Roteiro prático / sistema nervoso



Baixar 77.13 Kb.
Encontro17.11.2017
Tamanho77.13 Kb.



ANATOMIA HUMANA

ROTEIRO PRÁTICO DO SISTEMA NERVOSO

PROFº ROBERTO GUMARÃES MAIA

PROFª CATARINA M. A FIGUEIREDOG. MAIA

PROFº RODRIGO MÁRCIO PESSOA MARQUES





JOÃO PESSOA - PB

ANATOMIA HUMANA

ROTEIRO PRÁTICO DO SISTEMA NERVOSO

PROFº ROBERTO GUMARÃES MAIA

PROFª CATARINA M. A FIGUEIREDOG. MAIA

PROFº RODRIGO MÁRCIO PESSOA MARQUES

Medula Espinal

LIMITES:
LIMITE SUPERIOR: PLANO HORIZONTAL EM NÍVEL DO FORAME magno do osso OCCITAL
LIMITE INFERIOR: 2ª VÉRTEBRA LOMBAR ( lii )




C




T




L L II


CONFIGURAÇÃO EXTERNA:
CONE MEDULAR;

FILAMENTO TERMINAL;

CAUDA EQÜINA.
FACES: ANTERIOR; POSTERIOR; LATERAIS













FACE ANTERIOR:
FISSURA MEDIANA ANTERIOR DA MEDULA ESPINAL ; SULCOS ântero-LATERAis DIREITO E ESQUERDO ; (raízes ventrais dos nervos espinais - motora ).




FACE POSTERIOR:
SULCO MEDIANO POSTERIOR DA MEDULA ESPINAL; SULCO INTERMÉDIO; SULCOS póstero-laterais DIREITO E ESQUERDO RAÍZES DORSAIS DOS NERVOS ESPINAIS - sensitiva )











ENVOLTÓRIOS DA MEDULA ESPINAL:
DURA-MÁTER ; ARACNÓIDE ; PIA-MÁTER
ESPAÇOS ENTRE AS MENINGES;


EPIDURAL; SUBDURAL; E SUB- ARACNÓIDEO ( LÍQUOR )




TRONCO ENCEFÁLICO
BULBO; PONTE; MESENCÉFALO




M


P



B

Bulbo

Limites

limite INFERIOR: plano transversal que passa a altura do forame occiptal.

limite SUPERIOR: sulco bulbo-pontino ( FACE ANTERIOR )

Na face posterior do bulbo seu limite como a ponte é de difícil determinação.



Configuração Externa

4 faces: anterior, posterior e 2 laterais.



Face Anterior:

fissura mediana anterior do bulbo;

forame cego DA MEDULA OBLONGA;

pirâmide;

decussação das pirâmides;

sulcoS ântero-lateraIS DIREITO;

sulcoS ântero-lateraIS ESQUERDO

do bulbo.




Faces Laterais;

sulco ântero – lateraL;

SULCO PÓSTERO-LATERAL;

oliva


Face Posterior:

porção aberta (SUPERIOR) E porção fechada (INFERIOR).


A porção aberta do bulbo: contribui para a formação do assoalho do IV ventrículo.




porção fechada do bulbo:
sulco mediano POSTERIOR DO BULBO;

Sulcos intermédios POSTERIORES;

fascículos grácil ( medial ),

cuneiforme ( lateral );

tubérculo grácil

TUBÉRCULO cuneiforme



Ponte:

Limites:
LIMITE inferior: sulco bulbo - pontino
limite superior : sulco ponto – mesencEfálico.


5.3.2. – Configuração Externa:

A ponte apresenta para estudo anatômico 6 faces, sendo duas delas, a superior e a inferior, virtuais.


Face Anterior
sulco basilar ; torus pontino


5.3.2.2. – Faces Laterais

pedúnculos cerebelares médios.




5.3.2.3. – Face Posterior:
A face posterior da ponte contribui para a formação do assoalho do IV ventrículo.

.




IV Ventrículo:
situado entre o bulbo e a ponte anteriormente, e o cerebelo posteriormente.
* Assoalho do IV ventrículo
constituíÇÃO: faces posteriores do bulbo (porção aberta) e da ponte.

* Teto do IV Ventrículo



Mesencéfalo
Limites e Divisão;
o limite inferior do mesencéfalo = limite superior da ponte
porção anterior:

pedúnculos cerebrais ;




Porção Posterior:

colículos superiores

colículos inferiores,

braço colículo superior

braço do colículo inferior




DIEncéfalo:
PORÇÕES: TALÁMO; HIPOTÁLAMO; EPITÁLAMO (PAREDE POSTERIOR DO III VENTRÍCULO) E SUBTÁLAMO.
III VENTRÍCULO


TALÁMO
CORPOS GENICULADOS MEDIAL;

CORPOS GENICULADOS LATERAL;

PULVINAR DO TALÁMO.




EPITÁLAMO
GLÂNDULA Pineal;

TRIGONO HABENULAR;

COMISSURA HABÊNULAR .




HIPOTÁLAMO
N. OPTICO;

QUIASMA ÓPTICO;

CORPOS MAMILARES

TRATO OPTICO




TELENCÉFALO

HEMISFÉRIOS CEREBRAIS DIREITO e ESQUERDO

FISSURA LONGITUDINAL DO CEREBRO

FACES:

SUPERO-LATERAL; MEDIAL; E INFERIOR ( BASE )




FACE SUPERO-LATERAL
LOBOS:
FRONTAL;

TEMPORAL;

PARIETAL;

OCCIPITAL;

ÍNSULA .
SULCOS:


CENTRAL ;

LATERAL .


LOBO FRONTAL



GIROS:
PRÉ-CENTRAL

FRONTAL SUPERIOR

FRONTAL MÉDIO

FRONTAL INFERIOR

SULCOS:

PRÉ-CENTRAL

FRONTAL SUPERIOR

FRONTAL INFERIOR



LOBO TEMPORAL:
GIROS:
TEMPORAL SUPERIOR

TEMPORAL MÉDIO

TEMPORAL INFERIOR
SULCOS:
TEMPORAL SUPERIOR

TEMPORAL INFERIOR



LOBO PARIETAL
GIROS:
PÓS-CENTRAL

LOBULO PARIETAL SUPERIOR

LOBULO PARIETAL INFERIOR:

* SUPRA-MARGINAL

* ANGULAR
SULCOS:

PÓS-CENTRAL





LOBO OCCIPTAL


SULCOS:
PARIETO-OCCIPTAL

CALCARINO



LOBOS FRONTAL/PARIETAL


COMISSURA DO FÓRNIX

SEPTO PELÚCIDO

CORPO CALOSO:



* ROSTRO

* JOELHO

* TRONCO



* ESPLÊNIO

GIROS:
GIROS DO CÍNGULO
SULCOS:
SULCO DO CÍNGULO

SULCO DO CORPO CALOSO



FACE INFERIOR

GIROS:
PARAHIPOCAMPAL

ÚNCUS


GIROS RETO

BULBO OLFATÓRIO

TRATO OLFATÓRIO

SULCOS: OLFATÓRIO



CEREBELO

FACE SUPERIOR VISTA ANTERIOR FACE INFERIOR


* VERME DO CEREBELO






OBS:

TODOS OS TERMOS ESTÃO ATUALIZADOS SEGUNDO A TERMINOLOGIA ANATÔMICA (2001).
: 2015
2015 -> Componente Curricular: Enfermagem Médica Profª Mônica I. Wingert Módulo II turma 201E
2015 -> Visando melhorar o desempenho e cobertura do Programa Coletivade Odontologia Preventiva do Escolar e ao mesmo tempo incentivar a participação de todos os municípios e facilitar a Operacionalização, Controle e Avaliação do mesmo
2015 -> Relatório Anual de Atividades Modelo – Sorriso do Bem 2015 – Dentista do Bem
2015 -> Regeneração Ad Integrum da Cabeça do Côndilo em uma Paciente com Disfunções Temporomandibulares
2015 -> Revisão unidade – 6º ano leia os textos abaixo. Texto o sapateiro
2015 -> Linhas da cúspide da casa e do fim da casa 6 os graus da cúspide e do fim
2015 -> Casa semana Mapeamento celestial
2015 -> Linhas da cúspide da casa e do fim da casa 6 os graus da cúspide e do fim




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal