Secretaria de estado da administraçÃo e da previdência seap



Baixar 153.78 Kb.
Encontro14.05.2018
Tamanho153.78 Kb.



MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS

DIRETORIA REGIONAL DO PARANÁ

Concurso Público

Edital n° 044/2004

Prova Objetiva – 30/05/2004 (1ª Etapa de Seleção)





Médico do Trabalho Júnior









INSTRUÇÕES
1. Aguarde autorização para abrir o caderno de provas.

2. Confira seu cargo, número de inscrição, turma e nome. Assine no local indicado.

3. A interpretação das 50 (cinqüenta) questões é parte do processo de avaliação, não sendo permitidas perguntas aos Aplicadores de Prova.

4. Nesta prova, as questões são de múltipla escolha, com cinco alternativas cada uma, sempre na seqüência a, b, c, d, e, das quais somente uma é correta.

5. Ao receber o cartão-resposta, examine-o e verifique se o nome nele impresso corresponde ao seu. Caso haja irregularidade, comunique-a imediatamente ao Aplicador de Prova.

6. Transcreva para o cartão-resposta a opção que julgar correta em cada questão, preenchendo o círculo correspondente com caneta de tinta preta. Não ultrapasse o limite do espaço destinado para cada marcação.

7. Não haverá substituição do cartão-resposta por erro de preenchimento ou por rasuras feitas pelo candidato. A marcação de mais de uma alternativa em uma mesma questão resultará na perda da questão pelo candidato.

8. Não serão permitidas consultas, empréstimos e comunicação entre candidatos, bem como o uso de livros, apontamentos e equipamentos (eletrônicos ou não), inclusive relógio. O não-cumprimento dessas exigências implicará a exclusão do candidato deste concurso.

9. Ao concluir as provas, permaneça em seu lugar e comunique ao Aplicador de Prova. Aguarde autorização para devolver o caderno de provas, o cartão-resposta, devidamente assinados, e o comprovante de inscrição.

10. O tempo para o preenchimento do cartão-resposta está contido na duração desta prova.

11. Se desejar, anote as respostas no quadro abaixo, recorte na linha indicada e leve-o.

DURAÇÃO DESTA PROVA: 4 horas



Português

Conhecimentos

Específicos






NÚMERO DE INSCRIÇÃO





TURMA




NOME DO CANDIDATO





ASSINATURA DO CANDIDATO






RESPOSTAS

01 -

06 -

11 -

16 -

21 -

26 -

31 -

36 -

41 -

46 -

02 -

07 -

12 -

17 -

22 -

27 -

32 -

37 -

42 -

47 -

03 -

08 -

13 -

18 -

23 -

28 -

33 -

38 -

43 -

48 -

04 -

09 -

14 -

19 -

24 -

29 -

34 -

39 -

44 -

49 -

05 -

10 -

15 -

20 -

25 -

30 -

35 -

40 -

45 -

50 -

PORTUGUÊS
As questões 01 a 06 referem-se ao texto a seguir.
A doce e submissa imagem da Amélia, eternizada na voz de Ataulfo Alves, sempre provocou arrepios nas feministas. Mas até ela, que “não tinha a menor vaidade”, mantinha seu poder de influência. As mulheres, mesmo no século XIX, quando passavam da tutela dos pais para a dos maridos, tinham sob suas asas a formação dos filhos e a administração da casa. Se o poder constituído era dos homens, era ela quem fazia a transmissão de valores – fossem eles patriarcais ou não, por conta da imposição da sociedade – e decidia sobre a vida cotidiana. Aos homens cabia a supervisão geral e a administração dos bens. Por trás de um sim ao marido estavam escondidos muitos poréns. Hoje, essa voz de comando não precisa usar de subterfúgios e soa clara em gabinetes políticos, em bem-equipadas salas de executivos, em sisudos tribunais, à frente de batalhões de policiais e, é claro, no lar doce lar. Em grande parte das famílias, elas decidem desde o que vai à mesa até em que bens investir o dinheiro. “A entrada no mercado de trabalho, ocorrida no século XX, ampliou o poder feminino. A mulher começou a atuar na esfera pública, sem abrir mão do domínio no lar, que sempre foi seu”, explica a historiadora Eni de Mesquita Samara, professora de história da Universidade de São Paulo e diretora do Museu Paulista. Hoje, ao comemorar na segunda-feira 8 o 94º Dia Internacional da Mulher, elas festejam a liberdade de mandar sem medo.

O quadro social das mulheres no País ainda mostra grandes carências. A dura realidade de pobreza e violência que persiste levou o presidente Lula a instituir 2004 como o Ano da Mulher, estabelecendo como meta a criação de políticas de proteção, prevenção e inclusão mais efetivas a serem adotadas até o final de seu governo. Mas, apesar disso, as estatísticas revelam que as mulheres vêm tomando o seu espaço com determinação. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que, nas áreas urbanas, elas já têm em média um ano a mais de escolaridade que os homens e que de 1992 a 2002 o índice de mulheres chefiando a casa passou de 21,9% para 28,4%. O esforço de escolarização e capacitação e a necessidade de suprir a família promovem grande reflexo no mercado de trabalho. Elas ocupam cada vez mais cargos antes tidos como estritamente masculinos, sem receio de ter sob seu comando um exército de homens nem sempre à vontade de ver, de repente, um batom misturado com documentos na mesa. “A mulher está cada vez mais preparada. E, apesar de ainda ganhar 10,12% a menos, multiplicou seu campo de atuação. A área jurídica, por exemplo, que era muito masculina, conta hoje com 33,13% de mulheres”, afirma Silvana Case, vice-presidente do Grupo Catho, de recolocação profissional. Uma pesquisa feita pelo grupo entre 60.211 empresas aponta que o número de mulheres no nível executivo dobrou em nove anos. Em 1994, elas ocupavam 8,10% dos cargos de presidência. Hoje isso corresponde a 15,87%. No nível de encarregados, representam 45,63%. Presidente de banco, motorista de táxi, advogada, comandante de avião, tenente-coronel, elas estão lá.

(ISTOÉ, 10 mar. 2004.)

01 - Segundo o texto, a mulher do século XIX, representada na figura da “Amélia”:
a) era totalmente submissa ao pai e ao marido.

b) participava das decisões sobre a administração dos bens.

*c) administrava a casa e se encarregava da formação dos filhos.

d) causa inveja às feministas.

e) era uma figura totalmente inexpressiva; não tinha, realmente “a menor vaidade”.
02 - Segundo o texto, a entrada da mulher no mercado de trabalho teve como conseqüência:


  1. O aumento da pobreza e violência.

  2. O redimensionamento do papel feminino na administração doméstica.

  3. O aumento do nível de escolaridade das mulheres.

  4. A redução de vagas para homens no mercado de trabalho.

  5. A atuação da mulher em áreas que antes eram quase exclusivamente masculinas.


Estão corretos os itens:
a) I e II somente.

b) II e III somente.

c) I, III e V somente.

d) II, IV e V somente.

*e) II, III e V somente.
03 - “A entrada no mercado de trabalho, ocorrida no século XX, ampliou o poder feminino. A mulher começou a atuar na esfera pública, sem abrir mão do domínio no lar, que sempre foi seu”, explica a historiadora Eni de Mesquita Samara.
Assinale a alternativa que transforma adequadamente a citação acima – apresentada no texto em discurso direto – em discurso indireto.
a) A historiadora Eni de Mesquita Samara explica: “a entrada no mercado de trabalho, ocorrida no século XX, ampliou o poder feminino; a mulher começou a atuar na esfera pública, sem abrir mão do domínio no lar, que sempre foi seu.”

b) A historiadora Eni de Mesquita Samara explica que “a entrada no mercado de trabalho, ocorrida no século XX, ampliou o poder feminino.” Afirma ainda que “a mulher começou a atuar na esfera pública, sem abrir mão do domínio no lar, que sempre foi seu.”

*c) Para a historiadora Eni de Mesquita Samara, a entrada no mercado de trabalho, ocorrida no século XX, ampliou o poder feminino. Segundo ela, a mulher começou a atuar na esfera pública, sem abrir mão do domínio no lar, que sempre foi seu.


  1. “A entrada no mercado de trabalho, ocorrida no século XX, ampliou o poder feminino. A mulher começou a atuar na esfera pública, sem abrir mão do domínio no lar, que sempre foi seu”. Essa explicação foi fornecida pela historiadora Eni de Mesquita Samara.

e) “A entrada no mercado de trabalho, ocorrida no século XX, ampliou o poder feminino”, explica a historiadora Eni de Mesquita Samara, para quem “a mulher começou a atuar na esfera pública, sem abrir mão do domínio no lar, que sempre foi seu”.

04 - “A mulher está cada vez mais preparada. E, apesar de ainda ganhar 10,12% a menos, multiplicou seu campo de atuação.”
Assinale a alternativa que conserva as relações de sentido da frase acima.
*a) A mulher está cada vez mais preparada e multiplicou seu campo de atuação, embora ainda ganhe 10,12% a menos.

b) A mulher está cada vez mais preparada, e, portanto, ainda ganha 10,12% a menos, apesar de ter multiplicado seu campo de atuação.

c) Embora a mulher esteja cada vez mais preparada, ela multiplicou seu campo de atuação e ainda ganha 10,12% a menos.

d) A mulher multiplicou seu campo de atuação, porque ainda ganha 10,12% a menos e está cada vez mais preparada.

e) A mulher está cada vez mais preparada, porque, apesar de ainda ganhar 10,12% a menos, multiplicou seu campo de atuação.
05 - Por trás de um sim ao marido estavam escondidos muitos poréns.” A palavra assinalada foi empregada no texto como:
a) adjetivo.

b) pronome.

c) conjunção.

*d) substantivo.

e) interjeição.
06 - Identifique as afirmativas em que há o uso de linguagem figurada.
I. As mulheres (...) tinham sob suas asas a formação dos filhos e a administração da casa.

II. O quadro social das mulheres no País ainda mostra grandes carências.

III. Mas até ela, que “não tinha a menor vaidade”, mantinha seu poder de influência.

IV. A entrada no mercado de trabalho, ocorrida no século XX, ampliou o poder feminino.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente em I e II.

*b) Somente em I e III.

c) Somente em II e IV.

d) Somente em I e IV.

e) Somente em II e III.

As questões 07, 08 e 09 referem-se ao texto a seguir.
Uma boa nova para quem treme só de pensar em sentar na cadeira do dentista. Nos últimos quatro anos, aumentou em dez vezes o número de odontologistas que recorrem ao gás hilariante nos tratamentos. Feito à base de uma substância chamada óxido nitroso, o gás serve para diminuir a ansiedade e a tensão dos clientes mais medrosos. A procura por ele tem sido tão grande que o Conselho Federal de Odontologia decidiu normatizar o uso do gás hilariante no Brasil. Na prática, isso significa que, além do estabelecimento de regras sobre como e quando utilizá-lo, serão criados cursos para habilitar os dentistas a empregar o gás em seus consultórios. Os cerca de 1.000 profissionais que hoje recorrem ao gás para tranqüilizar seus pacientes foram habilitados fora do país, sobretudo nos Estados Unidos. Lá, a prática é regulamentada desde a década de 50.

O uso da substância pelos dentistas data de 1844. O pioneiro foi o americano Horace Wells. Até então, o gás hilariante era utilizado principalmente em circos – os artistas o inalavam e o ofereciam à platéia. Durante uma apresentação, Wells notou que um dos malabaristas conseguia se apresentar com um sorriso estampado no rosto, apesar do corte profundo que tinha numa das pernas. Ele associou a aparente ausência de dor ao gás e resolveu experimentá-lo. Pediu que um de seus assistentes lhe arrancasse um molar. Wells não sentiu dor nenhuma. Mas seu final não teve nada de hilariante. Acusado de charlatanismo, o americano se suicidou. Só muitos anos depois foi reconhecido como um dos pioneiros da anestesia.

(Veja Ed. 1848, 07 abr. 2004.)
07 - Segundo o texto, é correto afirmar:
a) A cada quatro anos, multiplica-se por 10 o uso de gás hilariante nos tratamentos dentários.

*b) Há no Brasil cerca de 1000 dentistas que aprenderam fora do país a usar o gás hilariante e fazem uso desse recurso.

c) Os dentistas fazem uso do gás hilariante para que os pacientes riam e mostrem o efeito estético do cuidado com os dentes.

d) No século XIX, os artistas circenses utilizavam o gás hilariante para evitarem a dor nos dentes mal cuidados.

e) O efeito depressivo do gás hilariante levou à morte Horace Wells, pioneiro de seu uso nos tratamentos dentários.
08 - O segundo parágrafo desse texto é:
a) uma descrição: coloca em foco indivíduos e objetos e focaliza suas características mais relevantes.

b) uma dissertação: tem como ponto de partida uma situação exemplar, a partir da qual são estabelecidas generalizações relevantes.

c) um texto de opinião: tem como ponto de partida a exposição do posicionamento do autor, seguida de evidências que lhe dão sustentação.

*d) uma narração: apresenta uma seqüência de eventos em ordem cronológica, com a presença de um protagonista.

e) um texto publicitário: o autor usa o exemplo de Horace Wells para convencer dentistas e pacientes a fazerem uso do gás hilariante.

09 - As palavras “normatizar” e “habilitar”, usadas no texto, poderiam ser substituídas, sem alteração do sentido original, respectivamente, por:
a) restringir - registrar

b) impedir - qualificar

c) ampliar - treinar

d) fiscalizar - avaliar

*e) regulamentar - capacitar

10 - Assinale a alternativa correta quanto ao uso da crase.
a) Quem vai a praia não pode se esquecer do protetor solar.

b) O jogador de futebol não precisa ter à força de um halterofilista, nem à flexibilidade de um ginasta.

c) É importante que o jogador, durante a partida, resista as pressões dos torcedores.

d) O futebol atualmente começa a se abrir a participação feminina.

*e) Os patrocinadores dos esportes têm direcionado sua atenção àqueles atletas que mostram seu potencial na adolescência.

11 - Assinale a alternativa que apresenta o uso adequado dos sinais de pontuação.
a) Ao tratar da evolução das espécies, os livros didáticos, raramente deixam de usar dois exemplos clássicos; o da explicação de Lamarck para o tamanho do pescoço das girafas e seu contraponto darwinista, e o da seleção natural em mariposas dos bosques da Inglaterra, durante a revolução industrial.

*b) Ao tratar da evolução das espécies, os livros didáticos raramente deixam de usar dois exemplos clássicos: o da explicação de Lamarck para o tamanho do pescoço das girafas (e seu contraponto darwinista) e o da seleção natural em mariposas dos bosques da Inglaterra durante a revolução industrial.

c) Ao tratar da evolução das espécies, os livros didáticos raramente deixam de usar dois exemplos clássicos - o da explicação de Lamarck para o tamanho do pescoço das girafas - e seu contraponto darwinista, e o da seleção, natural, em mariposas dos bosques, da Inglaterra, durante a revolução industrial.

d) Ao tratar da evolução das espécies; os livros didáticos raramente deixam de usar dois exemplos clássicos: o da explicação de Lamarck para o tamanho do pescoço das girafas - e seu contraponto darwinista - e o da seleção natural em mariposas dos bosques da Inglaterra - durante a revolução industrial.

e) Ao tratar da evolução das espécies. Os livros didáticos raramente deixam de usar dois exemplos clássicos. O da explicação de Lamarck para o tamanho do pescoço das girafas e seu contraponto darwinista. E o da seleção natural em mariposas dos bosques da Inglaterra durante a revolução industrial.

12 - Assinale a alternativa que está de acordo com as normas da escrita.
a) Lamarck e Darwin tem teorias divergentes sobre a evolução.

b) O exemplo do pescoço da girafa seria claro e didático, se não houvessem questionamentos.

c) Girafas nascidas com pescoço mais longo teria maior chance de sobreviver.

d) Causou muita polêmica nos meios científicos internacionais os questionamentos sobre as teorias evolucionistas.

*e) Para Lamarck, as modificações no organismo resultantes do uso seriam transmitidas à descendência.

13 - Assinale a alternativa que está de acordo com as normas da escrita.
*a) O paciente hesitou em tomar o medicamento, em cuja bula havia numerosas contra-indicações.

b) Todos ouviram pacientemente o relato do publicitário, onde acharam que ele tinha razão.

c) Os pontos de vista que todos concordaram foram apresentados com clareza.

d) Ao final do encontro, ficou decidido de que haveria nova reunião dois meses depois para avaliar as medidas que seriam implementadas.

e) O dono do restaurante procurou selecionar os pratos que a maioria gosta para compor seu cardápio.

14 - Entre os slogans abaixo, usados em campanhas publicitárias, assinale o que foi redigido conforme as normas do português escrito.
a) Vem pra X você também.

b) Seminovos X, o seminovo que você conhece a origem.

c) X, a escova que o seu dentista confia.

d) Faz um X. Custa menos do que você imagina.

*e) Eu adoro este papel: o de cliente mimada.

As questões 15 a 20 referem-se ao texto a seguir.
Até a metade do século 20, poucas famílias brasileiras deixavam de ter cinco ou seis filhos. Havia uma lógica razoável por trás de taxas de natalidade tão altas:

1) A maioria da população vivia no campo, numa época de agricultura primitiva em que as crianças pegavam no cabo da enxada já aos sete anos. Quanto mais braços disponíveis houvesse na família, maior a probabilidade de sobrevivência;

2) Convivíamos com taxas de mortalidade infantil inaceitáveis para os padrões atuais. Ter perdido dois ou três filhos era rotina na vida das mulheres com mais de 30 anos;

3) Além da cirurgia e dos preservativos de barreira, não existiam recursos médicos para evitar a concepção.

Na década de 1960, quando as pílulas anticoncepcionais surgiram no mercado e a migração do campo para a cidade tomou vulto, uma esdrúxula associação de forças se opôs terminantemente ao planejamento familiar no país: os militares, os comunistas e a igreja católica.

Os militares no poder eram contrários, por julgarem defender a soberania nacional: num país de dimensões continentais, quanto mais crianças nascessem, mais rapidamente seriam ocupados os espaços disponíveis no Centro-Oeste e na floresta amazônica. Os comunistas e a esquerda simpatizante, por defenderem que o aumento populacional acelerado aprofundaria as contradições do capitalismo e encurtaria caminho para a instalação da ditadura do proletariado. A igreja, por considerar antinatural – portanto, contra a vontade de Deus – o emprego de métodos contraceptivos.

O resultado dessas ideologias insensatas não poderia ter sido mais desastroso: em 1970, éramos 90 milhões; hoje, temos o dobro da população, parte expressiva da qual aglomerada em favelas e na periferia das cidades. Suécia, Noruega e Canadá conseguiriam oferecer os mesmos níveis de atendimento médico, de educação e de salários para os aposentados, caso tivessem duplicado seus habitantes nos últimos 30 anos?

(VARELLA, Dráuzio. Folha de S. Paulo, 15 mai. 2004.)



15 - Segundo o texto, é correto afirmar:
*a) Há pouco mais de 50 anos, a maioria das famílias brasileiras tinha pelo menos cinco ou seis filhos.

b) Atualmente, as taxas de mortalidade infantil no Brasil são inaceitáveis.

c) A migração da população rural para os grandes centros urbanos levou o governo a propor uma política de controle da natalidade.

d) A expansão populacional no Brasil nos últimos trinta anos é resultado de um planejamento familiar inspirado no modelo canadense.

e) A lógica subjacente às taxas de natalidade da primeira metade do século 20 continua válida.
16 - A posição do autor frente à adoção no Brasil de um planejamento familiar é de:
a) reconhecimento da inviabilidade de tal proposta.

b) constatação de que a situação atual dispensa medidas de planejamento.

c) aceitação dos argumentos apresentados pelos militares há 30 anos.

*d) reconhecimento da necessidade do planejamento familiar, para melhorar as condições de saúde e educação no país.

e) constatação de que já não é possível fazer esse planejamento, devido à concentração da população pobre na periferia dos centros urbanos.
17 - O autor usa a expressão “ideologias insensatas” para se referir às posições:
a) da igreja, dos militares e dos habitantes das áreas rurais.

b) dos governantes, que não conseguiram resistir às pressões.

c) da Suécia, Noruega e Canadá.

d) das mães que perderam mais de um filho.

*e) da igreja, dos comunistas e dos militares.
18 - “...uma esdrúxula associação de forças se opôs terminantemente ao planejamento familiar no país.” A expressão assinalada acima poderia ser substituída, sem prejuízo do sentido original, por:
a) poderosa

*b) excêntrica

c) conservadora

d) incontrolável

e) suposta
19 - Assinale a alternativa que NÃO apresenta problemas de grafia.

a) O planejamento familiar no Brasil poderia ter sido implantado a pelo menos 30 anos.

b) Se o planejamento familiar for implantado agora, os resultados aparecerão daqui há 30 anos.

*c) Ainda hoje, há vários grupos que resistem à implantação de uma política de planejamento familiar.

d) O crescimento populacional, problema que persiste a muito tempo, agrava a pobreza nos centros urbanos.

e) Há posição da Igreja frente ao planejamento familiar permanece a mesma.


20 - “Mesmo sem uma política de planejamento familiar, a taxa de natalidade no Brasil tem caído nos últimos anos, mas ainda há índices preocupantes entre a população mais pobre.” Assinale a alternativa que mantém as mesmas relações de sentido da frase acima.
a) Sem uma política de planejamento familiar, a taxa de natalidade no Brasil tem caído nos últimos anos e ainda há índices preocupantes entre a população mais pobre.

b) Não há no Brasil uma política de planejamento familiar porque a taxa de natalidade tem caído nos últimos anos, entretanto ainda há índices preocupantes entre a população mais pobre.

c) No Brasil, ainda há índices preocupantes de natalidade entre a população mais pobre, pois não há uma política de planejamento familiar e a taxa de natalidade tem caído nos últimos anos.

*d) A taxa de natalidade no Brasil tem caído nos últimos anos, embora não haja uma política de planejamento familiar, porém ainda há índices preocupantes entre a população mais pobre.

e) A taxa de natalidade no Brasil tem caído nos últimos anos, mas o país não tem uma política de planejamento familiar, pois ainda há índices preocupantes entre a população mais pobre.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

21 - Os exames médicos previstos em Norma Regulamentadora devem ser realizados por parte de todos os empregadores e instituições que admitem trabalhadores como empregados. Sendo assim, considere as seguintes afirmativas:
I. Com exceção do exame admissional, os demais devem ser custeados pelo empregador.

II. Os exames periódicos são realizados a cada 2 anos, independentemente da idade do trabalhador.

III. O exame de mudança de função deverá ser, obrigatoriamente, realizado antes da data da mudança.

IV. As empresas desobrigadas de indicarem Médico Coordenador ficam dispensadas de elaborar o Relatório Anual do PCMSO.
Assinale a alternativa correta.
a) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.

b) Somente as afirmativas I e II são verdadeiras.

c) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras.

d) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras.

*e) Somente as afirmativas III e IV são verdadeiras.
22 - Os agentes tóxicos absorvidos pelo organismo humano, ao chegarem aos seus sítios de ação produzem efeitos:
a) imediatamente após sua inalação.

b) após a primeira semana de sua inalação.

*c) após sua biotransformação em agentes tóxicos propriamente ditos.

d) após deposição em áreas de armazenamento.

e) após dois anos de exposição, em média.
23 - Quais dos grupos de substâncias abaixo contêm substâncias carcinogênicas para o homem?
a) Tolueno, xileno e benzeno.

*b) Asbesto, alcatrão de ulha e cromo.

c) Cloro, manganês e mercúrio.

d) Monóxido de carbono, argônio e acetileno.

e) Tricloroetano, triclorobenzeno e tricloreto de fósforo.
24 - CCB, 43 anos, trabalha em indústria metalúrgica no setor de galvanoplastia há 2 meses. O trabalhador vem evoluindo com ulceração no dorso na mão direita, a qual iniciou-se em região escoriada após contato com solução usada no trabalho. O agente possivelmente implicado no desencadeamento desse quadro é:
a) cobalto.

b) chumbo.

c) hidroquinona.

*d) cromo.

e) metiletilcetona.
25 - Avaliações ambientais realizadas por higienistas em várias empresas locais apontaram que o corte e polimento das pedras constituem as operações de maior risco de inalação das poeiras contendo sílica. Que medidas de última escolha servem para minimizar a exposição do trabalhador durante o corte e polimento de pedras?
a) Enclausuramento do processo.

b) Umidificação do processo.

c) Instalação de ventilação exaustora.

*d) Oferecimento de Equipamentos de Proteção Individual.

e) Isolamento das atividades que geram poeiras e redução do número de trabalhadores expostos.
26 - O médico do trabalho, assessor de uma empresa, é acionado para opinar sobre a compra de novos mobiliários e equipamentos e reforma do setor de contabilidade da empresa. Qual das recomendações abaixo é indicada para a situação?
a) Comprar cadeiras com assentos fixos.

b) Comprar mesas de trabalho com quinas vivas.

*c) Consultar os trabalhadores no processo de discussão da melhoria do design dos postos de trabalho.

d) Recomendar que os postos com telas e teclados sejam determinados fixamente, impedindo regulação dos mesmos por parte dos trabalhadores que desconhecem as normas técnicas.

e) Recomendar que a iluminação do local de trabalho seja de 200 lux.
27 - A dosagem de ácido transmucônico é utilizada para a verificação da exposição do indivíduo ao:
*a) benzeno.

b) tolueno.

c) xileno.

d) estireno.

e) percloroetileno.
28 - A via de penetração mais importante como causa de lesão aos órgãos do trabalhador para gases e vapores tóxicos é:
a) cutânea.

*b) respiratória.

c) digestiva.

d) osteomuscular.

e) conjuntival.
29 - Todo gás ou vapor tóxico exerce no trato respiratório superior uma ação:
*a) inflamatória.

b) degenerativa.

c) irritativa.

d) obstrutiva.

e) cancerígena.
30 - O gás cianídrico (HCN) inibe enzimas da cadeia respiratória. A ação mais importante desse gás é a inibição da:
a) anidrase carbônica.

b) desidrogenase láctica.

*c) citocromo oxidase.

d) acetil colinesterase.

e) N-acetil transferase.
31 - As doenças causadas por radiações não-ionizantes provocam patologias por:
a) mutação genética.

b) alteração no eletrocardiograma.

c) inalação.

*d) calor.

e) radiância.
32 - Qual das doenças abaixo é provocada por radiações não-ionizantes?
a) Leucemia.

b) Esterilidade.

c) Eritema de pele e órgãos internos.

d) Stress.

*e) Catarata.
33 - Que patologia dermatológica é característica dos derivados do petróleo?
a) Dermatite irritativa

*b) Dermatite de contato

c) Elaioconiose

d) Dermatite por sensibilização

e) Angiossarcoma
34 - Um dos elementos mais alergizantes é:
a) a prata.

b) o ferro.

c) o cobre.

*d) o cromo.

e) o ouro.
35 - A mancha gengival que indica sinal de Burton é a característica mais importante de:
*a) intoxicação por chumbo.

b) intoxicação por mercúrio.

c) intoxicação por arsênico.

d) intoxicação por argônio.

e) intoxicação por manganês.
36 - Qual destas atividades produz silicose em menos tempo?
a) Perfuração de rochas em pedreiras

*b) Jateamento de areia

c) Lixamento de peças de cerâmica

d) Rebarbação em fundição

e) Metalurgia do aço.
37 - Os casos de sensibilização por cimento em geral são imputados a:
*a) sais de cromo.

b) sais de níquel.

c) alcalinidade do cimento.

d) sais de cádmio.

e) sais de chumbo.
38 - O diagnóstico presuntivo das pneumoconioses habitualmente é feito por meio de:
a) broncoscopia.

b) gasometria.

c) prova de função respiratória.

*d) raio X de tórax e anamnese ocupacional.

e) biópsia pulmonar.
39 - Qual a complicação habitualmente encontrada em silicose?
a) Fibrose pulmonar.

b) Pneumotórax espontâneo.

*c) Tuberculose.

d) Câncer.

e) Infecção secundária inespecífica.
40 - O ponto de ação dos gases e vapores irritantes é determinado, principalmente, pela sua:
a) densidade.

b) concentração.

c) volatilidade.

d) instabilidade.

*e) solubilidade.
41 - Quando alguns metais são aquecidos a altas temperaturas, em presença de oxigênio, formam-se óxidos metálicos que, inalados, podem ocasionar uma doença ocupacional aguda, conhecida por:
a) pulmão de fazendeiro.

*b) febre dos fumos metálicos.

c) bagaçose.

d) doença de Minamata.

e) silicose.
42 - Qual é o metal usado sob forma de ligas responsável por um número crescente de dermatites de contato, tanto ocupacionais como principalmente, não-ocupacionais?
a) Ouro

b) Platina

c) Cromo

*d) Níquel

e) Aço
43 - A ação dos organofosforados no organismo causa acúmulo de:
*a) acetilcolina.

b) ácido pirúvico.

c) ácido lático.

d) coproporfirina III.

e) acetilcolinesterase.
44 - Salivação e sudorese internas, miose e braquicardia são sinais encontrados em intoxicações por:
*a) inseticidas organofosforados.

b) inseticidas organoclorados.

c) piretróides.

d) inseticidas mercuriais.

e) solventes orgânicos dos inseticidas.
45 - Na avaliação da insalubridade, os aspectos qualitativos ou de observação do ambiente de trabalho se referem a:
a) riscos químicos.

b) ruídos.

c) calor radiante.

*d) riscos biológicos.

e) radiação ionizante.
46 - Em uma empresa de telemarketing, quanto aos riscos de acidentes de trabalho, é correto afirmar:
*a) Sempre que houver nexo causal para Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho deve-se emitir Comunicação de Acidente do Trabalho.

b) Não há registros de acidentes de trabalho para esse ramo de atividades.

c) Os acidentes de trajeto não devem ser considerados.

d) A Comunicação de Acidente do Trabalho deverá ser emitida somente para os acidentes com afastamento.

e) Esse é um ramo de atividade sem riscos e, portanto, não há necessidade de se emitir Comunicação de Acidente do Trabalho.
47 - Um trabalhador com doença hipertensiva severa não deve ser exposto a:
a) radiações não-ionizantes.

*b) calor excessivo.

c) chumbo.

d) vibrações localizadas de alta freqüência.

e) frio e umidade.
48 - Avalie as seguintes afirmativas sobre as relações da Medicina do Trabalho e a Saúde Pública.
I. A Medicina do Trabalho é uma especialidade dentro da medicina, e a Saúde Ocupacional, uma parte da Saúde Pública.

II. A Medicina do Trabalho limita seu campo de atuação às atividades de diagnóstico, tratamento e reabilitação de trabalhadores com lesões traumáticas ou doenças decorrentes das condições de trabalho.

III. A Saúde Ocupacional tem como objeto de suas atividades uma comunidade de trabalhadores e a população em geral.

IV. O Serviço de Segurança, Higiene e Medicina do Trabalho de uma empresa que procura reduzir os coeficientes de morbidade por doenças profissionais está fazendo Saúde Ocupacional.
Estão corretas as afirmativas:
a) I, III e IV somente.

b) II e IV somente.

*c) I, II e IV somente.

d) I e III somente.

e) I, II, III e IV.
49 - Qual é o risco físico mais importante para o sistema imunológico e a medula óssea?
a) A radiação ultravioleta

*b) A radiação ionizante

c) A temperatura elevada

d) A umidade

e) A radiação solar
50 - Segundo a legislação em vigor, são consideradas doenças do trabalho:
*a) doenças adquiridas ou desencadeadas em função de condições especiais em que o trabalho é realizado e com ele se relacionem diretamente, desde que constantes de uma relação definida pelo Ministério da Previdência.

b) doenças endêmicas adquiridas pelos segurados habitantes em região em que elas se desenvolvam, sem comprovação de nexo causal com o trabalho.

c) doenças que não produzam incapacidade laborativa.

d) aquelas consideradas degenerativas.



e) aquelas referentes ou consideradas inerentes a um determinado grupo etário.







©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal