Protocolo de avaliaçÃo admissional multidimensional do idoso institucionalizado



Baixar 0.87 Mb.
Página1/21
Encontro16.01.2018
Tamanho0.87 Mb.
  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   21










PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO ADMISSIONAL MULTIDIMENSIONAL DO IDOSO INSTITUCIONALIZADO


Janeiro/2004

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

Secretaria Municipal de Saúde

Gerência de Assistência

Coordenação de Atenção à Saúde do Idoso


SUMÁRIO



PRÓLOGO 10

A FILOSOFIA DO BH VIDA SAÚDE INTEGRAL 12

TÓPICOS A SEREM DISCUTIDOS EM EQUIPE: 14

1° TÓPICO SUGERIDO - RELATÓRIO DAS VISITAS ÀS INSTITUIÇÕES FILANTRÓPICAS DE LONGA PERMANÊNCIA PARA IDOSOS EM BELO HORIZONTE 14

2º TEMA SUGERIDO – COMO CUIDAR DE UM IDOSO INSTITUCIONALIZADO? 15

3º TEMA SUGERIDO – ATITUDES DA EQUIPE 15

4º TEMA SUGERIDO – A ABORDAGEM DA PESSOA IDOSA 18

5º TEMA SUGERIDO – LIDANDO COM CRÍTICAS E QUEIXAS 19

6º TEMA SUGERIDO – CONSTRUINDO UMA BOA RELAÇÃO COM A FAMÍLIA 20

7º TEMA SUGERIDO – por que tememos envelhecer? 21

8º TEMA SUGERIDO – O PROCESSO NATURAL DO ENVELHECER 22

9º TEMA SUGERIDO – CAPACIDADE FUNCIONAL 25

10º TEMA SUGERIDO – A importância da Equipe na Atenção ao Idoso E A AVALIAÇÃO FUNCIONAL: 26

11º TEMA SUGERIDO – SITUAÇÕES ESPECIAIS 29

12º TEMA SUGERIDO – OS GIGANTES GERIÁTRICOS 33

13º TEMA SUGERIDO – Medicamentos: 34

14º TEMA SUGERIDO – Ambiente 36

15º TEMA SUGERIDO – nutrição 38

16º TEMA SUGERIDO – URGÊNCIAS 40

17º tema sugerido - AS DOENÇAS COMUNS DA VELHICE 45

18º TEMA SUGERIDO – LAZER DO IDOSO 54

19º TEMA SUGERIDO – CUIDADOS PALIATIVOS 55

20º TEMA SUGERIDO – lidando com as perdas: 60

COMO CUIDAR DE UM IDOSO INSTITUCIONALIZADO? 64

A ABORDAGEM 67

TRABALHO EM EQUIPE Temas para reflexão 69

Pipocas da Vida 71


71


A PORTA DO LADO 72

Lenda japonesa 73

A Morte na Instituição de Longa Permanência 74

Dicas no Manejo de um Paciente Demente 81

PROTOCOLO DE AVALIAÇÃO ADMISSIONAL MULTIDIMENSIONAL DO IDOSO INSTITUCIONALIZADO 82

PREFEITURA MUNICIPAL DE BELO HORIZONTE 83

PROTOCOLO DE QUEDAS 94

INSTABILIDADE E QUEDAS 94

Como evitar novas quedas 96

AVALIAÇÃO DA ENFERMAGEM 98

Escala de Norton 100

PORTARIA SMSA/SUS-BH Nº 052/2000 101

ESTATUTO DO IDOSO 117

MEDICAMENTOS DISPONIBILIZADOS PELO SUS 152

TELEFONES ÚTEIS 153

Bibliografia recomendada 154

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA 155



PRÓLOGO


É com satisfação que apresentamos o Protocolo de Avaliação Admissional Multidimensional do Idoso Institucionalizado. Este é um documento coerente com o plano municipal de saúde aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde e com o projeto global das políticas públicas definidas pela Prefeitura Municipal de Belo Horizonte. Ele acontece em resposta às demandas verificadas pela Coordenação de Atenção à Saúde do Idoso, pela ação da Vigilância Sanitária, sob a coordenação da Gerência de Assistência.

O objetivo deste protocolo é assegurar a uma das parcelas mais frágeis da população idosa de Belo Horizonte uma avaliação rigorosa e a possibilidade de um cuidado personalizado e mais humanizado. A detecção precoce e sistemática de problemas e a definição de um plano individualizado de cuidados são métodos auxiliares valiosos para garantir uma melhor qualidade dos serviços prestados.

O reconhecimento do envelhecimento populacional como uma questão de saúde pública constitui um dos grandes desafios fundamentais para a sociedade brasileira.

O cuidado à pessoa idosa precisa ser integral tanto pela instituição que o recebe quanto pelos profissionais que a compõem. Isso também vale para o Sistema Único de Saúde em todas as suas ramificações, para a sociedade e para a família.

Estimular a participação das famílias, amigos e da comunidade local é fundamental para que o cuidado na instituição ultrapasse barreiras e preconceitos e alcance uma melhor qualidade de vida para os que ali vivem e trabalham.

Agradecemos a colaboração de todos os que participam direta ou indiretamente do cuidado à pessoa idosa institucionalizada em Belo Horizonte.

Dr. Helvécio Miranda Magalhães Júnior

Secretário Municipal de Saúde

Belo Horizonte - MG



A FILOSOFIA DO BH VIDA SAÚDE INTEGRAL


Desenvolver as linhas do cuidado e colocá-las operando é uma inovação nas propostas assistenciais do SUS.

Incluir os idosos institucionalizados no atendimento das equipes das áreas de abrangência do BH Vida- Saúde Integral é uma maneira de favorecer a integralidade também para essa parcela da população.

Dentro da idéia de que o serviço deverá ofertar todos os recursos necessários ao cuidado dos usuários, as vigilâncias constituem tecnologias específicas, importantes para proteger a população de agravos evitáveis. Sugere-se a descentralização de ações, sendo possível mobilizar as equipes das Unidades Básicas e Equipes de Saúde da Família para o trabalho em vigilância.

Por isso é importante que a comunidade e os serviços de saúde funcionem de uma maneira integrada e solidária. A proposta desse manual requer que se considere as diversas práticas na instituição e a aproximação entre prestadores de serviços e usuários.



A atenção personalizada integral é o princípio que deveria apoiar a filosofia de todos os serviços a idosos. A acolhida, o respeito e o afeto, de modo a potencializar a auto-estima e o interesse dos idosos pela vida são princípios básicos de quem acredita no envelhecimento como conquista social e na construção de uma rede de suporte sócio-sanitária eficiente e solidária para suprir as demandas de uma população que envelhece.

O modelo de atenção proposto é centrado na promoção da autonomia da pessoa idosa e a prevenção da dependência funcional. Para isso é necessário:

  • Reconhecer e preservar as capacidades funcionais das pessoas;

  • Favorecer e impulsionar redes sociais locais;

  • Reabilitar pessoas cujas capacidades estejam prejudicadas;

  • Prevenir o agravamento de condições e enfermidades;

  • Reduzir o isolamento social;

  • Estimular, supervisionar ou substituir a pessoa idosa na realização de atividades básicas de vida diária;

  • Inserir a pessoa idosa na comunidade e na instituição em que vive, estimulando sua participação na definição das rotinas e do viver em coletividade.

Todo o modelo proposto está baseado na atenção individualizada da pessoa idosa e no reconhecimento da instituição de longa permanência como um local digno de moradia. Isso exige compreensão e paciência, respeito aos profissionais e cuidadores que prestam atendimento ao idoso institucionalizado.



  1   2   3   4   5   6   7   8   9   ...   21


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal