Relatório de aula pratica de anatomia



Baixar 67.73 Kb.
Encontro21.10.2017
Tamanho67.73 Kb.

RELATÓRIO DE AULA PRATICA DE ANATOMIA



Material Visto e Estudo dos mesmos.
Divisão do Corpo Humano.

O corpo humano divide- se em cabeça, pescoço, tronco( tórax , abdome e pelve ), membros superiores ( braço, antebraço e mão) e membros inferiores (coxa , perna e pé ).

Vimos que o sistema esquelético e o conjunto de órgãos – os ossos que constitui o esqueleto, ou seja o arcabouço do corpo e tem como funções :

Servir de suporte para as partes moles do corpo, permitir o movimento do corpo e suas partes, formato do corpo e proteger os órgãos vitais como sistema nervoso central, os pulmões, o coração e outros. Alem de produzir células sangüíneas ( hematopoiese ) , os ossos possuem uma parte denominada medula óssea vermelha onde se produz os glóbulos vermelhos.

Vimos que o esqueleto pode ser dividido em duas grandes porções.

Esqueleto axial – composto pelos ossos da cabeça do pescoço e tronco ( tórax e abdome ).

Esqueleto apendicular duas porções se faz meio de cíngulos .

Superior e inferior – que forma os membros superiores e inferiores, a união entre essas duas porções se faz por meio de cíngulos.

Esqueleto axial: crânio, coluna vertebral e tórax .

Esqueleto apendicular superior : úmero rádio , ulna e ossos da mão .

Esqueleto apendicular inferior :fêmur, tíbia, fíbula , patela e ossos do pé .

Membro superior ou cintura escápula , escápula e clavícula .

Membro inferior ou cintura pélvica: osso do quadril.

CRÂNIO


crânio é dividido em viscerocrânio com 14 ossos.

Neurocrânio com 8 ossos e ossículo da audição 6 ossos:

Viscerocrânio: 6 pares : nasais , lacrimais , zigomáticos , maxilares, conchas nasais inferiores e palatinos.

Impares: vôlmer e mandíbula.

Neurocrânio.

Pares : temporais e parietais.

Impares: frontal, etmóide, esfemóide e occipital.

Ossículos da Audição:

Pares : martelo , estribo e bigorna.

Pescoço :Impar: Hióide



Coluna Vertebral :

Vimos que a coluna vertebral é formada pelo empilhamento de ossos chamados de vértebras, vimos tambem que a mesma e subdividida em cinco regiões sendo: cervical, tórax, lombar sacral e coccígena , cada uma com o número de vértebras : 07, 12 , 05 , 05 e 04 .

Entre as vértebras encontra – se os discos invertebrais.
TÓRAX:

O tórax é formado pelo osso esterno, por 12 pares de costelas cartilagens costais e vértebrais torácicas .

Membro Superior.

O membro superior é formado por 2 ossos pares:

Escápula e clavícula.

Membro Superiores:

Apresentam 1 osso em cada lado do corpo:

Braço : úmero

Antebraço : rádio ( lateral ) e ulna ( medial )

Mão : 1. carpos ( 8 ossos: escafóide , semilunar , piramidal , pisiforme , trapézio , trapezóide, capitato ou grande osso e uncinado ou ganchoso) 2. meta carpos ( 5 ossos : I , II , II, IV eV .)

FALANGEOS : 14 ossos :proximais (5), médiais (4) e distais (5)



Membro Inferior:

É formado por 1 osso par de quadril.




MEMBROS INFERIORES.

Apresentam 1 osso em cada lado do corpo .

Cocha: Fêmur

Perna : fíbula ( lateral ) e tíbia ( medial )

Joelho : patela

Pé : Tarsos ( 7 ossos: calcâneo , tálus, cubóide, naviocular ,cuneiformes lateral , intermédio e medial) .

Metatarsos (5 ossos : I , II , II, IV , e V . ) Falanges :( 14 ossos : proximais (5) médias (4) e distais (5) ). SISTEMA ARTICULAR

Vimos que os ossos unem – se uns aos outros para constituir o esqueleto articulado. E para designar a conexão existente entre quaisquer partes rígidas do esqueleto, que sejam ossos ou cartilagens Empregamos o termo articulação.


CLASSIFICAÇÃO DAS ARTICULAÇÕES


As articulações classificam – se em 3 grupos: fibrosas, cartilagíneas e sinoviais;

FIBROSAS : são articulações nas quais o elemento que se interpõe às peças que se articular é o tecido Conjuntivo fibroso oferecendo mobilidade extremamente reduzida . A maioria delas se apresenta no crânio.

CATILAGINOSAS : são articulações nas quais o elemento que se interpõe às peças que se articular é o tecido cartilaginoso oferecendo mobilidade. São encontradas na coluna vertebral e tórax

SINOVIAL: São articulações nas quais o elemento que se interpõe às peças articuladas è o liquido sinovial ou sinóvia.

Nas articulações sinoviais , o principal meio de união é a cápsula articular, espécie de manguito que envolve a articulação, prendendo se nos ossos que se articulam.

.A cápsula articular é uma membrana conjuntiva que apresenta duas camadas :a membrana fibrosa e a sinovial

A membrana fibrosa é mais resistente por estar reforçada em alguns pontos , por feixes fibrosos chamados ligamentos. Os ligamentos e cápsula articular tem por finalidade manter a união entre os ossos e impedem movimentos em planos indesejáveis e limitam a amplitude dos movimentos normais.

A membrana sinovial e camada mais interna da cápsula bastante vascularizada e enervada , é encarregada da produção do líquido sinovial.

Vimos que as superfíces articulares são revestidas em toda sua extensão por cartilagem articular ( Hialina ), esse revestimento torna a superfícies ósseas articulares mais lisas ,polidas e esbranquiçadas . A cartilagem articular é vascular e não possui inervação. Sua

nutrição é bastante precária e sua regeneração em caso de lesões é lenta.
SISTEMA MUSCULAR

No corpo humano existem três tipos de músculos:

Músculo estriado esquelético – responsável pela locomoção.

Músculo estriado cardíaco presente no coração impulsionando a corrente sangüinea.

Músculo liso responsável pela contração das víceras .
Os músculo cardíaco e liso são involuntários em relação a função, enquanto o músculo

esquelético é voluntário, isto é estar sob controle consciente.



SISTEMA NERVOSO

Vimos que o sistema nervoso é composto de duas divisões:



SISTEMA NERVOSO CENTRAL.

É formado pelo encéfalo e pela medula espinal. O encéfalo por sua vez é formado pelo

célebro, cerebelo, e tronco encefálico e este último por mesencéfalo ponte e bulbo.

SISTEMA NERVOSO PERIFÉRICO.

Formado por receptores sensoriais e nervos espinais e cranianos.



MEDULA ESPINAL (SNS ) .

Vimos que a medula espinal é porção mais caudal do (snc), estendendo-se da base do crânio até a primeira / segunda vertebras lombares. Contém 31 pares de nervos espinais,

constituídas por neurônios sensoriais e neurônios motores . Vimos que os neurônios sensoriais conduzem informação da pele , das articulações , dos músculos e das víceras

da periferia para medula espinal.

Os neurônios motores somáticos carreiam informações da medula espinal para a periferia incluindo os neurônios que inervam o músculo esquelético, o músculo cardíaco o músculo liso , as glândulas e células secretoras . Vimos que as informações transitam para cima (para os níveis mais alto do (SNC) e para baixo da medula espinal formando as vias ascendentes (sensoriais ) e descendentes (motoras ) respctivamente.

O tronco encefálico estende- se da medula espinal ao diencéfalo e é formado, em ordem cânio – podálica .

Pelo mesencefalo ponte e bulbo . Encontra – se conectado com 10 dos 12 pares de nervos cranianos que conduzem informações sensoriais para o tronco encefálico e informações motoras para fora dele .

O bulbo contém centros autônomos que regulam e a respiração a pressão sangüinea, bem como centros.que coordenam reflexos da deglutição , da tosse e do vômito . A ponte participa da regulação da respiração junto com os centros bulbares e envia informações do cérebro para o cerebelo. O mesencefálo participa do controle dos movimentos, dos olhos e integra conexões auditivas e visuais .



CEREBELO

Localizado posteriormente ao tronco encefálico e inferior ao cérebro. As suas funções .São: a coordenação, o planejamento e execução do movimento ,a manutenção da postura e o equilíbrio corporal.



CÉREBRO

cérebro e formado pelo diencéfalo e pelo telencéfalo.

O diencéfalo é formado , entre outras partes , pelo tálamo.

.Que processa a maior parte das informações sensoriais dirigidas ao córtex cerebral e as informações motoras provinientes do córtex cerebral para o tronco encefálico e a medula espinal – e hipotálamo , que contém centros que regulam a temperatura corporal ,a ingestão de alimentos , o equilíbrio o hídrico , o comportamento emocional, a atividade visceral e endócrima o telencéfalo tem como funções a percepção e a interpretação das informações da sensibilidade geral e especial ( visão, audição , gustação e olfato)

e motoras: a cogmição a memória e a emoção.

SISTEMA NERVOSO PERIFÉRIO

O sistema nervoso periférico é constituída por fibras que ligam o (snc) ao receptor- se o impulso for sensitivo ou ao efetor – se o impulso for motor. É formada por nervos cranianos (12 pares) e espinais (31 pares) os nervos cranianos fazem conequixão com encéfalo; são enumerados de I a XII e chamados respectivamente, de olfatório , óptico, óculo- motor, toclear, trigêneo, abducente, facial, vestibulo- coclear , glossofaringeo ao acessório e hipoglosso.os nervos espinais fazem conexão com a medula espinal e são responsáveis pelo inervação sensitiva e motora do tronco, membros e parte da cabeça estão divididos em 8 pares cervicais, 12 pares torácicos, 5 pares lombares , 5 pares sacrais e 1 por coccígeo.



SISTEMA CARDIOVASCULAR

O sistema cardiovascular é um sistema fechado sem comunicação exterior, constituído por vasos sangüineos. Podem ser arteriais , veias e capilares, e um orgão central: O coração que funciona como uma bomba contratil e propulsora.



FUNÇÕES DO SISTEMA CARDIOVASCULAR

Este sistema tem como funções:



1- Transporta nutrientes que foram absorvidos pela digestão dos alimentos. 2- transporta oxigênio dos pulmões as células. 3- transporta hormônios. 4- remove gás carbônicos e produtos finais do metabolismo celular até aos orgãos encarregado de elimina-los. 5- atuar na defesa orgânica contra substâncias e microorganismo ( leucócitos):6- regular tempero tuba corporal :7- proteção através da coagulação sangüinea, que evita perda de sangue nas feridas.
VASOS SANGÜINEOS

Artérias: são tubos cilindróides , por meio dos quais o sangue é levado do coração ao restante do corpo. Tendo em vista o calibre, os artérias podem ser classificadas em artérias de grande, médio, pequeno calibre e arteríolas. As arteríolas são menores ramos das artérias e oferecem maior resistência ao fluxos sangüineos; contribuem assim para reduzir a tensão do sangue artes da passagem pelos capilares, as artérias possuem elasticidade afim de manter o fluxo sangüineo constante. Podem dilatar-se no sentido transversal para conter maior volume de sangue e distende-se no sentido longitudinal, atendendo aos deslocamento dos segmentos corpóreos. O numero de artérias que irriga um determinado órgão é muito variável , depende do volume do órgão, da sua importância funcional e da sua atividade em determinado momentos


ANATOMIA DO CORAÇÃO

O coração é um órgão muscular, oco, que funciona como uma bomba contrátil- propulsora, localiza-se na cavidade torácica, atrás do esterno, acima do músculo diafragma, no espaço compreendido entre os dois sacos pleurais, denominados mediastino sua maior porção se encontra à esquerda do plano mediano. O coração fica disposto obliquamente, de tal forma que a base é medial e o ápice, lateral. É envolvido por um saco fibro- seroso chamado pericárdio que separa dos outros órgãos do mediastino e limita sua expansão durante a diástole ventricular. O coração tem a forma aproximada de um cone truncado, apresentando uma base, um ápice e três faces ( esternocostal, diafragmática e pulmonar). A parede do coração apresenta três camadas, sendo elas: epicárdio (externa), miocárdio ( média, formada pelo músculo estriado cardíaco ) e endocárdio (interna). A cavidade do coração é subdividida em quatro câmaras dois átrios direito e esquerdo e dois ventrículos direito e esquerdo , pelos septos interatrial , interventricular e atrioventricular. Os septos atrioventriculares direito e esquerdo possuem orifícios, um à direita e outro à esquerda, os óstios atrioventriculares direito e esquerdo, possibilitando a comunicação entre átrio e ventrículo do mesmo lado. Os óstios atrioventriculares são providos de dispositivos que permitem a passagem do sangue somente do átrio para o ventrículo: são as valvas atrioventriculares. A valva atrioventricular direita é chamada tricúspide e a esquerda é chamada bicúsbide ou mitral. Quando ocorre a sístole ventricular ( contração), a tensão nesta câmara aumenta consideravelmente, o que poderia provocar a eversão da valva para o átrio e conseqüente refluxo de sangue para esta câmara. Tal fato não ocorre porque cordas tendíneas prendem a valva a músculos papilares, que são projeções do miocárdio nas paredes internas do ventrículo.

VASOS DA BASE

Os vasos através dos quais o sangue chega ao coração e sai situam-se na base deste

Órgão. No átrio direito desembocam as veias cavas superior e inferior. No átrio esquerdo desembocam as quatro veias pulmonares superiores direita e esquerda

E inferiores direita e esquerda sendo, duas de cada pulmão. Do ventrículo direito sai o tronco pulmonar, que se bifurca em artérias pulmonares direita e esquerda, para os respectivos pulmões . Do ventrículo esquerdo sai a artéria aorta.

Nos ofícios de saída do tronco pulmonar e da artéria aorta existe um dispositivo valvar

Para impedir o retorno do sangue por ocasião do enchimento dos ventrículos (diástole ventricular ) : são as valvas pulmonar e aórtica

.

CIRCULAÇÃO DO SANGUE

Circulação Pulmonar ou Pequena Circulação:

Tem inicio no ventrículo direito, de onde o sangue pobre em O2 e rico em CO2 é bombeado para a artéria tronco pulmonar , que logo se divide em artéria tronco pulmonar , que logo se divide em artérias pulmonares direita e esquerda indo uma para cada pulmão. Nos pulmões ocorre a hematose (troca de CO2 por O2 ) e retorna ao átrio esquerdo rico em O2 através das quatro veias pulmonares (veias pulmonares superior e inferior direitas e veias pulmonares superior e inferior esquerdas). Em síntese: coração – pulmões – coração.

CIRCULAÇÃO SISTÊMICA OU GRANDE CIRCULAÇÃO:

Tem início no ventrículo esquerdo, de onde o sangue rico em 02 e pobre em C02 é bombeado para a artéria aorta, que irriga todos os tecidos do corpo. Após as trocas na rede capilar tecidual, o sangue rico em C02 e pobre em 02 é transportado pelas veias cavas superior e inferior até o átrio direito. Em síntese: coração – tecidos – coração.



SISTEMA RESPIRATÓRIO
Tem como funções : absocção pelo organismo de oxigênio e eliminação do gás carbônico.

Formação :

Olfação. É formado pelos seguintes órgãos : cavidade nasal, faringe, laringe ,traquéia,

brônquios e pulmão.

Cavidade Nasal

É revestida pela membrana mucosa e tem funções aquecer, umidecer e filtrar o ar inspirado.




Faringe

É um tubo muscular associado a dois sistema. Respiratório e digestório , apresenta-se subdividida em três partes: parte nasal, parte oral e parte laringica. Funciona como uma via de passagem de ar e de alimento .



Laringe

É um órgão tubular, situado no plano mediano e anterior do pescoço ,que além

de via aerífera é órgão da formação.

A laringe apresenta um esqueleto cartilaginoso (cartilagens tireóidea, cricóidea, epiglóideas, aritemóideas, corniculadas, e cuniforme) umido por ligamento e ainda possui numerosos músculos que movimenta as pregas vocais.



Traquéia

É constituida por uma serie de aneis cartilaginoso incompleto, em forma de c, apresenta musculatura lisa , o músculo traqueíal. Tem função conduzir o ar inspirado da laringe para os brônquios principais. O direito e o esquerdo, em um ponto denominado de carima .



BRÔNQUIOS

Cada brônquio principal dá origem no pulmão a uma série de ramificações conhecidas como árvore brônquica.



PULMÕES

Vimos que os pulmões direito e esquerdo são órgãos principais da respiração capitam o oxigênio do ar atmosférico e desprendem o dióxido de carbono.

PERGUNTAS PARA TUTORIA DE A2:
Identifique em ordem de órgão que formam o sistema urinário com suas respctivas funções;

O sistema urinário é formado pelos seguintes órgãos:

Rins, ureteres, bexiga urinária e uretra.

Rins: tem como funções:

Filtrar o plasma sangüineo para eliminar produtos resultantes do metabolismo celular e formação da urina.
Produzir o hormônio eritropoetina, que atua sobre as células da medula óssea para estimular a produção de hemácias.
URETER:

Tem como funções: transportar a urina do rim a bexiga.


BEXIGA URINÁRIA:

Localizada na cavidade pélvica. Funciona como reservatório de urina.


URETRA:

É um tubo mediano que estabelece a comunicação da bexiga urinária com o meio externo. No homem é uma via comum para micção e ejaculação e na mulher serve apenas para excreção de urina.

PERGUNTAS PARA TUTORIA DE A2:
Descreva o trajeto do alimento pelo canal alimentar :

SISTEMA DIGESTÓTIO HUMANO :



  1. PREENÇÃO;

  2. MASTICAÇÃO;

  3. TRANSFORMAÇÃO QUÍMICA DOS ALIMENTOS;

  4. ABSORÇÃO DOS ALIMENTOS;

  5. EXPULSÃO DOS RESÍDUOS, ELIMINADOS SOB FORMA DE FEZES;

CAVIDADE ORAL

A cavidade oral tem como funções:


  1. Realizar o processo mecânico e químico da digestão;

  2. Gustação;

  3. Articulação da palavra;

  4. Sensibilidade tátil, térmica e dolorosa proporcionando a seletividade ao alimento;

  5. Sistema da defesa.

A cavidade oral encontra – se separada da cavidade nasal pelos palatos duro (ósseo) e mole (muscular).


O SISTEMA DIGESTÓRIO HUMANO:

DIVIDE-SE EM CANAL ALIMENTAR – CAVIDADE ORAL;

Faringe, esôfago, estômago , intestino delgado, intestino grosso, reto e ânus.

Além do tubo, fazem parte do sistema digestório, também as estruturas anexas:

FÍGADO, PÂNCREAS, VESÍCULA BILIAR E TRÊS PARES DE GLÂNDULAS SALIVARES.

Na boca, o alimento é triturado pelos dentes com auxílio da língua . Após a deglutição, sua movimentação se dá pelo peristalse.



FARINGE – é uma estrutura comum ao sistema respiratório e digestório . E graças a esse fato que podemos respirar pela boca quando estamos com gripados.

ESÔFAGO -




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal