Revisão paies – Primeiro Colegial



Baixar 113.28 Kb.
Encontro21.10.2017
Tamanho113.28 Kb.

Histologia
Resumo para resolução de exercícios
O que é Histologia?

É a parte da Biologia que estuda os tecidos.



Mas o que é Tecido?

"Tecido é uma especialização morfológica, físico-químico e fisiológica de células.

"Tecido é um conjunto de células da mesma natureza, diferenciadas em determinado sentido para poderem realizar a sua função própria.

"Tecido é um grupo de células que apresentam a mesma função própria.Todos estão corretos. Os tecidos do corpo dos animais vertebrados desempenham variadas funções que por sua vez são formados por células especializadas. No corpo dos animais pluricelulares, exceto espongiários, o tecido é constituído por células agrupadas e organizadas, formando os tecidos.

Precisa-se de requisito para termos um tecido que seja composto de um grupo de células, que deverá apresentar a mesma função.

Os tecidos fundamentais nos animais são estes: Epitelial, Muscular, Nervoso, Sangüíneo e conjuntivo. Nos invertebrados estes tipos de tecido são basicamente os mesmos, porém com organizações mais simples. A maioria dos tecidos além de serem compostos de células, apresentam entre elas substâncias intracelulares(intersticiais).



HISTOLOGIA ANIMAL


TECIDO EPITELIAL
Tecido que compõe-se quase exclusivamente de células, e que apresenta pouca substancia intersticial a cimentar as células.

Do ponto de vista fisiológico, o tecido epitelial tem por função atapetar superfícies. Na função especifica, existem três tipos de tecido, mas para nós só interessa dois:



  • Tecido epitelial de revestimento;

  • Tecido epitelial glandular. 

 

TECIDO EPITELIAL DE REVESTIMENTO OU

EPITÉLIO DE REVESTIMENTO

A superfície externa do corpo e as cavidades corporais internas dos animais são revestidas por este tecido sendo também responsáveis pela constituição das glândulas .Sua principal característica é ser formado por células justapostas, isto é, bem encaixadas entre si de modo a não deixar espaços entre elas, a fim de evitar penetração de microrganismos e ainda evitar a perda excessiva de água, sendo impermeabilizado por queratina. Nos epitélios nunca se encontram vasos sangüíneos.

Quanto ao numero de camadas celulares os tecido epitelial de revestimento são classificados em: simples ou uniestratificados (formados por uma única camada de células). Os tecidos de revestimento externo protegem o organismo contra desidratação, atrito e invasão bacteriana; o tecido de revestimento externo pode ser classificado como: Estratificado, composto ou multiestratificada (formado por várias camadas de células ); e pseudo-estratificado (uma só camada de células com alturas diferentes). O tecido epitelial de revestimento forma em primeiro lugar a pele, formando também as mucosas (membranas que forram as órgãos ocos); sua superfície é muito úmida devida a secreção de mucinógenos, que, ao hidratar-se transforma-se em muco que produz e forma uma camada protetora; é encontrada no tubo digestivo, urinário genital, fossas nasais, boca, etc.

Os epitélios ainda podem ser classificados quanto a forma de suas células as quais variam:em alguns casos as células são cúbicas(epitélios cúbicos ocorrendo no ovário); outros achatados como os de um pavimento (epitélio pavimentoso ocorre no Endotélio (revestimento dos vasos sangüíneos); Mesotélio reveste as serosas: pleura (pulmão), pericárdio (coração), peritônio (estômago), etc; outros ainda são prismáticas (epitélis prismáticos ).


 
TECIDO EPITELIAL GLANDULAR OU SECRETOR
É o segundo tipo de tecido, que além de possuir função revestidora, forma glândulas, produzem e eliminam substâncias necessárias nas superfícies do tecido. Estas glândulas podem ser exócrinas (eixos, fora), que tem origem através de um canal ou ducto e lança o produto de secreção na superfície ou seja eliminam suas secreções para fora do corpo ou para a cavidade dos órgãos, tais como: as sudoríparas, as lacrimais;

outras conduzem a secreção para um órgão oco como as salivares e o pâncreas.

No aspecto morfológico, as glândulas exócrinas podem ser tubulosas sendo elas as glândulas do aparelho digestivo;

As acinosas são as glândulas salivares, e as túbulo-acinosa são as glândulas parótidas; E as alveolares são as glândulas mamárias.

As glândulas também podem ser endócrinas(endo, dentro), não há formação de canal ou de ducto e a glândula não pode lançar produtos de secreção na superfície do epitélio de origem mas elimina a secreção diretamente nos vasos sangüíneos. Estas secreções são denominadas hormônios, pôr exemplo: são a tireóide , que produz e libera no sangue o hormônio tiroxina, e a hipófise, que libera, entre outros, o hormônio de crescimento (somatotrofina).

As glândulas se formam ainda no estágio embrionário, a partir de superfícies epiteliais. Glândulas exócrinas e endócrinas formam-se de maneira parecida: células da superfície epitelial multiplicam-se e aprofundam-se nos tecidos mais internos, formando um cordão celular.

Existem ainda glândulas que possuem ao mesmo tempo uma parte exócrina, tais como mistas ou mesócrinas ou anfícrinas, possuem funções exócrinas e endócrinas ao mesmo tempo , como é o caso do pâncreas. As unidades glandulares chamadas ácinos pancreáticos que liberam no intestino o suco pancreático (função exócrina), enquanto outras unidades secretoras, as ilhotas de Langerhans, secretam os hormônios insulina e glucagon na corrente sangüínea (função endócrina).

 

TECIDO CONJUNTIVO

Esse tecido forma o arcabouço que sustenta as partes moles do corpo, apoiando e ligando os outros tipos de tecido. Caracterizam-se pela grande quantidade de material intracelular e pelo distanciamento das suas células e fibras.

Outros tecidos de sustentação possuem função importante na difusão e fluxo de metabolismo.

Por fim, os tecidos de sustentação participam ativamente nas funções de defesa do organismo.

Os tecidos de sustentação dividem-se em vários grupos dentre eles os principais são: Tecido conjuntivo, adiposo, cartilaginoso e ósseo.

Têm como principal função o preenchimento de espaços e ligação de outros tecidos e órgãos.O material intracelular é abundante e as células se mantêm bem afastadas umas da outras. O material intracelular compreende uma matriz onde se encontram fibras colágenas, reticulares e elásticas.

A matriz é uma massa amorfa, de aspecto gelatinoso e transparente. É constituída principalmente por água e glicoproteínas. São encontradas abaixo do epitélio e tem a função de sustentar e nutrir tecidos não vascularizados. Pode ser denso ou frouxo.

As fibras colágenas são grossas, flexíveis e resistentes; são formadas por uma proteína denominada colágeno.

As fibras elásticas são mais finas que as colágenas, têm grande elasticidade e são formadas por uma proteína denominada elastina.

As células conjuntivas são de diversos tipos. As principais são:
Fibroblastos: com função de produzir material intracelular;

Macrófagos: com função de defesa do organismo;

Plasmócitos: com função de fabricação de anticorpos;

Adipócitos: com função a reserva de gordura;

Mastócitos: com função de elaborar a histamina, substância que envolve reações alérgicas, inflamatórias e a heparina. 

Há variedades de tecidos conjuntivos assim como o frouxo, que tem seus componentes igualmente distribuídos: células, fibras e material intracelular. Ele preenche os espaços entre feixes musculares e serve de apoio aos tecidos epiteliais, encontrando-se na pele, nas mucosas e nas glândulas. Em praticamente todos os órgãos do corpo, ele por exemplo forma a derme, a camada mais interna da pele, e o tecido subcutâneo, ainda mais interno que a derme.




Tecido conjuntivo denso

É rico em fibras colágenas que orientadas na mesma direção fazem com que esse tecido seja pouco flexível, muito resistente ao estiramento, formam tendões e aponeuroses que unem os músculos aos ossos.



Tecido conjuntivo adiposo

É constituído principalmente por células adiposas. São acúmulos de tecido adiposo localizado sob a pele ou nas membranas que revestem os órgãos internos, por exemplo no tecido subcutâneo do abdome e das nádegas, ele funciona como reservatório de gordura, amortecedor de choques e contribuiu para o equilíbrio térmico dos organismos. As células (adipócitos) são encontradas no tecido conjuntivo frouxo e ao longo dos vasos.



Tecido hemapoiético ou sangüíneo

Tem este nome hemapoiético (hematos, sangue; poiese, formação), sua função é produção de células do sangue. Localizado principalmente na medula dos ossos, recebendo nome de tecido mielóide (mielos, medula). Nesse tecido encontram-se células sangüíneas sendo produzidas em diversos estágios de maturação.

Há duas variedades desse tecido: o linfóide, encontrado no baço, timo e gânglios linfáticos, e o mielóide, que forma a medula óssea. 

Tecido linfóide produz alguns tipos de leucócitos e o tecido mielóide, além de vários tipos de leucócitos, produz hemácias (ou glóbulos vermelhos) e plaquetas. 

Sangue é um tipo especial de tecido que se movimenta por todo o corpo, servindo como meio de transporte de materiais entre as células. É formado por uma parte líquida, o plasma, e por diversos tipos de células. O plasma contém inúmeras substâncias dissolvidas: aproximadamente 90% de água e 10% sais (Na,Cl,Ca,etc.), glicose, aminoácidos, colesterol, uréia, hormônios, anticorpos etc.

As hemácias apresentam-se dissolvidas no plasma, importantes para o transporte do oxigênio.

As hemácias dos mamíferos têm a forma disco bicôncavo e não apresentam núcleo nem organelas, e os demais vertebrados têm hemácias esféricas ou elipsóides, nucleadas e com organelas, e sua forma facilita a penetração e saída de oxigênio, o que é importante para a função dessas células, que é transportar oxigênio.

Os leucócitos são células incolores nucleadas e como os demais organóides celulares, tem quase o dobro do tamanho das hemácias. Encarregados da defesa do organismo, eles produzem anticorpos e fagocitam microorganismos invasores e partículas estranhas.

Apresentam a capacidade de passar pelas paredes dos vasos sangüíneos para o tecido conjuntivo, sem rompê-los, fenômeno este denominado diapedese. Distribuem-se em dois grupos: granulócitos e agranulócitos, conforme tenham ou não, granulações específicas no citoplasma.

Os leucócitos granulócitos são:



  • Neutrófilos: coram-se por corantes neutros. O núcleo é polimórfico e apresentam-se dividido em segmentos unidos entre si por delicados filamentos. São os leucócitos mais abundantes do sangue circulante (65%); realizam diapedese, indo fazer a defesa através da fagocitose.

  • Eosinófilos: apresentam geralmente dois segmentos ligados ou não por um filamento delicado e material nuclear. Também realizam diapedese e fagocitose.

  • Basófilos: apresentam núcleos parcialmente dividido em dois segmentos; encerram metade da histamia existe no sangue circulante e possuem também heparina. Estão relacionados com reações alérgicas.

Os leucócitos agranulados são:

  • Linfócitos: apresentam núcleo arredondado e citoplasma escasso. Os linfócitos B passam para o Tecido conjuntivo e se transformam em plasmócitos que produzem anticorpos. Os linfócitos T produzidos no timo, também estão relacionados com a defesa imunitário.

  • Monócitos: são as maiores células do sangue circulante normal; o citoplasma é abundante, o núcleo é arredondado, oval ou uniforme. Em células mais velhas o núcleo pode apresentar a forma de ferradura. Os monócitos têm capacidade de emitir e retrair pseudópodos; são portanto, móveis e tendem a abandonar a corrente sangüínea e ingressar nos tecidos onde fagocitam e são denominados macrófagos. Representam 6% dos leucócitos.

As plaquetas (ou trombócitos), são pequenos corpúsculos que resultam da fragmentação de células especiais produzidas pela medula óssea. Elas detêm as hemorragias, pois desencadeiam o processo de coagulação do sangue que é o fenômeno da maior importância para os animais vertebrados: quando há um ferimento, externo ou interno, forma-se um coágulo, que age como um tampão para deter a hemorragia. Apesar de aparentemente simples, sabe-se atualmente que a coagulação é controlada por inúmeros fatores, incluindo-se aí fatores genéticos.

Tecido cartilaginoso

O tecido cartilaginoso tem consistência bem mais rígida que os tecidos conjuntivos. Ele forma as cartilagens dos esqueléticos dos vertebrados, como, por exemplo, as orelhas a extremidade do nariz, a laringe, a traquéia, os brônquios e as extremidades ósseas.

As células são os condrócitos, que ficam mergulhados numa matriz densa e não se comunicam. A matriz pode apresentar fibras colágenas e elásticas, em diferentes proporções, que lhe conferem maior rigidez ou maior elasticidade.

A cartilagem pode ser hialina quando tem somente fibras colágenas; elásticas, quando também fibras elásticas; fibrosa, quando tem ambos os tipos de fibra, com predomínio das colágenas.


Tecido ósseo

O tecido ósseo é o tecido de sustentação que apresenta maior rigidez formando os ossos dos esqueletos dos vertebrados. É constituído pelas células ósseas, os osteócitos e por uma matriz compacta e resistente.

Os osteócitos são dispostos ao redor de canais, formando os sistemas de Havers; dispõe-se em círculos concêntricos ao redor de um canal, por onde passam vasos sangüíneos e nervos. As células se acham alojados em cavidades na matriz e se comunicam umas com as outras por meio de prolongamentos finos.

A matriz é constituída por grande quantidade de fibras colágenas, dispostas em feixes, entre os quais se depositam cristais, principalmente de fosfato de cálcio. A grande resistência do tecido ósseo resulta dessa associação de fibras colágenas com o fosfato de cálcio.



 

TECIDO MUSCULAR


O tecido muscular é constituído por células alongadas, em forma de fibras, que se dispõe agrupadas em feixes. Essas células são capazes de se contrair e conferem ao tecido muscular a capacidade de movimentar o corpo.

Há três variedades de tecido muscular: liso, estriado e cardíaco.

O tecido muscular liso tem células mononucleadas, alongadas, de extremidades afiladas. O citoplasma apresenta miofibrilas (Miofibrila: mio, músculo, fibrila, pequena fibra), dispostas longitudinalmente, formadas por proteínas contráteis. É o tecido que forma as paredes de vários órgãos, com intestino, vasos sangüíneos, bexiga etc.

O tecido muscular estriado é capaz de contrações rápidas, sob o controle da vontade, denominado esquelético, por se prender aos ossos. Suas células são alongadas cilíndricas e multinucleadas. Apresentam estrias transversais típicas, formadas pela disposição paralela e regular das miofibrilas no citoplasma. Essas miofibrilas são constituídas por duas proteínas contráteis: a actina forma filamentos finos e a miosina filamentos mais grossos.




O tecido muscular cardíaco é um tecido estriado especial, cujas células apresentam estrias como as do tecido esquelético, mas têm apenas um ou dois núcleos e são mais curtas. Além disso, as fibras se fundem umas com as outras pelas extremidades.

 

TECIDO NERVOSO

O tecido nervoso forma os órgãos dos sistemas nervoso central, periférico e autônomo. Ele tem por função coordenar as atividades de diversos órgãos, receber informações do meio externo e responder aos estímulos recebidos. É constituído por células nervosas ou neurônios e células de apoio ou células da glia.

As células nervosas ou neurônios são células altamente diferenciadas, de ciclo vital longo, sem capacidade de divisão e de regeneração, têm prolongamentos ramificados, os dendritos, e um cilindro-eixo, o axônio, geralmente mais longo que os dendritos. Muitas vezes o axônio é protegido por um envoltório denominado bainha de mielina.

Os neurônios tem uma forma especial de reação, que consiste no impulso nervoso, produzido sempre na mesma direção: dos dentritos são prolongados e partem do corpo celular, recolhem impulsos nervosos e deste para o axônio.

Os neurônios relacionam-se uns com os outros pelas extremidades de suas ramificações, que não se tocam mas ficam bem próximas. Essas áreas de conexão são denominadas sinapses. É através das sinapses que o impulso passa do axônio de uma célula para os dentritos de outra.

Feixes de axônios revestidos por tecido conjuntivo formam os nervos. Conforme os axônios apresentam ou não a bainha de mielina, os nervos são classificados em mielínicos ( nervos brancos) e a amielínicos (nervos cinzentos).


Encaixadas entre os neurônios, com função de apoio e preenchimento, encontram-se células especiais que constituem a neuróglia.

Questões:

01.(UFU-2002) O metabolismo e a organização das fibras musculares esqueléticas são objetos de pesquisa para estudiosos de áreas diversas, que vão desde a medicina de reabilitação física até os modernos métodos de treinamento esportivo.



A este respeito, escolha a única alternativa correta.


  1. A principal reserva energética muscular é o ATP produzido durante a respiração celular.

  2. Durante o repouso da fibra muscular esquelética, o retículo sarcoplasmático dificulta o contato do cálcio com o meio intracitoplasmático.

  3. As fibras musculares esqueléticas lentas, adaptadas a trabalhos contínuos, têm esta propriedade devido à presença da miosina do tipo II, que chega a ser 10 vezes mais lenta que a do tipo I.

  4. O mecanismo molecular de contração muscular consiste no deslizamento dos filamentos de miosina sobre os de actina, devido à propriedade de movimento de suas projeções terminais – as “cabeças de miosina”.

02.(UFSC) Os tecidos epiteliais de revestimento têm em comum o fato de estarem apoiados em tecido conjuntivo e apresentarem reduzida espessura, mesmo nas modalidades constituídas por várias camadas de células. Tais características estão justificadas num dos itens abaixo. Assinale-o.
a) Presença de queratina que impermeabiliza as células, ficando o tecido conjuntivo responsável pela sustentação do epitélio.
b) Ausência de vasos sangüíneos, que resulta em nutrição obrigatória por difusão a partir do tecido conjuntivo subjacente.
c) Como a função desses epitélios é meramente revestidora, não há razão para que sejam muito espessos.
d) Como servem a funções do tipo impermeabilização e absorção, grandes espessuras seriam desvantajosas.
e) A rede de vasos capilares que irriga abundantemente esses epitélios torna desnecessárias grandes espessuras, abastecendo ainda, por difusão, o tecido conjuntivo subjacente.

03.(PUC-RJ) Marque a afirmativa incorreta:
a) O tecido epitelial de revestimento caracteriza-se por apresentar células justapostas com muito pouco material intercelular.
b) As principais funções do tipo epitelial são: revestimento, absorção e secreção.
c) Na pele e nas mucosas encontramos epitélios de revestimento.
d) A camada de revestimento interno dos vasos sangüíneos é chamada endotélio.
e) Os epitélios são ricamente vascularizados no meio da substância intercelular.

04.(UFOP-JULHO/97) Em relação aos tecidos animais, leia as afirmativas abaixo:
I. Entre os tecidos conjuntivos, incluem-se os tecidos ósseo e cartilaginoso.
II. Os tecidos epiteliais apresentam as funções de revestimento, secreção e sensorial.
III. Todos os músculos que apresentam estriações transversais são de contração voluntária.
IV. Os axônios são prolongamentos neuronais que geralmente conduzem impulsos nervosos expelidos pelo corpo celular.
V. O tecido ósseo apresenta uma matriz mineralizada, rígida, no interior da qual se encontram células vivas, supridas de vasos sangüíneos e nervos.
Assinale a letra:
a) Se todas as afirmativas são corretas.
b) Se as afirmativas I, II e IV são corretas.
c) Se as afirmativas I, III e IV são corretas.
d) Se as afirmativas I, II, IV e V são corretas.
e) Se as afirmativas I, III, IV e V são corretas.

05.(FUVEST-SP) Têm (ou tem) função hematopoiética:
a) as glândulas parótidas                       d) o cérebro e o cerebelo
b) as cavidades do coração                      e) a medula vermelha dos ossos
c) o fígado e o pâncreas

06.(FMTM-2002) A análise de uma amostra de células humanas revelou a inexistência de DNA genômico, porém grandes quantidades de proteínas de alto peso molecular e nucleotídeos de RNA foram encontrados neste tipo celular.

Pelo fato de apresentar tais características, é possível que tal amostra tenha sido obtida:


  1. de tecido adiposo

  2. da medula espinhal

  3. do tecido ósseo

  4. de tecido sanguíneo

  5. do tecido epitelial

07.(CESGRANRIO-RJ) Encontram-se listados abaixo algumas propriedades, características ou funções dos elementos figurados do sangue humano. Associe um número a cada uma, utilizando o seguinte código:


  I. Referente a hemácias
II. Referente a leucócitos
III. Referente a plaquetas
- Transporte de oxigênio
- Defesa fagocitária e imunitária
- Coagulação do sangue
- Riqueza em hemoglobina
- Capacidade de atravessar a parede dos capilares intactos para atingir uma região infectada do    organismo.

Escolha dentre as possibilidades abaixo a que contiver a seqüência numérica correta:


a) I, II, III, I, II                            d) I, II, II, I, III
b) II, II, III, I, I                            e) I, II, III, II, III
c) III, I, III, I, II

08.(UFMG) Dois leõezinhos recém-nascidos abandonados pela mãe, correm risco de vida. O diretor do zoológico explica que "o problema não é só falta de carinho mas sim a falta de colostro, o que significa para os leõezinhos uma condenação sumária". (Folha da Tarde, SP)
O colostro, referido no texto, é insubstituível na função de:
a) dar energia aos recém-nascidos
b) hidratar os leõezinhos
c) conferir imunidade inicial
d) estimular o instinto de caça
e) desenvolver a agressividade

09.(UFV-98) Pode-se dizer que os folhetos embrionários (ectoderma, mesoderma e endoderma) originarão tecidos bem definidos nos períodos pós-embrionários. Qual dos tecidos relacionados abaixo pode originar-se a partir dos três folhetos?
a) Conjuntivo.                         d) Muscular.
b) Ósseo.                              e) Nervoso.
c) Epitelial.

10.(UFU-UNIUBE-2002) As figuras abaixo representam tubos de ensaio contendo sangue humano, antes e após centrifugação.


Sabendo-se que, ao sangue foi adicionado um anticoagulante, considere as afirmações:


I – O sobrenadante constitui-se no plasma, já que foi adicionado, ao sangue, um anticoagulante.

II – O sobrenadante contém plaquetas e o precipitado contém leucócitos e hemácias.

III – Além dos elementos figurados do sangue, o precipitado contém fibrina.
Marque a alternativa correta:


  1. Estão corretas as afirmações I e III.

  2. Somente a afirmação II está correta.

  3. Estão corretas as afirmações II e III.

  4. Somente a afirmação I está correta.

11.(MACK-SP) Um atleta, ao tentar superar seus próprios recordes anteriores, pode exagerar e, entre outros sintomas, surgem cãibras como conseqüência da liberação de energia pelas células em condições quase que de anaerobiose. Neste caso, a cãibra é provocada pelo acúmulo de:
a) glicose                             d) ácido pirúvico
b) etanol                              e) ácido acético
c) ácido lático

12.(FMTM-2002) A análise do sangue de dois indivíduos revelou os seguintes dados:





Células sanguíneas


Valores

normais

Indivíduo

I

Indivíduo II


Hemácias


4.500.000


2.800.000


4.800.000


Plaquetas


250.000


253.000


10.000


Leucócitos

Totais


8.000


8.000


8.000

Pela análise dos resultados apresentados nos exames, pode-se esperar que os indivíduos I e II apresentem os seguintes sintomas:




  1. I – manchas na pele decorrentes de hemorragias

II – febre decorrente de uma infecção

  1. I – cansaço e fraqueza

II – manchas na pele decorrentes de hemorragias

  1. I – febre decorrente de infecção

II – cansaço e fraqueza

  1. I – manchas na pele decorrente de hemorragias

II – cansaço e fraqueza

  1. I – cansaço e fraqueza

II – febre decorrente de uma infecção
13.(UFRS) A natureza do impulso nervoso é eletroquímica, e não somente elétrica. Ele se propaga:
a) com uma intensidade proporcional à do estímulo
b) na fibra nervosa a uma velocidade ora maior, ora menor do que a da corrente elétrica num fio condutor
c) com a mesma intensidade, qualquer que seja a intensidade do estímulo acima de um limiar mínimo
d) com velocidade maior do que a da corrente elétrica
e) mais rapidamente na sinapse do que na fibra

14.(UFPA) Relacione:
(1) Tecido nervoso                        (4) Hemácias
(2) Tecido epitelial                      (5) Plaquetas
(3) Tecido muscular
( ) Revestimento do corpo e dos órgãos internos
( ) Transporte de oxigênio e gás carbônico
( ) Transmissão de estímulos e respostas
( ) Contração e distenção dos órgãos
( ) Coagulação sangüínea
( ) Secreção glandular
Indique a ordem correta das colunas, de cima para baixo:
a) 3 - 4 - 3 - 2 - 5 - 1                   d) 1 - 2 - 3 - 4 - 5 - 1
b) 3 - 2 - 1 - 3 - 4 - 1                   e) 2 - 4 - 1 - 3 - 5 - 2
c) 2 - 5 - 1 - 3 - 4 – 2

15.(UFGO-2003) Leia com atenção o trecho abaixo:


“[...] material gorduroso se acumula gradualmente na superfície das paredes dos vasos. Quando um depósito ou placa cresce, pode fechar o “cano”, impedindo que sangue chegue ao tecido para onde está destinado. Depois de algum tempo sem receber sangue, o tecido morre. Se for uma parte do músculo cardíaco ou do cérebro, ocorre um infarto ou em derrame”.
De acordo com o assunto, pode-se afirmar que:
1.( ) o material gorduroso que se acumula no vaso sanguíneo como placa pode aumentar a pressão do sangue na parede deste vaso

2.( ) as células responsáveis pela defesa, que são as hemácias, irão se romper, para combater as células inflamatórias no local que ocorreu o derrame

3.( ) os leucócitos e os monócitos são as células responsáveis pela degradação das gorduras depositadas na parede dos vasos sanguíneos e linfáticos

4.( ) no infarto, o tecido morre porque suas células recebem muito oxigênio e outros nutriente, ocorrendo então uma intoxicação letal

16.(UFJF-98) O "Crack" é uma droga que atua no cérebro, alterando a fisiologia das sinapses nervosas, o que pode levar a paradas cardíacas e convulsões. Sobre as sinapses entre neurônios é INCORRETO afirmar:
a) Possuem mediadores químicos responsáveis pela transmissão do impulso nervoso entre dois neurônios;
b) Possuem receptores moleculares específicos na membrana pós-sináptica, onde se ligam os mediadores químicos;
c) Correspondem a locais onde há continuidade do citoplasma de um neurônio com o citoplasma de outro;
d) Possuem mediadores químicos denominados neurotransmissores que ficam armazenados em vesículas;
e) Podem diferir quanto ao tipo de neurotransmissor presente.

17.(UFLA-2003) As opções abaixo, a que apresenta características que descrevem o tecido muscular estriado esquelético é:




  1. fibras fusiformes, um núcleo central, contração rápida e voluntária

  2. fibras cilíndricas, muitos núcleos periféricos, contração rápida e voluntária

  3. fibras cilíndricas, muitos núcleos periféricos, contração lenta e involuntária

  4. fibras fusiformes, um ou dois núcleos, contração lenta e involuntária

  5. fibras cilíndricas, anucleadas, contração rápida e voluntária

18.(EFOA-MG) Nos vertebrados terrestres, aparece, na superfície da epiderme, uma camada córnea formada por uma proteína impermeabilizante chamada:
a) muco                                    d) melanina
b) cromatóforos                            e) clorofila
c) queratina

19.(UFES) Com relação ao tecido epitelial, considere as afirmações abaixo:
(I) O epitélio de revestimento do tipo prismático com microvilosidades é comum aos órgãos relacionados com a absorção, como o intestino delgado.
(II) As glândulas merócrinas, formadas pelo epitélio glandular, são aquelas que apresentam um ciclo secretor completo, ou seja: elaboram, armazenam e eliminam apenas a secreção.
(III) O epitélio pavimentoso estratificado ceratinizado apresenta uma única camada de células e recobre a superfície corporal dos mamíferos.
(IV) As células epiteliais recebem a sua nutrição a partir do tecido conjuntivo subjacente, uma vez que o tecido epitelial é avascular.
(V) Denominamos glândulas endócrinas, aquelas que lançam parte de seus produtos de secreção na corrente sangüínea e parte em cavidades ou na superfície do corpo.
Assinale:
a) se todas forem corretas
b) se todas forem incorretas
c) se I, II e III forem corretas
d) se I, IV e V forem corretas
e) se I, II e IV forem corretas

20.(PUC-SP) Os tendões são estruturas formadas, principalmente, por tecido:
a) ósseo                                   d) conjuntivo denso      
b) muscular                                e) cartilaginoso
c) adiposo

21.(FCC) Podemos afirmar que os músculos lisos:
a) contraem-se voluntariamente
b) são também chamados de músculos esqueléticos
c) são encontrados apenas em vertebrados
d) contraem-se lentamente
e) são também chamados músculos cardíacos

22.(UFU)
“Maratona nas águas de Salvador. Tem largada amanhã, às 8h, em Salvador, na Bahia, a Marathon Salvador, travessia da Federação Internacional de Natação que abre o Circuito Mundial de Maratonas Aquáticas. Estarão competindo 25 atletas, representando 12 países: Holanda, Grécia, Estados unidos...além do Brasil. A travessia entre a praia de Inema, próxima à base naval de Aratu e Porto da Barra, tem 25 quilômetros...Criada em 1955, a prova de Salvador é a segunda mais antiga do mundo, perdendo apenas para a travessia capri-Nápoles, na Itália, um ano mais velha.”


Analisando as características dos tecidos fundamentais do organismo humano, envolvidos na travessia dos nadadores, julgue os itens como verdadeiros (V) ou falsos (F).
1 ( ) O tecido epitelial em contato com a água do mar, não permite trocas devido à presença de queratina na pele.

2 ( ) Os nadadores sentem o contato da água devido às terminações nervosas presentes na pele.

3 ( ) Os tecidos musculares estriados esqueléticos são os responsáveis pela atividade muscular intensa durante a travessia dos nadadores.

4 ( ) Tecidos musculares, ossos e sistema nervoso autônomo são os responsáveis pela atividade dos nadadores.

5 ( ) Entre os diferentes tecidos, o coração, que é o órgão propulsor de sangue, apresenta-se constituído de tecido muscular liso.

23.(UFU)

Os tecidos epiteliais de revestimento têm em comum o fato de estarem apoiados em tecido conjuntivo e apresentarem reduzida espessura, mesmo nas modalidades constituídas por várias camadas de células. Tais características estão justificadas num dos itens abaixo. Assinale-o.


a) Presença de queratina que impermeabiliza as células, ficando o tecido conjuntivo responsável pela sustentação do epitélio.
b) Ausência de vasos sangüíneos, que resulta em nutrição obrigatória por difusão a partir do tecido conjuntivo subjacente.
c) Como a função desses epitélios é meramente revestidora, não há razão para que sejam muito espessos.
d) Como servem a funções do tipo impermeabilização e absorção, grandes espessuras seriam desvantajosas.
e) A rede de vasos capilares que irriga abundantemente esses epitélios torna desnecessárias grandes espessuras, abastecendo ainda, por difusão, o tecido conjuntivo subjacente.

24.(UFU)
O patologista francês Marie François Bichat (1771-1802) foi um dos primeiros a perceber que os órgãos são formados por diferentes grupos de células, que ele chamou de tecidos, pois em geral formam lâminas finas. Bichat realizou em trabalho importante para a formação de um novo ramo da ciência chamado Histologia, o estudo dos tecidos e dos órgãos.

Baseado em seus conhecimentos de Histologia, analise os itens abaixo indicando-os como verdadeiros (V) ou falsos (F).
1 ( ) A glândula é um tipo de tecido conjuntivo.

2 ( ) A pele humana é formada por tecido epitelial e conjuntivo.

3 ( ) O músculo cardíaco é exemplo de tecido estriado.

4 ( ) O tecido sanguíneo é um tipo de tecido muscular.

5 ( ) Os tendões são exemplos de tecido nervoso.

25.(UFU)
As funções dos tecidos musculares são importantes pela sua capacidade de produção de movimentos e sua excitabilidade. Assim, encontramos algumas diferenças entre os tipos de tecidos musculares que compõem o corpo humano. Isto os torna adaptados a funções variadas e específicas.

Assim, assinale com (V) as frases verdadeiras e com (F) as falsas.
1 ( ) Para que ocorra contração muscular, são necessários o íon cálcio e ATP para a ativação da “cabeça” móvel da miosina, que traciona a actina.

2 ( ) A fibra muscular lisa caracteriza-se pela presença de discos intercalares e produção de movimento involuntário.

3 ( ) A fibra muscular estriada caracteriza-se pela produção de movimentos involuntários e rápidos.

4 ( ) O sistema muscular, sob esforço intenso, pode funcionar com sistemas energéticos anaeróbicos.

5 ( ) O tecido muscular cardíaco tem funções mistas entre as de tecido muscular liso e estriado – movimentos involuntários e rápidos.
26.(UFU-2003) O quadro a seguir, apresenta números que correspondem aos nomes de alguns tipos de células; às funcoes que as mesmas desempenham no organismo, e os tipos de tecidos em que são encontradas.


Célula

Função

Tecido

1

Secreta a substância intercelular do osso

Tecido conjuntivo ósseo

Condroblasto

4

6

2

Transmissão do impulso nervoso

Tecido nervoso

3

Origina os eritrócitos

7

Macrófago

5

8

Assinale a alternativa que apresenta as correspondências numéricas corretas.




  1. 1=Osteoblasto; 8=Tecido conjuntivo frouxo

  2. 4=Fagocitar corpos estranhos; 6=Tecido muscular

  3. 2=Micróglia; 3=linfócito

  4. 5=Responsável pela contração muscular; 7=Tecido sanguíneo

27.(UFGO-2003) Leia com atenção o trecho abaixo:


“[...] material gorduroso se acumula gradualmente na superfície das paredes dos vasos. Quando um depósito ou placa cresce, pode fechar o “cano”, impedindo que sangue chegue ao tecido para onde está destinado. Depois de algum tempo sem receber sangue, o tecido morre. Se for uma parte do músculo cardíaco ou do cérebro, ocorre um infarto ou em derrame”.
De acordo com o assunto, pode-se afirmar que:
1.( ) o material gorduroso que se acumula no vaso sanguíneo como placa pode aumentar a pressão do sangue na parede deste vaso

2.( ) as células responsáveis pela defesa, que são as hemácias, irão se romper, para combater as células inflamatórias no local que ocorreu o derrame

3.( ) os leucócitos e os monócitos são as células responsáveis pela degradação das gorduras depositadas na parede dos vasos sanguíneos e linfáticos

4.( ) no infarto, o tecido morre porque suas células recebem muito oxigênio e outros nutriente, ocorrendo então uma intoxicação letal




Desafio
(UFRR-2003) “...Deus me deu mãos de veludo pra fazer carícia/ Deus me deu muitas saudades e muita preguiça/ Deus me deu oernas compridas e muita malícia/ Pra correr atrás de bola e fugir da polícia/ Um dia ainda sou notícia(...) Deus me fez um cara fraco, desdentado e feio/ Pele e osso simplesmemte quase sem recheio/...”(Trecho da música “Partido Alto”, de Chico Buarque).

Analisando alguns trechos da canção sob o ponto de vista da histologia, é correto afirmar:




  1. Considerando que se trate no texto de um indivíduo adulto com idade entre 25 e 30 anos, a utilização do termo “pernas compridas” pode indicar que os ossos das pernas já efetuaram o crescimento longitudinal e que a cartilagem de conjugação já foi totalmente substituída por osso.

  2. Para evitar a fragilidade óssea, faz-se necessária, dentre outros fatores, uma dieta alimentar rica em cálcio e proteínas.

  3. Os nutrientes chegam a todas as células do organismo pelos vasos sanguíneos. Os nutrientes absorvidos pelo epitélio intestinal penetram nos vasos sanguíneos do tecido conjuntivo adjacente, sendo distribuídos para os outros tecidos vascularizados, como o adiposo, o ósseo e os tecidos musculares.

  4. A ação de fazer carícias e de correr atrás da bola ocorre da seguinte maneira: para contrair o músculo liso (contração voluntária), o qual se encontra ligado ao esqueleto ósseo e proporciona movimentos úteis, é necessário haver impulso do Sistema Nervoso Central.

  5. A epiderme é uma das camadas da pele que reveste externamente o organismo humano. É responsável pela formação das glândulas sudoríparas, que executam a secreção do suor.

  6. A falta de vitamina C pode ser responsável pelo fato de o “eu lírico” da canção ser “desdentado”: essa vitamina atua na síntese do colágeno, fundamental na sustentação dos tecidos conjuntivos através das fibras colágenas.



Resumão:
Tecido Epitelial
.Células justapostas

.ausência ou quase ausência de substância intercelular

.tecido avascular (não possue vasos sanguíneos)

.É estratificado pavimentoso queratinizado

.A queratina é uma proteína encontrada na superfície da pele (pele pilosa), produzida pelas próprias células do tecido epitelial.

.A camada superficial do epitélio é formada por células mortas, mas a camada basal (estrato basal ou germinativo) é formada por células em intensa proliferação

.Tem por função revestir, proteger, se

.As glândulas endócrinas lançam suas secreções no sangue e as exócrinas lançam em superfícies ou dentro de órgãos

.Glândulas holócrinas se desintegram junto com sua secreção e as merócrinas eliminam apenas sua secreção
Tecido Conjuntivo
.Possue muita substância intercelular e fibras protéicas

.As fibras podem ser colágenas, elásticas e reticulares

.Tecido formado por vários tipos de células:

-fibroblastos: formação das fibras e material intercelular

-macráfagos: realiza fagocitose

-mastócitos: ricos em heparina

-plasmócitos: fabricam anticorpos

.O tecido conjuntivo, junto com o epitelial, forma a pele (epiderme e derme), dando elasticidade a ela com duas fibras elásticas e resistência com suas fibras colágenas

.Tem vasos sanguíneos

.É dividido em: cartilaginoso, ósseo, sanguíneo, hematopoético e adiposo.

.O cartilaginoso tem resistência, mas não é tão duro quanto o ósseo, sendo formado por células chamadas de condrócitos. Temos cartilagem hialina, elástica e fibrosa.

.O tecido ósseo possue material intercelular calcificado (rico em cálcio), sendo único neste aspecto. Possue células vivas, além de vasos sanguíneos e nervos que passam por canais chamados de canais de Havers.

.O tecido sanguíneo é formado pelo hematopoético (medula vermelha dos ossos), apresentando vários tipos de células. Entre elas temos:

-hemácias: transporte de gases

-linfócitos: defesa orgânica

-plaquetas: coagulação sanguínea

.O tecido adiposo armazena a gordura em células chamadas de adipócitos, tendo por função: reserva energética, amortecer choques mecânicos e isolante térmico
Tecido Muscular
.Formado por fibras musculares que realizam contração e distensão de órgãos

.Possue proteínas responsáveis pela contração: actina e miosina, sendo a proteína móvel a actina.

.Para haver contração, é necessário cálcio e ATP

.Pode ser dividido em:

-Tecido muscular liso: contração involuntária e lenta

-Tecido muscular estriado cardíaco: involuntário e rápido

-Tecido muscular estriado esquelético: voluntário e rápido

.O cardíaco é intermediário do liso e do esquelético, possuindo discos intercalares

.Os movimentos corporais são realizados pelo esquelético
Tecido Nervoso
.Realiza coordenação e função sensorial

.O neurônio caracteriza esse tecido

.O neurônio é formado pelos dendritos, corpo celular e axônio

.O impulso nervoso vai sentido DCA



.Os atos voluntários são controlados pelo sistema nervoso somático e os atos involuntários pelo sistema nervoso autônomo

Respostas:



    1. letra B

    2. letra B

    3. letra E

    4. letra D

    5. letra E

    6. letra D

    7. letra A

    8. letra C

    9. letra C

    10. letra D

    11. letra C

    12. letra B

    13. letra C

    14. letra E

    15. V , F , F , F

    16. letra C

    17. letra B

    18. letra C

    19. letra E

    20. letra D

    21. letra D

    22. V , V , V , F , F

    23. letra B

    24. F , V , V , F , F

    25. F , F , F , V , V

    26. letra A

    27. V , F , F , F





©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal