Programa institucional de iniciaçÃo científica do centro universitário do instituto mauá de tecnologia informaçÕes sobre o programa de iniciaçÃo científica mauá



Baixar 30.34 Kb.
Encontro17.07.2019
Tamanho30.34 Kb.


PROGRAMA INSTITUCIONAL DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DO
CENTRO UNIVERSITÁRIO DO INSTITUTO MAUÁ DE TECNOLOGIA

INFORMAÇÕES SOBRE O PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA MAUÁ
O Programa de Iniciação Científica do Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia (CEUN-IMT) foi criado com o objetivo de fomentar o desenvolvimento do pensamento científico e iniciação à pesquisa de estudantes de graduação e tem como objetivos:


  • Estimular pesquisadores produtivos a motivar estudantes de graduação nas atividades científicas e tecnológicas do Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia;

  • Possibilitar maior integração entre a graduação e a pós-graduação;

  • Contribuir para o aumento da produção científica e tecnológica;

  • Despertar vocação científica e incentivar talentos potenciais entre estudantes de graduação, mediante participação em projetos de pesquisa;

  • Contribuir para a formação de recursos humanos no campo da pesquisa;

  • Estimular nos alunos o raciocínio crítico-analítico dos trabalhos científicos.

Tal Programa é gerido pela Comissão de Iniciação Científica da Mauá, cujos membros são: Profa. Dra. Alessandra Dutra Coelho, Profa. Dra. Cynthia Jurkiewiscz Kunigk, Prof. Dr. José Alberto Domingues Rodrigues (Coordenador), Profa. Dra. Susana Marraccini Giamprietri Lebrão. O contato com a Comissão de Iniciação Científica da Mauá deve ser pelo endereço eletrônico iniciacaocientifica@maua.br e as informações sobre o Programa de Iniciação Científica Mauá podem ser obtidas em http://www.maua.br/pesquisas/programa-institucional-de-iniciacao-cientifica.


O Programa de Iniciação Científica Mauá dispõe de dois tipos de bolsas institucionais: CEUN-IMT e PIBIC-PIBITI-CNPq. Além dessas bolsas, existem as Bolsas Individuais FAPESP solicitadas diretamente pelos professores orientadores, ou seja, não institucionais.

O cronograma de execução das bolsas CEUN-IMT e PIBIC-PIBITI-CNPq é mostrado a seguir (na Tabela 1 é apresentado um resumo deste cronograma):



  • Bolsa CEUN-IMT: divulgação de inscrição até 15/11; prazo de entrega de documentos até 31/01; divulgação de aprovados até 15/02; período da bolsa de 01/03 à 31/12; e entrega de relatório até 30/11;

  • Bolsa PIBIC-PIBITI-CNPq: divulgação de inscrição até 15/04; prazo de entrega de documentos até 30/06; divulgação de aprovados até 15/08; período da bolsa de 01/08 a 31/07; e entrega de relatório até 20/08 (ressalta-se que as bolsas CNPq iniciam no 2º semestre e continuam no 1º semestre do ano seguinte).

Tabela 1 – Cronograma de execução de bolsas de Iniciação Científica CEUN-IMT e PIBIC-PIBITI-CNPq.



Bolsa

Divulgação da inscrição

Entrega de documentos

Divulgação de aprovados

Período da bolsa

Entrega de relatório

CEUN-IMT

Até novembro

Até 31/01

Até 15/02

01/03 à 31/12

Até 30/11

CNPq (PIBIC e PIBITI) *

Até abril

Até 30/06

Até 15/08

01/08 à 31/07

Até 20/08

(*) As bolsas CNPq iniciam no 2º semestre e continuam no 1º semestre do ano seguinte.
Dessa forma, há a possibilidade de solicitação de bolsas duas vezes por ano (semestralmente). O processo de seleção segue um procedimento único, com o preenchimento de dois formulários: "Formulário para inscrição de projeto de Iniciação Científica Mauá" e "Formulário para inscrição de aluno de Iniciação Científica Mauá", além do Projeto de Pesquisa, a serem entregues à Comissão de Iniciação Científica da Mauá, que realizará a análise do mérito do pedido e decidirá sobre a aprovação do projeto.
Os requisitos e compromissos para a participação no Programa de Iniciação Científica Mauá são os seguintes:


  1. Orientador




  • Pesquisador preferencialmente com titulação (Doutor ou Mestre), em titulação (Doutorando ou Mestrando) ou de perfil equivalente;

  • Ser professor do quadro docente do CEUN-IMT com regime de trabalho integral ou parcial;

  • Possuir experiência compatível com a função de orientador e formador de recursos humanos qualificados e estar cadastrado na Plataforma de Currículo Lattes/CNPq, pelo qual será analisada a produção científica ou tecnológica nos últimos 5 (cinco) anos;

  • Apresentar o projeto de pesquisa e os formulários necessários;

  • Orientar o bolsista escolhido nas distintas fases do trabalho científico, incluindo a elaboração dos relatórios, além de material para divulgação dos resultados;

  • Acompanhar a exposição do bolsista, por ocasião do Seminário Mauá de Iniciação Científica;

  • Incluir o nome do bolsista nas publicações e nos trabalhos apresentados em eventos, cujos resultados tiveram a participação efetiva do bolsista;

  • Estar, preferencialmente, credenciado no Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu do CEUN-IMT;

  • É vedado repassar a orientação do(s) bolsista(s). Em caso de impedimento eventual do orientador, a(s) bolsa(s) retorna(m) à Comissão de Iniciação Científica da Mauá;

  • Solicitar a exclusão do bolsista com justificativa, devendo indicar novo aluno para a vaga, desde que satisfeitos os prazos operacionais e mantendo o Plano de Atividades do projeto;

  • Conclusão do trabalho e entrega do relatório final.




  1. Bolsista




  • Ser aluno regularmente matriculado em curso de graduação do CEUN-IMT e ser indicado pelo orientador;

  • Não possuir vínculo empregatício com qualquer instituição, durante a vigência da bolsa solicitada, e dedicar-se integralmente às atividades acadêmicas e de pesquisa por um período de 20 horas;

  • Não possuir bolsa de qualquer natureza (monitoria, estágio, estudo, trabalho entre outras), de agências e/ou instituições, na vigência da bolsa solicitada;

  • Apresentar o resultado de seu Plano de Atividades na forma de Relatório Científico e no Seminário Mauá de Iniciação Científica;

  • Nas publicações e trabalhos apresentados, fazer referência a sua condição de bolsista.

  • Estar cadastrado na Plataforma de Currículo Lattes/CNPq;

  • Devolver, em valores atualizados, a(s) mensalidade(s) recebida(s) indevidamente, caso os requisitos e compromissos acima não sejam cumpridos.




  1. Projeto de pesquisa




  • Apresentar mérito científico a partir da análise dos itens: objetivos, revisão bibliográfica, metodologia e cronograma;

  • Ter viabilidade técnica e econômica, respeitadas as condições de infra-estrutura do CEUN-IMT;

  • Ser apresentado conforme formulário de inscrição.

O procedimento de julgamento dos pedidos de bolsas de Iniciação Científica se baseia em critérios de avaliação de dois níveis: eliminatórios e classificatórios. Os critérios eliminatórios visam à avaliação do professor orientador em pedidos anteriores e do mérito científico do projeto, ou seja, se o projeto se enquadra no escopo de Iniciação Científica. Os critérios classificatórios visam à avaliação do projeto de pesquisa, do professor orientador e do aluno orientado.




  1. Eliminatórios




  • Concessão de bolsas para professores orientadores que cumpriram as exigências estabelecidas pela comissão em pedidos anteriores;

  • O projeto vinculado à bolsa solicitada deve atender adequadamente ao escopo da Iniciação Científica e Tecnológica e aos itens solicitados, ou seja, objetivo, revisão bibliográfica, metodologia e cronograma.




  1. Classificatórios




  • Priorizar a concessão de bolsas para projetos que estejam ligados às Linhas de Pesquisa consolidadas, preferencialmente ligadas à Pós-Graduação e que apresentem produção científica regular (publicação de artigos em congressos e periódicos);

  • Priorizar a concessão de uma bolsa por professor orientador;

  • Priorizar a concessão de bolsas para professores orientadores (na ordem): em regime Tempo Integral, em regime de Tempo Parcial com carga horária específica para pesquisa, e em regime de Tempo Parcial sem carga horária específica para pesquisa;

  • Priorizar a concessão de bolsas para professores orientadores (na ordem): Doutores, Doutorandos, Mestres, Mestrandos, e Graduados;

  • Priorizar a concessão de bolsas para alunos que não estejam na primeira série e na última série e que não tenham dependência em disciplinas;

  • Priorizar a concessão de bolsas para alunos que ainda não tenham participado do Programa de Iniciação Científica Mauá;

  • Priorizar a concessão de bolsas para alunos com melhor mérito acadêmico, considerando o ano letivo em andamento para as bolsas CNPq e o ano letivo anterior para as bolsas CEUN-IMT;

  • Priorizar a concessão de bolsas para alunos de diferentes habilitações.

Ao término do projeto é obrigatória a apresentação do Relatório Científico na forma de artigo científico (elaborado conforme as normas disponibilizadas em http://www.maua.br/pesquisas/programa-institucional-de-iniciacao-cientifica) para a avaliação do desenvolvimento do projeto.



Vale destacar que os projetos devem ser apresentados no Seminário Mauá de Iniciação Científica, realizado internamente no final de cada ano, e também em eventos externos (congressos, seminários, simpósios, etc.) com o posterior encaminhamento do "certificado de apresentação/participação" para iniciacaocientifica@maua.br.

Na entrega do relatório o orientador deve preencher um formulário sobre o desempenho do aluno em termos do relatório e das atividades realizadas: "Formulário de encaminhamento de relatório de Iniciação Científica Mauá". A avaliação do relatório também poderá ser feita por um revisor "ad-hoc" quando uma análise específica for necessária, sendo o parecer feito em formulário próprio: "Formulário de avaliação relatório de Iniciação Científica Mauá".




©aneste.org 2017
enviar mensagem

    Página principal