Raciocínio Lógico Márcio Flávio Noções de Lógica 1



Baixar 78.45 Kb.
Encontro26.06.2019
Tamanho78.45 Kb.

Raciocínio Lógico Márcio Flávio




Noções de Lógica
1) Traduzir para a linguagem corrente as seguintes proposições:

p: Está calor q: Está nevando


a) ¬p :
b) :
c)
d)
e)
f)
2) Traduzir para a linguagem simbólica as seguintes proposições:
a) Está calor, mas não está nevando
b) Nem está calor, nem está nevando
c) Tanto está calor, como está nevando.
d) Está calor, consequentemente está nevando.
3) Julgue os itens a seguir.
a) 3+5=2 e 3+3=8
b)
c) Paris é a capital de Portugal ou Natal é capital do Piauí.
d) Se 4+5 =10 então 3+5 =14
e)
4) Se p é uma proposição verdadeira, então:

a) é verdadeira, qualquer que seja q;

b) é verdadeira, qualquer que seja q;

c) é verdadeira só se q for falsa;

d) é falsa, qualquer que seja q.
5) Se p e q são duas proposições e p é falsa, então:

a) é sempre verdadeira;

b) é sempre verdadeira;

c) é sempre verdadeira;

d) é sempre verdadeira.
6) Julgue:

a) ( ) A proposição “Se choveu, então não secou” equivale a “Não choveu ou não secou”.


b) ( ) A negação de “Estudou e não passou” é “Se estudou, então passou”.
7) Julgue os itens:
a) ( ) A proposição é uma tautologia.
b) ( ) A proposição é uma contradição.

QUESTÕES DE CONCURSOS
Questão 01

(CESPE) Considerando-se que as proposições A, B e C tenham valorações V, F e V, respectivamente, e considerando-se também as proposições P e Q, representadas, respectivamente, por e é correto afirmar que P e Q têm a mesma valoração.
(CESPE) Na lógica sentencial, denomina-se proposição uma frase que pode ser julgada como verdadeira (V) ou falsa (F), mas não, como ambas. Assim, frases como “Como está o tempo hoje?” e “Esta frase é falsa” não são proposições porque a primeira é pergunta e a segunda não pode ser nem V nem F. As proposições são representadas simbolicamente por letras maiúsculas do alfabeto — A, B, C etc. Uma proposição da forma “A ou B” é F se A e B forem F, caso contrário é V; e uma proposição da forma “Se A então B” é F se A for V e B for F, caso contrário é V. Um raciocínio lógico considerado correto é formado por uma seqüência de proposições tais que a última proposição é verdadeira sempre que as proposições anteriores na seqüência forem verdadeiras.
Considerando as informações contidas no texto acima, julgue os itens subseqüentes.
(2) É correto o raciocínio lógico dado pela seqüência de proposições seguintes:

Se Antônio for bonito ou Maria for alta, então José será aprovado no concurso.

Maria é alta. Portanto José será aprovado no concurso.
(3) É correto o raciocínio lógico dado pela seqüência de proposições seguintes:

Se Célia tiver um bom currículo, então ela conseguirá um emprego. Ela conseguiu um emprego.

Portanto, Célia tem um bom currículo.
(4) Na lista de frases apresentadas a seguir, há exatamente três proposições.

“A frase dentro destas aspas é uma mentira.”

A expressão X + Y é positiva.

O valor de

Pelé marcou dez gols para a seleção brasileira.

O que é isto?



(5) (CESPE) As tabelas-verdade das proposições “Pedro não é analista judiciário, ou Paulo é engenheiro” e “Se Pedro é analista judiciário então Paulo é engenheiro” apresentam os mesmos valores lógicos.

(6) (CESPE) Considere que A e B sejam as seguintes proposições.

A: Júlia gosta de peixe.

B: Júlia não gosta de carne vermelha.

Nesse caso, a proposição “Júlia não gosta de peixe, mas gosta de carne vermelha” está corretamente simbolizada por .



(7) (CESPE) A negação da proposição “No estado democrático, não há soberano e ninguém exercerá o poder de forma ilimitada” é a proposição “No estado democrático, há um soberano e ninguém exercerá o poder de forma ilimitada”.

(8) (CESPE) A proposição “Se x + 1 é um número par, então x é um número ímpar” é equivalente à proposição “Se x é um número par, então x + 1 é um número ímpar”.

(9) (CESPE) A frase “O triplo de quatro é menor do que dez?” é uma proposição falsa.

(10) (Papiloscopista-CESPE) Considere a seguinte sequência de proposições:

P1 – Existem policiais que são médicos.

P2 – Nenhum policial é infalível.

P3 – Nenhum médico é infalível.

Nessas condições, é correto concluir que o argumento de premissas P1 e P2 e conclusão P3 é válido.

(11) (Cesgranrio-Termoceará-2009) Considere a proposição composta “Se o mês tem 31 dias, então não é setembro”. A proposição composta equivalente é

(A) “O mês tem 31 dias e não é setembro”.

(B) “O mês tem 30 dias e é setembro”.

(C) “Se é setembro, então o mês não tem 31 dias”.

(D) “Se o mês não tem 31 dias, então é setembro”.

(E) “Se o mês não tem 31 dias, então não é setembro”.


(12) (Gestor Fazendário-Esaf-2005) Considere a afirmação P:

P: “A ou B”

Onde A e B, por sua vez, são as seguintes afirmações:

A: “Carlos é dentista”

B: “Se Enio é economista, então Juca é arquiteto”.

Ora, sabe-se que a afirmação P é falsa. Logo:

a) Carlos não é dentista; Enio não é economista; Juca não é arquiteto.

b) Carlos não é dentista; Enio é economista; Juca não é arquiteto.

c) Carlos não é dentista; Enio é economista; Juca é arquiteto.

d) Carlos é dentista; Enio não é economista; Juca não é arquiteto.



e) Carlos é dentista; Enio é economista; Juca não é arquiteto.
(13) (CESPE) Considere que a proposição “O ministério da Saúde cuida das políticas públicas de saúde do Brasil e a educação física a cargo do Ministério da Educação” seja escrita simbolicamente na forma . Nesse caso, a negação da referida proposição é simbolizada corretamente na forma , ou seja, “O ministério da saúde não cuida das políticas públicas de saúde do Brasil nem a educação fica a cargo do Ministério da Educação”.

(14) (CESPE) Se A e B são proposições, completando a tabela abaixo, se necessário, conclui-se que a proposição é uma tautologia.


Raul, Sidnei, Célio, João e Adélio, agentes administrativos do MS, nascidos em diferentes unidades da Federação: São Paulo, Paraná, Bahia, Ceará e Acre, participaram, no último final de semana, de uma reunião em Brasília-DF, para discutir projetos do MS. Raul, Célio e o paulista não conhecem nada de contabilidade; o paranaense foi almoçar com Adélio; Raul, Célio e João fizeram duras críticas às opiniões do baiano; o cearense, Célio, João e Sidnei comeram um lauto churrasco no jantar, e o paranaense preferiu fazer apenas um lanche.
Com base na situação hipotética apresentada acima, julgue os itens a seguir. Se necessário, utilize a tabela à disposição no espaço para rascunho.


(15) (CESPE) A proposição “Se Célio nasceu no Acre, então Adélio não nasceu no Ceará”, que pode ser simbolizada na forma , em que A é a proposição “Célio nasceu no Acre” e B, “Adélio nasceu no Ceará”, é valorada como V
(16) (CESPE) Considere que P seja a proposição “Raul nasceu no Paraná”, Q seja a proposição “João nasceu em São Paulo” e R seja a proposição “Sidnei nasceu na Bahia”. Nesse caso, a proposição “Se Raul não nasceu no Paraná, então João não nasceu em São Paulo e Sidnei nasceu na Bahia” pode ser simbolizada comoe é valorada como V.

(17) (ESAF) Dizer que “Pedro não é pedreiro ou Paulo é paulista” é, do ponto de vista lógico, o mesmo que dizer que:
a) Se Pedro é pedreiro, então Paulo é paulista.
b) Se Paulo é paulista, então Pedro é pedreiro.
c) Se Pedro não é pedreiro, então Paulo é paulista.
d) Se Pedro é pedreiro, então Paulo não é paulista.
e) Se Pedro não é pedreiro, então Paulo não é paulista.
(18) (FCC-TRF) Se Lucia é pintora, então ela é feliz. Portanto:
a) Se Lucia não é feliz, então ela não é pintora.
b) Se Lucia é feliz, então ela é pintora.
c) Se Lucia é feliz, então ela não é pintora.
d) Se Lucia não é pintora, então ela é feliz.
e) Se Lucia é pintora, então ela não é feliz
(19) (Funiversa-2009-PCDF) Uma proposição logicamente equivalente à negação da proposição "se o cão mia, então o gato não late" é a proposição

a) o cão mia e o gato late.

b) o cão mia ou o gato late.

c) o cão não mia ou o gato late.

d) o cão não mia e o gato late.

e) o cão não mia ou o gato não late.


(20) (IADES-2010) “Se Lula é o cara, então Obama é o craque”. A proposição equivalente a esta é:

a) Se Obama é o craque, então Lula é o cara.

b) Se Lula não é o cara, então Obama não é o craque.

c) Lula é o cara ou Obama não é o craque.

d) Lula não é o cara ou Obama é o craque.
(21) (IADES-2010) Considere os argumentos a seguir.
Argumento I: Se nevar então vai congelar. Não está nevando. Logo, não vai congelar.
Argumento II:

Se nevar então vai congelar. Não está congelando. Logo, não vai nevar.


Assim, é correto concluir que:

a) ambos são falácias.

b) ambos são tautologias.

c) O Argumento I é uma falácia e o Argumento II é uma tautologia

d) O Argumento I é uma tautologia e o Argumento II é uma falácia.

(CESPE) Na tabela abaixo, estão relacionados três nomes de pessoas e três profissões. Considere que cada profissão seja exercida por somente uma das pessoas. Observe que há uma célula marcada com a letra V (verdadeiro), significando que Clara é professora, e outra marcada com a letra F (falso), indicando que Teresa não é engenheira.


De acordo com as condições estabelecidas acima, preencha as células em branco com V ou F e julgue os itens que se seguem.

(22) A proposição “Janice não é engenheira” é verdadeira.

(23) A proposição “Janice não é engenheira ou Teresa é enfermeira” é verdadeira.

(24) (ESAF) A negação da afirmação condicional “Se estiver chovendo, eu levo o guarda-chuva” é?

a) se não estiver chovendo, eu levo o guarda-chuva;

b) não está chovendo e eu levo o guarda-chuva;

c) não está chovendo e eu não levo o guarda-chuva;

d) se estiver chovendo, eu não levo o guarda-chuva;

e) está chovendo e eu não levo o guarda-chuva.




(CESPE-2013) Ao comentar a respeito da qualidade dos serviços prestados por uma empresa, um cliente fez as seguintes afirmações:

P1: Se for bom e rápido, não será barato.

P2: Se for bom e barato, não será rápido.

P3: Se for rápido e barato, não será bom.


Com base nessas informações, julgue os itens seguintes.

(25) Um argumento que tenha P1 e P2 como premissas e P3 como conclusão será um argumento válido.

(26) A proposição P1 é logicamente equivalente a “Se o serviço for barato, não será bom nem será rápido”.

(27) A proposição P2 é logicamente equivalente a “Ou o serviço é bom e barato, ou é rápido”.

(28) Se P3 for falsa, então o serviço prestado é bom, é rápido e

é barato.



(CESPE-2013) Márcia, ao interrogar os filhos, Ana, Bernardo, Carla, Deise e Eugênio, sobre qual deles havia quebrado um espelho, obteve as seguintes declarações:

— O culpado é Eugênio ou Deise, disse Bernardo;

— O culpado é uma menina, disse Eugênio;

— Se Bernardo é culpado, então Carla é inocente, disse Deise.



Com base nessa situação e admitindo que somente um seja culpado, julgue os itens seguintes.

(29) A afirmação de Deise é equivalente a “Se Carla é culpada, então Bernardo é inocente”.

(30) A afirmação de Deise é equivalente a “Bernardo ou Carla é inocente”.

(31) Se Deise disse a verdade, então Bernardo é o culpado.

(32) Admitindo-se que, nessa situação, caso tenha dito algo, o culpado tenha mentido e os inocentes tenham dito a verdade, é correto inferir que foi Bernardo quem quebrou o espelho.

(33) A negação da afirmação de Bernardo é corretamente expressa por “Nem Eugênio nem Deise são culpados”.

(34) A afirmação de Eugênio é equivalente a “Existe um menino que é inocente”

GABARITO

01

02

03

04

05

06

07

08

09

C

C

E

E

C

E

E

C

E

10

11

12

13

14

15

16

17

18

E

C

B

E

C

E

C

A

A

19

20

21

22

23

24

25

26

27

A

D

C

E

C

E

C

E

E

28

29

30

31

32

33

34







C

C

C

E

E

C

E











Twitter: @profmarciof Email:marcioflu@yahoo.com.br





©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal