Programa Nacional do Livro Didático



Baixar 343.56 Kb.
Página7/8
Encontro30.06.2019
Tamanho343.56 Kb.
1   2   3   4   5   6   7   8



C.6. ASPECTOS GRÁFICO-EDITORIAIS.





51.

Utilização de recursos gráficos para mostrar hierarquização da estrutura (títulos, subtítulos e outros).

Quanto ao aspecto acima, a obra é avaliada como: O ( ) B ( ) R ( ) I (X)

A obra XXXXX não adotou hierarquização de tópicos adequada. A obra divide-se em unidades. Todavia, cada unidade apresenta-se dividida em “números”. Não há determinação do que significam os números, se capítulos ou seções. Os subitens não são numerados, o que piora ainda mais o entendimento. Estes apresentam-se hierarquizados pelo tamanho da letra, o qual pouco difere entre os subitens. As figuras não têm numeração e não são “chamadas” no texto, complicando para o leitor quanto a pronta associação das informações à ilustração explicativa. Diante deste quadro julgo a hierarquização insatisfatória.








52.

Qualidade da revisão e impressão da obra (garantida a legibilidade tanto da página como de seu verso).

Quanto ao aspecto acima, a obra é avaliada como: O ( ) B ( ) R ( ) I (X)

A obra apresenta revisão insuficiente. Há erros nas figuras quanto à identificação dos objetos figurados, há figuras sem legendas, há figuras sem créditos, fontes e datas, há indicações imprecisas em figuras, há redações de frases confusas, sem concordância ou escritas de maneira pouco elegante ou por demais coloquial. Estas observações não aproximam o aluno do conteúdo do livro e ainda o tornam menos atraente. Exemplos destas impropriedades e inadequações já foram transcritos nos itens 16, 18 e 19 desta ficha de avaliação.







53.

Distribuição dos textos e ilustrações de modo a constituir uma unidade visual.

Quanto ao aspecto acima, a obra é avaliada como: O ( ) B (X) R ( ) I ( )

A obra é apresenta um número considerável de ilustrações e as estas estão bem distribuídas pelo texto. Todavia, há em alguns casos distribuição de figuras em textos não associados, como no exemplo a seguir:

- pág. XX (volume 2) – Nesta página a obra discorre sobre a classificação do vertebrados e invertebrados de maneira inadequada após os exercícios propostos no item “Atividades”, quando deveria estar antes do mesmo, já que este item, pela estrutura da obra finaliza cada seção.






54.

Adequação do projeto gráfico ao conteúdo, com uma função não meramente ilustrativa.

Quanto ao aspecto acima, a obra é avaliada como: O ( ) B ( ) R (X) I ( )

O livro apresenta projeto gráfico regular. O item 51 desta ficha de avaliação descreve com maiores detalhes a utilização da hierarquização somada aos aspectos gráficos correlatos, que acabam por dar uma unidade visual inadequada a leitura científico-pedagógica.








55.

Utilização de formato e tamanho de letra, bem como de espaço entre as letras, palavras e linhas, atendendo a critérios de legibilidade.

Quanto ao aspecto acima, a obra é avaliada como: O ( ) B (X) R ( ) I ( )

A obra é legível.






56.

Adequação das ilustrações à finalidade para a qual foram elaboradas, mostrando-se claras, precisas, coerentes com o texto, e necessárias para a aprendizagem do aluno.

Quanto ao aspecto acima, a obra é avaliada como: O ( ) B ( ) R ( ) I ( X )

A obra XXXXX apresenta ilustrações que incorrem em erros conceituais, informações conflitantes com o texto e falta de clareza. Os casos mais graves foram relatados no item 02 desta ficha de avaliação. Outros casos são citados a seguir.



Volume 2

As ilustrações de maneira geral são de baixa qualidade, isto é, os desenhos explicativos não são claros, desprovidos de legendas explicativas mais detalhadas, sem escalas, sem observações sobre cores fantasia e que por vezes exprimem conceitos errados. Não há chamadas das figuras nos texto principal, ou observações sobre suas partes, o que as posiciona se maneira desvinculada da explicação. Abaixo, seguem exemplos destas inadequações das figuras.

- pág. XX – Nesta página a obra ao discorrer sobre a classificação dos seres vivos apresenta ilustração intitulada “Árvore filogenética dos filos” com o propósito de ilustrar os grandes grupos animais. Todavia, a figura não condiz com a legenda, que é imprecisa e pode levar os alunos à confusão. Embora a legenda explicite que se tratam de “filos”, a árvore filogenética apresentada possui categorias taxonômicas diversas, como “acelomados”, “pseudocelomados”, “celomados”, “deuterostômios”, “protostômios”, “cordados”, “vertebrados”, “artrópodes”, “protocordados”, “crustáceos”, “insetos”, “insetos”, “diplópodes e quilópodes”, “aracnídeos”, “peixes”, “anfíbios”, “répteis”, “aves” e “mamíferos”. Além disso, a ilustração apresenta figura de peixe incorreta, onde se vê um golfinho, isto é, um mamífero. Vale notar que a legenda não especifica que são “filos” de metazoários, não esclarecendo assim a qual grupo de seres vivos a ilustração se refere. Outro aspecto destacável é que a árvore apresentada corresponde à maneira desatualizada de apresentar as relações filogenéticas entre os seres vivos. A obra deveria utilizar cladogramas derivados de análises metodologicamente baseadas em sistemática filogenética. A compreensão de um cladograma simples seria mais informativa e traria conceitos mais atualizados e úteis para a compreensão, pelo aluno, das relações evolutivas que realmente se podem retirar de esquemas que ilustram as relações evolutivas entre os seres vivos. Repare que esta representação desatualizada de filogenia volta a ser utilizada na pág. XX. Curiosamente, a obra se utiliza de cladogramas nas páginas XX e XX, caindo em contradição metodológica quanto ao tipo de representação filogenética a ser utilizada. Seria válido o livro, ao menos, contrapor os dois tipos de representação.

- pág. XXX – Nesta página a obra ilustra no topo da página um esquema do aparelho digestório de peixes. Cita e aponta a “bexiga natatória” e os “cecos pilóricos”, duas importantes estruturas. Todavia, não as cita e nem tece comentários sobre as mesmas no texto principal. Vale ainda ressaltar que a legenda desta figura, assim como daquela localizada imediatamente abaixo, não esclarecem que se tratam de figuras de sistemas de peixes ósseos.

- pág. XX – Nesta página a obra ilustra o sistema de linha lateral de um tubarão. Contudo, não identifica os componentes ilustrados na figura, o sentido da água no canal de linha lateral e, ainda, a baixa resolução (qualidade) da imagem. Estas omissões e deficiências pouco acrescentam à compreensão da explicação do texto principal.

- pág. XX – Nesta página a obra ilustra os “TIPOS DE APARELHOS REPRODUTORES DOS PEIXES”. Esta figura não tem conexão com o texto, em nada acrescentado ao explicado sobre o conteúdo descrito no texto principal.

- pág. XX – Nesta página a obra apresenta quatro figuras de anfíbios, sendo que uma de “perereca miniatura” e outra de “sapo”. Quanto a estas figuras: o anfíbio figurado como “perereca miniatura” se trata de um hilídeo é não é denominado “miniatura”. A fotografia do “sapo” corresponde a um leptodactilídeo, logo uma “rã”.

- pág. XX – Nesta página a obra ao discorrer sobre os répteis apresenta uma fotografia de “Tritão”, o que corresponde a erro básico de informação, já que o tritão é um anfíbio, e não um réptil.



57.

Presença de créditos, legendas, fontes e datas nas ilustrações, nas tabelas e nos gráficos, quando pertinente.

Quanto ao aspecto acima, a obra é avaliada como: O ( ) B ( ) R ( ) I (X)

As ilustrações apresentam legendas que muitas vezes não discriminam o que é apresentado. Alguns exemplos já foram listados no item 2 desta ficha de avaliação. A obra não dá crédito ou informações precisas para XXX das cerca de XXX fotografias. As legendas são muito simplificadas e pouco elucidativas.






58.

Presença de referências bibliográficas, indicação de leituras complementares e glossário no livro do aluno de maneira adequada.

Quanto ao aspecto acima, a obra é avaliada como: O ( ) B ( ) R (X) I ( )

- A obra apresenta referências bibliográficas no Livro do Aluno nos três volumes: volume 1 (pág. XXX-XX); volume 2 (pág. XX); volume 3 (pág. XXX), sendo distintas nos três volumes.

- A obra não apresenta sugestão de leituras complementares no Livro do Aluno ou no Livro do Professor.

- A obra apresenta glossário no Livro do Aluno nos três volumes: volume 2 (págs. XXX-XXX).

A ausência de leituras complementares desqualificou a obra como boa neste quesito.






59.

Apresentação de sumário de modo a refletir organização interna da obra e permitir rápida localização das informações.

Quanto ao aspecto acima, a obra é avaliada como: O ( ) B (X) R ( ) I ( )

O sumário da obra apresenta, de maneira adequada, indicação das Unidades e “seções”.





QUADRO SÍNTESE DA AVALIAÇÃO


Nome do Parecerista

XXXXXXXXXXX

Classificação

EXCLUÍDA


CRITÉRIOS ELIMINATÓRIOS





Sim

Não

Aspectos sobre correção conceitual

1.

X




2.

X




Aspectos pedagógico-metodológicos

3.

X




4.

X




5.

X




6.




X

Aspectos sobre a construção do conhecimento científico

7.

X




8.




X

9.




X

10.




X

11.

X




Aspectos sobre a construção da cidadania

12.




X

13.




X

14.




X

15.




X


1   2   3   4   5   6   7   8


©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal