Roteiro das aulas práticas de anatomia humana



Baixar 182.06 Kb.
Encontro21.10.2017
Tamanho182.06 Kb.




CENTRO UNIVERSITÁRIO UNA

FACULDADE DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE

CURSO DE BIOMEDICINA

ANATOMIA HUMANA

APOSTILA PRÁTICA

Professor: Bruno Maia

Igor Campos

NORMAS ESPECÍFICAS DO LABORATÓRIO DE ANATOMIA HUMANA

O LABORATÓRIO DESTINA-SE EXCLUSIVAMENTE AO ESTUDO DA ANATOMIA HUMANA, SENDO PROIBIDA A PERMANÊNCIA DE OUTROS QUE NÃO ESTEJAM CURSANDO A DISCIPLINA


COM A FINALIDADE DE PADRONIZAR A INDUMENTÁRIA UTILIZADA PELOS ALUNOS DOS CURSOS DE CIÊNCIAS E SAÚDE, DURANTE AS AULAS PRÁTICAS OS ALUNOS DEVERÃO UTILIZAR:
_ JALECO BRANCO

_ GORRO BRANCO (A CRITÉRIO)

_ MÁSCARA BRANCA (A CRITÉRIO)

_ LUVAS DESCARTÁVEIS
OBS: O ALUNO NÃO PARAMENTADO PARA AS AULAS DE LABORATÓRIO NÃO PODERÁ ASSISTIR AS AULAS E ESTARÁ SUJEITO:
A FALTAS E PERDA DE PONTOS QUE POR VENTURA SEJAM DESTRIBUÍDOS DURANTE A MESMA.
É DECIDIDAMENTE PROIBIDO FUMAR NAS DEPENDÊNCIAS DOS LABORATÓRIOS
EXIGE-SE O PROFUNDO RESPEITO PARA COM AS PEÇAS ANATÔMICAS
ROGA-SE O MÁXIMO DE SILÊNCIO VIZANDO MAIOR APROVEITAMENTO NOS TRABALHOS PRÁTICOS E CONSIDERANDO-SE A PRESENÇA DO CADÁVER
AS PEÇAS ANATÔMICAS NÃO DEVERÃO SAIR DAS DEPENDÊNCIAS DO LABORATÓRIO
SOLICITAMOS TODO O CUIDADO POSSÍVEL PARA COM AS PEÇAS ANATÔMICAS
TODO E QUALQUER DANO ÀS PEÇAS ANATÔMICAS E AO MATERIAL DO LABORATÓRIO DEVERÁ SER PRONTAMENTE COMUNICXADO AO PRECEPTOR PRESENTE DURANTE OS TRABALHOS PRÁTICOS
PEDE-SE A COLABORAÇÃO PARA MANTER O LABORATÓRIO SEMPRE LIMPO E ORGANIZADO

APRESENTAÇÃO

É difícil definir com precisão a Anatomia, pois suas relações com outras ciências são inúmeras e seu raio de ação muito extenso. Por isso, a Anatomia é uma ciência de vastas proporções e de extraordinária diversificação.

É ciência e arte ao mesmo tempo, pois sistematiza conhecimentos para um objetivo determinado, não formando uma consciência exclusiva e estritamente especializada. Não é uma arte de ficção ornamental nem a manifestação fantástica e ilusória do virtuosismo espiritual, mas uma arte estritamente científica capaz de colocar o estudante dentro de uma concepção lógica.

A Anatomia Humana é de mais alta importância e de interesse indiscutível. É uma ciência curiosa, vivaz, e por vezes espetacular, que apaixona e seduz aqueles que por ela começam a se interessar.



ROTEIRO DE AULAS PRÁTICAS
O ROTEIRO DE AULAS PRÁTICAS É ESPECÍFICO A CADA CURSO DE GRADUAÇÃO. EM CADA UM DELES PROCUROU-SE DESTACAR O QUE SE CONSIDERA DE MAIOR IMPORTÂNCIA DENTRO DO CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DA DISCIPLINA, SUPRIMINDO-SE, VOLUNTARIAMENTE, TODO E QUALQUER TIPO DE CONCEITUAÇÃO E/OU DEFINIÇÃO, AFIM DE QUE NÃO SE AFASTASSE DO OBJETIVO FUNDAMENTAL: OFERECER AO ALUNO, DE FORMA SIMPLES E ESQUEMÁTICA, AS PRINCIPAIS FUNÇÕES E A NOMENCLATURA DAS ESTRUTURAS, BEM COMO AS LOCALIZAÇÕES DOS ÓRGÃOS A SEREM RECONHECIDAS NAS PEÇAS ANATÔMICAS.

GENERALIDADES SOBRE OSTEOLOGIA



1- ESQUELETO

DIVISÃO:



    1. ESQUELETO AXIAL




    1. ESQUELETO APENDICULAR




    1. CINTURAS _ ESCAPULAR


_ PÉLVICA

2- CLASSIFICAÇÃO DO OSSOS

LONGOS


LAMINARES
CURTOS
IRREGULARES
PNEUMÁTICOS
SESAMÓIDES
4- SUBSTÂNCIA ÓSSEA
COMPACTA
ESPONJOSA

ESQUELETO AXIAL


  1. CRÂNIO


VISCEROCRÂNIO

2 ZIGOMÁTICOS

2 MAXILAS

2 NASAIS

2 LACRIMAIS

1 MANDÍBULA

2 PALATINOS

1 VÔMER

CONCHAS NASAIS INFERIORES




NEUROCRÂNIO

1 FRONTAL

2 TEMPORAIS

1 OCCIPITAL

2 PARIETAIS

1 ESFENÓIDE

1 ETMÓIDE





ACIDENTES ANATÔMICOS
1.1- VISTA SUPERIOR DO CRÂNIO

SUTURA SAGITAL

SUTURA CORONAL

SUTURA LAMBDÓIDE


1.2- VISTA POSTERIOR DO CRÂNIO

PROTUBERÂNCIA OCCIPITAL EXTERNA


1.3- VISTA ANTERIOR DO CRÂNIO

ABERTURA PIRIFORME

CAVIDADE NASAL

CONHAS NASAIS SUPERIOR, MÉDIA E INFERIOR

SEPTO NASAL ÓSSEO: LÂMINA PERPENDICULAR DO ETMÓIDE E VÔMER)

ALVÉOLOS DENTAIS

ÓRBITAS
1.4- VISTA LATERAL DO CRÂNIO

ARCO ZIGOMÁTICO

MEATO ACÚSTICO EXTERNO

PROCESSO MASTÓIDEO DO TEMPORAL


1.5- VISTA INFERIOR DO CRÂNIO

FORAME MAGNO

CÔNDILOS OCCIPITAIS

FORAME JUGULAR

CANAL CARÓTICO

FOSSA MANDIBULAR

PROCESSO ESTILÓIDE

COANAS



1.6- VISTA INTERNA DO CRÂNIO
PORÇÃO SUPERIOR = CALOTA CRANIANA
PORÇÃO INFERIOR = BASE DO CRÂNIO

FOSSA ANTERIOR

FOSSA MÉDIA

FOSSA POSTERIOR

LÂMINAS CRIVOSAS (CRIBIFORMES) DO ETMÓIDE

CRISTA ETIMOIDAL

FOSSA HIPOFISÁRIA

MEATO ACÚSTICO INTERNO

FOSSA CEREBELAR
1.7- MANDÍBULA

CORPO  RAMOS  PROCESSO CONDILAR  PROCESSO CORONÓIDE  INCISURA MANDIBULAR  FORAMES MENTUAIS  FORAMES MANDIBULARES


2- COLUNA VERTEBRAL (33 VÉRTEBRAS)
DIVISÃO

CERVICAL (CI ATÉ CII)

TORÁCICA (TI ATÉ TXII)

LOMBAR (LI ATÉ LV)

SACRAL (SI ATÉ SV) (FUNDIDAS)

COCCÍGEA (COI ATÉ CO IV)


VÉRTEBRAS TÍPICAS (CIII A CVII, TI A TXII E LI A L5)
CORPO VERTEBRAL

FORAME VERTEBRAL

PROCESSO ESPINHOSO

PROCESSO TRANSVERSO

PROCESSO ARTICULAR SUPERIOR

PROCESSO ARTICULAR INFERIOR


VÉRTEBRAS ATÍPICAS (CI, CII, SACRO E CÓCCIX)
ATLAS (CI) : ARCO ANTERIOR, ARCO POSTERIOR, FÓVEA DENTIS, MASSAS LATERAIS
ÁXIS (CII): DENTE DO ÁXIS
SACRO (SI A SV)

VÉRTEBRAS FUNDIDAS

LINHAS TRANSVERSAIS

FORAMES SACRAIS ANTERIORES E POSTERIORES

CRISTA SACRAL MEDIANA
CÓCCIX

3 A 4 VÉRTEBRAS VESTIGIAIS FUNDIDAS




CARACTERIZAÇÃO DISTINTIVA DAS VÉRTEBRAS DE CADA REGIÃO
VÉRTEBRAS CERVICAIS (CIII – CVII)

PRESENÇA DE FORAMES TRANSVERSOS

PROCESSO ESPINHOSO BIFURCADO
VÉRTEBRAS TORÁCICAS (TI – TXII)

 FACETAS ARTICULARES NO PROCESSO TRANSVERSO E NO CORPO VERTEBRAL, EXCETO A 11ª E A 12ª QUE NÃO POSSUEM FACETAS ARTICULARES NOS PROCESSOS TRANSVERSOS

PROCESSO ESPINHOSO AFILADO E INFERIORMENTE PROJETADO
VÉRTEBRAS LOMBARES (LI – LV)

CORPOS LARGOS E PESADOS

PROCESSOS ESPINHOSOS CURTOS E ÁSPEROS

PROCESSOS ARTICULARES INFERIORES ORIENTADOS MAIS LATERALMENTE

PROCESSOS ARTICULARES SUPERIORES ORIENTADOS MAIS MEDIALMENTE
3- COSTELAS

7 PARES DE COSTELAS VERDADEIRAS

3 PARES DE COSTELAS FALSAS

2 PARES DE COSTELAS FLUTUANTES


4- ESTERNO

†MANÚBRIO

†CORPO

†PROCESSO XIFÓIDE

GENERALIDADES SOBRE JUNTURAS



1- JUNTURA FIBROSA (CONSTITUÍDA POR TECIDO CONJUNTIVO FIBROSO)

SUTURAS (PRESENTES NO CRÂNIO)



_ PLANAS (INTERNASAL)

_ ESCAMOSA (TÊMPORO-PARIETAL)

_ SERREADA (INTERPARIETAL)

SINDESMOSE (FORA DO CRÂNIO)



_ SINDESMOSE TÍBIO-FIBULAR DISTAL
2- JUNTURAS CARTILAGINOSAS (CONSTITUÍDA POR TECIDO CARTILAGINOSO)

SINCONDROSES (CARTILAGEM HIALINA)



_ SINCONDROSE ESFENO-OCCIPITAL
SÍNFISES (CARTILAGEM FIBROSA)

_ SÍNFISE PÚBICA

_ DISCOS INTERVERTEBRAIS
3- JUNTURAS SINOVIAIS (LÍQUIDO SINOVIAL)

COMPONENTES CARACTERÍSTICOS DE UMA ARTICULAÇÃO SINOVIAL



_ CÁPSULA ARTICULAR

_ CAVIDADE ARTICULAR

_ LÍQUIDO SINOVIAL

ELEMENTOS ACESSÓRIOS



_ LIGAMENTOS EXTRACAPSULARES

_ LIGAMENTOS INTRACAPSULARES

_ DISCOS E MENISCO

CLASSIFICAÇÃO MORFOLÓGICA DAS JUNTURAS SINOVIAIS



_ PLANA (ARTICULAÇÃO SACRO-ILÍACA)

_ GÍNGLIMO / DOBRADIÇA ( ARTICULAÇÃO DO COTOVELO)

_ TROCÓIDE (ARTICULAÇÃO RÁDIO ULNAR PROXIMAL)

_ CONDILAR (ARTICULAÇÃO RÁDIO-CÁRPICA E A.T.M.)

_ EM SELA (ARTICULAÇÃO CARPO-METACÁRPICA DO POLEGAR)

_ ESFERÓIDE ( ARTICULAÇÃO DO OMBRO E QUADRIL)
JUNTURAS SINOVIAIS SIMPLES (2 OSSOS ENTRAM EM CONTATO)

_ ARTICULAÇÃO DO OMBRO

JUNTURAS SINOVIAIS COMPOSTAS (3 OU MAIS OSSOS EM CONTATO)



_ ARTICULAÇÃO DO COTOVELO

GENERALIDADES SOBRE MIOLOGIA


1- COMPONENTES ESQUELÉTICOS DOS MÚSCULOS ESTRIADOS ESQUELÉTICOS

VENTRE MUSCULAR



_ DEFINIÇÃO E FUNÇÃO:
TENDÕES OU APONEUROSES

_ DEFINIÇÃO E FUNÇÃO:
2- FÁSCIA MUSCULAR

_ DEFINIÇÃO E FUNÇÃO:
3- MECÂNICA MUSCULAR:

T = F. E DONDE T É O TRABALHO REALIZADO POR UM MÚSCULO, F A POTÊNCIA E E A AMPLITUDE DO MESMO.
4- ORIGEM

EXTREMIDADE DO MÚSCULO PRESA À PEÇA ÓSSEA QUE NÃO SE DESLOCA.


5- INSERÇÃO

EXTREMIDADE DO MÚSCULO PRESA À PEÇA ÓSSEA QUE SE DESLOCA.


6- CLASSIFICAÇÃO DOS MÚSCULOS

QUANTO À FORMA E DISPOSIÇÃO DE SUAS FIBRAS



_DISPOSIÇÃO PARALELA DAS FIBRAS:

● MÚSCULOS LONGOS

MÚSCULOS LARGOS



_ DISPOSIÇÃO OBLÍQUA DAS FIBRAS

PENIFORMES

UNIPENADOS

BIPENADOS◘◘

QUANTO À ORIGEM

_ DUAS CABEÇAS DE ORIGEM

● BÍCEPS

_ TRÊS CABEÇAS DE ORIGEM

TRÍCEPS



_ QUATRO CABEÇAS DE ORIGEM

● QUADRÍCEPS

QUANTO À INSERÇÃO



_ DOIS TENDÕES DE INSERÇÃO

BICAUDADOS



_ TRÊS OU MAIS TENDÕES DE INSERÇÃO

POLICAUDADOS

QUANTO AO VENTRE MUSCULAR

_ DOIS VENTRES MUSCULARES COM TENDÃO ENTRE ELES

DIGÁSTRICOS



_ MAIS DE DOIS VENTRES COM TENDÕES ENTRE ELES

POLIGÁSTRICOS



SISTEMA CIRCULATÓRIO

CORAÇÃO
VISTA EXTERNA
1- FACE ESTERNOCOSTAL (ANTERIOR / CONVEXA)

2- FACE ESQUERDA (PULMONAR)

3- FACE DIAFRAGMÁTICA (PLANA / INFERIOR)

4- BASE DO CORAÇÃO

5- ÁPICE DO CORAÇÃO

6- ÁTRIO DIREITO E AURÍCULA DIREITA

7- VEIA CAVA SUPERIOR

8- VEIA CAVA INFERIOR

9- ÁTRIO ESQUERDO E AURÍCULA ESQUERDA

10- 4 VEIAS PULMONARES (2 DIREITAS E 2 ESQUERDAS)

11- VENTRÍCULO DIREITO

12- ARTÉRIA TRONCO PULMONAR E ARTÉRIAS PULMONARES DIREITA E ESQUERDA

13- VENTRÍCULO ESQUERDO

14- ARTÉRIA AORTA

15- ARTÉRIA CORONÁRIA ESQUERDA

16- ARTÉRIA CORONÁRIA DIREITA

17- SEIO CORONÁRIO (VISUALIZADO NA FACE DIAFRAGMÁTICA)
VISTA INTERNA

1- ÁTRIO DIREITO

ÓSTIO ATRIOVENTRICULAR DIREITO


2- ÁTRIO ESQUERDO

 ÓSTIO ATRIOVENTRICULAR ESQUERDO
3- SEPTO INTERATRIAL

4- VENTRÍCULO DIREITO

 VALVA ATRIOVENTRICULAR DIREITA (TRICÚSPIDE)

CORDAS TENDÍNEAS

MÚSCULOS PAPILARES

VALVA PULMONAR


5- VENTRÍCULO ESQUERDO

VALVA ATRIOVENTRICULAR ESQUERDA (MITRAL)

MÚSCULOS PAPILARES

CORDAS TENDÍNEAS

VALVA SEMILUNAR AÓRTICA
6- CAMADAS DO CORAÇÃO

 ENDOCÁRDIO

MIOCÁRDIO


 EPICÁRDIO = LÂMINA VISCERAL DO PERICÁRDIO SEROSO


PERICÁRDIO

DIVISÃO: _PERICÁRDIO FIBROSO

_PERICÁRDIO SEROSO: LÂMINA PARIETAL

LÂMINA VISCERAL (EPICÁRCIO)

SISTEMA RESPIRATÓRIO


  1. NARIZ EXTERNO




  1. CAVIDADE NASAL

LIMITES:

NARINAS

VESTÍBULO NASAL

SEPTO NASAL (FORMAÇÃO:)

CONCHAS NASAIS

_ SUPERIORES

_ MÉDIAS

_ INFERIORES

MEATOS NASAIS



_ SUPERIORES

_ MÉDIOS

_ INFERIORES

COANAS




  1. SEIOS PARANASAIS

DEFINIÇÃO:

MEDIANOS

SEIO FRONTAL

SEIO ESFENOIDAL

LATERAIS

SEIO ETMOIDAL

SEIO MAXILAR


  1. FARINGE

DEFINIÇÃO:

NASOFARINGE ÓSTIO FARÍNGICO DA TUBA AUDITIVA



TÓRUS TUBAL

TONSILA FARÍNGEA
OROFARINGE ÚVULA

TONSILA PALATINA
LARINGOFARINGE
5- - LARINGE

CARTILAGENS



_TIREÓIDE..................... PROEMINÊNCIA LARÍNGEA

_EPIGLOTE

_CRICÓIDE
GLOTE PREGA VESTIBULAR

PREGA VOCAL

VENTRÍCULO DA LARINGE


  1. TRAQUÉIA

CARTILAGENS TRAQUEAIS (SEMI-ANÉIS)

PORÇÃO (PAREDE) MEMBRANÁCEA

BIFURCAÇÃO DA TRAQUÉIA

7- BRÔNQUIOS

BRÔNQUIO PRINCIPAL DIREITO



_BRÔNQUIO LOBAR SUPERIOR DIREITO

_ BRÔNQUIO LOBAR MÉDIO

_ BRÔNQUIO LOBAR INFERIOR DIREITO

_ BRÔNQUIOS SEGMENTARES DIREITOS

BRÔNQUIO PRINCIPAL ESQUERDO



_ BRÔNQUIO LOBAR SUPERIOR ESQUERDO

_ BRÔNQUIO LOBAR INFERIOR ESQUERDO

_ BRÔNQUIOS SEGMENTARES ESQUERDOS

OBS: DIFRENÇAS ENTRE OS BRÔNQUIOS PRINCIPAIS DIREITO E ESQUERDO



8- PULMÕES

BASE DO PULMÃO

ÁPICE DO PULMÃO

FACE COSTAL

FACE MEDIASTÍNICA (IMPRESSÃO CARDÍACA NO PULMÃO ESQUERDO)

FACE DIAFRAGMÁTICA

HILO PULMONAR
PULMÃO DIREITO

_ LOBO SUPERIOR DIREITO

_ LOBO MÉDIO

_ LOBO INFERIOR DIREITO

_ FISSURA OBLÍQUA

_ FISSURA HORIZONTAL
PULMÃO ESQUERDO

_ LOBO SUPERIOR

_ LOBO INFERIOR

_ FISSURA OBLÍQUA
9- PLEURAS
10- DIAFRAGMA

SISTEMA DIGESTÓRIO



1- BOCA

ANATOMIA DE SUPERFÍCIE DA BOCA


LÁBIO SUPERIOR E LÁBIO INFERIOR

FILTRO



DIVISÃO:

VESTÍBULO ORAL
CAVIDADE ORAL PROPRIAMENTE DITA

PALATO DURO

PALATO MOLE

OBS:

DENTES

_INCISIVOS, CANINOS, PRÉ-MOLARES, MOLARES
2- LÍNGUA

DORSO DA LÍNGUA



CORPO DA LÍNGUA

RAIZ DA LÍNGUA

ÁPICE DA LÍNGUA

FACE INFERIOR (VENTRE)


3- FARINGE

OBS: VER SISTEMA RESPIRATÓRIO
4- ESÔFAGO

REGIÃO CERVICAL, TORÁCICA E ABDOMINAL




  1. ESTÔMAGO

LOCALIZAÇÃO:

CÁRDIA

FUNDO DO ESTÔMAGO

CORPO DO ESTÔMAGO

PILORO

VÁLVULA / ESFÍNCTER PILÓRICO


6- INTESTINO DELGADO

DUODENO



_ PAPILAS DUODEL MAIOR

_ PAPILAS DUODEL MENOR

_ FLEXURA (ÂNGULO) DUODENO-JEJUNAL

JEJUNO

ÍLEO

JUNÇÃO ÍLEO - CÓLICA (JUNÇÃO ÍLEO-CECO-CÓLICA)


7- INTESTINO GROSSO

TÊNIAS DO COLO

CECO

APÊNDICE VERMIFORME (CECAL)

COLO ASCENDENTE

FLEXURAS CÓLICAS DIREITA

COLO TRANSVERSO

FLEXURAS CÓLICAS ESQUERDA

COLO DESCENDENTE

COLO SIGMÓIDE

RETO

ÂNUS




GLÂNDULAS ANEXAS AO TUBO DIGESTIVO



8-GLÂNDULAS SALIVARES MAIORES

GLÂNDULAS PARÓTIDAS

GLÂNDULAS SUBMANDIBULARES

GLÂNDULAS SUBLINGUAIS


9- PÂNCREAS

CABEÇA DO PÂNCREAS

CORPO DO PÂNCREAS

CAUDA DO PÂNCREAS

DUCTOS PANCREÁTICOS
10- FÍGADO

FACE DIAFRAGMÁTICA

FACE VISCERAL

LOBO DIREITO

LOBO ESQUERDO

LOBO CAUDADO

LOBO QUADRADO

ARTÉRIA HEPÁTICA PRÓPRIA

VEIA PORTA-HEPÁTICA
11- VESÍCULA BILIAR
12- DUCTOS BILÍFEROS

DUCTO CÍSTICO

DUCTO COLÉDOCO

SISTEMA URINÁRIO



1- RINS (DIREITO E ESQUERDO)

CONFORMAÇÃO

  1. PÓLOS:

_ SUPERIOR

_ INFERIOR

  1. BORDAS:

_ MEDIAL

_ LATERAL
2- HILO RENAL
3- PEDÍCULO RENAL

 ARTÉRIA RENAL

VEIA RENAL

URETER
4- AO CORTE

CÓRTEX RENAL

MEDULA RENAL PIRÂMIDES RENAIS

COLUNAS RENAIS

CÁLICES RENAIS MENORES

CÁLICES RENAIS MAIORES

PELVE RENAL

SEIO RENAL


5- URETERES (DIREITO E ESQUERDO)
6- BEXIGA

PAREDES:



_ INFEROLATERAIS

_ SUPERIOR

_ POSTERIOR (FUNDO OU BASE)

ÁPICE

TRÍGONO DA BEXIGA (VESICAL)

_ ÓSTIO INTERNODA URETRA

_ ÓSTIO DO URETER DIREITO

_ ÓSTIO DO URETER ESQUERDO
7- URETRA

MASCULINA

FEMININA
OBS: A URETRA SERÁ ESUDADA JUNTAMENTE COM OS SISTEMAS

SISTEMA GENITAL MASCULINO



1- ESCROTO

PELE

TECIDO CELULAR SUBCUTÂNEO

TÚNICA DARTOS


2- TESTÍCULOS DIREITO E ESQUERDO
3- EPIDÍDIMOS DIREITO E ESQUERDO

DIVISÃO:



_ CABEÇA

_ CORPO

_ CAUDA (NÃO IDENTIFICADO NA PEÇA)
4- FUNÍCULO ESPERMÁTICO DIREITO E ESQUERDO

DUCTO DEFERENTE D e E

ARTÉRIAS DOS FUNÍCULOS ESPERMÁTICOS

VEIAS DOS FUNÍCULOS ESPERMÁTICOS


5- PÊNIS

DIVISÃO:



RAIZ:

_ BULBO DO PÊNIS

_ RAMOS DO PÊNIS

CORPO:

_ CORPO ESPONJOSO

_ CORPOS CAVERNOSOS

GLANDE DO PÊNIS (CORPO ESPONJOSO)
PREPÚCIO DO PÊNIS
6- URETRA MASCULINA

DIVISÃO:



_ URETRA PROSTÁTICA

_ URETRA MEMBRANOSA

_ URETRA ESPONJOSA

ÓSTIO EXTERNO DA URETRA

ÓSTIO INTERNO DA URETRA (VER BEXIGA)

GLÂNDULAS ANEXAS AO SISTEMA REPRODUTOR MASCULINO



8- PRÓSTATA

DUCTO EJACULATÓRIO


9- VESÍCULAS SEMINAIS
10- GLÂNDULAS BULBO-URETRAIS (NÃO IDENTIFICADAS)

SISTEMA GENITAL FEMININO



1- GENITAIS INTERNOS
OVÁRIOS DIREITO E ESQUERDO

_ LIGAMENTO PRÓPRIO DO OVÁRIO
TUBAS UTERINAS DIREITA E ESQUERDA

_ DIVISÃO ANATÔMICA:

ISTMO

AMPOLA

INFUNDÍBULO (COM AS FÍMBRIAS)


ÚTERO

_ DIVISÃO ANATÔMICA:

FUNDO

CORPO

ISTMO

COLO (CÉRVIX)

¤ ÓSTIO UTERINO

_ CAMADAS:

PERIMÉTRIO

MIOMÉTRIO

ENDOMÉTRIO


OBS: ESCAVAÇÕES VÉSICO-UTERINAS E RETO-UTERINAS
VAGINA

_ ÓSTIO VAGINAL

_ FUNDO DE SACO VAGINAL (FÓRNICE))
2- GENITAIS EXTERNOS (PUDENDO FEMININO = VULVA)
MONTE PÚBICO

GRANDES LÁBIOS

PEQUENOS LÁBIOS

OBS: ÓSTIO EXTERNO DA URETRA e ÓSTIO VAGINAL

CLITÓRIS

BULBO DO VESTÍBULO

GLÂNDULAS VESTIBULARES MAIORES



SISTEMA SENSORIAL

1. OLHO


    1. Globo Ocular:

      1. Túnicas:

    1. Externa:

      • Esclera

      • Córnea

    1. Média:

      • Íris (pupila)

      • Corpo ciliar

      • Cristalino

    1. Interna:

- Retina


    1. Órgãos Anexos ao Globo Ocular:

      1. Músculos motores do olho

      2. Aparelho lacrimal:

  1. Glândula lacrimal

  2. Papila lacrimal

  3. Canalículos lacrimais

  4. Saco lacrimal


2. ORELHA


    1. Orelha Externa:

  1. Pavilhão auricular

  2. Meato acústico externo

  3. Membrana timpânica




    1. Orelha média:

  1. Ossículos do ouvido:

      • Martelo

      • Bigorna

      • Estribo




    1. Orelha externa (labirinto):

  1. Labirinto ósseo:

      • Canais semicirculares

      • Vestíbulo

      • Cóclea

  1. Labirinto Membranoso

    1. Nervo vestíbulo-coclear


ESQUELETO APENDICULAR
1.- CINTURA ESCAPULAR

CONSTITUIÇÃO:


1.1.- CLAVÍCULA

POSIÇAÕ ANATÔMICA:

EXTREMIDADE ACROMIAL

EXTREMIDADE ESTERNAL


1..2- ESCÁPULA

POSIÇÃO ANATÔMICA:

FACE COSTAL

FACE DORSAL



PROCESSOS:

ESPINHA ESCAPULAR



 ACRÔMIO

CAVIDADE GLENÓIDE


2- MEMBRO SUPERIOR

CONSTITUIÇÃO:
2.1- ÚMERO

POSIÇÃO ANATÔMICA:



EPÍFISE PROXIMAL

CABEÇA COM FACE ARTICULAR

TUBÉRCULO MAIOR E MENOR

DIÁFISE
EPÍFISE DISTAL

CÔNDILO TRÓCLEA

CÔNDILO CAPÍTULO

FOSSA OLECRÂNICA


2.2- ULNA

POSIÇÃO ANATÔMICA:



EPÍFISE PROXIMAL

OLÉCRANO

INCISURA TROCLEAR

INCISURA RADIAL


DIÁFISE
EPÍFISE DISTAL

CABEÇA COM FACE ARTICULAR

PROCESSO ESTILÓIDE (MEDIAL)
2.3- RÁDIO

POSIÇÃO ANATÔMICA:



EPÍFISE PROXIMAL

CABEÇA COM CIRCUNFERÊNCIA ARTICULAR

COLO

TUBEROSIDADE DO RÁDIO


DIÁFISE
EPÍFISE DISTAL

INCISURA ULNAR

PROCESSO ESTILÓIDE (LATERAL)

FACE ARTICULAR CÁRPICA


2.4- CARPO
2.5- METACARPO

OSSOS METACÁRPICOS I A V (O DEDO I É O POLEGAR)


2.6- FALANGES

FALANGE PROXIMAL

FALANGE MÉDIA

FALANGE DISTAL


MÚSCULOS E VASOS DO MEMBRO SUPERIOR
MÚSCULOS DO OMBRO E DO BRAÇO
- DELTÓIDE

- BICEPS BRAQUIAL

- TRICEPS BRAQUIAL

- FLEXORES DA MÃO E DOS DEDOS

- EXTENSORES DA MÃO E DOS DEDOS
MÚSCULOS DA REGIÃO PEITORAL
- PEITORAL MAIOR
VASOS
- ARTÉRIA E VEIA AXILAR

- ARTÉRIA E VEIA BRAQUIAL

- ARTÉRIA E VEIA ULNAR

- ARTÉRIA E VEIA RADIAL

- VEIA CEFÁLICA

- VEIA BASÍLICA

- VEIA INTERMÉDIA

ESQUELETO APENDICULAR
1- CINTURA PÉLVICA

CONSTITUIÇÃO:



    1. OSSO ILÍACO, COXAL OU DO QUADRIL: ÍLIO, ÍSQUIO, PUBE

    2. POSIÇÃO ANATÔMICA:

    3. ÍLIO

CRISTA ILÍACA

FACES: GLÚTEA, SACROPELVINA E AURICULAR


1.4- ÍSQUIO
1.5- PUBE
1.6- ACETÁBULO
1.7- FORAME OBTURATÓRIO
2- MEMBRO INFERIOR

CONSTITUIÇÃO:


2.1- FÊMUR

POSIÇÃO ANATÔMICA:



EPÍFISE PROXIMAL

CABEÇA

COLO

TROCÂNTER MAIOR

TROCÂNTER MENOR
DIÁFISE
EPÍFISE DISTAL

CÔNDILO MEDIAL

CÔNDILO LATERAL

FOSSA INTERCONDILAR

FACES PATELAR E POPLÍTEA
2.2- PATELA
2.3- TÍBIA

POSIÇÃO ANATÔMICA:



EPÍFISE PROXIMAL

CÔNDILO MEDIAL

CÔNDILO LATERAL COM FACE ARTICULAR FIBULAR

TUBEROSIDADE DA TÍBIA

EMINÊNCIA INTERCONDILAR
DIÁFISE
EPÍFISE DISTAL

MALÉOLO MEDIAL

SUPERFÍCIE ARTICULAR INFERIOR

INCISURA FIBULAR



2.4- FÍBULA

POSIÇÃO ANATÔMICA:



EPÍFISE PROXIMAL

CABEÇA


DIÁFISE
EPÍFISE DISTAL

MALÉOLO LATERAL


2.5- TARSO
2.6- METATARSO

OSSOS METATÁRSICOS I A V (O DEDO I É O HÁLUX)


2.7- FALANGES

FALANGE PROXIMAL

FALANGE MÉDIA

FALANGE DISTAL


MÚSCULOS E VASOS DO MEMBRO INFERIOR
MÚSCULOS POSTERIORES DO QUADRIL

- GLÚTEO MÁXIMO

- GLÚTEO MÉDIO (NÃO IDENTIFICADO NA PEÇA)

- GLÚTEO MÍNIMO

- OBSERVAR NERVO CIÁTICO (ISQUIÁTICO)
MÚSCULOS DA COXA

- QUADRICEPS FEMORAL

*RETO DA COXA

*VASTO MEDIAL

*VASTO LATERAL

*VASTO INTERMÉDIO

- MÚSCULOS DO JARRETE
OBS: FOSSA POPLÍTEA
MÚSCULO TRÍCEPS SURAL
VASOS

      1. TRIGONO FEMORAL (ARTÉRIA, VEIA E NERVO FEMORAIS)

      2. ARTÉRIA POPLÍTEA / VEIA POPLÍTEA

      3. ARTÉRIA GLÚTEA SUPERIOR

      4. ARTÉRIA GLÚTEA INFERIOR

      5. ARTÉRIA TIBIAL ANTERIOR

      6. ARTÉRIA TIBIAL POSTERIOR

      7. VEIA SAFENA MAGNA


CABEÇA E PESCOÇO (VER CRÂNIO)
1- MUSCULOS DA REGIÃO LATERAL DO PESCOÇO

ESTERNOCLEIDOMASTÓIDEO





TRÍGONOS DE IMPORTÂNCIA CLÍNICA:



TRIGONO ANTERIOR


LIMITES SIMPLIFICADOS


SUPERIOR – BORDA INFERIOR DA MANDÍBULA ATÉ O PROCESSO MASTÓIDEO.


ANTERIOR – PLANO MEDIANO ANTERIOR DO PESCOÇO.



POSTERIOR –MÚSCULO ESTERNOCLEIDOMASTÓIDEO.



CONTEÚDO


ARTÉIRA CARÓTIDA COMUM, VEIA JUGULAR INTERNA E ARTÉRIA FACIAL.


TRIGONO POSTERIOR

LIMITES SIMPLIFICADOS



INFERIOR – CLAVÍCULA


ANTERIOR –MÚSCULO ESTERNOCLEIDOMASTÓIDEO.



POSTERIOR – MÚSCULO TRAPÉZIO.



CONTEÚDO


PLEXO BRAQUIAL, ARTÉRIA E VEIA SUBCLÁVIA.



5- ARTICULAÇÃO TEMPORA MANDIBULAR (ATM)
6- MÚSCULOS

OCCIPTOFRONTAL

TEMPORAL

MASSETER

ORBICULAR DO OLHO

ORBICULAR DA BOCA



NEUROANATOMIA


    1. MEDULA ESPINHAL

- LIMITES:
ANATOMIA DE SUPERFÍCIE



- FACES

  1. ANTERIOR

- FISSURA MEDIANA ANTERIOR

- SULCOS ANTERO-LATERAIS (2)

  1. POSTERIOR

- SULCO MEDIANO POSTERIOR

- SULCOS POSTERO-LATERAIS (2)

- SULCOS INTERMÉDIOS POSTERIORES
- NERVO ESPINHAL

  1. RAÍZES ANTERIORES E POSTERIORES

  2. GÂNGLIO


CORTE TRANSVERSAL DA MEDULA ESPINHAL



- SUBSTÂNCIA CINZENTA (H. CENTRAL)

  1. CORNOS OU COLUNAS

- ANTERIORES

- POSTERIORES

- LATERAIS

  1. CANAL CENTRAL DA MEDULA


- SUBSTÂNCIA BRANCA

- FUNÍCULO ANTERIOR (2)

- FUNÍCULO LATERAL (2)

- FUNÍCULO POSTERIOR (2)

ENVOLTÓRIOS DA MEDULA E DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL (MENINGES)
- DURA MÁTER

- ARACNÓIDE

- PIA-MÁTER


    1. TRONCO ENCEFÁLICO

  • DIVISÃO

- BULBO

NA PARTE POSTERIOR

IV VENTRÍCULO)
- PONTE

  1. ANTERIOR

- BASE DA PONTE

  1. POSTERIOR

_ IV VENTRÍCULO

- MESENCÉFALO

a - ANTERIOR

            • PEDÚNCULOS CEREBRAIS

            • FOSSA INTERPEDUNCULAR

b - POSTERIOR (TETO DO MESENCÉFALO)

            • CORPOS QUADRIGÊMEOS (COLÍCULOS)




    1. PARES DE NERVOS CRANIANOS DO ENCÉFALO


I – OLFATÓRIO

II – OPTICO

III – OCULOMOTOR

IV – TROCLEAR

V – TRIGÊMIO

VI – ABDUCENTE

VII – FACIAL

VIII – VETÍBULO-COCLEAR

IX – GLOSSOFARÍNGEO

X – VAGO

XI – ACESSÓRIO

XII – HIPOGLOSSO


    1. CEREBELO

  • DIVISÃO ANATÔMICA

- HEMISFÉRIOS CEREBELARES (2)

- VÉRMIS CEREBELAR

  • FOLHAS CEREBELARES

  • SULCOS CEREBELARES

  • PEDÚNCULOS CEREBELARES




  • AO CORTE

- CÓRTEX CEREBELAR

- SUBSTÂNCIA BRANCA
CÉREBRO


    1. DIENCÉFALO

  • DIVISÃO

- TÁLAMO

- EPITÁLAMO

- HIPOTÁLAMO

  1. INFUNDÍBULO

  2. HIPÓFISE




    1. III VENTRÍCULO (CAVIDADE DIENCEFÁLICA)

  • PLEXO CORÓIDE DO III VENTRÍCULO




    1. TELENCÉFALO

  • ANATOMIA DE SUPERFÍCIE

- FISSURA LONGITUDINAL DO CÉREBRO

- HEMISFÉRIOS CEREBRAIS


  1. LOBOS

        • FRONTAL

        • PARIETAL

        • OCCIPITAL

        • TEMPORAL

        • INSULAR



  1. FACES

        • FACE DORSO LATERAL (CONVEXA) – IDENTIFICAR


Giro pré-central

Giro pós-central





            • GIROS


Sulco lateral



Sulco central



            • SULCOS



        • FACE MEDIAL (PLANA) – IDENTIFICAR

            • CORPO CALOSO




  1. CORTE DO TELENCÉFALO

        • SUBSTÂNCIA BRANCA

        • CÓRTEX CEREBRAL

        • VENTRICULOS LATERAIS


AGRADECIMENTO AOS CADÁVERES

TEU CORPO NU É, PARA NÓS, UM SÍMBOLO DE RESPEITO AO SER HUMANO. AS GLÓRIAS QUE O TEU TRABALHO NÃO TE DEU EM VIDA TU AS TENS AGORA. TU QUE TALVEZ MAL SOUBESTES LER VAI NOS ENSINAR ANATOMIA. TU, QUE EM VIDA POUCO VALIAS, ÉS UM TESOURO PARA NÓS AGORA. COMPREENDE O TEU PAPEL, VÊ O PEDESTAL EM QUE TE COLOCAMOS, PRESTE ATENÇÃO NO TREMOR EMOCIONADO EM NOSSAS MÃOS, NO OLHAR DE PIEDADE E AMOR COM QUE TE OLHAMOS. TU VENS DAR A SAGRADA ESMOLA DE SEU PRÓPRIO SER PARA QUE POSSA FAZER O MILAGRE DE CURAR. PODEMOS PERCEBER QUANTA VIDA AINDA EXISTE EM TEU CORPO. ATRAVÉS DELE APRENDEMOS O QUE SOMOS, ATRAVÉS DE VOCÊ APRENDEMOS QUÃO IMPORTANTES SOMOS UNS PARA OS OUTROS. AGRADECEMOS PELO UNIVERSO DE CONHECIMENTO QUE EMANA DE VOCÊ.







©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal