Proposituras Indicação doc



Baixar 6.53 Kb.
Encontro21.10.2017
Tamanho6.53 Kb.



INDICAÇÃO Nº 1939 , DE 2009


Indico, nos termos do artigo 159 da XIII Consolidação do Regimento Interno, ao Excelentíssimo Senhor Governador do Estado, que determine aos órgãos competentes a elaboração de estudos e adoção de providências visando a implantação de atendimento odontológico no Hospital “Pérola Byington” – Centro de Referência da Saúde da Mulher, em São Paulo.



JUSTIFICATIVA


O paciente em tratamento oncológico deve ter acompanhamento odontológico antes, durante e após o tratamento, pois por serem tratamentos agressivos, a radioterapia e a quimioterapia causam inúmeros comprometimentos, tais como a mucosite oral, xerostomia (boca seca), osteorradionecrose, cáries de radiação, dor odontogênica, trismo, candidose, disgeusia entre outros. Assim sendo, é muito importante que haja uma adequação saudável do meio bucal, para eliminação de focos infecciosos agudos e crônicos, além de uma orientação rigorosa de higiene a ser mantida com produtos especializados, uma vez que as infecções orais podem evoluir para infecções sistêmicas, de difícil tratamento.


O cirurgião dentista deve se basear na história clínica e oncológica detalhada do paciente, nos exames laboratoriais e de imagens para definir o tratamento adequado, sendo que o detalhamento das etapas do tratamento dentário deve ser realizado em conjunto com a equipa médica oncológica
Dessa forma, com um devido tratamento odontológico, será possível proporcionar melhorias na qualidade de vida do paciente, com a redução dos sofrimentos físicos, diminuindo assim o desconforto durante o tratamento, pois com a integração de um cirurgião dentista à equipe multidisciplinar de oncologia é possível minimizar os riscos de infecção e assim reduzir custos do tratamento.


Sala das Sessões, em
Deputado Pedro Tobias - PSDB


SPL - Código de Originalidade: 870642 280509 1621





©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal