Roteiro Prático – Ossos



Baixar 9.89 Kb.
Encontro01.03.2018
Tamanho9.89 Kb.

Faculdade Maurício de Nassau – Grupo SER

Anatomia Humana


Roteiro Prático – Ossos:
ROTEIRO PARA AULA PRÁTICA DE SISTEMA ESQUELÉTICO
1.0 Examine a estrutura à sua frente. Observe como ela está constituida de partes articuladas entre si, artificialmente. Estas partes são os ossos e, no conjunto, a estrutura é denominada esqueleto. Identifique as partes que correspondem ao esqueleto axial e ao esqueleto apendicular. Repare que o esqueleto apendicular está apenso ao axial por ossos que constituem as cinturas. Localize as cinturas escapular e pélvica e identifique os ossos que delas fazem parte.
2.0 Você identificou muitos ossos do esqueleto axial e apendicular. Mas ainda não identificou os do crânio. Alguns ossos cranianos são frequentemente destruídos durante a preparação do material. Isto ocorre principalmente na órbita e cavidade nasal, mas, no momento, nenhum deles será objeto de estudo. Assim, com o auxílio do atlas, identifique os seguintes ossos: frontal, nasal, zigomátíco, maxilar, mandíbula, parietal, temporal, esfenóide e occipital.
3.0 Os ossos já foram identificados. Peça então a um colega do grupo para despir o tórax. Escolha um que seja suficientemente magro para servir de modelo, pois vamos estudar um pouco de Anatomia de Superfície. Observe quais relevos aparecem na superfície do corpo do seu colega ao nível do ombro, cotovelo, punho e mão. Tente identificar no esqueleto quais ossos e que partes deles fazem estes relevos. Observe o relevo da clavícula, do esterno e das costelas. Examine estes ossos no esqueleto. Passe agora à coluna vertebral: note como as vértebras, no esqueleto, têm volume diferente embora sua forma seja, basicamente, semelhante. Elas podem ser separadas em três grupos: 7 cervicais (no pescoço), 12 torácicas (no tórax) e 5 lombares (correspondem ao abdome). Em outros animais, entretanto, o número de vértebras varia. No cavalo, há 18 torácicas e no boi 13. Em quase todos os mamíferos, todavia, incluindo a girafa, o número de vértebras cervicais é de 7. Observe como as vértebras de cada grupo têm características próprias e diferenciam-se das dos outros grupos. Que parte das vértebras pode ser palpada na coluna vertebral do seu colega? Confira sua resposta no atlas. Peça a ele para fletir o tórax, como se fosse apanhar um objeto no chão, sem dobrar as pernas, e repare como os relevos da coluna vertebral tornam-se muito mais nítidos. Guarde este conceito : relevos produzidos por ossos na superfície do corpo podem ser mais salientes na dependência do movimento realizado.

Agora, em você mesmo, palpe os ossos da pelve, principalmente a chamada crista iliaca que pode ser identificada no atlas. Observe também os relevos produzidos ao nível do joelho, tornozelo e pé. Procure identificar no esqueleto quais ossos e que partes deles produzem estes relevos.


4.0 Tome agora um osso isolado, como o fê­mur, e observe como sua superfície é irregular, apresentando depressões, sulcos, forames (orifícios), saliências, etc. Para que servem estes acidentes ósseos?
5.0 Classifique morfologicamente os seguintes ossos : úmero, rádio, ossos do carpo, falanges, clavícula, escápula, temporal, frontal, mandíbula, costela, vértebra, osso do quadril, fêmur, fíbula, calcâneo, ossos do metatarso.
6.0 Em um osso longo identifique as epífises e a diáfise.
7.0 Observe um osso cortado frontalmente (Ver atlas) e identifique a substância óssea compacta e esponjosa, bem como o canal medular. Estas estruturas também podem ser visualizadas em ossos cortados transversalmente.

Localizar nas peças anatômicas, com o auxílio do atlas, os seguintes acidentes ósseos:



  1. Cabeça

    1. Osso occipital

    2. Osso temporal

    3. Osso frontal

    4. Osso parietal

    5. Ossos da face

    6. Maxila

    7. Mandíbula

  2. Tronco

    1. Vértebras:

      1. Corpo da vértebra

      2. Processo espinhoso

      3. Processo Transverso

      4. Forame vertebral

    2. Costelas:

    3. Esterno:

  3. Cintura Escapular

    1. Escápula:

    2. Clavícula:

  4. Membro superior:

    1. Ossos sesamóides

    2. Úmero:

    3. Rádio

    4. Ulna

    5. Punho e Mão

      1. Ossos do carpo

      2. I, II, III, IV e V metacarpos

      3. I, II e III falanges

  5. Cintura pélvica:

    1. Osso ílio

    2. Osso ísquio

    3. Osso púbis

      1. Sínfise púbica

  6. Membro inferior:

    1. Fêmur

    2. Patela

    3. Tíbia

    4. Fíbula

    5. Tornozelo e pé

      1. Ossos do tarso

      2. I, II, III, IV e V metatarsos

      3. I, II e III falanges





©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal