fatah.


06) No caso da última Guerra no Iraque, em que os Estados Unidos anunciaram o final da guerra, é possível aplicar-se a frase: “Pode ser fácil ganhar a guerra, o difícil é sair dela”, pois continua a matar, não só soldados, mas também civis. Sobre o atual cenário iraquiano, julgue os itens abaixo:

0 - o Irã, aproveitando o enfraquecimento do Estado Iraquiano resolveu invadi-lo, buscando anexar parte do estuário do Chat Al Arab ao seu território;

1 – a execução de Saddam Hussein provocou um acirramento maior entre as facções sunita (pró-Saddam/minoria) e xiita (Governo/maioria). Assassinatos e atentados fazem parte do cotidiano de guerra civil entre os dois grupos no Iraque;

2 – com a vitória dos democratas nas eleições parlamentares de 2006, retomando a maioria no Congresso, foi aprovada uma lei que estabelece um calendário para a entrega definitiva do controle do Iraque para os iraquianos, retirando os EUA todo o seu efetivo militar até dezembro de 2007;

3 - há uma forte reação de parte da população iraquiana, que não aceita a presença de forças militares estrangeiras no país, facilitando a ação do terrorismo;

4 – apesar de o atual governo xiita iraquiano contar com o apoio dos EUA, líderes religiosos como os aiatolás Al Sistani e Moqtada Al Sadr adotam uma postura hostil em relação à presença das tropas estadunidenses no país.



07) Dados do Protocolo de Kyoto indicam que em 1990 países como Alemanha, Austrália, Canadá, Estados Unidos da América, Federação Russa, Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, França, Itália, Japão e Polônia eram responsáveis por cerca de 87% das emissões de CO2 na atmosfera. Em relação a esse Protocolo, assinale V ou F nos itens abaixo:
0 - O Protocolo de Kyoto representa uma grande inovação nas políticas globais para o meio ambiente, pois, além de fixar uma meta de redução sobre os níveis de emissão de gases na atmosfera, cria um sistema de créditos de emissões entre países.

1 - O Protocolo de Kyoto determina a todos os países que, em curto prazo, esses reduzam os níveis de emissão de gases responsáveis pelo efeito estufa no planeta.

2 - O Protocolo de Kyoto foi assinado em 1997 e a maioria dos países do planeta é signatária do documento, porém os EUA se recusam a ratificar o Protocolo. Uma das alegações do governo dos EUA é que a redução da emissão de gases GEE prevista no acordo poderá prejudicar a economia estadunidense.

3 - O Protocolo de Kyoto tem como meta reduzir a industrialização no mundo. Países como China, Brasil, Índia e México, que experimentam forte crescimento econômico, vivenciam sérios problemas gerados por serem obrigados a reduzir seu crescimento.

4 – O Protocolo de Kyoto resultou de negociações da Convenção sobre Mudanças Climáticas Globais, que foram fruto de um acordo liderado pelos Estados Unidos, tendo em oposição a União Européia.

08) Sobre os conflitos geopolíticos entre árabes e israelenses e sobre as reconfigurações territoriais na Palestina, é correto afirmar:


0 - Com a criação, na década de 40 (século XX), do Estado de Israel e a internacionalização da cidade de Jerusalém (o que foi aceito pelos países árabes), palestinos e judeus dividiram igualmente e pacificamente o território da palestina.

1 - Com a guerra de independência no final da década de 40 (século XX) entre Israel e os países árabes vizinhos (Jordânia, Síria e Irã), contrários a sua criação, ocorreu uma reorganização territorial, na qual Israel ocupou como vitorioso a Cisjordânia, as Colinas de Golã e o Sinai.

2 - Com a Guerra do Yom Kippur, entre árabes e israelenses, na década de 60 (século XX), Israel, ao derrotar o Egito, o Líbano e a Jordânia, anexou ao seu território a Faixa de Gaza, o sul do Líbano, a Cisjordânia e Jerusalém Oriental.

3 - Na década de 70 (século XX), o Egito e a Síria realizaram um ataque militar a Israel que durou poucos dias (Guerra dos Seis Dias). No entanto, mais uma vez foram derrotados por Israel, que manteve o domínio sobre os territórios do Sinai e as Colinas de Golã.

4 - No início do século XXI, Israel interveio militarmente na Faixa de Gaza e na Cisjordânia, controladas pela Autoridade Palestina, e implantou colônias de povoamento, pontos de controle e um polêmico muro de segurança.

09) Alguns autores modernos como o norte-americano Noam Chomki, apesar de apontarem as diferenças fundamentais, arriscam-se a falar em uma "nova Guerra Fria". Mas, parece ser mais adequado relevar que, se bem que a retórica típica da Guerra Fria ainda possa estar incorporada ao que há de mais truculento no discurso político contemporâneo, a situação objetiva da estrutura econômica internacional tende a impor caminhos muito diversos ao alinhamento diplomático das nações.


(BARROS. Edgard Luis de. A Guerra Fria. 3. ed.São Paulo: Atual, ampinas: UNICAMP, 1985, p. 6)
O debate sobre o início da Guerra Fria (1945 ou 1947) e sobre o seu fim (1989 ou 1991) exige a percepção de um tempo histórico marcado por certa continuidade. Datar o período da Guerra Fria e o nascimento da Era Neoliberal (décadas de 70 a 90) não é tão fácil quanto parece, pois ambos se superpõem. Antes mesmo que se decretasse o desmoronamento da URSS (1991), já se ensaiava o retorno das idéias liberais, então sob novo enfoque.
Comparando a Guerra Fria à Era Neoliberal, julgue os itens:
0 - O Estado de Bem-Estar Social foi uma proposta da reordenação das relações sociais que se apresentou como alternativa ao projeto de construção do mundo socialista e ao Estado liberal. A partir do governo de Margareth Tatcher, a ordenação das relações sociais foi transferida gradualmente para o mercado, com a proposta de um Estado mínimo.

1 - Com o fim da bipolarização (EUA x URSS), pôde se restabelecer a diplomacia entre países que se consideravam inimigos. No âmbito do discurso político, ainda recheado de maniqueísmo, o anti-comunismo cedeu lugar a uma retórica que defende os benefícios da liberdade do mercado e da integração econômica internacional.

2 - No período da Guerra Fria, o terrorismo deixou de ser prática, seja pela ação de Estados seja pela ação de grupos radicais. Desde a década de 90, as ações terroristas ficaram restritas ao mundo árabe.

3 - No contexto da Guerra Fria, os investimentos econômicos dos EUA estavam voltados para a consolidação dos regimes democráticos na América Latina e na Ásia. Com o fim da Guerra Fria e o conseqüente desarmamento das principais potências mundiais, os investimentos econômicos americanos voltaram-se para o combate à pobreza no mundo.

10) Na questão, assinale as afirmativas verdadeiras e as falsas.
“O mundo está sofrendo, de uma forma acelerada, grandes transformações, fato que tem fortes impactos positivos e negativos na vida das pessoas e da sociedade, quer do ponto de vista cultural, quer ainda do ponto de vista das relações sociais.”

ANDRADE, Manuel Correia de. Globalização e Identidade Nacional. Recife: Bagaço, 2002.


Sobre este tema, pode-se afirmar que:
0 - A mundialização da difusão de técnicas em diversas áreas, especialmente na de comunicações, aproxima os vários lugares.

1 - As transformações referidas no texto só foram possíveis com o fim da URSS, que impedia o avanço do capitalismo no Terceiro Mundo.

2 - A facilidade e a intensificação das comunicações exerceram um grande impacto sobre as relações sociais no espaço geográfico.

3 - Os espaços rurais, especialmente nos países desenvolvidos, não foram afetados pelas transformações culturais, na atual fase da Globalização.


11) Na nova ordem internacional duas facetas se destacam: uma geopolítica e outra econômica. Na geopolítica o destaque se deu com o fim da Guerra Fria, da bipolarização do poder entre as duas superpotências, EUA–União Soviética e Blocos Militares Rivais por elas comandados. Com base nessa afirmativa, julgue os itens abaixo:


0 - O fato que desencadeou esse processo se deu com a queda do Muro de Berlim (Alemanha), que abriu espaço para um mundo multipolar onde as potências, se impõem mais pelo poder econômico do que pelo poder bélico.

1 - A agregação político territorial da União Soviética, criou o Centro de Estados Revolucionários Livres – CEI e gigantescos parques industriais com poderoso arsenal nuclear.

2 - Essa nova ordem mundial acelerou o processo da globalização fortalecendo os blocos econômicos supranacionais e derrotou as propostas geoeconômicas do capitalismo e da democracia.

3 - Na nova ordem multipolar pós-Guerra Fria o domínio do poder é determinado pela capacidade de produção econômica, disponibilidade de capital, avanços tecnológicos, qualificação da mão-de-obra e índices de competitividade entre os países.


12) Com seu uso intensificado no início da década de 80 do século XX, o termo ‘globalização’ evoluiu semanticamente e popularizou-se. De modo geral, a expressão define um conjunto de trocas que recobrem diferentes partes do globo, fazendo do espaço mundial o lugar de intercâmbio da humanidade.

Sobre esta questão, avalie as alternativas a seguir.
0 - De acordo com a definição acima, pode-se afirmar que a atual convergência de mercados mundiais foi precedida por importantes etapas na apropriação do planeta pelo homem: as grandes descobertas, a colonização, a revolução industrial e as duas grandes guerras mundiais.

1 - É inegável que este processo esteja estreitamente ligado ao nível das técnicas e ao seu impacto sobre a acessibilidade do espaço: a era industrial apoiou-se na criação de caminhos de ferro, no progresso da navegação, na abertura de istmos e canais transoceânicos, na multiplicação dos eixos rodoviários e no desenvolvimento da aviação.

2 - Na era pós-industrial e da mundialização da economia, a riqueza das nações repousa na ‘massa cinzenta’, na pesquisa e na capacidade de inovar. Paradoxalmente, são os estados de grandes dimensões territoriais, muito povoados e produtores de matérias primas, os que figuram entre os mais ricos do planeta.

3 - A nova ordem econômica e política mundial, caracterizada pela intensificação de intercâmbios de naturezas diversas, tem diminuído significativamente as desigualdades espaciais (regionais, nacionais e internacionais), impedindo a marginalização de milhões de indivíduos.

4 - O final do século passado caracterizou-se pela ampliação do fenômeno da globalização, sob o efeito de processos entrecruzados: terceirização das atividades produtivas, intercâmbio de informações, estratégias de implantação de transnacionais, intensificação do comércio internacional, integração dos mercados financeiros e fluxos de capitais, e difusão de mecanismos de mercados ao conjunto do planeta.

13) “O atual estágio do espaço mundial, economicamente globalizado, tem sido atribuído aos avanços científicos e tecnológicos alcançados com a revolução técnico-científica, desencadeada nas últimas décadas do século XX.”

Boligian, L. e Alves, A. Geografia: espaço e vivência. São Paulo: Atual. 2004.
A respeito desse período, não é correto afirmar que:

a) a produção científica está concentrada nos tecnopólos;

b) o avanço das telecomunicações facilita as transações financeiras;

c) os novos métodos de produção reduzem o tempo e o número de trabalhadores nas empresas;

d) a eficiência dos meios de transporte abre as fronteiras para os fluxos migratórios de mão-de-obra;

e) as empresas dividem as etapas de produção por unidades distribuídas espacialmente.


14) A revolução tecnocientífico-informacional representa um novo ciclo de inovações tecnológicas iniciado a partir da década de 1970. O meio tecnocientífico-informacional apresenta como uma de suas características:

a) a continuidade das inovações introduzidas pelo modelo fordista na linha de produção e de montagem das fábricas;

b) a presença de indústrias de ponta que exigem pouca aplicação da ciência para elaboração de novos produtos e que são grandes consumidoras de energia;

c) a presença de redes de comunicação constituídas por sistemas analógicos de rádio, telefonia e televisão, que transmitem isoladamente, palavras, sons e imagens;

d) o predomínio da indústria e da transferência de matéria por meio de redes de transportes, como ferrovias, rodovias e aerovias;

e) o predomínio das finanças e da transferência de capitais e informações por meio de redes de comunicações de alta tecnologia.

15) A Europa Ocidental atingiu o topo de seu bem-estar? Qual o futuro de um Velho Continente que já não produz ciência e tecnologia e transfere suas indústrias para países pobres onde a mão-de-obra é mais barata? O que foi feito dos valores cristãos nessa sociedade que exalta a competitividade acima da solidariedade e investe bilhões em biogenética e cosméticos indiferente ao sofrimento de 4 bilhões de seres humanos que, segundo a ONU vivem abaixo da linha da pobreza? Por que a Europa Ocidental encara a América Latina pela ótica do preconceito? Chávez e Morales não foram eleitos, como Lula, democraticamente? Por que vozes européias não se erguem contra o bloqueio dos EUA a Cuba e o uso da base naval de Guantánamo como cárcere clandestino de supostos terroristas? Por que tantos europeus se mobilizam contra enfermidades (Aids, câncer etc.), acidentes (de trânsito e trabalho) e violências (terrorismo, guerra, homicídios etc.), mas são indiferentes ao principal fator de morte precoce, a fome? Por que os europeus parecem preferir a segurança à liberdade, e são tão condescendentes com a política agressiva do governo dos EUA, que busca a paz pela imposição das armas? Por que não preferir a proposta de Isaías, de construir a paz como fruto da justiça? Quais os sinais, hoje, de solidariedade efetiva dos europeus com os pobres da África, da Ásia e da América Latina?

(FREI BETTO, 2006, p.14)

Com base nos conhecimentos sobre o G-20, formado por um grupo de países em desenvolvimento com interesses comuns, identifique com V as afirmativas verdadeiras e com F, as falsas.

I. O G-20 tem como objetivo fundamental o fortalecimento da nova Divisão Internacional do Trabalho (DIT).

II. O Grupo concentra sua atuação nas negociações do setor agrícola no comércio externo.

III. Desde a sua criação, o G-20 luta pela extinção de doenças, como a AIDS e a malária, que assolam a maioria dos países membros.

IV. O G-20 possui uma representação geográfica vasta e equilibrada, sendo composto por países da África, Ásia e América Latina.

A alternativa que indica todas as afirmativas verdadeiras é a:
a) V V F F

b) F F V V

c) V F V F

d) F V F V

e) V F V V
16) O mundo de hoje é afetado, em quase sua totalidade, pela política econômica-financeira gerada nos países mais desenvolvidos.

Em relação a essa situação, pode-se afirmar:


a) A globalização econômica-financeira vem tornando mais ricos os países desenvolvidos e mais pobres, os subdesenvolvidos.

b) A política neoliberal fortalece o poder do Estado e desestimula os empreendimentos privados.

c) A formação de megablocos, como o Mercado Europeu e o NAFTA, impede o crescimento econômico dos países-membros, porque a riqueza gerada é distribuída igualmente por todos eles.

d) Os países subdesenvolvidos, nos últimos anos, vêm participando intensamente do comércio global através da exportação de produtos industrializados.

e) O Brasil vem resistindo à adoção das políticas referidas, impedindo privatizações de empresas, fortalecendo o poder econômico do Estado e aumentando gradativamente as tarifas alfandegárias.

17) As inovações tecnológicas e as novas formas de organização empresarial, ocorridas nas últimas décadas do século XX, mudaram a importância dos fatores que atuavam na instalação de uma fábrica.


Assinale o fator que perdeu importância em razão dessas mudanças.
a) o nível de qualificação da mão-de-obra

b) a fluidez da infra-estrutura de serviços básicos

c) a proximidade de pólos geradores de novas tecnologias

d) o uso de estratégias políticas como as isenções fiscais

e) a participação do Estado na organização do setor produtivo.
18)

O MERCOSUL, enquanto bloco regional, constitui um dos caminhos para a inserção de seus países integrantes e associados ao contexto da Nova Ordem Mundial. Analisando sua atual formação, representada na figura acima, e suas perspectivas de atuação, afirma-se que:


a) ocupando o segundo lugar no domínio das reservas de gás natural da América Latina, a Bolívia realizou a nacionalização deste recurso como forma de obter maior poder de decisão e ingresso imediato como membro permanente do Mercosul.

b) atualmente o Brasil possui a liderança do Mercosul em virtude de possuir maior estabilidade em sua política econômica e também por apresentar os melhores índices sociais do bloco, tais como renda per capita e Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

c) apresentando um vasto litoral voltado para o Pacífico, a inclusão do Chile consolida a expansão do Mercosul em direção ao Japão e aos países emergentes da Ásia, visto que, no acordo de associação, este país assumiu o compromisso de estabelecer trocas comerciais apenas com os integrantes do Cone Sul.

d) a inclusão da Venezuela como membro e a ampliação do número de países associados, representa não só o fortalecimento do Mercosul, mas sobretudo a possibilidade de integrar economicamente os países sul-americanos e de melhor inseri-los na dinâmica capitalista mundial.

e) a recente crise econômica argentina provocou resultados negativos nas trocas comerciais do Mercosul, fato este que conduziu à expansão do bloco e o retorno ao estágio de zona de livre comércio, como forma de integração dos países membros.

19)

A charge acima ironiza a pressão dos países ricos em relação ao desenvolvimento dos países pobres. Dentre os fatores que justificam esta pressão, destaca-se:
a) a poluição de lagos e rios, que provoca escassez de água potável nos países do Sul, devido ao fato de que seu recente desenvolvimento foi marcado por um elevado crescimento populacional e industrial.

b) o aumento, nos últimos anos, do uso de recursos energéticos como o petróleo, que favoreceu o desenvolvimento dos países do Sul, mas que também contribuiu para a ampliação de graves problemas ambientais, como o efeito estufa.

c) o elevado índice de desmatamento que atinge os países do Norte e do Sul, devido ao crescimento urbano-industrial que ocorreu homogeneamente em ambas as regiões do espaço mundial.

d) o fato de que o desenvolvimento científico e tecnológico dos países do Norte é derivado exclusivamente do fornecimento de recursos naturais advindos dos países do Sul.

e) o crescimento econômico dos países do Sul, que não propiciou o desenvolvimento de fontes energéticas alternativas, fato este que ameaça o equilíbrio ambiental do espaço mundial.

20) Sobre o processo de reordenação ocorrido na economia-mundo, no qual uma ordenação bipolar passa a uma ordenação multipolar, a afirmativa correta é:


a) Com a nova ordem multipolar ocorreu um aprofundamento da tendência de globalização com o fortalecimento dos blocos econômicos supranacionais.

b) Assim como na Guerra Fria, os atuais padrões de poder e influência são medidos pela capacidade econômica.

c) No pós-guerra torna-se mais forte a rivalidade geopolítica entre os EUA e a Alemanha, fato que provocou a bipartição da Europa em blocos antagônicos.

d) Com o fim da ordenação bipolar, várias áreas periféricas do capitalismo passaram por um processo de sucateamento de seu parque industrial.

e) Só foi possível o aparecimento de grandes conglomerados econômicos devido ao processo de desconcentração de capitais característico da ordem multipolar.

21) A Organização Mundial do Comércio (OMC) foi criada em 1995, em substituição ao GATT (Acordo Geral de Tarifas e Comércio), criado em 1947. O objetivo dessa Organização é promover e regular o comércio entre as nações, além de supervisionar acordos assinados sobre agricultura, indústria, serviços e propriedade intelectual.

Sobre a OMC, é correto afirmar:
0 - Sua principal bandeira de luta é combater tanto o protecionismo quanto os subsídios agrícolas praticados por muitos países membro.

1 - Na era da globalização, a criação de blocos regionais comerciais tem fortalecido os acordos bilaterais entre as nações membros da Organização.

2 - Os Estados Unidos têm sido duramente prejudicados pelas rodadas de negociações para redução das tarifas alfandegárias sobre as exportações de commodities.

3 - É uma agência especializada da ONU, com sede em Genebra, Suíça.

4 - Os avanços tecnológicos, nos transportes e nas comunicações, colaboraram para o crescimento do comércio internacional, o que exige maior atuação da Organização.

22) Sobre as instituições financeiras internacionais é correto afirmar, exceto:


a) O FMI e o BIRD funcionaram como pólos de incremento ao processo de globalização da economia capitalista, pois seus empréstimos são acompanhados de uma série de exigências de modificação da estrutura econômica dos países por eles beneficiados.

b) O Fundo Monetário Internacional tem sede em Washington, nos Estados Unidos, e é uma organização de cooperação monetária internacional. Entre seus objetivos encontram-se intensificar o comércio entre países (por meio de financiamento) e tentar corrigir (pela concessão de empréstimos) possíveis distorções nas economias dos países-membros, devido a desequilíbrios em suas contas externas.

c) O Brasil não recorria ao FMI e ao BIRD desde o 1° governo de Fernando Henrique Cardoso e voltou, com Lula, a solicitar enormes empréstimos.

d) O BIRD cuja sede fica em Washington, tem como objetivo fundamental a concessão de empréstimos aos países que necessitam de recursos financeiros para expandir sua economia.

e) Os recursos do FMI se originam da contribuição recebida dos países membros, que participam das decisões políticas na proporção direta de suas contribuições. Isso quer dizer que os países que contribuem mais para a organização são, também, os que decidem o que fazer com os recursos.

23) Sobre os blocos econômicos é correto afirmar:


a) Cuba ainda não pertence a nenhum bloco a nenhum bloco econômico, mas este ano, com a doença de Fidel, estuda entrar para o NAFTA (Acordo Norte-Americano de Livre Comércio).

b) A União Européia é o mais poderoso bloco regional ou organização econômica do planeta. Alguns países que integram esse bloco também fazem parte do seleto grupo dos sete países mais ricos do mundo, o Grupo dos Sete (G7).

c) O Mercosul e o Nafta são formados pelos mesmos grupos de países.

d) A OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) é, depois da Comunidade Européia, o bloco econômico mais importante do hemisfério Norte.

e) A ONU (Organização das Nações Unidas) não se constitui em um bloco econômico, mas é a financiadora do FMI, importante braço econômico da globalização eurocêntrica.

24) Considerando que o mapa é uma forma de representação da realidade, observe-o:


Agora, leia o texto:

Na primeira semana de outubro, o governo iraniano afirmou que manteria seu projeto de enriquecimento de urânio e revelou que possui capacidade balística de grande alcance.

Considerando as informações anteriores, podemos afirmar que a posição dada ao Irã, no mapa, serve para:


a) retirar o país do “eixo do mal”;

b) afirmar sua soberania de Estado-Nação;

c) mostrar o alcance de sua força bélica;

d) mudar a localização dos países vizinhos;

e) revelar que o país passou a ocupar o centro do mundo

25) A ordem mundial que dominou a superfície terrestre na segunda metade do século XX foi bipolar, marcada pela disputa entre as duas superpotências e pela oposição entre o capitalismo e o socialismo real. A principal contradição dessa nova ordem mundial era o conflito Leste-Oeste entre esses dois sistemas socioeconômicos. E a nova ordem do final do século XX, como pode ser definida? Quais as suas contradições ou conflitos?

VESENTINI, J. William. Sociedade & espaço: geografia geral e do Brasil. São Paulo: Ática, 2005.
A análise do texto e os conhecimentos sobre a Nova Ordem Mundial e suas implicações permitem afirmar:
a) A Nova Ordem Mundial possui uma realidade mais complexa que a bipolar, com múltiplas tensões de diversas naturezas e grandes disparidades econômicas.

b) A China surge como grande potência e a Rússia perdeu sua importância política, militar e econômica.

c) O Estado-Nação saiu fortalecido, devido à criação de organizações, como a ONU, e à atuação das empresas multinacionais.

d) A rivalidade entre as potências foi eliminada, devido à formação dos blocos econômicos.

e) Os impérios globais que existiam no passado não existem mais e a indústria bélica encontra-se em visível declínio.

26) Com base nos conhecimentos sobre os aspectos sociais, políticos, econômicos e culturais da América Latina, pode-se afirmar:


0 - As crises que afetaram o continente latino-americano, nas três últimas décadas do século XX, tais como as ocorridas no Brasil, no Chile e na Argentina, foram exclusivamente de origem econômica-financeira.

1 - O México apresenta perfil de desenvolvimento semelhante ao dos países pertencentes ao NAFTA, mas sua economia está cada vez mais integrada à das demais nações latino-americanas.

2 - O continente latino-americano vive um período de forte recuperação econômica, baseado na expansão de suas exportações, sobretudo no setor primário.

3 - Os três países mais populosos da América Latina possuem os PIBs mais elevados, falam as mesmas línguas e não estão incluídos entre os grandes produtores de drogas.

4 - A concentração de renda no Brasil tem suas raízes históricas fundamentadas nas formas privilegiadas de apropriação da terra, no trabalho escravo e no patrimonialismo político, instalados desde a Época Colonial.

5 - O Chile e a Venezuela se distinguem dos outros países da América Latina, porque possuem acordos de livre comércio com a União Européia e com os Estados Unidos e, por esse motivo, houve uma grande redução da pobreza nesses países.

6 - A população da Bolívia, de forte composição indígena, tradicionalmente pauperizada, reivindica maior participação na política socioeconômica do país.

27) Sobre o atual cenário econômico global julgue os itens abaixo:


0 – A economia dos EUA encontra-se em recessão, resultante da crise que se abateu sobre o mercado hipotecário subprime (hipotecas de alto risco). Tal fato afeta as demais economias globais devido à retração do consumo no mercado estadunidense.

1 – A alta do preço do petróleo é um dos fatores de instabilidade no atual cenário global. Tal fato é decorrente do aumento do consumo de combustíveis fósseis, devido ao crescimento econômico em países emergentes como China e Índia. Os preços do petróleo são determinados pelos mercados de Nova York e Londres, sem a existência de cartéis que atuem no setor.

2 – O aumento do preço das commodities agrícolas é benéfico para o setor agroexportador do Brasil, porém o aumento do consumo no mercado interno está provocando um aumento nos preços dos produtos agropecuários, com reflexos nos índices de inflação.

3 – A rapidez com que os agentes reguladores governamentais atuaram na presente crise financeira global fez com que os efeitos fossem mínimos sobre as instituições financeiras, principalmente bancos e financiadoras de hipotecas.

28) Recentemente ocorreram eventos que levaram as relações diplomáticas entre Colômbia e Equador/ Venezuela a um nível de tensão preocupante. A causa desse fato foi:


  1. A recusa de Equador e Venezuela em admitir a Colômbia como novo membro da OPEP.

  2. A utilização do território colombiano como via de escoamento de drogas para o narcotráfico, principalmente para os cartéis localizados no Equador e Venezuela.

  3. A corrida armamentista estabelecida pela Venezuela na região, com o pretexto de barrar a influência dos EUA nessa área da América do Sul.

  4. O bombardeio de bases das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) em território equatoriano pela Colômbia, sem a prévia comunicação do fato ao governo equatoriano.

  5. A disputa entre os países por trechos fronteiriços da Cordilheira dos Andes, ricos em recursos minerais.

29) A apropriação e o controle exclusivo dos recursos biológicos e dos conhecimentos tradicionais indígenas ou das comunidades locais por empresas multinacionais ou instituições científicas internacionais, sem autorização desses grupos ou do país de onde foram extraídos, podem ser caracterizado como:
a) ato de biopirataria.

b) sonegação de royalties.

c) venda de patentes.

d) transferência de conhecimento.

e) preservação da memória cultural

30) Na sociedade atual, a necessidade de satisfazer demandas crescentes de produção e consumo tem provocado graves danos ao ambiente natural. Levando em conta essa afirmação, assinale a alternativa INCORRETA:


a) Nas sociedades pré-industriais, a economia estava baseada nas atividades primárias e no uso de um arsenal tecnológico rudimentar, fazendo com que o impacto da ação humana sobre o ambiente natural ficasse restrito à escala local.

b) A forma de organização social e desenvolvimento econômico dos Estados Unidos é a mais bem sucedida no mundo; logo, uma saída para superar o subdesenvolvimento e elevar o padrão de vida da população e, ao mesmo tempo, evitar maiores impactos ambientais está em estender o modelo norte-americano de produção e consumo para países de relativa importância econômica e populacional, como China, Índia e Brasil.

c) A circulação de pessoas e mercadorias pelo território brasileiro é predominantemente feita através do transporte rodoviário, o que demanda a elevação do consumo de petróleo e resulta em impacto econômico e ambiental desfavorável.

d) A degradação ambiental atingiu níveis tão alarmantes a partir da segunda metade do século XX que a ONU promoveu a Conferência de Estocolmo, em 1972, e a Conferência Mundial para o Meio Ambiente e Desenvolvimento, em 1992, no Rio de Janeiro, para debater o assunto.

e) O desmatamento da Amazônia, caso continue no ritmo vigente, desencadeará alterações no processo de evapotranspiração, na distribuição das precipitações e no escoamento das águas pluviais
31) Observe o mapa a seguir.


A palavra “biodiversidade” tem sido constantemente utilizada não apenas nas páginas dos jornais, mas também nos discursos dos ambientalistas, de modo que vem se constituindo em uma verdadeira chave para a compreensão do funcionamento da natureza. Seu verdadeiro sentido engloba todo o patrimônio genético formado pelo habitat e pelos seus seres vivos.

Com base nos textos acima e em seus conhecimentos sobre biodiversidade, é incorreto afirmar que:
a) grande parte das áreas mais ricas em biodiversidade e ameaçadas de destruição se situam na zona intertropical, as quais no Brasil abrangem a Mata Atlântica e o Cerrado.

b) a maior ou menor riqueza em biodiversidade não se relaciona com o maior ou menor grau de desenvolvimento econômico de um país.

c) os países com as maiores extensões territoriais são aqueles que possuem as regiões ambientalmente mais ricas e ameaçadas de destruição no planeta.

d) o Brasil é considerado um dos países mais ricos em diversidade biológica, com destaque para a Amazônia. Essa avaliação deve-se ao tamanho dessa região, à sua quantidade de água e à sua importância nos processos globais do clima.

e) as plantas a partir das quais grande parte dos medicamentos industrializados é produzida, originaram-se principalmente das nações subdesenvolvidas, mas fomentam um mercado dominado pelos países desenvolvidos.
32) A Terceira Revolução Industrial modificou completamente a organização do espaço geográfico e as relações de produção e consumo, introduzindo mudanças de ordem social e econômica.

Com base na informação e nos conhecimentos sobre as consequências da Terceira Revolução Industrial, no mundo, é correto afirmar:


a) Os países de industrialização clássica, como os da Europa e os Estados Unidos, sofreram um processo de metropolização e o campo subordinou-se às cidades.

b) As indústrias de bens de consumo não duráveis passaram a dominar o processo produtivo, principalmente no Japão e na Alemanha, e as cidades absorveram toda a PEA.

c) O grande crescimento econômico verificado na África Subsaariana foi acompanhado pela eliminação da miséria pessoal.

d) O desemprego estrutural se expandiu e uma Nova Divisão do Trabalho (DIT) se consolidou.

e) A distribuição de renda melhorou, na América Latina, principalmente após o desenvolvimento da agroindústria.
33) Com a competição econômica, política e tecnológica existente entre os países capitalistas por áreas de influência, após a desintegração dos países socialistas e o fim da Guerra Fria, a economia regionalizou-se e novos polos econômicos de poder se consolidaram.

COELHO, Marcos Amorim; TERRA, Lygia. Geografia Geral e do Brasil. São Paulo: Moderna, 2003. p.62

A análise do texto, aliada aos conhecimentos sobre a nova ordem mundial, permite afirmar que a
a) APEC, liderada pela China, destaca-se no mundo em desenvolvimento como o bloco mais promissor da atualidade, fato devido ao aumento do PIB chinês.

b) nova ordem mundial caracteriza-se pela hegemonia dos países que apresentam elevada produtividade, competitividade e domínio técnico-científico.

c) nova ordem mundial eliminou os conflitos bélicos, substituídos pela adoção de um confronto político-ideológico.

d) formação de blocos econômicos passou a ser uma necessidade mundial e o bloco mais forte, atualmente, é o NAFTA, por agregar países no mesmo estágio de desenvolvimento.

e) União Europeia se consolidou na década de 50 do século passado, sendo, atualmente, o único bloco que adotou uma moeda única padrão, o euro, adotado por todos os países-membros.
34) Aviões jogados contra arranha-céus. Bombas que explodem em trens de passageiros. Crianças mortas em meio a um tiroteio na escola. Essas cenas, que parecem tiradas de filmes-catástrofe, são tragicamente reais e refletem algumas das lutas políticas no mundo de hoje, em que se utiliza o terror contra o inimigo. O terrorismo é o grande fenômeno global deste início do século XXI, que simbolicamente começou com os atentados de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos (EUA).

A VIDA à sombra do terror. Atualidades Vestibular 2005. São Paulo: Abril, 2005. p.48.


Considerando-se as informações do texto e os conhecimentos sobre os principais conflitos étnicos, políticos e culturais no espaço mundial, pode-se afirmar:
1 O sucesso da Comunidade Econômica Europeia (CEE), nos anos 60 do século XX, e sua expansão nas décadas seguintes, foram acompanhados de equilíbrio e paz, não havendo registros da ação de grupos terroristas com matizes ideológicos, políticos, nacionalistas e religiosos que aterrorizassem a população europeia.

2 O início da década de 70 do século passado registra a invasão do Paquistão pela União Soviética e, quando os soviéticos deixaram o país, na última década, o grupo Taliban impôs um regime radical, naquela terra, até a sua derrubada pelos Estados Unidos.

4 A organização fundamentalista Al Qaeda, de Osama bin Laden, consolidou o uso indiscriminado da violência contra as populações, o que representa uma grande diferença em relação ao terrorismo político.

8 Os atentados ao World Trade Center, em Nova Iorque (2001), e aos trens de Madrid (2004) tiveram objetivos políticos e culturais e mataram cidadãos comuns de vários países, incluindo árabes.

16 A Síria reprime a atividade de grupos islâmicos radicais em seu território e não apóia organizações anti-Israel no exterior, como as milícias do Hezbollah, na Cisjordânia.

32 A Colômbia, a noroeste da América do Sul, sofre, há décadas, com um conflito interno que envolve guerrilheiros de esquerda, organização paramilitar de direita e forças armadas, tendo como causa principal o tráfico de drogas.


35) As relações econômicas capitalistas das últimas décadas têm se expandido e se intensificado no espaço geográfico mundial, sendo que um dos principais agentes estimuladores destas ações são as corporações globais, quer sejam transnacionais ou multinacionais, que apresentam entre suas características a de:
a) serem transnacionais, ou seja, o capital dessas empresas não têm nacionalidade, sendo elas formadas apenas por firmas de caráter financeiro, a exemplo dos grandes bancos ou conglomerados financeiros.

b) atuarem em áreas restritas que são os continentes europeu e americano, devido o forte avanço tecnológico de alguns países como a Alemanha e os Estados Unidos, que concentram o maior número dessas empresas, considerando o contexto mundial.

c) apresentarem competência em supervisionar e controlar suas atividades de forma simultânea em vários lugares do planeta Terra, isto é, a escala geográfica de atuação das mesmas é o espaço mundial.

d) dependerem apenas das políticas econômicas governamentais dos países onde são implantadas, não ocorrendo interferências da matriz nem das políticas financeiras do país sede.

GABARITO
1 – V, V, F, F, V

2 – F, F, F, V, F

3 – V, F, V, V, V

4 – V, V, F, F, F

5 – V, F, V, F, V

6 – F, V, F, V, V

7 – V, F, V, F, F

8 – F, F, F, F, V

9 – V,V, F, F

10 – V, F, V, F

11 – V, F, F, V

12 – V, V, F, F, V

13 – D

14 – E


15 – D

16 – A


17 – E

18 – D


19 – A

20 – A


21 – F, F, F, F, V

22 – C


23 – B

24 – C


25 – A

26 – F, F, V, F, V, F, V

27 – V, F, V, F

28 – D


29 – A

30 – B


31 - C

32 - D


33 - B

34 – 4+8+32=44



35 - C


Compartilhe com seus amigos:


©aneste.org 2020
enviar mensagem

    Página principal
Universidade federal
Prefeitura municipal
santa catarina
universidade federal
terapia intensiva
Excelentíssimo senhor
minas gerais
união acórdãos
Universidade estadual
prefeitura municipal
pregão presencial
reunião ordinária
educaçÃo universidade
público federal
outras providências
ensino superior
ensino fundamental
federal rural
Palavras chave
Colégio pedro
ministério público
senhor doutor
Dispõe sobre
Serviço público
Ministério público
língua portuguesa
Relatório técnico
conselho nacional
técnico científico
Concurso público
educaçÃo física
pregão eletrônico
consentimento informado
recursos humanos
ensino médio
concurso público
Curriculum vitae
Atividade física
sujeito passivo
ciências biológicas
científico período
Sociedade brasileira
desenvolvimento rural
catarina centro
física adaptada
Conselho nacional
espírito santo
direitos humanos
Memorial descritivo
conselho municipal
campina grande