Sim, que saístes a ver? Um homem vestido de roupas finas? Ora, o que vestem roupas finas assistem nos palácios reais



Baixar 6.04 Kb.
Encontro30.03.2018
Tamanho6.04 Kb.

INSPIRAÇÃO JUVENIL


26 de março
Penugem

"Sim, que saístes a ver? Um homem vestido de roupas finas? Ora, o que vestem roupas finas assistem nos palácios reais. " S. Mat. 11:8.
No oeste da principal ilha da Islândia há uma minúscula ilha chamada Vigur. Nessa pequena ilha que tem pouco mais de 1 quilômetro e meio quadrado de superfície vive somente uma família, a família Baldur Bjarnason. Partilham essa pequenina ilha com cerca de 4.000 pares de patos êider.

Esses patos vêm à ilha de Vigur para aninhar e criar seus filhotes.

Não gostam de seres humanos, mas os toleram. A família Bjarnason dirige-se para a área do ninho durante o verão e catam a fina penugem que os êiders usam para construir seus ninhos. Esses ilhéus são muito cuidadosos para não perturbar a ninhada dos patos mais de uma vez por ano. Sendo que o clima é frio, mesmo na época do verão, eles deixam bastante penugem para que os ovos sejam protegidos e possam chocar.

Os Bjarnason catam essa penugem em um período de cerca de seis semanas. Aproximadamente 35 ninhos rendem perto de 450 gramas e há mais ou menos 4.000 ninhos para apanhar cada verão. Levam a penugem e a deixam secar em pilhas. Depois de um curto período, põem na em tambor especial e secam-na, preparando-a para o embarque.

Limpam a penugem de grama e entulhos, mas só podem limpar cerca de 900 gramas diários por pessoa. Uma libra (453,59 gramas) de penugem de êider é vendida por 300 dólares.

Muitas pessoas têm jaquetas com enchimento de penugem e outras roupas e alguns tem um travesseiro de penugem, bom e macio. Jesus falou ao povo sobre olhar para uma pessoa vestida de finas roupas. Penso que Ele não estava Se referindo à penugem, mas ela é muito macia, fina. Jesus quer que procuremos e descubramos a verdade nEle e em Sua Palavra. Peça hoje a Deus que o ajude a procurar a verdade em Sua Palavra.

www.4tons.com



Pr. Marcelo Augusto de Carvalho




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal