Sexo e sociedades



Baixar 10.71 Kb.
Encontro21.01.2018
Tamanho10.71 Kb.

Sexo e Sociedades

Importância do Sexo

Razão sexual

Investimento assimétrico

Por que a regra é 1 macho : 1 fêmea ?

Na verdade, o INVESTIMENTO é 1: 1.
Desvios da “regra” 1 : 1.

Competição por parceiros locais

Competição por recursos locais ou valorização

Condição materna

Seleção sexual
Definição: seleção de caracteres relacionados apenas com o aumento de acasalamento.
Duas linhas de raciocínio:

Século XIX


Bom Gosto” (Darwin)
Escolha é feita exclusivamente por estética.
Valor adaptativo das características para os machos: mesmo não sendo vantajosas (úteis), tais características aumentam as vantagens reprodutivas dos machos.
Por que fêmeas insistem em escolhas onerosas?

Bom Senso” (Wallace)


Escolhas são feitas de acordo com as linhas “sensatas” da seleção natural. Beleza é apenas um efeito colateral, pois tende sempre a coincidir com saúde e vigor.
Valor adaptativo da escolha da fêmea:

Estão escolhendo os melhores parceiros
Por que a manutenção da onerosidade da ornamentação do macho?


Século XX





Hipótese de Fisher (1930)
Bom gosto provoca bom senso”

Uma vez que existe uma moda, o ato de escolher um parceiro atraente pode ser adaptativo para a fêmea, pois ela terá filhos atraentes.

Hipótese de Zahavi (1975)

Hipótese da desvantagem.
Características são onerosas para os machos, porém são INDICADORES de qualidade: livre da parasitas, com grandes recursos etc.



Formação de Grupos e Evolução do Altruísmo
Formação de grupos. Por quê?
Geometria do rebanho egoísta

Aumento da defesa de todo o grupo

Comportamentos altruísticos em grupos

Seleção de parentesco: “o individuo pode promover a reprodução do seu gene ajudando parentes”
Valor adaptativo inclusivo

Altruísmo extremo: suicídio e esterilidade

Altruísmo menos extremo: gritos de alarme
Como o organismo reconhece parentes?
Alelos de reconhecimento

Aprendizado: Quem esta mais próximo

Coincidência fenotípica







©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal