Seqüência diagnóstica



Baixar 47.55 Kb.
Encontro24.10.2017
Tamanho47.55 Kb.

Faculdade de Odontologia UERJ

Estomatologia I Exames das estruturas extra e intra-orais Prof.ª Mônica Israel e-mail: monicasisrael@yahoo.com.br


Exame das Estruturas

Cabeça:

  • Crânio

  • Face

  • ATM

Pescoço

Tecido de revestimento

Crânio

Couro cabeludo:

  • calvície masculina

  • alopécia areata

  • perda difusa (radio e quimioterapia)

  • displasia ectodérmica

Formato:

  • Bossa frontal

  • Fechamento prematuro de suturas (craniossinostose)

Face

Pele da face:

  • Manchas

  • Lesões actínicas

  • Cicatrizes

  • Nevos

Simetria

Olhos:

  • Distância interpupilar (10/11 cm)

  • Ausência de cílios ou sobrancelhas

  • Alterações das pálpebras: blefarocalásia, ptose

  • Alterações oftálmicas: simbléfaro, entrópio, triquíase, opacificação

Ouvido:

  • Carcinoma basocelular

  • Síndrome de Treacher - Collins

ATM

  • Palpação e inspeção

  • Abertura máxima interincisal:

  • Trajeto da abertura (desvios)

Pescoço

  • Inspeção e palpação

  • Aumento de volume:

  • linha média: tumores de tireóide, cisto do ducto tireoglosso, cisto dermóide

  • lateral à linha média: cisto branquial

Linfonodos

  • Auriculares

  • Submandibulares

  • Submentonianos

  • Cervicais

  • Pré – traqueal

  • Occiptais

Auriculares:

  • Anterior – pele da região temporal, parte lateral da testa, pálpebra e parótida

  • Posterior – ouvido e pele da orelha

  • Inferior – recebe a drenagem do auricular anterior e do posterior

Submandibulares:

  • Estão localizados no triângulo submandibular, entre os dois ventres do músculo digástrico e da borda inferior da mandíbula

  • Coletam a linfa dos dentes superiores e inferiores (com exceção dos incisivos inferiores), lábios (com exceção da parte mediana do lábio inferior), parte anterior da cavidade nasal, parte anterior do palato e língua.

  • Drenam para os linfonodos cervicais profundos

Submentonianos:

  • Estão localizados entre o queixo e o osso hióide.

  • Drenam a parte média do lábio inferior, a pele do mento, a ponta da língua, dentes incisivos inferiores e gengiva.

Occiptais:

  • Drenam o couro cabeludo.

Pré – traqueais:

  • Drenam pele anterior do pescoço e traquéia.

Cervicais profundos:

À frente ou recobertos pelo músculo esternocleidomastóide:

  • Mediais superiores

  • Mediais inferiores = supraclaviculares

Cervicais profundos:

Atrás do músculo esternocleidomastóide:

  • Laterais superiores

  • Laterais inferiores

Linfonodo

Inflamatório:

  • Mole

  • Móvel

  • Bem delimitado

  • Dolorido

Metastático:

  • Duro

  • Fixo

  • Cacho de uva

  • Indolor

Tecido de revestimento

  • nevos

  • lesões actínicas

  • carcinoma basocelular

  • doenças dermatológicas

Exame das Estruturas Orais

  • Lábios

  • Mucosa jugal

  • Língua

  • Soalho de boca

  • Gengivas

  • Osso alveolar

  • Mandíbula

  • Palato duro

  • Palato mole

  • Orofaringe

  • Glândulas salivares

  • Dentes

Exame das Estruturas Orais

  • Inspeção e palpação

  • Seqüência de exame

  • Fonte de iluminação

  • Espelho

  • Gaze

Lábios

  • Superior e inferior

  • Delimitação entre pele e vermelhão

  • Vermelhão e mucosa – linha de Kleine

  • Freios

  • Glândulas salivares menores

Comissura labial:

Lábio superior

  • Grânulos de Fordyce

  • Lábio duplo

Lábio inferior

  • Freios

  • Discretas saliências: glândulas salivares menores

Alterações:

  • mucocele;

  • fibroma traumático;

  • granuloma piogênico;

  • queilite actínica;

  • carcinoma de células escamosas.

Mucosa jugal

  • Limite anterior: comissura labial

  • Limite superior e inferior: fundo de vestíbulo ou fórnix do vestíbulo

  • Limite posterior: rafe pterigomandibular

  • Do lado oposto ao segundo molar superior: papila parotídea - ducto da glândula parótida (Stenon)

Mucosa jugal

  • Linha alba

  • Grânulos de Fordyce

  • Leucoedema

  • Fibroma traumático

  • Morsicatio buccarum

  • Líquen plano reticular (estrias de Wickham)

Língua

Língua

Dorso:

  • Papilas filiformes: dominantes

  • Papilas fungiformes: na ponta – doce, lateralmente na ponta- salgado

  • Papilas circunvaladas - azedo

  • Forame cego: separação dos terços

Língua

Alterações de dorso:

  • língua saburrosa

  • língua pilosa

  • língua fissurada

  • língua geográfica

  • microglossia

  • macroglossia

  • tireóide lingual

  • glossite romboidal mediana

Língua

Bordas laterais:

  • Papila foliácea (= papila foliada, = tonsila lingual)

Alterações:

Língua

Peça ao paciente que coloque a ponta da língua no palato: ventre lingual, soalho bucal e carúnculas (submandibular).

Língua

Ventre:

  • Freio lingual

  • Franjas linguais

  • Vasos sangüíneos

Alterações do ventre:

  • anquiloglossia

  • varizes linguais

Soalho bucal

  • Coloração

  • Freio lingual

  • Carúnculas (submandibular)

Lesões:

  • eritroplasia;

  • carcinoma de células escamosas.

Gengiva

  • Cor rósea

  • Consistência firme

  • Gengiva livre

  • Papila interdentária

  • Ranhura gengival

  • Gengiva inserida: aspecto de casca de laranja

  • Junção muco – gengival

  • Mucosa alveolar: cor vermelho escura

Alterações gengivais:

  • Gengivite

  • Melanose fisiológica

  • Granuloma piogênico

  • Gengivite descamativa

  • Gengivoestomatite herpética primária

Osso alveolar

  • Reabsorção em regiões edêntulas

  • Perda óssea por doença periodontal

  • Exostoses

  • Doença óssea de Paget

Mandíbula/Maxila

  • Presença de lesões intra – ósseas

  • Tórus mandibular

Palato duro

  • Rafe

  • Rugosidades

  • Post – daming

  • Glândulas salivares (região posterior)

  • Papila incisiva

Alterações:

  • tórus palatino;

  • cisto do ducto nasopalatino;

  • hiperplasia fibrosa inflamatória por câmara de sucção;

  • candidíase associada à prótese.

Palato mole

  • limites;

  • coloração.

Orofaringe

  • limites

  • coloração

  • úvula

  • pilar tonsilar (palatino) anterior

  • pilar tonsilar (palatino) posterior

Coloque um espelho na região posterior de língua e peça para o paciente falar “ahh”, tornando possível o exame da parede posterior da orofaringe.

Glândulas Salivares

Glândulas salivares maiores:

  • Parótida (Stenon ou Stensen)

  • Submandibular (Wharton)

  • Sublingual (Bartholin)

Glândulas salivares menores (Rivinius)

Ordenha da Parótida:

  • Secar a papila com uma gaze com a boca bem aberta

  • Colocar os dedos externamente na face sobre a glândula parótida, localizada na região pré – auricular

  • Realizar pressão digital, comprimindo a glândula contra o masseter

  • Arrastar os dedos fechados anteriormente pela face

  • Observar a papila parotídea, avaliando o fluxo salivar através do ducto

Ordenha da Submandibular:

  • Secar as carúnculas com gaze

  • Colocar um ou dois dedos esticados sob o queixo na região inferior da mandíbula

  • Realizar uma pressão para cima

  • Observar a saída de saliva pelo ducto











©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal